C.L #19 Grandes Escritores da Era Vitoriana

ANA BURANELLO e a Dani do blog Bibliotecária Leitora se uniram e criaram essa tag com o objetivo de não só divulgar outros blogs, como divulgar as postagens dos blog amigos. Legal né?!

TEM AÇÚCAR BRANCO

Sabe quando você vai no vizinho pedir alguma coisa emprestado, tipo uma xícara de açúcar? Então, para isso que essa tag foi criada, pegar emprestado uma postagem legal do seu vizinho blogueiro, divulgar para seus leitores e seu vizinho faz o mesmo! Por que a vizinhança tem que se ajudar! 
Então nas próximas quartas você vai encontrar aqui uma postagem super legal de algum blog que eu gosto! E para os blogueiros que quiserem participar fiquem a vontade!.E caso tenham dúvidas/angústias/anseios/dores/, podem entrar em contato com ANA BURANELLO ou com a Dani!

Olá pensadores contemporâneos!

Hoje no blog vamos falar sobre história e conhecer escritores muito famosos, referências do universo literário e que começaram a carreira durante a Era Vitoriana. Com certeza muitos de vocês vão se surpreender com a quantidade de literatura de qualidade que surgiu nessa época. Vamos lá!

Antes, só um breve resumo do que foi a Era Vitoriana:

rainha vitoria

A era vitoriana no Reino Unido foi o período do reinado da rainha Vitória, em meados do século XIX, que durou entre 1837 e 1901. Foi uma época de muita prosperidade para o País, o comércio expandiu, as invenções tomaram força e a classe média se desenvolveu. ( Eu disse que era um resumo rs)

Muitos livros e filmes tem influências dessa época, como a saga de livros Alma? de Gail Carriger, A Casa Assombrada de John Boyne, a série televisa Penny Dreadful, os filmes Entrevista com Vampiro, Anna Karenina e Gangues de Nova York.

Caso vocês se interessem, eu aconselho a dar uma olhada nesse período da história, com certeza vão se surpreender tamanha as curiosidades. Ah, vocês sabiam que D. Pedro II chegou a ser apelidado de Rainha Vitória de calças, devido aos seus rígidos padrões morais? Se bem que pensando nisso, podemos imaginar que a frase ‘ faça o que eu digo e não o que eu faço’ , foi feito especialmente para ele.

Mas cadê os autores? Nós viemos aqui pra falar deles né? Pois então vamos lá cabeçudinhos!

Charles Dickens

Charles Dickens

Encabeçando a lista, temos o famoso Charles Dickens, esse barbudinho simpático que teve dez filhos. Em seus textos temos um estilo poético, abordando constantemente uma reforma na sociedade. Ele escreveu a famosa história do ‘Oliver Twist’ em 1938. Em sua sepultura está gravado: “Apoiante dos pobres, dos que sofrem e dos oprimidos; e com a sua morte, um dos maiores escritores de Inglaterra desaparecia para o mundo”.

                   Lewis Carol

lewis carrol

Em seguida temos esse rapazote que continua dando dor de cabeça pra muita gente hoje em dia devido suas obras e sua vida pessoal. Lewis escreveu a famosa obra ‘ Alice no País das Maravilhas’ em 1982. Sua relação com a jovem Alice levanta suspeitas até hoje e o significado da sua obra mais famosa continua uma incógnita. Além de escritor, ele também era matemático, fotógrafo e professor da Universidade de Oxford. Você pode ler nosso especial clicando em -> Alice 150 anos.

                                                                           George Eliot

240px-George_Eliot

Esse belo rapaz, na verdade é uma bela moça chamada Mary Ann Evans, que usou um pseudônimo masculino para ter suas obras levadas a sério e também por que queria escrever sobre sua vida intima com seu amante George Henry Lewes. Para você ver que não importa a época, mulher gosta de falar sobre seus relacionamentos. Sua obra Middlemarch foi seu romance mais importante e reza a lenda que foi inspirada pela época em que viveu em Coventry. Neste livro, o leitor encontra convenções morais do século XIX na medida em que Dorothea Brooke (personagem do livro) procura se sentir feliz e realizada apesar de suas frustrações sexuais e intelectuais.

Thomaz Hardy

Thomas hardy

O bigodinho aí do lado é considerado o último dos grandes vitorianos. É formando em arquitetura mas depois de ter lançado seu livro ‘Remédios Desesperados’, e ter sucesso, deixou de lado a profissão para se tornar escritor. Passou grande parte de sua vida escrevendo suas obras e só as publicou no fim de sua vida. Seus romances “Tess of the Urbervilles” (1891) e “Judas, o Obscuro” (1895) são considerados clássicos da literatura, mas na época de sua publicação receberam duras críticas, por serem considerados pessimistas e tocarem no assunto da sexualidade. 

               Oscar Wilde

oscar wilde

No teatro temos o famoso Oscar Wilde. Esse Irlandês todo charmoso mudou-se para para Londres após ganhar uma bolsa de estudos na Universidade de Oxford e passou então a ter uma vida boêmia e extravagante que o levou a prisão por ‘ cometer atos imorais com diversos rapazes’. Enquanto sua vida pessoal era cercada por bafões, sua vida profissional foi um sucesso, pelo menos até sua prisão. Em 1890 escreveu seu único romance ‘ O Retrato de Dorian Grey’ que foi considerado uma obra-prima da literatura inglesa. No teatro algumas de suas obras são encenadas até hoje, as mais conhecidas são Salomé, Um Marido Ideal e A Importância de ser Prudente.

Entre livros e transitos

Raro pinguim “loiro” fotografado na Antártida

O pinguim de tonalidades claras foi visto em uma das ilhas de Shetland do Sul, na Antártida, em viagem do National Geographic até a região. Embora a ave pareça albina, ela parece ter isabelinismo, afirmou o especialista em pinguins P. Dee Boersma, da Universidade de Washington em Seattle. Isabelinismo é uma mutação genética que dilui pigmento nas penas dos pinguins, de acordo com estudo publicado na revista Marine Ornithology.

Isso resulta em um “clareamento” das partes mais escuras do pinguim, tornando-o amarelado ou acinzentado.

“Muitas espécies de pinguins contam com raros indivíduos possuidores deste padrão de cor”, afirmou Boersma.

No oceano, as costas pretas do pinguim auxiliam na camuflagem enquanto fogem de predadores ou se aproximam de presas, e Boersma suspeita que o isabelinismo afeta a capacidade de sobrevivência do indivíduo, embora não existam estudos já publicados sobre isto.

Tigre é sacrificado na Índia após devorar 7 pessoas

Climatologia GeográficaUm tigre foi sacrificado na Índia após comer sete pessoas em 5 cinco meses, os casos aconteceram na província de maharashtra que fica no oeste do país. O tigre foi baleado ontem no distrito de Chandrapur, ele foi identificado por meios de fotografias.

Climatologia Geográfica

Desde de 2007 este é o primeiro sacrifício de um tigre na região, sendo que atualmente a Índia vivem aproximadamente 1.700 tigres, infelizmente segundo alguns estudos esses felinos ficaram sem 93% do território global por causa do crescimento demográfico.Ter

Nascem quatro raros leões brancos em circo alemão

A mãe, Princesa, com seus quatro filhotes

Um raro leão branco do circo Krone, com sede na cidade alemã de Munique, deu a luz a 4 filhotes nesta quarta feira (20). Os filhotes são filhos do leão Rei Tonga e da leoa Princesa, uma leoa bastante conhecida do circo.

 

Conforme o porta voz do circo, o treinador não irá nomear os filhotes de imediato, mas apenas após algumas semanas após o nascimento, quando algumas de suas características comportamentais acabarem por se mostrar. Ele também afirmou que eles não serão exibidos tão cedo, pois filhotes de leões ficam pelo menos um ano com a mãe antes de começar a treinar e a socializar com outros leões, mas serão incluídos aos números do circo que envolvem leões a partir dos 4 anos de idade.

Leões brancos não são leões albinos. A coloração branca é uma variação genética surgida na África do Sul. Embora muitos animais acabem por enfrentar algum tipo de problema em relação à camuflagem por serem totalmente brancos ou de cores claras (como o pinguim “loiro” visto na Antártida que postamos aqui recentemente), os leões brancos se mostram excelentes caçadores, mesmo sem o benefício da cor dos pelos para os ajudar na tarefa de se aproximar de suas presas sem serem notados.

Embora a reprodução em cativeiro ajude a manter a variante genética dos tigres brancos, se isso não for de forma cuidadosa, pode vir a trazer sérios danos ao animal, incluindo depressão e algumas deformidades já notadas também em tigres.

Segundo a Global White Lion Protection Trust, apenas 3 leões brancos se encontram na natureza (localizados, selvagens), enquanto outras centenas são mantidas em cativeiro. Esta organização tem conseguido introduzir com sucesso leões brancos na natureza nos últimos anos (eles já estavam considerados extintos fora de cativeiro), mas infelizmente alguns são abatidos por caçadores que colocam o progresso da organização a perder.I Fucking Love Science