Não me deixe

Não me deixe

ESCRITO POR VIVIMETALIUN

Ainda não é tempo de você ir

Mesmo que não sinta o amor de antes

Não me deixe sem ter usado

e abusado de ti

Sem ter enjoado de tocar tua pele

Sem ter esgotado meus beijos para você…

Tenho muito amor ainda em meu peito!

Se deseja ir, então vá

Mas prometa-me que retornará

Que ainda realizaremos aqueles

sonhos tolos

Que esquecemos numa gaveta qualquer…

O amor não morre, apenas adormece

Na espera de uma chuva para renascer

E eu ainda te quero tanto!

Temos tantas coisas para realizarmos…

Por isso, menina, vá mas prometa retornar.

Não desejo viver meus dias sem você

Você é meu porto seguro

Contigo as coisas são tão mais fáceis

Minha querida

Se for saiba que estarei sempre

te esperando

Sempre te amando

Anúncios

SONHANDO

Sonhando
ESCRITO POR VIVIMETALIUN
Deitado na minha cama sinto
Teu perfume que exala pelo ar…
No fundo, uma canção suave,
tão suave quanto as ondas de teu mar!
Embalando meu peito,
Dando asas ao meu coração,
As paredes de meu quarto se abrem,
Uma brisa salgada invade meu rosto
A alegria invade minh’alma…
É o bom dia acordando o menino dentro de mim!
Não sei o que me faz sentir assim
Se o amor que sinto por ti
Ou a saudade que embriaga meu ser…
Continuo a caminhar por suas praias
na esperança de te encontrar…
Menina dos cabelos de mel, da pele clara,
dos olhos que me enfeitiçam!
Esta vontade de tocar suas mãos
Não me sai do pensamento,
O desejo de ouvir contos de sua vida,
Suas alegrias e tristezas…
Sempre esta voz que me enfeitiça
Me faz sentir livre e feliz como nunca antes senti!
O amor chegou no peito e abriu o coração
Para nunca mais fechar…

AMANHECEU

Amanheceu

VIVIMETALIUN

Na mochila, o peso das tristezas

E dos meus lamentos.

Amanhecia

E era preciso recomeçar,

Talvez chorar para lavar a alma,

Talvez fingir que esqueci

Que a vida era apenas virar a esquina

E tudo estaria bem novamente…

Amanhecia e o tempo não espera …

Fim da estrada, fim das ilusões, fim de nós dois!

Mas é preciso prosseguir

ou ficar para trás!

Amanhecia e sentia o fim…

Até que uma nova luz

despontou no horizonte …

Era a luz da minha esperança

Que veio anunciar o recomeço.

Amanhecia e eu recomeçava !

Mas não recomeçava só,

Tinha, agora, você ao meu lado!

Calada e sabendo das minhas dores,

Você estava ali…

Vinha junto com o novo amanhecer,

Me ajudando a catar

os cacos de mim mesmo,

Esperando que meu sorriso

voltasse a acontecer ,

Desejando que eu acordasse

Para ser somente seu…

PRIMEIROS SONHOS

Primeiros Sonhos

ESCRITO POR VIVIMETALIUN


Quando era menino sonhava acordado!
Via minha vida como num filme…
Via sempre uma menina ao meu lado,
Tinha um jeitinho que jamais encontrei.

Meu caminho não foi como eu sonhei,
Não houve tantas flores,
Nem o amor que tanto desejei.
Hoje já passei da metade de minha vida…

Os sonhos ficaram no passado,
As ilusões ficaram perdidas dentro de mim.
Perdi para as frustrações de minha vida,
Meu passado tornou-se escuro.

A estrela que deveria acendê-lo não apareceu…
Já sentia o fim se aproximando!
Perdi a fé e a pureza dos primeiros anos,
Aprendi a chorar para esquecer as desilusões…

Mas apareceu você, menina.
Jeito de criança, coração de mulher,
Desejando amar como se fosse o único
motivo para existir;
Me amedrontei, confesso!

Minha idade e minha caminhada
Não me prepararam para te amar!
Já me encontrava cansado, desanimado,
Mas seu toque de midas me acendeu o futuro…

Dentro de mim nasceu o jovem que não conheci,
Expulsei o desânimo e me tornei seu homem!
E hoje eu aprecio a vida, o vento no rosto,
Vejo flores em meu caminho.

Tenho um ombro para encostar minha cabeça,
Para chorar de alegria e descansar.
Não mais sonho,
Vivo a realidade de meus sonhos!

SER BRISA…

SER BRISA …

VIVIMETALIUN

Queria ser a brisa que toca seu rosto
Carregando suas preocupações e suas tristezas
Trazendo alegria e esperança para você
As vezes sei que sou trovão
Mas não queria ser assim…
Ser brisa é tão difícil, é um enorme desafio
Ser a brisa do mar que te trás paz
Para encher teu coração de felicidade
Que trás o silencio para os momentos tristes
Que seca as lagrimas que rolam pela tua face
Que traga amor para alegrar suas horas
Queria ser uma brisa suave para tocar teu corpo nu
Sentir tua pele macia e maliciosamente
envolvê-la em minha armadilha
Sentir o tesão exalando pelos teus poros
Sentir teu cheiro de fêmea no cio pedindo minha presença
para matar tua fome de mim
Queria ser brisa para estar com você
Nos seus melhores e piores momentos
Para que tu soubesse que sempre poderá contar comigo
Para que soubesse de meu amor por ti
Queria ser sua brisa para tirar o medo que tens de estar só
Para te colocar em meu colo
E se preciso te ninar até dormir
Para então comigo sonhar que somos uma brisa
Livres e soltos viajando sob a luz do sol
Experimentando um pouquinho de felicidade
Como eu queria ser uma brisa…

Areia branca

Areia branca

VIVIMETALIUN

Numa mão uma rosa para você

Na outra toda a agonia em te conhecer

No peito não há mais lugar

para tanta saudade…

Uma brisa vinda do mar toca meu rosto

Prevendo momentos de expectativas

e alegrias

Te vejo ao longe, descalça,

correndo para mim

Era a mesma menina que sempre desejei…

A areia branca se espalha para os lados

Sem pressa,

assiste a mais um momento de paixão

O nosso momento, aqui e agora, só nosso!

Eu corro para você…

Neste momento o tempo pára

Espera, intrépido,

o desenrolar de nossa história

Teu corpo, coberto de tecido de cetim,

Deixa meus olhos verem tuas curvas…

Curvas insinuantes e provocantes

Atiçam meus instintos mais profundos

Teu poeta se transforma em teu lobo

Agora sedento de você.

Toco tua boca com minhas mãos

Extravaso toda saudade e angústia do peito

Poucas palavras são pronunciadas

Nossas bocas, agora mudas,

falam o idioma do amor…

Não importa agora mais nada

Nem o tempo de espera,

nem os momentos em que

perdia a esperança

Em apenas um momento tudo se apagou…

Somente eu e você é o que importa

A natureza sorria, somente para nós.

Falávamos através de gestos espontâneos…

Toques suaves substituíam nossas energias

Eu me renovava em você e você em mim

Lágrimas corriam ao léu…

Pronunciando uma felicidade jamais sentida

Dois corpos sedentos, um amor bandido

A vida perdia todo sentido…

Somente a areia branca como cúmplice

Uma luz entrou em meu quarto

Acordou-me deste lindo sonho

Era o sol que me acordava

Mais um dia em minha vida…

Longe de você…

ETERNIDADE

Eternidade!
VIVIMETALIUN

Caminhei por lugares desconhecidos,
Em um tempo já esquecido
Fragmentos de minhas lembranças
Em muitas vidas, sempre tua presença!
É um amor que ainda não amadureceu,
Que teima em me perseguir,
Sempre me cobrando
As emoções que nao se realizaram.
Finjo que nada sei,
Finjo que posso seguir sem tua presença
No turbilhão desta vida tão agitada,
Finjindo nao saber o que sei.
Enganando meu coração
Que, de triste, finge acreditar
Mas que sangra
Das feridas que não cicatrizaram.