Á primeira vista, as imagens que você vai ver nessa matéria parecem fotos de geleiras e icebergs

 

Á primeira vista, as imagens que você vai ver nessa matéria parecem fotos de geleiras e icebergs flutuando nas águas tranquilas e congelantes. A verdade, porém, é um tanto mais interessante que isso: todas essas cenas, na realidade, se tratam de desenhos gigantescos, pintados à mão… ou melhor, pintados com as pontas dos dedos.

A criadora dessas paisagens impressionantes e hiper-realistas, aliás, é a artista americana Zaria Forman. Suas obras geralmente se estendem por uma parede inteira e o melhor de tudo é que ela não usa uma ferramentas de desenho sequer, apenas as palmas das mãos e os dedos, para borrar o pigmento pastel no papel.

Forman é uma artista com consciência ambiental, por isso são sempre abordados em seus trabalhos temas relacionados ao assunto, como os problemas que enfrentamos em termos de conservação da água, o derretimento do gelo polar e do aumento do nível do mar.

Em entrevista ao site Bored Panda, a artista foi questionada sobre o que inspira tanta perfeição em suas criações e o porquê da escolha de seus temas. E a resposta, com certeza, explica o que vemos em seus trabalhos: “eu simplesmente quero retratar a paisagem da forma mais honesta que eu puder, de uma forma que permita que os espectadores se sintam transportados para um local remoto que nunca teria a chance de conhecer.”

Conheça um pouco da criação dessa americana, com um talento inquestionável:

Anúncios

A primeira pessoa a ter olhos azuis

A primeira pessoa a ter olhos azuis viveu há mais ou menos 10 mil anos atrás. Assim, se você tem olhos dessa cor, acaba sendo, em algum nível, parente de todas as outras pessoas com olhos azuis no planeta.

Foto: A primeira pessoa a ter olhos azuis viveu há mais ou menos 10 mil anos atrás. Assim, se você tem olhos dessa cor, acaba sendo, em algum nível, parente de todas as outras pessoas com olhos azuis no planeta.

#ARG | Alexandre Gerdelmann
Estagiario Fatos Desconhecidos

Água-viva-caixa

A Água-viva-caixa-australiana(Cubozoa) é o animal mais venenoso do mundo, atualmente! Sendo achada principalmente na região da Austrália e da Ásia. Estima-se que pelo menos 100 pessoas são mortas por ano devido a esse pequeno bicho assassino, atingindo assim a incrível marca de 5.567 falecimentos desde 1954. O veneno do animal atinge o coração, o sistema nervoso da vítima e as células da pele. O pior de tudo é que ele é tão doloroso que a vítima entra em choque, se afoga ou falece de parada cardíaca, antes mesmo de sair da água.

Foto: A Água-viva-caixa-australiana(Cubozoa) é o animal mais venenoso do mundo, atualmente! Sendo achada principalmente na região da Austrália e da Ásia. Estima-se que pelo menos 100 pessoas são mortas por ano devido a esse pequeno bicho assassino, atingindo assim a incrível marca de 5.567 falecimentos desde 1954. O veneno do animal atinge o coração, o sistema nervoso da vítima e as células da pele. O pior de tudo é que ele é tão doloroso que a vítima entra em choque, se afoga ou falece de parada cardíaca, antes mesmo de sair da água.

#WDF | Wendel Freitas
CDC Fatos Desconhecidos

Harry e Arthur Weasley

No caminho para o julgamento, Harry e Arthur Weasley entram em uma cabine de telefone que os transporta para o mundo mágico. Pelos livros sabemos que se deve discar 6-2-4-4-2 para ativar as qualidades mágicas das cabines e se você for ver as teclas 6-2-4-4-2 no telefone, elas formam a palavra M-A-G-I-C.

Foto: No caminho para o julgamento, Harry e Arthur Weasley entram em uma cabine de telefone que os transporta para o mundo mágico. Pelos livros sabemos que se deve discar 6-2-4-4-2 para ativar as qualidades mágicas das cabines e se você for ver as teclas 6-2-4-4-2 no telefone, elas formam a palavra M-A-G-I-C.

#WDF | Wendel Freitas
CDC Fatos Desconhecidos

Make it six in a row: The losing continues for the Oilers

ProHockeyTalk

Different night. Same result.

The Edmonton Oilers, following the firing of coach Dallas Eakins earlier this week and the numerous issues and concerns and rumors surrounding that club, dropped their sixth consecutive game and have now lost 17 of their last 18 games, after dropping a 4-3 decision to the San Jose Sharks on Thursday.

On the bright side: Edmonton scored three goals in a game for the first time since Nov. 28.

It’s an improvement. But it still wasn’t enough. Despite Edmonton holding the lead into the third period, the Sharks got goals from Matt Tennyson on the power play and Barclay Goodrow to take the lead and eventually get the win.

Those goals came just 34 seconds apart. That can be deflating. Another lesson learned the hard way for an Oilers team that’s been through plenty of disappointment.

“We’ve struggled to close games all season and tonight is…

Ver o post original 28 mais palavras

Windswept

Laura Macky Photography

Our local mountain, Mt. Diablo, is usually very windy up at the summit.  The mountain is just over 3,800 feet and there can be a dramatic temperature difference from the bottom to the summit.   I love how the wind sweeps over the grass that has yet to turn green.

Windswept Windswept

Ver o post original

NASA’s Kepler Telescope Discovers Another Planet on Comeback

TIME

NASA’s Kepler spacecraft has found another new planet.

Dubbed HIP 116454b, the new body is bigger than Earth, smaller than Neptune and probably too hot to sustain life as we know it.

“The Kepler mission showed us that planets larger in size than Earth and smaller than Neptune are common in the galaxy, yet they are absent in our solar system,” Steve Howell, a project scientist at NASA’s Ames Research Center in California, said in statement.

The discovery marks a remarkable turnaround for Kepler. In May 2013, one of Kepler’s stabilizing reaction wheels failed and a team of engineers and scientists were forced to fashion an ingenious alternative for controlling the spacecraft, using pressure generated from sunlight.

During a subsequent test run in February, Kepler collected data on a previously undiscovered planet 180 light-years from Earth.

Follow-up observations confirmed the existence of the planet, which astronomers have called a watery…

Ver o post original 13 mais palavras