Acupuntura muito além da dor

Médicos descobrem uma mulher que não tem cerebelo

mulher sem cerebelo

Essa mulher deu todo um novo sentido para a expressão “perder a cabeça”. No auge dos seus 24 anos, ela estava se queixando de tonturas e náuseas. Então, os médicos decidiram que o melhor era interná-la para mantê-la em observação. Em algum momento, ela contou que teve problemas de equilíbrio a vida inteira.

Essa combinação de sintomas já é suficiente para a gente não esperar o melhor prognóstico do mundo, mas os médicos continuaram investigando. E quando realizaram uma varredura completa no seu cérebro, imediatamente perceberam qual era o problema: estava faltando uma pecinha chamada cerebelo.