O catarinense Orestes Golanovski

O catarinense Orestes Golanovski, foi reconhecido pela Organização Mundial de Saúde (OMS) como o maior doador de sangue do Brasil e também do mundo. O recordista fez sua última doação de número 187, em junho de 2006, quando completou 65 anos e devido à lei não pode mais doar devido a sua idade. Portador do tipo sanguíneo O+, Orestes foi homenageado com um selo comemorativo dos Correios em 2010.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s