10 invenções surpreendentes feitas por adolescentes

A maioria dos adolescentes estão apenas preocupados em tirar selfies, mandar mensagens ou ir em festas. No máximo, se esforçam para passar de ano. Mas existem, é claro, exceções. Os dez adolescentes abaixo vão te deixar envergonhado por ter sido tão pouco útil durante seus anos “aborrecentes”:

10. Garoto de 11 anos inventou um dispositivo para impedir que pais esqueçam seus bebês em carros fechados

invencoes adolescentes 10
Depois de saber que aproximadamente 38 crianças morrem a cada ano por serem deixadas em carros fechados e quentes, Andrew Pelham, 11 anos, entrou em um concurso para jovens inventores realizado todos os anos em Akron, Ohio. Como a cidade também é conhecida como a capital da borracha dos Estados Unidos, existe apenas uma regra para os concorrentes – eles devem usar faixas de borracha em sua invenção.

Com isso em mente, Andrew criou o “E-Z Baby Saver” e conquistou o segundo lugar. A invenção é uma maneira eficaz e barata de ajudar os pais a lembrar quando têm uma criança no banco de trás do veículo. O dispositivo, feito de fita adesiva e elásticos, impede que adultos desçam do carro quando uma criança ainda está dentro: sua alça se estende desde o banco de trás e é ligada à porta do lado do motorista.

 

9. Garota de 11 anos com câncer inventou uma “mochila de quimioterapia”

invencoes adolescentes 9
Quando tinha 8 anos, Kylie Simonds de Connecticut (EUA) foi diagnosticada com rabdomiossarcoma, um câncer dos tecidos conjuntivos. Ela agora está em remissão e se recuperando da doença.

Ao longo de sua condição, no entanto, a garotinha enfrentou muitos obstáculos, como ter que carregar um dispositivo com tubos intravenosos com ela. Kylie tropeçava constantemente nos fios e precisava sempre de ajuda para empurrar o aparelho, muito pesado para ela.
invencoes adolescentes 9-
Sendo assim, a menina decidiu inventar uma mochila pediátrica que serve como uma máquina de quimioterapia portátil para crianças. A bolsa vem em diferentes modelos e se chama “I-Pack”.

O projeto de Kylie ganhou um prêmio na Convenção de Invenções de Connecticut em agosto desse ano. Ela patenteou a criação e está tentando levantar dinheiro para colocar a mochila em produção.

8. A adolescente de 13 anos que afirmou ter inventado um pirulito que cura soluços

invencoes adolescentes 8
Em 2012, uma menina de treze anos de idade lançou um negócio potencialmente lucrativo construído em torno de uma cura incomum para soluços. A ideia surgiu depois que a própria garota foi atingida com um caso de soluços dois anos antes, e decidiu testar uma série de remédios populares, de tomar água de cabeça para baixo a beber água salgada.

Eventualmente, depois de curar seus soluços, ela combinou seus três remédios favoritos e criou uma cura para a condição irritante. Sua patente está pendente.

O produto une açúcar, vinagre de maçã e pirulito. Enquanto ela afirma que ainda está em processo de “aprimorar o gosto”, sua invenção já recebeu uma quantidade considerável de atenção e ela conseguiu se tornar a mais nova estudante de MBA, curso que vai ajudá-la com o lançamento de sua empresa.

7. O neto de um homem com Alzheimer que criou um sensor para pacientes com demência

invencoes adolescentes 7
Um adolescente de Nova York cujo avô sofre da doença de Alzheimer ganhou um prêmio de US$ 50.000 (mais de R$ 100 mil) por desenvolver sensores portáteis que enviam alertas sonoros quando um paciente com demência começa a vagar para longe de sua cama.

Kenneth Shinozuka, 15 anos, levou para casa o prêmio Ciência em Ação da Scientific American. Sua invenção usa sensores sem fio do tamanho de uma moeda que são colocados nos pés de um doente que potencialmente vai levantar de sua cama no meio da noite e se machucar. Os sensores detectam a pressão causada quando a pessoa se levanta, enviando um alerta sonoro ao smartphone de um cuidador através de um aplicativo.

6. O prodígio de 15 anos que criou uma ferramenta de detecção de câncer de pâncreas

invencoes adolescentes 6
Mais de 85% de todos os cânceres de pâncreas são diagnosticados tardiamente, quando o paciente tem menos de 2% de chance de sobrevivência.

Então, em 2011, quando um exame foi desenvolvido para detectar o câncer de pâncreas no início, o mundo da ciência entrou em choque – especialmente porque ele tinha sido desenvolvido por um garoto de 15 anos, e não por um instituto de pesquisa de renome.

Jack Andraka convenceu um pesquisador de câncer a deixá-lo usar seu laboratório para desenvolver sua teoria, tudo isso antes mesmo de ter uma carteira de motorista. Enquanto o exame ainda deve passar por anos de testes clínicos, a indústria da biotecnologia já abriu suas portas para Jack, que venceu 1.500 participantes e ganhou o grande prêmio na Feira Internacional de Ciência da Intel com a sua invenção. O geek recebeu US$ 100.000 (mais de R$ 200 mil) em prêmios.

5. O jovem pai que criou uma chupeta com termômetro embutido

invencoes adolescentes 5
Nativo de Chicago (EUA), Anthony Halmon é apenas um calouro na Universidade de Cornell, mas já ficou famoso graças a uma invenção engenhosa. Em 2013, o jovem pai teve a ideia de criar uma chupeta que funciona também como um termômetro. O produto é chamado de Thermofier. Sua criação é descrita como uma melhoria nos modelos existentes que já estão nas prateleiras.

A preocupação de Anthony, que se tornou pai no último ano de ensino médio, era que ele nem sempre era capaz de dizer se sua filha estava se sentindo bem – principalmente porque bebês não falam. Sua invenção valeu-lhe uma visita à Casa Branca e um encontro com o presidente Obama.

4. A estudante do ensino médio que inventou um dispositivo que recarrega seu celular em 20 segundos

invencoes adolescentes 4
Esperar horas para carregar um celular pode se tornar coisa do passado, graças à invenção de Eesha Khare, 18 anos, que ganhou um prêmio de US$ 50.000 em uma feira de ciências internacional pela invenção de um dispositivo de armazenamento de energia que pode ser totalmente recarregado em 20 a 30 segundos.

O dispositivo de carregamento rápido é chamado de supercapacitor, um aparelho que pode conter uma grande quantidade de energia em um pequeno espaço, recarregar rapidamente e manter a sua carga por um longo tempo. Além do mais, ele pode durar 10 mil ciclos de carga-recarga, em comparação com os 1.000 ciclos das baterias recarregáveis convencionais atuais.

Até o momento, Eesha usou o supercapacitor para alimentar um diodo emissor de luz, ou LED. O futuro da invenção é ainda mais brilhante. Ela prevê celulares e outros dispositivos eletrônicos portáteis muito mais independentes das tomadas elétricas.

3. O adolescente que ganhou um prêmio por sua invenção que transforma CO2 em oxigênio enquanto você dirige

invencoes adolescentes 3
Quem diria que um adolescente começando a aprender a dirigir inventaria um dispositivo para reduzir a poluição proveniente de seu carro?

Param Jaggi ganhou um prêmio da Agência de Proteção Ambiental por sua invenção ecológica que limpa a exaustão do carro que normalmente polui o ar. Com 17 anos, Param teve a ideia depois de ver quanto dióxido de carbono era lançado de um carro. Ele então concebeu um dispositivo chamado “Algae Mobile” que é inserido no tubo de escape do veículo. Através da fotossíntese, as algas no interior do tubo de liga de alumínio convertem dióxido de carbono em oxigênio e o liberam para o ar para os seres humanos respirarem.

2. O adolescente que alega ter descoberto como salvar os oceanos do mundo

invencoes adolescentes 2
Um adolescente holandês inventou um dispositivo o qual ele crê que pode limpar cerca de 20 bilhões de toneladas de resíduos de plástico nos oceanos do mundo.

Boyan Slat, 19 anos, teve a ideia de criar uma série de plataformas de processamento flutuantes projetadas para coletar o lixo plástico do mar. O conceito permite a captura do plástico flutuante sem interferir com a vida de peixes e plânctons dos oceanos.

Enquanto o jovem inventor acredita que os humanos devem dar fim à sua dependência de artigos de plástico descartáveis e gerir os resíduos de forma responsável, a inovação pode fazer uma grande diferença na limpeza dos oceanos a curto prazo.

Slat é agora estudante na Universidade de Tecnologia de Delft. Ele desenvolveu seu conceito enquanto ainda estava na escola e ganhou uma série de prêmios desde então.

1. As estudantes do ensino médio que inventaram um ambientador feito de cocô de vaca

invencoes adolescentes 1
Quem iria pensar em criar purificadores de ar utilizando esterco de vaca? A resposta é duas estudantes do ensino médio da Indonésia.Dwi Nailul Izzah e Rintya Aprianti Miki ganharam o principal prêmio da Olimpíada de Ciências do seu país com seu ambientador alternativo ecológico. O purificador de ar tem uma fragrância natural de ervas e é bom para a saúde humana, pois não contém quaisquer produtos químicos nocivos, como outros purificadores disponíveis no mercado.

As meninas coletaram esterco de vaca de uma fazenda de gado e o deixaram fermentar durante três dias. Então, extraíram água do esterco e a misturaram com água de coco. O líquido foi destilado para remover quaisquer impurezas e o produto final é um ambientador líquido de ar com um aroma natural de ervas digeridas pelas vacas. [Oddee]

Nova foto “Nascer da Terra” da NASA é simplesmente deslumbrante

https://i2.wp.com/hypescience.com/wp-content/uploads/2015/12/foto-terra-nasa.jpgA agência especial norte-americana, NASA, divulgou uma nova imagem espetacular da Terra que parece uma junção de duas fotografias famosas já tiradas do nosso planeta.

Capturado pelo Lunar Reconnaissance Orbiter (LRO), o registro mostra uma Terra iluminada pelo sol acima de uma paisagem lunar.

Ele foi criado a partir de uma série de fotografias que o LRO fez em 12 de outubro, quando a sonda estava cerca de 134 quilômetros acima da Cratera Compton da lua.

Blue Marble + Earthrise

“A imagem é simplesmente impressionante”, disse Noah Petro, cientista do projeto LRO. “A imagem evoca a famosa ‘Blue Marble’ feita pelo astronauta Harrison Schmitt durante a missão Apollo 17, 43 anos atrás, que também mostrou a África proeminente na figura”.

https://i1.wp.com/hypescience.com/wp-content/uploads/2015/12/foto-terra-nasa-blue-marble.jpg

Além disso, parece uma combinação com outra foto anterior, a “Earthrise” (ou “Nascer da Terra”), feita pela tripulação do Apollo 8 – a primeira a deixar a órbita do planeta – ao redor da lua em 24 de dezembro de 1968.

https://i0.wp.com/hypescience.com/wp-content/uploads/2015/12/foto-terra-nasa-1968.jpg

Importância tremenda

Earthrise foi creditada com despertar a versão moderna do movimento ambientalista, segundo o ex-vice-presidente dos Estados Unidos, Al Gore.

“No prazo de 18 meses desta imagem ser vista aqui na Terra, o primeiro Dia da Terra foi organizado”, afirmou. “O Clean Air Act, o Clean Water Act, a Lei Nacional de Política Ambiental [dos EUA] e os seus homólogos em muitos outros países vieram no rescaldo da conscientização que acompanhou esse quadro”.

A foto de 1968 não foi a primeira “Earthrise”, no entanto; essa distinção vai para uma imagem tirada pelo Lunar Orbiter 1 da NASA em 1966. Mas por estar em preto-e-branco, a representação não teve o mesmo impacto dramático e duradouro na sociedade. [Space]

O primeiro vídeo do mundo de baleia de Omura

A baleia de Omura desafia a compreensão científica e durante anos os cientistas estavam confusos sobre a espécie – especialmente por conta de sua similaridade com as baleias Bryde.As Omura só ganharam o status de espécie em 2003 (o que é relativamente recente) e elas foram observadas pela PRIMEIRA VEZ NA HISTÓRIA há apenas algumas SEMANAS.

A equipe que fez estas observações – liderada por Salvatore Cerchio do New England Aquarium e Woods Hole Oceanographic Institution – também conseguiu gravar esse vídeo (que também é O PRIMEIRO DA HISTÓRIA) de baleia de Omura nadando calmamente no Oceano Índico, ao largo da ilha de Madagascar.A equipe está retornando este mês para estudar mais vocalizações, comportamento e características populacionais das baleias.

As baleias de Omura

Muito pouco se sabe sobre esta espécie. Elas são um membro do grupo de baleias chamado rorquals, que inclui a baleia azul. Em comparação, elas são pequenas, medindo entre 10 e 11,5 metros de comprimento. A gama de seu habitat também permanece incerta, embora tenha havido relatos de que elas ficaram encalhadas na Austrália e no Japão.

De acordo com Salvatore Cerchio, esta é a primeira evidência definitiva com descrições detalhadas de baleias de Omura em estado selvagem. O que justamente torna este vídeo tão emocionante. [via]

Com vocês, o primeiro vídeo DA HISTÓRIA de uma baleia de Omura:

 

FOTO DO DIA

“Um país que os separa.
Um sorriso que os une.”

Foto por: Zé Brito

HOMEM DESCE DE RAPEL PELA CRATERA DE UM VULCÃO ATIVO E REGISTRA TUDO EM VÍDEO INCRÍVEL

Você entraria dentro de um vulcão ativo? Se a sua resposta foi “nem pensar!”, saiba que existe doido pra tudo. O corajoso cineasta Sam Cossman aceitou o desafio e entrou dentro de um vulcão que está em atividade intensa, na Ilha de Vanuatu, no Pacífico Sul. A ideia aparentemente absurda resultou num vídeo impressionante e numa experiência inesquecível.

Em novembro de 2014, Cossman largou seu emprego na área de tecnologia em São Francisco, na Califórnia, EUA, para viajar e ir em busca do desconhecido, um sonho antigo que alimentava. A sede pela aventura e o lembrete de que a vida é curta o fizeram mergulhar de cabeça no vulcão, que é considerado um dos mais perigosos do mundo. Até mesmo a Lua já foi mais visitada do que esta cratera tão perigosa.

Na companhia do documentarista George Kourounis e dos vulcanólogos Geoff Mackley e Brad Ambrosio durante quatro dias, o cineasta chegou até as profundezas da cratera Marum duas vezes, numa distância de aproximadamente 365 metros. Para chegar bem pertinho da lava, ele usou uma roupa especial semelhante à de um astronauta, mas nem isso foi suficiente para evitar que uma partícula quente espirrasse e derretesse um pedaço da roupa de proteção e ainda atingisse uma de suas câmeras.

Ao Huffington Post, Kourounis declarou que “sem dúvida, a experiência dessa aventura foi o auge da minha vida. Foi uma expedição incrível”. Já Cossman fez uma constatação um tanto quanto interessante: “É como ouvir o bater do coração da Terra”. Para gravar o vídeo desta experiência maluca foram usadas três câmeras diferentes: GoPro, Canon 5D Mark III e Sony NX Cam. Mas, vale lembrar: não tente isso em casa. 

vulcao

vulcao

vulcao2

vulcao3

vulcao4

vulcao5

vulcao6

vulcao10

vulcao7

vulcao8

vulcao9

Todas as fotos: Reprodução

O que acontece quando você derrama chá quente a -40ºC durante o pôr-do-sol

 Michael Davies é canadense, vive na cidade de Ontario, e gosta de aproveitar as temperaturas extremas do país durante o inverno para se dedicar a uma de suas paixões: a fotografia.

Nos últimos 10 anos, Davies trabalhou como fotógrafo numa comunidade a sul do Círculo Ártico, em um lugar que tem pouco mais de 2 horas de luz solar por dia durante o inverno. As temperaturas são para lá de negativas e Davies quis registrar o que acontece quando chá fervente é lançado em tais condições (pista: ele congela instantaneamente, formando um bonito espetáculo de cristal).

Para captar as incríveis imagens que você vê abaixo, com o amigo Markus, tudo precisou ser pensando ao mínimo detalhe. Olha o que ele contou ao site This Is Colossal:

“Cerca das 13h, eu pulei na minha moto de neve, juntamente com o meu amigo Markus, e dirigimos 45 minutos para o topo de uma montanha nas proximidades, onde a luz (que é quase sempre rosa perto do solstício) teria atingido as colinas. Preparados com várias garrafas térmicas cheias de chá, nós começamos jogando e atirando o líquido para o ar. Nada foi ao acaso. Monitorizei a temperatura, esperei que o vento estivesse calmo e preparei os planos fotográficos. Até o sol no meio da dispersão foi intencional, apesar de ser impossível de controlar”.

MichaelIce

MichaelIce2

 Você pode acompanhar o trabalho do fotógrafo no Flickr.

Todas as fotos © Michael Davis

Best of Daily Dozen 2015 

 

GALERIA DE FOTOS NATIONAL GEOGRAPHIC

 

Wande and her husband, Makoa, set out to find food. width=

 

141209-paley-evo-hadza-08

 


 141209-paley-evo-hadza-05


 After a day hunt, a man sleep out in the open. At the Hadza camp of Dedauko.


Hunting giraffe in the Gideru mountains with Kaunda and January, two Hadza hunters.

 

Saitoti eating wild berries. At the Hadza camp of Dedauko.

 

Picking wild berries. At the Hadza camp of Senkele.


Cooking inside the home of a Hadza, made of branches and grass. At the Hadza camp of Dedauko.


An old Hadza camp - all that is left behing is this house structure made of branches. Senkele.


A red fox crouching in tall grasses 

 

Picture of a whale and divers underwater


Picture of the Camino trail with open fields on either side


Picture of the vast landscape of Montana, mountains in the background and a reservoir in the foreground, with three horses passing by in the distance


Photograph by Karolin Klüppel


Melting-landscapes-08


Melting-landscapes-23


Picture of icebergs in Greenland's Disko Bay


00209979 

 

00209963


00209692 

 

Morfa Nefyn, Wales, 2009


Afghan War Widows


Afghan War Widows


Afghan War Widows

Picture of a Berber walking on a sand dune

Picture of a snowy fishing port

Picture of the green hills of the Scottish Highlands

A wild Eurasian lynx stalks its prey through the forest at night, caught in mid step by a camera trap

A wild Eurasian lynx is photographed at night using a camera trap, it walks along rocks in the snow

Picture of an eight-mont-old Eurasian lynx trekking through thick snow

A wide view of a green hill and trees in the background, with a small lynx sitting on its haunches