FOTO DA NOITE

Mensagens de Reflexão

Os ventos que as vezes tiram
algo que amamos, são os
mesmos que trazem algo que
aprendemos a amar…

Por isso não devemos chorar
pelo que nos foi tirado e sim,
aprender a amar o que nos foi
dado. Pois tudo aquilo que é
realmente nosso, nunca se vai
para sempre…

Bob Marley

Disney abre padaria vegana e sem glúten e incentiva alimentação saudável

Os vegetarianos, que não consomem carne, encontram alguns desafios na hora de se alimentar fora de casa. Agora imagine o quão complicado é para os veganos, que não comem nenhum derivado animal, incluindo ovos, leite e até mesmo o mel. Muitas alternativas têm sido encontradas e muitos restaurantes têm se adaptado para ir de acordo com o paladar e preferências de todos. A boa notícia é que a Disney acaba de abrir uma padaria vegana dentro de seu complexo Downtown Marketplace, em Orlando, na Flórida.
Fora do Magic Kingdom, um dos principais parques da companhia, o local é uma franquia da Erin McKenna’s Bakery, conhecida como BabyCakes, uma padaria de produtos sem origem animal e sem glúten. Entre as delícias, bolos, cupcakes, donuts, pães e cookies dividem a atenção dos clientes e crianças, sendo que muitas delas sofrem com as restrições alimentares e que agora encontraram um cantinho para se deliciar sem medo de passar apuros depois.
Ao Huffington Post, a dona do estabelecimento homônimo Erin McKenna, declarou que “a Disney é terra da fantasia. É muito empolgante abrir (uma padaria) lá por estar complementando a fantasia de muitas crianças e pais com alergias alimentares”. Apesar disso, a estimativa é de que grande parte do público vá pela curiosidade e pelos sabores saudáveis, e não exatamente pelas restrições – afinal, ninguém disse que os pais e crianças preferem a junk food que normalmente encontramos em lugares como este.
A padaria também conta com outras unidades de sucesso em Nova York e Los Angeles. Já podemos encher a barriga na nova “padoca” da Disney?
padariadisney10
padariadisney11
padariadisney2
padariadisney8
padariadisney7
padariadisney3
padariadisney4
padariadisney6
padariadisney
padariadisney9
Todas as fotos: Divulgação

BRASILEIRA APOSTA NA CARREIRA INDEPENDENTE MARY KAY PARA VIAJAR O MUNDO

O tempo todo as pessoas buscam adaptar suas vidas ao trabalho, mas o ideal não seria balancear a carreira escolhida com a vida pessoal? Com o sonho de conhecer a Disney e apaixonada por viagens desde quando conheceu Paris e Jerusalém, aos 15 anos, Camila Lopes, de Cachoeira Paulista (SP), buscava flexibilidade de tempo e recursos financeiros extras para realizar seus sonhos e conhecer o mundo.

Após se tornar Consultora de Beleza Independente Mary Kay, em 2007, Camila percebeu que suas possibilidades de ganho eram ilimitadas e que além disso, ela também poderia gerenciar seu próprio tempo. Prova disso foi uma viagem que fez aLondres, em 2012, quando acompanhou seu marido Cristian, músico profissional, em um festival na capital inglesa. A flexibilidade de agenda lhe permitiu ficar um período fora do Brasil e ainda emendar a viagem com um mochilão de Lua de Mel pela Europa, em que pôde conhecer também Toulon (França), Roma (Itália) e Lisboa, Fátima e Porto, em Portugal.

Roma-1

“Quando criança, eu tinha uma vontade muito grande de conhecer outros lugares, porém não era o perfil dos meus pais, e íamos todos os fins de semana e feriado para nosso sítio próximo a Belo Horizonte. Hoje, com meu trabalho independente tenho a possibilidade de realizar o sonho de conhecer destinos maravilhosos!” afirmou ela.

Além das viagens que faz por conta, Camila aproveita as possibilidades oferecidas pela empresa, que reconhece a força de vendas independente com viagens para destinos incríveis com tudo pago. Foi assim que ela curtiu cidades como Mangaratiba (RJ), Comandatuba (BA), Buenos Aires (Argentina), Punta del Este (Uruguai), Budapeste (Hungria), Munique (Alemanha), Paris (França),  Suíça e fez um cruzeiro sensacional pelo Mediterrâneo.

Cruzeiro-3

Em 2014, quando visitou Paris com a Mary Kay ela teve a oportunidade de participar de um jantar inesquecível, com direito a recepção com tapete vermelho e show de fogos de artifício no Chateau Vaux le Vicomte, castelo fechado exclusivamente para a força de vendas independente da Mary Kay – uma experiência que deixaria até o Rei Luís XIV com inveja.

Camila-Lopes-Cha^teau-de-Vaux-Le-Vicomte

Uma de suas cidades favoritas é Budapeste, a belíssima capital húngara. Segundo Camila, quem for visitar a cidade não pode deixar de conferir o Mercado Municipal, onde há artesanatos típicos, cashmere e uma grande diversidade de temperos.

Mercado-Municipal-Budapeste

A Opera House traz uma arquitetura incrível e o Café New York, no Hotel Boscolo é simplesmente deslumbrante. “A cidade de Budapeste é lindíssima, com construções monumentais. Há uma parte velha e uma parte nova, reconstruída após a guerra”, diz Camila, que sugere ainda um almoço no Restaurante Spoon, de onde é possível observar de cima esses dois lados da cidade.

Spoon-exterior

Esse é o principal diferencial de ser Consultora de Beleza Independente Mary Kay: construir uma carreira independente sólida sem deixar de lado a vida pessoal. As Consultoras podem criar suas próprias rotinas de trabalho, flexibilizando horários e tendo com isso a possibilidade de participar de viagens internacionais. Isso tudo faz parte do lifestyle Mary Kay, que envolve desde a incrívelitbag desenvolvida pela estilista Patrícia Bonaldi até a possibilidade de conquistar o direito de uso do famoso carro rosa e, claro, o mais importante: balancear carreira e paixões pessoais, sejam elas quais forem.

Com a Mary Kay, você pode ser Consultora para ser viajante, mãe, empreendedora ou o que quiser! Saiba mais aqui.

marykay1OK

maryk4

maryk3

maryk2

Todas as fotos via Mary Kay

Ilustradores do mundo inteiro prestam homenagem após tragédia com criança síria

Ontem, 03 de setembro de 2015, a internet parou com o choque de ver um menino sírio morto numa praia ao largo da Turquia. Porque se a arte não salva o mundo, pelo menos nos mostra uma melhor versão dele.
RefugeeIllustration1
Imagem via 
RefugeeIllustration2
Imagem via 
RefugeeIllustration3
Imagem via 
RefugeeIllustration4
Imagem via 
RefugeeIllustration5
Imagem via 
RefugeeIllustration6
Imagem via
RefugeeIllustration7
Imagem via
RefugeeIllustration8
Imagem via 
RefugeeIllustration9
Imagem via 
RefugeeIllustration10
Imagem via 
RefugeeIllustration11
Imagem via 
RefugeeIllustration12
Imagem via 
RefugeeIllustration13
Imagem via 
RefugeeIllustration14
Imagem via 
[via Bored Panda]

A história inspiradora do homem cego que conseguiu realizar seu maior sonho: ser fotógrafo

O fotógrafo Brenden Borrellini nasceu surdo e com visão limitada, que acabou evoluindo para a cegueira completa. A dificuldade não o impediu de desenvolver seu maior dom: a fotografia, provando que definitivamente o olhar vem de dentro, da alma.
Após os estudos na Unidade de Educação Especial na Escola Estadual Cavendish Road, em Brisbane, Austrália, ele se tornou o primeiro aluno cego, e surdo, a terminar o ensino médio e ingressar na universidade. O ano de 1989 marcou o reconhecimento nacional de suas realizações acadêmicas, com a conquista do prêmio  Australian of the Year. Depois disso, Brenden partiu para algo completamente novo e até mesmo inesperado. 
O sonho de ser fotógrafo ganhou vida por conta de sua enorme força de vontade e ajuda de um mentor, o diretor artístico do Crossroads Arts (organização com foco em acessibilidade), Steve Mayer-Miller, que destacou o foco, perseverança e motivação de Brenden. Uma máquina que converte os textos em braile auxilia a parceria da dupla, que troca opiniões constantemente em busca de um maior aprimoramento e conhecimento. A ferramenta dá um feedback técnico sobre a arte, apontando itens como composição, luz, efeito do obturador e profundidade.
Para que Brenden enxergue sua obra, as imagens 2D são transformadas em 3D, assim ele pode captar suas ideias através do tato. “Eu posso ter uma noção do que me cerca. Mas quando estou tirando fotos, ainda preciso de alguma ajuda para guiar a câmera na direção certa. Ainda tenho alguma dificuldade para capturar a foto de imediato”, declarou o fotógrafo.
O pequeno documentário abaixo mostra a relação de Brenden com o mundo e suas fotos. Vale a pena ver e se inspirar:
The Blind Photographer from ABC Open Tropical North on Vimeo
brenden9
BrendenB1
BrendenB2
BrendenB3
BrendenB4
brenden8
brenden2
brenden7
brenden
brenden5
Todas as fotos © ABC Open Tropical North

O alpinista que escalou as maiores montanhas do mundo sem sequer enxergar onde estava pisando

Erik Weihenmayer é um exemplo de superação para muita gente. O alpinista americano provou para o mundo que não é preciso enxergar os próprios pés para subir cada vez mais alto. Foi assim que, mesmo sem ver onde estava pisando, Erik conquistou os Sete Cumes – nome dado ao conjunto das montanhas mais altas de cada continente. O alpinista foi o primeiro homem cego a realizar esse feito, que inclui até mesmo o monte Everest, o mais alto do mundo.
Erik tinha apenas 13 anos quando ficou completamente cego, devido a uma doença degenerativa da retina. Algum tempo depois, ele participou de um final de semana de escaladas promovido por uma associação de apoio a deficientes visuais. Desde então, não parou mais de praticar o esporte.
É claro que o alpinista precisou adaptar algumas técnicas para poder seguir escalando mesmo sem ver. Foi assim que descobriu que poderia “enxergar” com as mãos ao escalar um paredão de rocha, sempre apalpando o terreno em busca de fissuras e saliências; e que aprendeu a usar o cabo de uma espécie de picareta, essencial para subir paredões de gelo, como uma bengala de cego, capaz de cutucar o gelo e avaliar o nível de segurança oferecido através da vibração sentida e, assim, poder fixar a picareta no local certo.
Erik conta sua história no livro As Vantagens da Adversidade, em que explica como superou as suas limitações para alcançar os objetivos. Hoje o alpinista já é exemplo para outros deficientes visuais que buscam viver aventuras e superar limites e já levou  até mesmo um grupo de garotos tibetanos cegos para uma escalada parcial do Everest.
Veja as imagens de algumas de suas aventuras e inspire-se:
erikerik2erik3erik4erik5erik7erik8erik9erik10
Todas as fotos: Divulgação Acompanhe as aventuras de Erik no site Touch The Top.