O caranguejo do halloween

Conhecido como caranguejo-do-halloween (Gecarcinus quadratus) ou caranguejo-lua, estes animais são encontrados em áreas tropicais da América Central e ao longo das costas da Costa Rica, Panamá e Nicarágua.

A principal característica destes crustáceos de hábitos noturnos é coloração, que na sua parte superior possui tons escuros, deixando o tradicional avermelhado de lado e sendo substituído por aproximações de roxo.

+ Vídeo mostra momento em que caranguejo deixa seu exoesqueleto
+ Caranguejo coco, o maior artrópode terrestre do mundo

Depois de adultos, estes animais só voltam para água para se reproduzir.

Anúncios

Pombo de Nicobar

https://i1.wp.com/mymodernmet.com/wp/wp-content/uploads/archive/NofyxgYUVEsiVlyBPuUO_nicobarpigeon3.jpg

Pombo-de-nicobar é uma espécie de ave que habita algumas pequenas ilhas da Indonésia e as Ilhas Nicobar. É a única espécie viva do seu gêneros e se acredita que é o parente mais próximo não extinto do dodó.

https://i1.wp.com/mymodernmet.com/wp/wp-content/uploads/archive/KfM-Eiw9OSiOeHZM8xwm_piegon2.jpg
https://s-media-cache-ak0.pinimg.com/736x/99/76/d5/9976d50c81cb5158c6177d8d2ab385c4.jpg

As 11 aves mais chamativas da natureza

https://i2.wp.com/static.panoramio.com/photos/large/34014337.jpg

As aves constituem uma classe de animais vertebrados, bípedes, endotérmicos, ovíparos, caracterizados principalmente por possuírem penas, apêndices locomotores anteriores modificados em asas, bico córneo e ossos pneumáticos. Espalhadas por todo o ecossistema do globo, contam com aproximadamente 10.000 espécies de aves no mundo.Nesta lista você encontra algumas das espécies mais diferentes que habitam diversos

Calau-rinoceronte

https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/6/66/Buceros_rhinoceros_-upper_body_-Minneapolis_Zoo-8a.jpg

Conhecido internacionalmente como Rhinoceros Hornbill (Buceros rhinoceros), o calau-rinoceronte é uma espécie de ave coraciiforme da família Bucerotidae, encontrada no Sudeste Asiático.

Atobá-de-pés-azuis

https://vivimetaliun.files.wordpress.com/2014/11/e49fd-pe.jpg

O atobá-de-pés-azuis é uma ave marinha grande e de aparência cômica, instantaneamente reconhecível por seus pés azuis brilhantes. É uma espécie costeira, forrageando em águas marítimas frias, e nidificando em solo aberto em costas rochosas, penhascos ou ilhas.

Cacatua-das-palmeiras

https://i1.wp.com/www.mascotarios.org/wp-content/uploads/2014/11/Cacat%C3%BAa-Enlutada.jpg

Cacatua-das-palmeiras (Probosciger aterrimus), encontrada na Austrália.

Pássaro Diamante

https://vivimetaliun.files.wordpress.com/2014/11/6e64a-bxk312165_diamente-gold-5800.jpg

Pássaro Diamante de Gould (Erythrura gouldiae), natural da Austrália.

Northern Royal Flycatchero

https://s-media-cache-ak0.pinimg.com/originals/7a/56/e2/7a56e215f2c498e24c5a8b92be747a47.jpg

Northern Royal Flycatchero (Nychorhynchus coronatus mexicanus), encontrado no México.

Cacatua-rosa

https://i2.wp.com/www.mascotarios.org/wp-content/uploads/2014/11/Cacatua-Galah.jpg

A cacatua-rosa (Lophocroa leadbeateri),também conhecida como Cacatua do Major Mitchell, é uma cacatua de tamanho médio, restrita às áreas áridas e semi-áridas do interior da Austrália.

Pombo-de-nicobar

http://4.bp.blogspot.com/_ZpJmBtPVdbk/TKZfGh4rDWI/AAAAAAAAG4c/9bwdHf1iobo/s1600/Pombo-de-nicobar+(Caloenas+nicobarica+L+(6).JPG

Pombo-de-nicobar (Caloenas nicobarica), encontrado em pequenas ilhas desabitadas na Indonésia e Ilhas Nicobar.

Garça-avermelhada-da-florida

https://i1.wp.com/museubiodiversidade.uevora.pt/var/plain_site/storage/images/especies/aves/garca-vermelha-garca-imperial/garca-vermelha-iii/14797-1-eng-US/Garca-vermelha-III.jpg

A Garça-avermelhada-da-florida (Egretta rufescens) é uma ave endêmica da América Central e pode ser encontrada nas Bahamas, Caribe, e até na costa do golfo dos Estados Unidos e México. O animal quase foi extinto pela alta procura de caçadores interessados no tráfico de suas plumas.

Green Broadbill

https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/8/8b/Lesser_green_broadbill_%287150956749%29.jpg

Green Broadbill (Calyptomena viridis), encontrado em Bornéu, Sumatra e Península da Malásia.

Kakapo

https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/b/b1/Kakapo_Sirocco_1.jpg

Tucano-de-bico-arco-íris

https://share.america.gov/wp-content/uploads/2015/05/shutterstock_57453022.jpg

O tucano-de-bico-arco-íris (Ramphastos sulfuratus) é uma espécie de tucano que ocorre do sul do México até a Venezuela e Colômbia. É o pássaro nacional de Belize.

Fotos via : google imagens/Fonte via: wikipedia

25 lugares incríveis que você não pode morrer sem conhecer

9707329332619451

25 lugares incríveis que você não pode morrer sem conhecer

Alguns destinos paradisíacos que você precisa visitar antes de morrer, ou sua vida terá ficado incompleta

A vida é curta, mas não é por isso que precisa ser breve. Isso porque a velocidade com a qual percebemos o tempo passar na verdade depende da atividade que fazemos e do quão nova ela é diante de nossas memórias. Ou seja, quanto mais situações pelas quais nunca passamos antes vivenciarmos, mais longa a vida parecerá.

E que forma melhor do que viajar para alcançar esse tão romântico ideal, fazendo da Terra apenas um grande quintal? Afinal, nada mais que uma casa bastante arejada, nosso planeta é uma fonte infindável de belezas e destinos paradisíacos, entre eles o Cânion Antelope, nos EUA, que ilustra a matéria, e abaixo outros 24 que você precisa conhecer enquanto está entre os vivos (se bem que que deve ser bom ficar nesses lugares até morto):

Ilhas Phi Phi – Tailândia

97073293326191214

Vale do Monumento – Utah

97073293326191153

Socotra – Iêmen

97073293326191124

Pirâmides – Egito

97073293326191045

The Wave – Arizona (EUA)

97073293326191024

Positano – Itália

9707329332619945

Baía de Ha Iong – Vietnã

9707329332619929

Os Doze Apóstolos – Austrália

9707329332619843

Lagos Plitvice – Croácia

9707329332619823

Salar de Uyuni – Bolívia

9707329332619636

Tanah Lot – Indonésia

9707329332619541

Ayers Rock – Austrália

9707329332619515

Bagan – Birmânia

9707329332619428

Petra – Jordânia

9707329332619255

Grande Muralha – China

9707329332619223

Os Açores – Norte do Oceano Atlântico

9707329332619149

Macchu Picchu – Peru

9707329332619117

Ilhas Maldivas – Oceano Índico

9707329332619114

Angkor Wat – Camboja

9707329332619106

Santorini – Grécia

9707329332619042

Santo Ángel – Venezuela

970732933261995

Preikestolen – Noruega

970732933261981

Meteora – Grécia

970732933261968

Montanhas Tianzi – China

970732933261904

Nuvem Perfurada

Uma nuvem rara, conhecida como “Nuvem Perfurada”, apareceu no céu de Wonthaggi, na Austrália. A formação, que possuía um incrível arco-íris em seu interior, acontece quando as gotículas de água presentes em uma nuvem congelam em cristais grandes o suficiente para ficarem sob a camada das nuvens.

Veja um depoimento de um fotógrafo da ‘National Geographic’ ao encontrar uma Foca-leopardo, na Antártida.

“Eu entrei na água, assustado com o que poderia acontecer, e nadei até essa foca leopardo. Minhas pernas estavam tremendo, e eu estava com a boca seca… E imediatamente ela largou o pinguim. Veio na minha direção e abriu a boca… A sua cabeça tinha o dobro do tamanho da cabeça de um urso cinzento. Era imensa. Ela colocou toda a minha cabeça e a câmera dentro de sua boca e fez uma exibição da garganta, e aí aconteceu a coisa mais fantástica.

Ela saiu e pegou um pinguim vivo para mim. Veio e começou a dar o pinguim para eu comer. Ela soltava esses pinguins vivos, o pinguim disparava para longe, e ela olhava aborrecida enquanto passava por mim. Fez isso várias e várias vezes.

E aí acho que ela deduziu que eu era um predador inútil em seu oceano que provavelmente estava para morrer de fome. E acho que ela ficou bem apavorada, e começou a me trazer pinguins fracos; depois, pinguins mortos; e aí, me mostrou como comer os pinguins – ela me oferecia pinguins parcialmente consumidos. Começou a pegar os pinguins e empurrá-los à minha câmera – acho que pensou que a câmera era a minha boca, o que é o sonho de todo fotógrafo. Isso ocorreu por quatro dias.

Então eu fui à Antártica para fotografar esse animal potencialmente malvado, e no final vi esse predador, esse grande predador da Antártica, cuidar de mim, me nutrir, me alimentar por quatro dias seguidos. Foi a experiência mais incrível que eu já tive como fotógrafo da National Geographic”.

Raposa do deserto (Feneco)

Feneco

Os fenecos ou raposas-do-deserto (Vulpes zerda, anteriormente Fennecus zerda) são pequenas raposas, sendo portanto animais da ordem Carnivora e da família dos canídeos. A respeito do gênero, alguns biólogos afirmam que tais animais constituem a única espécie de raposas do gênero Fennecus, muito embora outros afirmem que são apenas mais uma espécie do gênero Vulpes, tal como apontado na taxocaixa lateral. Seu habitat são as regiões desérticas, semidesérticas e montanhosas do Norte de África e da Península Arábica.

Descrição

Feneco vem do árabe “fanak” palavra para raposa, e zerda vem de “xeros”, palavra grega que significa seco, descrevendo o habitat do Feneco . O feneco é um animal de pequenas dimensões, apesar de ter orelhas de cerca de 15 cm, para perder facilmente calor. O feneco é o menor dos canídeos extantes.1 O peso máximo que chega a atingir 1,5 kg. Chega a medir 20 cm de altura e 40 de comprimento. A cauda pode medir até 15 cm e o seu pelo tem cor de areia para ajudá-lo a se esconder no deserto. Outra utilidade de seu pelo é ajudar o feneco a refletir os raios de sol durante o dia e conservar o calor durante a noite. Além disto, os dedos das patas são protegidos do calor da areia por uma camada de pelos.

Sua dieta é baseada em insetos (por exemplo, gafanhotos), lagartos, pequenasaves e ovos, além de algumas plantas, sua única fonte de água vem dos alimentos e ela pode passar longos períodos sem ingerir nenhum líquido. A comida no deserto é rara e, por isso, quase todas as formas de vida do deserto servem de alimento para o feneco, salvo quando se trata de um animal mais forte que ele. O feneco é, atualmente, também um animal de estimação. Em alguns países, é permitida a sua criação em cativeiro.