Casal transforma trailer em uma incrível casa móvel em formato de castelo

Quando o assunto é ser criativo no lar, as menores casas parecem ser os maiores desafios. Afinal, como tornar espaços pequenos em agradáveis e funcionais ambientes? Mas para o casal neozelandês Justin e Jola Siezen, transformar um trailer em uma casa não foi o suficiente: com muita ousadia e trabalho duro, o casal conseguiu transformar o espaço em um verdadeiro castelo.

Jola é acrobata e por isso precisa viajar com bastante frequência. Mas quando seu filho Piko nasceu, o casal decidiu ter um lar, mesmo que móvel. “Eu gosto de engenharia, eu gosto de arte, e quando você pode unir essas duas coisas é muito bom. É como se fosse um grande projeto de artes“, afirma Justin. O trailer foi reformado completamente e conta com um quarto completo, cozinha, banheiro com chuveiro de água quente e um terraço com banheira e rede para curtir o sol. Boa parte dos móveis e da decoração foi criada a partir de materiais recicláveis e peças reaproveitadas. Ainda pensando em sustentabilidade e praticidade, o aquecimento do trailer é feito a partir de painéis solares.

O mais curioso é que, apesar de trazer a torre e toda a estrutura do castelo, o trailer pode pegar estrada normalmente. O teto do terraço é removível e as torres foram construídas de forma a girar para dentro do cômodo, se fechando.

Veja como funciona o trailer-castelo no vídeo e fotos abaixo:

casa-castelo

casa-castelo2

casa-castelo3

casa-castelo4

casa-castelo5

casa-castelo6

casa-castelo7

casa-castelo8

casa-castelo9

casa-castelo10

Todas as fotos © Living Big in a Tiny House

FRASE DO DIA

Se algo está te deixando triste, procure observar quais sãos os motivos e tente mudar isso. Não deixe pra amanhã, a felicidade não pode ser adiada, a vida é curta demais para vivermos infelizes.

Eva Andressa

NADA ESTÁ PERDIDO

Reparem neste jovem negro no centro desta foto.Este é o meu irmão mais novo (Clayton) que esta em vias de concluir o curso de medicina em uma renomada universidade publica no interior de Minas Gerais.
Ele trabalha de barman no período noturno.

A 50 anos atrás nossos avós sustentaram nosso pai e tios com os recursos adquiridos das esmolas que recebiam dos transeuntes na rua (Seu nome era Raimundo ele era deficiente fisico e não tinha proteção social minha avó Emiliana cuidava dos filhos e lavava roupa para as madames).


Nosso pai conheceu a fome (ele nunca nos deixou esquecer isso) aos 12 anos descarregava caminhões de areia para ajudar em casa, aos 14 era ajudante de pedreiro.Voces já ouviram aquele cântico que diz que “o filho do pedreiro também vai poder virar doutor”?
Ta aí.
É real.
Sem a força coletiva, não somos nada. Só a luta transforma.

Em Tempo me tornei ontem o mais novo secretario executivo do Conselho Nacional de Direitos Humanos da Presidência da Republica do Brasil.Na figura do meu irmão quero homenagear meus familiares e todos os negros e negras deste país, de toda as partes do mundo que comeram e ainda comem o pão que o diabo amassou, enfrentaram todo tipo de adversidades, o racismo a fome mas nunca desistiram. Nunca duvidaram.Quando negras e negros avançam o racismo, as desigualdades e injustiças retrocedem.

Texto de Cledisson Junior

Artista transforma moedas e chaves em incríveis objetos de decoração

Chaves e moedas antigas e sem uso podem ser transformadas em arte. Com muita criatividade e habilidade, o artista australiano Michael Moerkey transforma chaves, moedas, tubos de cobre e fios que iriam para o lixo em belos abajures, garrafas, taças, bolas e esculturas para decoração de interiores.

A ideia surgiu quando Michael estava fazendo uma faxina e encontrou alguns tubos de cobre velhos. Resolveu cortá-los em anéis e fazer esferas com o material. No site Etsy, ele afirma “que as primeiras peças eram um pouco rústicas, mas depois ficaram mais criativas.”. Eu sou um pouco colecionador e procuro por todos os lados chaves antigas e fios de cobre, que não são mais utilizados”, diz o australiano

Michael tornou seu “hobby de garagem” em um grande negócio, uma vez que hoje suas esculturas são reconhecidas internacionalmente e são vendidas em sua loja virtual no Etsy. Uma de suas peças, um busto feminino feito com 400 chaves, está sendo vendido por U$ 1.500,00(aproximadamente R$ 4.500,00).

Confira abaixo o exclusivo e autêntico trabalho do artista:

chave 1chave 8chave 3chave 12chave 7chave 18chave 6chave 11chave 10chave 9chave 4chave 2chave 14chave 17chave 16chave 15Imagens via Etsy Michael Moerkey

O PRINCÍPIO DA PRAGA ,O INÍCIO DA LEPRA

Decálogo de Lênin – as táticas de tomada do Poder!!!
Em 1913,o russo Lênin (ex-presidiário,ex-exilado,ex-assaltante de banco, subversivo,terrorista) escreveu o “Decálogo” que apresentava ações táticas para a Tomada do Poder. Lênin O SABOTADOR foi o pai do comunismo, sistema governamental que matou milhões de pessoas, nos países que se submeteram à ele.

1- Corrompa a juventude e dê-lhe liberdade sexual;
2- Infiltre e depois controle todos os veículos de comunicação de massa;
3- Divida a população em grupos antagônicos, incitando-os a discussões sobre assuntos sociais;
4- Destrua a confiança do povo em seus líderes;
5- Fale sempre sobre Democracia e em Estado de Direito, mas, tão logo haja oportunidade, assuma o Poder sem nenhum escrúpulo;
6- Colabore para o esbanjamento do dinheiro público; coloque em descrédito a imagem do País, especialmente no exterior e provoque o pânico e o desassossego na população por meio da inflação;
7- Promova greves, mesmo ilegais, nas indústrias vitais do País;
8- Promova distúrbios e contribua para que as autoridades constituídas não as coíbam;
9- Contribua para a derrocada dos valores morais, da honestidade e da crença nas promessas dos governantes. Nossos parlamentares infiltrados nos partidos democráticos devem acusar os não-comunistas, obrigando- os, sem pena de expô-los ao ridículo, a votar somente no que for de interesse da causa socialista;
10- Procure catalogar todos aqueles que possuam armas de fogo, para que elas sejam confiscadas no momento oportuno, tornando impossível qualquer resistência à causa-COMUNISTA.

Tonny Santos- Militares Salve o Brasil

A geração da rapidinha chegou

A geração da rapidinha chegou. Foto bonita no Facebook, entra na página, vasculha o perfil, descobre quem é pai-mãe-melhor amigo-cachorro-casa de praia-onde passou o último verão-e quem foi a última namorada. Adiciona como amigo. Aceitou. Manda Inbox. Respondeu. 10 frases e passa o WhatsApp. -Oi, oi; por aqui é bem melhor. -E aí, o que vai fazer no final de semana? -Vou na “dasa” e vc? -Também. -Então nos encontramos lá. Alguns dias de ansiedade e chega a hora. Será que ele vai? Com que roupa eu vou? Batom vermelho? Acho que não rola amiga. Vai de nude, salto e saia. -Oi, oi; prazer, prazer. Beijos!!!! Beijos… Beijos sem muita conversa.

Mas também, porque beijos precisam ser quase imediatos? Daí rola aqueles olhares sem muita profundidade. Vontade sem muito entusiamo. Mas o que podemos esperar de uma relação tão sem “relação”? Mas está bom, melhor que nada. Vida de solteira anda meio difícil não é mesmo? -Deixa que eu te levo em casa então.

No outro dia de manhã tem Whatsapp. Quem manda primeiro? Quem está mais interessado? Não, quem é mais maduro. Um oi e um tchau. Uma noite, duas noites… Uma semana e uma mudança de lua são suficientes para acabar. A regra das relações rapidinhas segue a mesma constância: acho que não era para ser. É alto demais, é loiro, não trabalha, tem poucos seguidores, vive na balada, gosta de comer milho na frente dos outros e tem uma família meio torta. “Nada”, isso é o que significa as características que usamos para terminar alguma coisa que mal teve a chance de começar. A gente corta as asas de quem nem aprendeu a voar ainda.

As pessoas perderam o olhar longo, a jogada de cabelo… Perderam a emoção de um sms escrito “estou com saudades”. Será que ninguém mais tem vontade de olhar as estrelas sem pensar em mais nada além daquele momento? Com aquela pessoa? Será que eu estou sozinha nesse mundo super lotado de pessoas sempre online?

Parece que nada mais tem graça, parece que tudo anda meio vazio. Tudo é tão igual. A gente está perdendo a sutileza de saber o que significa se entregar, merecer, conquistar, estar, viver… Se perceber e se doar. Se amar e admirar a cor dos olhos do outro. A textura do cabelo, os ossinhos da mão e o jeito de andar rápido quando está atrasado. Sabe aquela voltinha na coluna que ninguém tem igual a ninguém? Ninguém mais repara nela. A gente existe por likes. Viaja por comentários, e vai para academia pelo espelho. A legging mais confortável perdeu espaço para a mais bonita. Essa é a lógica das relações de hoje: o que faz bem foi deixado de lado pela triste beleza do que faz mal. Eu tenho medo de pensar onde isso vai parar. Em um mundo onde se compra casamentos, seguidores, silicones, bocas carnudas e o perfect 365 é de graça, eu fico pensando: será que um dia alguém ainda vai reparar quantos tipos de sorriso eu tenho?

Por: Suh Riediger

Mensagens de reflexao

Faça sua parte e não se preocupe com os outros. Acredite que Deus também fala com eles, e que eles estão tão empenhados quanto você em descobrir o sentido da vida

Paulo Coelho