Os bizarros (e avançadíssimos) olhos do camarão mantis funcionam como satélites

camarao mantis olhos

Os coloridos camarões mantis – chamados também de tamarutacas e lagostas-boxeadoras – são conhecidos por suas garras poderosas que podem estraçalhar presas. Agora, esses crustáceos estão chamando novamente a atenção dos pesquisadores, mas por outro motivo: foi descoberto que eles têm um sistema de visão diferente de tudo o que já foi visto no reino animal.

Os olhos do camarão mantis têm 12 tipos de fotorreceptores – células que convertem luz em sinais elétricos. Para entender a particularidade disso, basta compararmos esses olhos incríveis com os de outros animais. A maioria dos mamíferos tem dois tipos de fotorreceptores nos olhos. Os seres humanos têm três, cada um responsável por uma cor diferente, assim como outros primatas. Algumas aves e répteis têm quatro fotorreceptores, e certas espécies de borboletas podem ter até seis.

 

image_1719-Mantis-shrimp

É tentador imaginar que, com 12 receptores de cor, esses animais conseguem enxergar todo um arco-íris de cores indetectáveis aos olhos humanos. Mas não é bem assim. Uma nova pesquisa australiana mostrou justamente o contrário, pois o método de diferenciação de cores desses crustáceos é completamente diferente do nosso.

mantis-shrimp-8

Estudos da Universidade de Queensland, em Brisbane, mostraram que os crustáceos tinham dificuldades para diferenciar cores relativamente parecidas em um teste para encontrar comida.

Eles têm um sistema visual complexo que funciona de maneira muito mais parecida com um sensor de satélite do que com olhos de outros animais, de acordo com o coordenador do estudo, Justin Marshall.

Ao invés de usar apenas alguns receptores de cor, os crustáceos parecem utilizar seus 12 fotorreceptores para reconhecer o ambiente com o mínimo esforço. Esses animais fazem uma varredura do ambiente com os olhos e constroem uma imagem a partir dela. Pesquisadores acreditam que a descoberta pode contribuir em projetos de satélites, câmeras e de armazenamento de imagens.

Confira esses fabulosos olhos em ação: VÍDEO NO COMENTÁRIO

Anúncios

5 maneiras terríveis de como a natureza transforma o parto em um filme de terror

Fazer bebês não é a tarefa mais difícil do mundo – o que faz sentido, já que é essencial para a manutenção das espécies e a natureza não ganharia nada em complicar esse processo.No entanto, o milagre da vida nem sempre é uma coisa linda e poética. Em alguns casos, na verdade, parece até coisa tirada de filme de terror. Olha só:

5. Piolhos do mar bebês nascem depois de comerem suas mães de dentro para fora

800px-eurydice_pulchra
Você já se perguntou porque os piolhos do mar existem!? Pois é. Eles não têm grandes funções e ainda são essas coisas asquerosas que comem as próprias mães por dentro.

 

Existem centenas de espécies de piolhos do mar, cada uma mais repugnante e vil do que a outra. E eles se multiplicam mais que problemas em uma segunda-feira. Primeiro um macho piolho do mar encontra a necessidade de reproduzir. Depois ele agarra praticamente todas as fêmeas que ele pode conseguir, o que pode ser até 25 por vez. Não tem dança de acasalamento, não tem carinho, não tem chamego. Ele simplesmente vai direto ao ponto.

E assim, quase que instantaneamente, dezenas de bebês piolhos são formados dentro das pobres fêmeas. E uma vez que os pequenos estão prontos para nascer, isso acontece: os piolhos bebês literalmente mastigam seu caminho para fora. Parece um tanto cruel, não? Até porque essa não é uma história de mães que estão carinhosa e heroicamente se sacrificando por seus filhos. Elas simplesmente não têm escolha.

parto 5-

4. Hamsters comem os seus bebês no menor sinal de perigo

parto 4
Os animais são geneticamente predispostos a proteger seus filhos acima de tudo (exceto a pobre piolho do mar mãe, que passa seus dias muito ocupada sendo assassinada para sequer pensar em proteger alguém). A maioria das criaturas fazem isso escondendo seus filhos em um lugar seguro, ou enfrentando sem medo qualquer ameaça que apareça pelo caminho.

Mas não as mães hamsters. Elas têm uma abordagem um pouco diferente. Nas primeiras duas semanas após o parto, se elas acharem que seus filhos estão ameaçados de alguma forma, simplesmente os comem. Será que elas pensam algo como “se não for meu, não vai ser de ninguém”? 

Como você pode ver (se você teve curiosidade o suficiente para clicar no vídeo acima), os hamsters nem mesmo matam os seus filhos antes de engoli-los. Seu instinto natural maternal é canibalizá-los brutalmente antes que algum predador faça mal a eles.

3. Esses sapos engolem seus ovos e vomitam os filhotes

parto 3
Antes de você começar a torcer o nariz, vale lembrar que vômito e gravidez são como melhores amigos: inseparáveis. Sua mãe inclusive deve lembrar muito bem disso. Mas digamos assim que essa espécie de sapo leva essa ligação a um novo nível.

Também conhecido como sapo ornitorrinco australiano, porque quando você fecha os olhos ele parece exatamente como um ornitorrinco, as fêmeas dessa espécie deixam seus machos fertilizarem seus ovos, permitindo que ela preserve sua energia para a parte realmente divertida, que vem logo em seguida: no tempo de incubação, as fêmeas engolem os ovos inteiros. Para evitar que os ovos sejam mortos pelo ácido estomacal, as mamães sapo cessam a produção de suco gástrico por até 6 semanas, permitindo que os ovos se desenvolvam em segurança.

Então, uma vez fora do ovo, os sapos têm algumas possibilidades de rotas de saída. Adivinhe qual eles escolhem? Por onde entraram. Tudo em nome da sobrevivência da espécie.

2. Golfinhos ficam tão pesados durante a gravidez que mal podem nadar

parto 2
Muitas mulheres grávidas se sentem centenas de quilos mais pesadas do que realmente são. Mas, enquanto que o peso extra pode trazer alguns probleminhas de autoestima, não chega a ser perigoso a ponto de ameaçar a vida da mãe. O que acontece com as mamães golfinhos.

Depois de ficarem grávidas, elas ganham muita massa: ficam cerca de 50% mais pesadas. Isso compromete sua capacidade de nado. É como se você engolisse uma bigorna e pulasse na piscina. Já pensou, que situação? Seria engraçado, se não fosse tão trágico – já que pode acabar matando os golfinhos, que não têm forças para subir até a superfície para respirar.

1. O polvo gigante do Pacífico morre de fome por bebês que quase nunca sobrevivem

parto 1
Sacrifícios nobres costumam render belas histórias e algumas lágrimas, exceto quando são totalmente em vão. É o caso desses pobres polvos, geneticamente projetados para se matarem por um bando de filhotes que acabam morrendo de qualquer maneira.

O polvo do Pacífico é um criador um tanto ocupado. Eu explico: uma gravidez normal costuma produzir algo em torno de 50.000 a 75.000 ovos, o que significa a mamãe polvo teria pelo menos 49.992 filhotinhos gritando por ela. Cada um desses ovos é aproximadamente do tamanho de uma unha encravada. Ou seja: até eles crescerem e se tornarem independentes, vai um tempo. Só em encubação, eles ficam um período de 6 meses, no ninho. E nessa de proteger os filhotes, as mães ficam tão preocupadas que não têm tempo para se alimentar, nem crescer. 6 meses inteiros sem comer: nem os ursos que hibernam aguentam tanto tempo assim sem se alimentarem.

Quando os filhotes ficam grandes o suficiente para chocar, a mamãe polvo já está praticamente só pele e osso (caso ela tivesse ossos). Então, ela morre, poupando seus filhos de ter que tirar a sorte para determinar quem fica para trás para cuidar dela. Não que isso importe, porque a maioria deles não vai sobreviver de qualquer maneira. Quando eu digo a maioria, quero dizer que apenas uma média de 2 filhotes sobrevive. Não são nem 2%, mas sim dois em um valor absoluto.

Triste, não é? Mas, quando se trata da sobrevivência da espécie, tudo se torna vagamente compreensível

O vídeo mostra melhor. Mas antes, um aviso: se você acabou de comer, ou está pensando em comer, fica a dica de que as imagens são para quem tem estômago forte! VÍDEO NO COMENTÁRIO 

Fotos de animais gêmeos: 25 pares de irmãos impossíveis de diferenciar

fotos de animais gemeos 24

Dois animais superfofos são melhores do que um, certo?

A raridade de tais gêmeos na natureza torna os animais idênticos verdadeiramente especiais, ainda mais os dessa lista, que são filhotes!

 

E quando dizemos “raridade”, na verdade estamos nos referindo a maioria das espécies, incluindo humanos, mas não a todas – nascimentos gêmeos ou mesmo trigêmeos são comuns entre os macacos da subfamília Callitrichinae, por exemplo.

Naturalmente, pode ser que nem todos os animais mostrados abaixo sejam verdadeiramente gêmeos. Alguns devem ser, provavelmente, apenas irmãos ou membros muito semelhantes da mesma espécie, mas a máxima do título continua: não podemos distingui-los.

Confira 25 fotos de animais gêmeos: 

fotos de animais gemeos 1
Créditos: ermagerdrerdert

fotos de animais gemeos 2
Créditos: trukhina.livejournal.com

fotos de animais gemeos 3
Créditos: Christopher G

fotos de animais gemeos 4
Créditos: Nathalie De Cecco

fotos de animais gemeos 5
Créditos: Ilia Shalamaev

fotos de animais gemeos 6
Créditos: Vinay Visanth

fotos de animais gemeos 7
Créditos: 1ms.net

fotos de animais gemeos 8
Créditos: desconhecido

fotos de animais gemeos 9
Créditos: desconhecido

fotos de animais gemeos 10
Créditos: Pete Foley

fotos de animais gemeos 11
Créditos: ruthinea

fotos de animais gemeos 12
Créditos: Danilo Ernesto Melzi

fotos de animais gemeos 13
Créditos: Teddy n TJ Ruled The World

fotos de animais gemeos 14
Créditos: Simonsnapz

fotos de animais gemeos 15
Créditos: gerrybuiltcomputer

fotos de animais gemeos 16
Créditos: whatgetsyouoff

fotos de animais gemeos 17
Créditos: Dave Kiddle

fotos de animais gemeos 18
Créditos: Mari Ward-Foster

fotos de animais gemeos 19
Créditos: desconhecido

fotos de animais gemeos 20
Créditos: desconhecido

fotos de animais gemeos 21
Créditos: Etienne Oosthuizen

fotos de animais gemeos 22
Créditos: Cindy Tucey

fotos de animais gemeos 23
Créditos: Nikolai Zinoviev

fotos de animais gemeos 24
Créditos: Robert Canis

fotos de animais gemeos 25
Créditos: Andre Villeneuve

Câmera robô captura imagens fascinantes de leoas em Botswana

Se você sempre quis saber qual a sensação de ter criaturas selvagens próximas a seu rosto, lhe encarando nos olhos, agora pode.O fotógrafo comercial Chris McLennan, da Nova Zelândia, nos deu de presente essa experiência de outro modo inquietante.

McLennan, conhecido principalmente por suas fotografias de viagens, animais selvagens, turismo e aventura, foi recentemente para Botswana, país africano, fotografar leões selvagens com uma câmera robô, montada com a ajuda do engenheiro Carl Hansen.As imagens foram capturadas por “Car-L”, um robô de controle remoto com uma câmera Nikon D800E e uma lente 18-35mm acopladas.

Primeiro, o equipamento registrou uma foto de um leão macho e escapou ileso. Em seguida, o robô encontrou um bando de leoas curiosas, e foi quando as coisas ficaram muito mais interessantes. As fêmeas deram um verdadeiro show com o seu espanto sincero e vontade de descobrir o que o estranho robô realmente era.

A câmera teve um desempenho admirável, evitando qualquer dano grave e retornando a seus proprietários com diversas fotografias surpreendentes. Os resultados do projeto se tornaram virais, o que não é nenhuma surpresa – nunca tínhamos visto vida selvagem de talperspectiva encantadora antes. 

lion-photos-close-up-car-l-chris-mclennan-1

lion-photos-close-up-car-l-chris-mclennan-2

lion-photos-close-up-car-l-chris-mclennan-3

lion-photos-close-up-car-l-chris-mclennan-4

lion-photos-close-up-car-l-chris-mclennan-5

lion-photos-close-up-car-l-chris-mclennan-6

SHOW DE IMAGENS PRECISA VER A FELICIDADE DO FOTOGRAFO 😀

VÍDEO NO COMENTÁRIO

Caroneiro selvagem é flagrado com câmera escondida

caroneiro animal

No início deste mês, os especialistas que trabalham no Parque Hluhluwe-iMfolozi, na África do Sul, foram pegos de surpresa quando revisavam fotos tiradas por uma câmera escondida. As imagens revelaram uma geneta, um mamífero parecido com o mangusto, pegando carona nas costas de pelo menos duas espécies diferentes de animais – um comportamento nunca visto antes nesta espécie.

Os zoólogos já observaram no passado aves montando as costas de gado, mas mamíferos montando as costas de outros mamíferos não é algo tão comum. Pelo menos não fora da realidade do ser humano e seus animais domesticados. Isso é o que torna esta recente descoberta tão singular.

 

As fotos mostram uma grande geneta manchada em cima de dois búfalos. Um dos búfalos parecia estar impressionado com o animalzinho e foi visto se virando e tentando jogar o intruso para o chão. O outro búfalo, entretanto, parecia muito contente em deixar o caroneiro fazer um passeio noturno.

caroneiro animal 2

O que é ainda mais bizarro é que a mesma geneta tem o hábito de pegar carona em outros animais maiores, como esse rinoceronte. A geneta decidiu saltar sobre o animal na mesma noite em que foi vista andando na traseira dos dois búfalos.

caroneiro animal 3

As armadilhas fotográficas documentaram o passeio nas costas do rinoceronte ao longo de várias noites, mostrando que este não foi apenas um incidente isolado. Antes disso, os conservacionistas nunca tinham visto ou ouvido falar de alguma interação entre estas espécies.

caroneiro animal 4

As imagens são usadas para monitorar espécies ameaçadas de extinção no Parque Hluhluwe-iMfolozi.

Conheça os incríveis e engraçados cães sósias

“Nossa, esse cachorro parece uma tia minha”. Esta frase, apesar de ser um pouco ofensiva, é estranhamente comum. Quem nunca viu um cachorro que parecesse um parente, uma celebridade ou uma vassoura velha?

Pois estes cães sósias levaram o mundo dos animais que se parecem com outras coisas para outro nível. Afinal de contas, por que ser um cachorro normal quando você pode ser um sósia do presidente da Rússia, de um personagem da Disney ou de um pedaço de frango frito?

 

Apesar de alguns talentos naturais, a vida dos cães sósias nem sempre é fácil. A transformação pode demandar um penteado, uma careta ou, bem, rugas que te façam parecer um croissant bem fofinho: 

O filhote que tem um curioso irmão gêmeo

caes sosias 1

O cachorro Chewbacca

caes sosias 2

O cachorro que se parece com o bilionário Richard Benson

caes sosias 3

O cachorro que é a cara de Vladimir Putin, presidente da Rússia

caes sosias 4

O Galgo Inglês que parece o Sid, de A Era do Gelo

caes sosias 6

O Shar Pei que parece uma toalha

caes sosias 5

O Komondor que lembra muito um esfregão

caes sosias 7

Esses filhotes que parecem frango frito

caes sosias 8

Este Terrier, que na verdade também atende por “ovelha”

caes sosias 10

O cachorro que parece o Primo Coisa, da Família Adams

caes sosias 9

O Pug que parece o Jabba the Hut, de Star Wars

caes sosias 11

O cachorro que parece um muffin

caes sosias 13

O cachorro leão

caes sosias 12

Os filhotes de Shar Pei que parecem croissants

caes sosias 14

 
 
 

Raio-X: 10 coisas EXTREMAMENTE estranhas encontradas no estômago de animais

Os animais podem até ter uma alimentação um tanto suspeita, especialmente para o nosso paladar humano, mas essas imagens de raio-X vão mostrar para você que o que eles comem é um pouco pior do que a gente imagina.

10. O sapo que comeu uma porção de 30 pedras ornamentais

raio-x estomago animais 10
Por algum motivo que permanece desconhecido, ele achou que as pedras estavam apetitosas e, por compulsão, não se contentou com uma só. Quem nunca!?

9. O cachorro que comeu um grampo de cabelo

raio-x estomago animais 9

 

8. O pastor alemão que forrou o estômago com uma porção de pedras

raio-x estomago animais 8
Depois reclamou que estava se sentindo pesado.

7. Esse pug guloso devorou 104 moedas de 1 centavo americano

raio-x estomago animais 7
Transtorno de personalidade explica: ele achava que era um porquinho.

6. O cachorro Rat Terrier que comeu o sutiã de sua dona

raio-x estomago animais 6
Um típico caso de ir com muita sede ao pote.

5. Esse labrador engoliu um canivete

raio-x estomago animais 5
E depois saiu falando algumas verdades, porque ficou com a língua um tanto afiada.

4. Um cachorro Golden Retriever engoliu uma lâmpada

raio-x estomago animais 4
O curioso é que ela chegou até o estômago inteira! É o que a gente chama de sorte. Isso é que é um cachorro iluminado!

3. O cachorro que comeu um anzol

raio-x estomago animais 3
Temos a impressão de que esse anzol não era para você, querido cachorro. Mas a minhoca que estava nele com certeza deve ter feito a refeição valer a pena. Ou não.

2. Uma coleção de patinhos de borracha foi encontrada dentro de um cachorro

raio-x estomago animais 2

1. O gatinho que engoliu um bonequinho

raio-x estomago animais 1
E acabou com a brincadeira de alguma criança.

Se você está se perguntando o que aconteceu com esses animais, não se preocupe. Todos eles foram devidamente tratados e salvos do destino que trágico que se desenhava caso todas essas coisas passassem pela tentativa de digestão.

De qualquer forma… Haja estômago!