A ex-mulher dele o deixou sem nada além de um cão. Veja o que ele fez

No dia em que o publicitário Rafael Mantesso completou 30 anos, sua esposa o abandonou. Ela levou tudo: itens de cozinha, móveis, fotografias, porcelanas, quadros, etc. O único que ela deixou ao agora ex-marido foi um bull terrier chamado Jimmy Choo.

“Ao lado do meu melhor amigo Jimmy, vendo as paredes nuas, veio a inspiração. Me dei a tarefa de fotografar o quanto ele era feliz se divertindo em nosso apartamento. Quando Jimmy deitou alegremente perto de uma das paredes, peguei uma caneta marca-texto, desenhei todo um novo mundo ao seu redor, e percebi que o desejo latente de desenhar despertava em meu interior“. — comenta Rafael.

No fim, este artista brasileiro (que se divide entre São Paulo e Belo Horizonte) criou toda uma série de fotografias com temas bem variados. Agora, o ”feliz casal” tem mais de 200 mil seguidores no Instagramjá possui até um livro lançado.

Incrível.club acredita que este é um ótimo exemplo do que significa tirar proveito de uma situação ruim.

bull-terrier-ilustracoes2

bull-terrier-ilustracoes4

bull-terrier-ilustracoes5

bull-terrier-ilustracoes7

bull-terrier-ilustracoes8

bull-terrier-ilustracoes12

bull-terrier-ilustracoes13

bull-terrier-ilustracoes14

bull-terrier-ilustracoes17

bull-terrier-ilustracoes18

bull-terrier-ilustracoes20

bull-terrier-ilustracoes21

bull-terrier-ilustracoes22

Todas as fotos © Rafael Mantesso

 

Já nasceram os primeiros cachorros de proveta do mundo

Desde a década de 1970, cientistas vêm tentando reproduzir em cachorros a mesma técnica de inseminação ‘in vitro’ usada em seres humanos, a fim de, por exemplo, estudar doenças e síndromes caninas e preservar raças ameaçadas de extinção. Em julho deste ano, nasceram nos EUA sete cachorros gerados por meio desta fertilização.

A notícia que estava sob sigilo foi anunciada por pesquisadores da Universidade de Cornell, sediada em Nova York. Os cachorros são da raça Beagle e cruzados com Spaniel e, apesar de irmãos da mesma ninhada, têm três pares diferentes de pais biológicos.

O processo se deu através da implantação de embriões congelados numa cadela.

cachorros4

De acordo com o pesquisador líder da investigação Alex Travis, eles têm “sete filhotes saudáveis, felizes e normais. Agora nós podemos usar esta técnica para conservar a genética de espécies ameaçadas de extinção”.

Sobre este fato inédito, ele acrescenta que a fertilização in vitro “também é importante para a saúde dos nossos animais de estimação porque abre a possibilidade de que poderíamos identificar alguns genes que causam doenças e, em seguida, corrigir estes”. A pesquisa foi publicada no jornal PLoS One e descrita como “um grande passo à frente”.

cachorros1

cachorros2

cachorros3

Todas as imagens via  Smithsonian.com

Arquitetos fez na Islândia postes de electricidade em estátuas humanas gigantes

Choi e brilho querem transformar como utilitário estruturas são construídas. Sua concepção de “Terra de gigantes ™”, proposta em 2008, postes eléctricos como forma humana estátuas decorando a paisagem islandesa. Choi Jin de arquitetos e Thomas Shine são as mentes por trás deste skunkworks, estúdio de design experimental.

“Como as estátuas da ilha de Páscoa,” escrever Choi e brilho em seu site, “prevê-se que essas cem e cinqüênta pés altos, modernos cariátides vão assumir uma autoridade tranquila, pertencentes a sua paisagem ainda servindo as pessoas, silenciosamente, transportam electricidade através de todo o terreno, dia e noite, sol ou neve.”

© 2008-2015 Choi+Shine Architects

© 2008-2015 Choi+Shine Architects

© 2008-2015 Choi+Shine Architects

© 2008-2015 Choi+Shine Architects : More info: choishine.com (h/t: demilked)

Nascer sem braços não impediu este homem de realizar o sonho de ser tatuador profissional

 

A capacidade de sonhar – e realizar – não está vinculada com o que a gente já tem. E no caso do norte-americano Brian Tagalog, de 27 anos, não foi diferente. Ele nasceu sem os braços, mas não é por isso que deixa de fazer o que seu corpo e mente desejam.

Nascido em Honolulu, Havaí, Brian se mudou com a família para Tucson, no Arizona (EUA), onde cursou administração na universidade local, além de continuar fazendo algo que amava desde criança: desenhar.

Brian foi adquirindo sua própria técnica em criar imagens com os pés e, como consequência dessa dedicação tornou-se tatuador profissional, isso graças a sua determinação: por não tatuar de maneira “tradicional”, Brian não era aceito nos estúdios. Esse obstáculo só o tornou mais independente.

Hoje ele é dono de seu próprio estúdio, chamado Tatoos by Foot, e conta com uma sólida carreira de 11 anos de experiência nesta arte. Assista abaixo uma sessão com Brian:

tatuador6

Todas as imagens: Reprodução YouTube

Conheça o morador de rua que dedica seu tempo para cuidar de cães abandonados

Steve perdeu sua casa em 2001. Enquanto vagava pelas ruas da Califórnia se deparou com improváveis e amigáveis companhias: cachorros abandonados. Sem hesitar, o morador de rua começou a cuidar de todos eles.

Em sua trajetória, Steve já alimentou mais de 150 cães. Em certo momento, um amigo de Indiana lhe ofereceu ajuda. A situação, impossível de recusar, deixou Steve num impasse: ele não poderia abandonar os cachorros que o acompanhavam, porém, não tinha como atravessar o país sem um veículo para transportá-los.

A solução que Steve encontrou foi a de anexar um vagão junto à sua bicicleta e levar os 11 bichinhos com ele nesta jornada de duas mil milhas.

Enquanto Steve pedalava na cidade de West Memphis, no estado do Arkansas, Alicia Edrington ficou comovida com a cena. A partir deste momento ela ajudou o homem oferecendo-lhe visibilidade, com uma página no Facebook, Steve’s Strays united across the USA, que narra o dia a dia da viagem, como as caronas que eles conseguem, além das mensagens de pessoas que admiram a solidariedade de Steve.

Uma campanha de crowdfunding também foi criada para que sejam feitas doações a Steve e seus animais, para que eles tenham comida, roupas, estadia em hotéis, cuidados veterinários, entre outras necessidades, como um espaço maior para que eles vivam com maior qualidade.

morador de rua12

morador de rua1

morador de rua2

morador de rua4

morador de rua8

morador de rua7

morador de rua9

morador de rua10

morador de rua5

morador de rua13

morador de rua6

Todas as imagens via Facebook

7 parques temáticos pelo mundo que você precisa conhecer

Esqueça a Disney. Quem se interessa por trás da ideia de parques temáticos já pode começar a planejar as suas próximas viagens com base nessa listinha que preparamos com alguns dos parques mais interessantes ao redor do mundo – e você vai ver que as atrações vão muito além de camundongos falantes.

1. O Mundo Mágico de Harry Potter

Criado sob supervisão atenta da escritora J.K. Rowling e do diretor Stuart Craig, o parque retrata o universo do bruxinho de uma maneira única. Quem leu os livros ou assistiu aos filmes da saga, agora vai poder experimentar na pele como é estar em Hogwarts. O parque fica localizado em Orlando, nos Estados Unidos, junto ao Universal Orlando Resort.

A atração está dividida em duas: o primeiro parque recria em detalhes a vila de Hogsmade, onde é possível provar cerveja de manteiga sem álcool e suco de abóbora, viajar no Expresso Hogwarts ou andar em uma montanha russa cheia de bruxarias; já no segundo parque, chamado de Diagon Allye, você poderá viver uma experiência multidimensional para sentir na pele como é ser bruxo.

parques1

Foto via

parques2

Foto via

Foto via

2. Hobbiton Movie Set

A Nova Zelândia abriga o lugar ideal para os fãs de O Senhor dos Anéis. É que foi exatamente neste parque onde realizaram as filmagens das adaptações dos livros do escritor J. R. R. Tolkien.

A região foi escolhida pelo diretor dos filmes, Peter Jackson, quando ele sobrevoava a Nova Zelândia e percebeu que havia encontrado um pedaço de terra selvagem que parecia perfeito para os cenários que pretendia de criar. Assim, em 1999, uma vila inteira foi erguida. Logo após o último filme da saga ser gravado na localidade, o espaço se transformou em um incrível parque temático.

Fotos: Reprodução. 

3. Parque do Pequeno Príncipe

Localizado na França, terra natal de Antoine de Saint-Exupery, esse parque temático fará alegria de crianças e adultos. Um dos diferenciais da atração está justamente no céu: você poderá ir de um espaço a outro voando a bordo de um balão e todos os visitantes têm direito a uma viagem em um avião biplano.

O parque recria os diversos mundos por onde o Pequeno Príncipe viaja durante o livro e é possível interagir com alguns destes personagens, que foram recriados utilizando computadores. Outro ponto forte está na área do parque, repleta de raposas que convivem pacificamente com os visitantes.

parques7

Foto: Reprodução. 

4. Legoland

A Legoland é uma cadeia de parques temáticos criados com blocos de lego e espalhados por diversos países do mundo. Mesmo assim, o maior deles ainda se encontra na Dinamarca, tendo sido criado em 1968. Ao entrar no parque, uma das coisas mais surpreendentes é perceber como alguns edifícios inteiros podem ser construídos com as pecinhas de montar.

parques8

Foto via

parques9

Foto via

5. Vale da Pré-história

Localizado em pleno sudeste cubano, esse parque é bem diferente das imagens que estamos acostumados a ver de Havana e seus carros antigos. Aqui você irá encontrar mais de 200 modelos de dinossauros e outros animais pré-históricos reproduzidos em tamanho real.

parques10

Foto via

6. Dinopark

O maior parque temático de toda a Europa também traz enormes dinossauros recriados em tamanho real. Se trata do Dinopark, localizado na Alemanha. São mais de 220 modelos de animais pré-históricos, todos realistas o suficiente para chamar a atenção até mesmo do público mais exigente.

parques11

Foto via

7. Efteling

Um parque de diversões dedicado exclusivamente aos contos de fada. Localizado em Kaatsheuvel, na Holanda, ele traz quatro diferentes “reinos” em seu interior: o das fadas, o da aventura, o alternativo e o das viagens.

A ideia original do parque era a de retratar contos de fadas e antigos mitos europeus, mas ao longo dos anos o espaço se tornou um grande parque com muitas outras atrações, sendo hoje um dos mais visitados de todo o continente europeu.

parques12

Foto via

parques13

Foto via