Você mudaria a cor da sua pele?

Untitled-5

A ex-modelo Irene Major é uma mulher rica que sabe tudo sobre tratamentos de pele. A esposa do magnata do petróleo canadense Sam Malin faz o que pode para manter uma pele bonita, como usar hidratantes caríssimos até usufruir dos serviços dos mais exclusivos dermatologistas do mundo.

Mas Irene, que é originalmente de Camarões, na África Ocidental, fez uma declaração polêmica: ela também usa regularmente cremes de clareamento de pele para alterar a sua cor. “Quando a minha pele está mais clara, eu me sinto mais bela”, ela admite com franqueza. “É um tabu, e as pessoas julgam, mas é assim que eu me sinto.”

No mês passado, a loja de produtos de saúde inglesa Holland & Barrett foi alvo de críticas por promover a venda de um produto de clareamento de pele chamadoDr. Organic Royal Jelly Skin Whitening Cream, que é vendido por apenas 10 libras (aprox. 40 reais). A venda do produto provocou indignação, com alguns acusando a loja de incentivar ideais racistas. No entanto, Irene, que tem 34 anos e vive com o marido e seus quatro filhos em uma mansão em Kent, afirma que em alguns círculos sociais e comunidades a pressão sobre as mulheres  negras para usar tais produtos é esmagadora.

“Um regime de clareamento da pele tem sido parte da minha vida praticamente desde o dia em que nasci”, ela afirma. “Há muitos tipos diferentes de pele Africana – e você cresce sabendo que as moças mais claras são as mais bonitas. É apenas um fato.”

Sua irmã mais nova, Elsa, de 27 anos, concorda e explica como hierarquias perturbadoras da cor da pele ainda estão influenciando meninas africanas. “Ser mais clara lhe impulsiona a um lugar diferente na escada social. Todos os homens negros ricos e bem-sucedidos se casam ou com uma mulher branca ou uma menina negra de pele clareada, porque eles também cresceram pensando que o que é mais claro é mais bonito. E não importa quão escuro seja o homem, é claro. A pressão está toda em cima das mulheres.”

lol2
As irmãs Elsa (esq.) e Irene (dir.) usam produtos e usufruem de tratamentos para o clareamento da pele.

Um porta-voz da Holland & Barrett insiste que seu creme é especificamente para uso em manchas na pele, tais como “manchas senis, manchas de fígado, sardas, pele danificada pelo sol e cicatrizes”, e contém ingredientes naturais como a alga marromAscophyllum nodosum, que possui “atributos que comprovadamente clareiam a pele”.

Mas não é apenas a ética questionável do clareamento da pele que preocupa os ativistas. Além desses produtos legais, há um mercado em expansão de cremes, sabonetes e pílulas ilegais, muitos desses contendo ingredientes altamente prejudiciais, como o mercúrio, a água sanitária e ácidos. O pior deles, um produto químico chamado hidroquinona, é oficialmente proibido na União Europeia, mas ainda pode ser prescrito por dermatologistas por razões estéticas – e não é difícil de encontrar pelo mundo afora.

“Qualquer um pode usá-lo, e todo mundo usa”, diz Irene. “Basta olhar para todas as estrelas pop cujas peles se tornaram muito mais claras ao longo dos anos. Muitas celebridades usam isso. Estamos apenas fechando os olhos para elas e fingindo que não vemos isso.”

A hidroquinona é o equivalente biológico ao produto de limpeza usado em roupas brancas. Ela remove a camada superior da pele, que inicialmente resulta em um efeito “brilhante”, mas ela também remove a defesa natural do corpo contra infecções e aos raios ultravioleta, aumentando o risco de câncer de pele. Se ela entrar na corrente sanguínea, pode causar danos fatais ao fígado e aos rins. A especialista Sujata Jolly, que fundou sua clínica Clinogen Laboratories em Windsor (Inglaterra) há 30 anos, tem tratado muitas mulheres desesperadas para reverter os efeitos dessa substância.

lol3

Em uma tentativa para alcançarem o status de celebridade, as irmãs lançaram seu próprio grupo pop e livremente admitem que essa escolha de carreira alimenta ainda mais os seus desejos de serem pálidas. “Eu acho que toda mulher é livre para fazer o que ela quiser”, diz Irene, “e pessoalmente, eu me sinto mais ‘eu mesma’ quando a minha pele está mais clara.” Mas Irene e Elsa não estão sozinhas. E como a indústria de entretenimento global apresenta uma versão cada vez mais padronizada do ideal feminino, a mania de clareamento da pele só irá continuar.

Anúncios

As 15 técnicas de tortura mais brutais da história

mamas

A tortura foi amplamente utilizada em diferentes épocas da história e em várias sociedades. As técnicas de tortura desenvolvidas impressionam pela criatividade para fazer alguém sentir dor.

 

Tortura foi muito utilizadas em diversos períodos da história e por diversos fins, mas apenas com uma intenção: fazer algum pobre infeliz sofrer bastante.

O fato mais perturbador sobre a brutalidade de tortura não é sua existência, mas a criatividade (e até mesmo prazer) para a criação de dispositivos criados para causar dor.

1. Garfo herege

garfo

Este dispositivo de tortura consistia em um pedaço de metal com dois garfos em pontas opostas ligados a um cinto ou alça. Uma extremidade do dispositivo era colocada debaixo do queixo e a outra no esterno. A vítima era pendurada no teto ou suspensa de alguma forma para que não conseguisse dormir. Se a cabeça fosse abaixada o garfo perfuraria a sua garganta e o peito.

2. Enforcado, arrastado e esquartejado

enforcado

Durante a Idade Média, a pena por alta traição na Inglaterra era enforcamento e esquartejamento em público, abolida apenas em 1814, a técnica foi responsável pela morte de milhares de pessoas. Nela, a vítima é arrastada em uma moldura de madeira, depois pendurada pelo pescoço por um curto período de tempo até que ela quase morresse enforcada. Depois disso a vítima era castrada e as suas entranhas e genitálias eram queimadas na sua frente. Por fim, a pessoa era dividida em quatro partes distintas e decapitada.

3. Serra da tortura

serra

Neste método, a vítima é pendurada de cabeça para baixo, de modo que o sangue vai correr para suas cabeça e mantê-la consciente durante a longa tortura. O torturador, então,sera a vítima completamente ao meio. A maioria era cortada somente até o abdômen para prolongar a sua agonia.

4. Burro Espanhol

burro

Este é um dos instrumentos de tortura mais conhecidos durante a Inquisição espanhola. A vítima era montada, nua, sobre o aparelho que lembra um burro, que é na verdade uma placa de madeira vertical em formato de V. Depois disso, o torturador acrescentaria peso nos pés da vítima até que a placa cortasse o seu corpo.

5. Casamento republicano

republicano

Além da guilhotina e  fogueira, este ato de tortura foi empregada por Jean-Baptiste  durante a Revolução Francesa. Homens e mulheres nuas eram amarrados juntos e, em seguida, os jogava em águas geladas para afogar. Quando não havia água, eles simplesmente eram acertados com espadas ou baionetas. Este foi o método preferido usado para executar freiras e padres durante esse tempo.

6. Pinça crocodilo

pinça

Muitas vezes usado para mutilar aqueles que tentavam assassinar o rei, este pinça de ferro era aquecida em brasa antes de ser utilizados para reprimir a apêndices da vítima e rasgar seus corpos.

7. Pinça para mamas

mamas

Embora as mulheres também tenham sido vítima de muitas das técnicas de tortura desta lista, este instrumento foi projetado especificamente para elas.Usado para causar grande perda de sangue, as garras, que eram muitas vezes aquecidas, eram colocadas sobre os seios expostos. Depois de penetradas nos seios, elas eram puxadas ou empurradas perfurando e arrancando pedaços de carne viva.

8. Sapatos de cimento

saptos

Os sapatos de cimento eram utilizados pela máfia americana para executar inimigos, traidores e espiões, colocando os pés deles dentro de blocos de concreto e depois preenchendo-os com cimento molhado. Uma vez seco o concreto, a vítima seria jogada viva dentro de um rio ou de um lago com águas profundas.

9. Poltrona de espinhos

pontrona

Também conhecido como o Presidente Judas, este foi um terrível e intimidador aparelho de tortura adicionado às masmorras da Idade Média. Usado até 1800 na Europa, esta cadeira possui camadas com 500 a 1.500 espinhos de ferro em cada superfície, além de tiras apertadas para conter sua vítima. Ela também podia conter espaços para os elementos de aquecimento por baixo do assento.

10. Caixa de ratos

caixa

Estar em um recinto com ratos é tortura suficiente, mas, aparentemente, isso não foi o bastante para a época medieval. Uma das mais sádicas de todas as técnicas de tortura envolvia uma gaiola com um lado aberto amarrado contra o corpo da vítima.Nela seriam colocados grandes roedores e um instrumento de aquecimento, colocado do outro lado da gaiola. O instinto natural dos roedores os levava a fugir do calor intenso, mas para isso eles precisavam cavar através do corpo da vítima.

11. Tesoura para línguas

tesoura

Esta tesoura de grandes dimensões cortava facilmente a língua das vítimas. A abertura da boca era forçado com um dispositivo e a tesoura fazia o restante do serviço, com o parafuso bem apertado, o membro podia ser arrancado facilmente.

12. Parafuso

parafuso

Embora existam muitas variações deste dispositivo de tortura, eles funcionam da mesma maneira. Concebidos para esmagar lentamente, não somente os dedos das mãos e pés, como também joelhos e cotovelos, no caso de dispositivos maiores. A intenção principal era extrair confissões de vítimas, o dispositivo foi usado pela primeira vez nos tempos medievais.

13. Caixão de tortura

caixao

A técnica de tortura mais preferida na Idade Média era conhecida como caixão de tortura. Neste método, a vítima era colocada dentro de uma gaiola de metal aproximadamente do tamanho do corpo humano. Os torturadores também forçavam as vítimas em gaiolas menores para aumentar seu desconforto à medida que elas pendiam de uma árvore. Geralmente, as vítimas permaneciam penduradas até que os corvos se alimentassem de seus restos mortais.

14. Homem de aço

iron

Este dispositivo de tortura consistia em um armário de ferro com uma frente articulada e interior coberto de pequenas lanças, suficientes para envolver um ser humano. Uma vez dentro de sua estrutura cônica, a vítima seria incapaz de se mover devido ao grande número de pontas de aço espetando-a em todas as direções. O interrogador gritava perguntas para a vítima enquanto a cutucava com as bordas.

15. Pau de arara

Tortura-Pau-de-Arara

O Pau-de-Arara era uma técnica de tortura bastante utilizada pelos militares durante a ditadura no Brasil. Ela consistia numa barra de ferro que era atravessada entre os punhos amarrados e a dobra do joelho, colocados entre duas mesas, dessa forma o corpo do torturado ficava pendurado a cerca de 20 ou 30 centímetros do chão. Este método quase nunca era utilizado isoladamente, seus complementos normais eram eletrochoques, palmatória e afogamento. Em relatórios recentemente divulgados pela Comissão Nacional da Verdade, os torturados revelam que eram submetidos a técnicas de torturas ainda piores, como, por exemplo, tubos contendo ratos vivos que eram introduzidos no ânus das vítimas.

Miyake Jima, a ilha dos gases venenosos

https://i0.wp.com/www.japaoemfoco.com/wp-content/uploads/2014/11/Miyajima-6.jpg

A ilha de Miyake Jima é uma ilha vulcânica criada há mais de 2500 anos após uma grande erupção explosiva. A ilha tem uma área de 55,50 km² e fica localizado a 180 km ao sul de Tóquio. Atualmente cerca de 2800 pessoas vivem nesta ilha do grupo Izu Islands.

No centro de Miyake Jima há o Monte Oyama, com um alto nível de atividade vulcânica. Este vulcão causou uma série de catástrofes ao longo de centenas de anos. Uma delas ocorreu entre os dias 26 de Junho e 21 de Julho no ano 2000, quando a ilha foi acometida por cerca de 17.500 terremotos sucessivos.

O Monte Oyama estava adormecido por 17 anos e os terremotos acordaram o vulcão, ocasionando uma erupção explosiva no dia 7 de julho, que obrigou os moradores a evacuarem a ilha no dia 1 de Setembro. Os moradores só estariam autorizados a regressar cinco anos depois, em 1 de fevereiro de 2005.

Fonte via: Japãoemfoco

10 funções secretas dos fones de ouvido da Apple

1

Algumas dicas e truques que quase ninguém sabe sobre os fones de ouvido da Apple, existem funções secretas que você nunca imaginaria.

 

Que a marca Apple é a queridinha quando o assunto é tecnologia, especialmente de comunicação, ninguém tem dúvida. Muita gente, aliás, enfrenta filas quilométricas nos lançamentos só para ter nas mãos uma nova versão do celular da marca de Steve Jobs, o lendário iPhone.

Apesar desse amor todo pela marca e por seus produtos, há coisas simples que seus fones de ouvido, por exemplo, podem fazer e que ninguém tem a menor ideia. Com eles, aliás, é possível atender e recusar chamadas, acionar a câmera, o comando de voz; pular ou acelerar músicas e assim por diante.

Ficou curioso? Então confira na lista abaixo algumas funções secretas dos fones de ouvido da Apple que você vai gostar de descobrir:

1. Clique 1 vez para a  música pausar.

2. Clique 2 vezes, rapidamente, para pular para a próxima faixa musical.

1

3. Com 3 cliques rápidos, a música volta ao início ou à faixa anterior

4. Se der 2 cliques rápidos e mantiver o botão pressionado o trecho da música avança.

2

5. Se der 3 cliques rápidos  e mantiver o botão pressionado, a música retrocede.

6. Com apenas 2 cliques é possível atender ou recusar chamadas

. Mantendo o botão pressionado por 2 segundos, ignora-se a ligação. Mantendo o controle pressionado por dois segundos, você ignora aquela chamada que não quer receber quando já se está em outra.

3

7.  Com um clique no centro do controle é possível deixar alguma ligação em espera

O comando funciona quando você já está em uma chamada e recebe outra. Para voltar a ela, é só apertar mais uma vez.

8. Para acionar o comando de voz é só manter o controle pressionado.

1

9. Apenas 1 clique para aciona a câmera do celular.

10. E, claro, oferece controle de volume, sendo (+) para aumentar e (-) para reduzir.

1

10 coisas que vão provar o quanto você viveu enganado até hoje

destaque

Acompanhe a seleção abaixo e descubra algumas coisas que vão provar o quanto você viveu enganado até hoje e o quanto a verdade pode ser frustante:

 

Se você é uma pessoa que se magoa fácil e que demora a superar as decepções da vida, já avisamos: pare por aqui, não continue lende essa matéria! Isso porque tudo o que você vai ver hoje, na lista abaixo, mostra o quanto as pessoas são “inocentes” e podem passar boa parte da vida, se não ela inteira, sendo enganado da forma mais vil possível!

Bom, o aviso foi dado e, se você continuou lendo até aqui, é porque tem coragem e vai saber administrar tudo isso que está prestes a descobrir. Certo? Esperamos que sim.

Então, acompanhe a seleção abaixo e descubra algumas coisas que vão provar o quanto você viveu enganado até hoje e o quanto a verdade pode ser frustante:

1. As medalhas de ouro, nas competições esportivas, não são feitas de ouro

1

Pelo menos não de outro maciço. Somente 1,5% delas é do metal precioso. O restante é composto por prata e por cobre.

2. Hebe Camargo era, na verdade, morena

2

3. O nome real de Fernanda Montenegro é Arlette Pinheiro Esteves…

3

4. Você já deve ter usado esse emoji para várias coisas, mas seu real significado é “moça do guichê de informações”

4

5. Pode começar a ficar triste: você cantou “Parabéns” errado durante toda sua vida!

5

A autora da letra da música em português explica que o primeiro verso diz “parabéns a você” e não “parabéns para você”. E não para por aí: é “muita felicidade” e não “muitas felicidades”, no plural…

6. A cerejinha do seu bolo ou do seu sorvete pode ser chuchu! (industrializado)

6

7. Acredite: o teclado que você está usando nesse momento é muito mais sujo que o assento de uma privada!

7

8. No iogurte, na salsicha e no batom. Todos esses produtos são infestados de insetos!

8

Calma que não é nada demais! A gente quer dizer que eles estão cheio de cochonilha, uma praça viva, usada para extrair um corante vermelho muito popular e totalmente regularizado.

9. O chapéu Panamá, na verdade, foi criado no Equador…

9

Contam que o nome errado se popularizou porque o presidente americano Theodore Roosevelt apareceu com um modelo desse chapéu, durante uma visita ao Panamá.

10. No guaraná de açaí, o Guaraná Black… não existe açaí (rs)

10

De acordo com nota da Ambev, empresa responsável pela fabricação do refrigerante, a formulação da bebida conta com “notas de aroma natural de açaí”… ou seja, o negócio é industrial e não tem nada da fruta. A nota continua assim: “(…) Por isso, devido a uma questão técnica, o aroma natural de açaí não está discriminado entre os ingredientes, mas segue declarado na lata e na comunicação como “Frutas da Amazônia: guaraná e sabor açaí”.

11

E aí, magoou?

100 mil anos

Há 100 mil anos o Nordeste é ocupado por grupos humanos. Foram encontrados vestígios de fogueiras e ferramentas em São Raimundo Nonato – no Piaui. A teoria da arqueóloga Niède Guidon causa polêmica sobre o povoamento da América.

Lascaux Caves

Lascaux Caves é um complexo de cavernas localizado no sudoeste da França, que é famoso por suas pinturas rupestres do Período Paleolítico. Ali estão reunidos 900 dos mais perfeitos exemplos sobreviventes da arte do Período Paleolítico Superior. As pinturas estão estimados com cerca de 17.300 anos de idade e consistem principalmente de imagens de animais de grande porte, a maioria dos quais são conhecidos a partir de evidências fósseis que viveram na região na época.