‘Super boi’ é criado na Bélgica

Os animais da raça de gado “Azul” da Bélgica, também conhecido pelos pecuaristas de Blanc-Bleu-Belge, pode ser considerados verdadeiros halterofilistas do mundo animal. Os músculos das vacas e dos touros “Azuis” são, pelo menos, duas vezes maiores que os de outras raças. Alguns touros chegam a pesar uma tonelada. Toda essa massa muscular foi garantida pela genética.

No século 19, touros da raça Shorthorn, do Reino Unido, foram mandados para a Bélgica para aprimorar a estrutura muscular do gado nativo deste país que era, principalmente, leiteiro. Até os anos 1960, o animal resultante do cruzamento entre o gado belga e o Shorthorn cumpria a demanda por leite e carne. Contudo, a indústria de carne aumentou sua produção e a raça Blanc-Bleu-Belge começou a procriar apenas para alimentação. Os animais mais musculosos foram cruzados entre si e o resultado foram estes animais “marombados” como se frequentassem a academia diariamente. Os Azuis também são populares pela qualidade de sua carne, quase sem gordura.

 

Cientistas que lidam com genética conseguiram o efeito “quebrando” o gene que controla a secreção de miostatina, uma proteína que limita o crescimento do tecido muscular.

VEJA O VÍDEO NO COMENTÁRIO

Anúncios

1 comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s