FOTO DO DIA

Viver é enfrentar um problema atrás do outro. O modo como você o encara é que faz a diferença.

Benjamin Franklin

Fotógrafa viaja o mundo para retratar os vários tipos de beleza feminina

Beleza significa diversidade e eu viajo o mundo para descobri-la“. É assim que a fotógrafa romena Mihaela Noroc define seu projeto fotográfico, chamado The Atlas of Beauty (“O Atlas da Beleza”, em português). Para ela, a beleza não tem nada a ver com moda, mas sim com manter viva sua cultura e suas origens.

É com essa ideia em mente que ela registra a beleza de mulheres ao redor do globo. A jornada começou em 2013, quando encarou 15 meses de viagem e pode fotografar pessoas de 30 países, incluindo localidades na Europa, Ásia, Oceania e nas Américas. Em junho de 2015, ela deu início à segunda parte do projeto e pretende viajar por mais 30 países registrando a beleza de seu povo.

Confere só alguns dos lugares por onde ela passou – e a beleza que ela encontrou pelo mundo:

https://i0.wp.com/nomadesdigitais.com/wp-content/uploads/2016/01/atlas2.jpg

Nepal

https://i0.wp.com/nomadesdigitais.com/wp-content/uploads/2016/01/atlas5.jpg

Coreia do Norte

https://i0.wp.com/nomadesdigitais.com/wp-content/uploads/2016/01/atlas6.jpg

China

https://i0.wp.com/nomadesdigitais.com/wp-content/uploads/2016/01/atlas7.jpg

Tajiquistão

https://i0.wp.com/nomadesdigitais.com/wp-content/uploads/2016/01/atlas8.jpg

Mongólia

https://i0.wp.com/nomadesdigitais.com/wp-content/uploads/2016/01/atlas9.jpg

Romênia

https://i0.wp.com/nomadesdigitais.com/wp-content/uploads/2016/01/atlas10.jpg

Coreia do Norte

https://i0.wp.com/nomadesdigitais.com/wp-content/uploads/2016/01/atlas12.jpg

Chile

https://i0.wp.com/nomadesdigitais.com/wp-content/uploads/2016/01/atlas13.jpg

Colombiana fotografada no Equador

https://i0.wp.com/nomadesdigitais.com/wp-content/uploads/2016/01/atlas14.jpg

Afeganistão

https://i0.wp.com/nomadesdigitais.com/wp-content/uploads/2016/01/atlas15.jpg

China

https://i0.wp.com/nomadesdigitais.com/wp-content/uploads/2016/01/atlas17.jpg

Romênia

https://i0.wp.com/nomadesdigitais.com/wp-content/uploads/2016/01/atlas18.jpg

Cuba

https://i0.wp.com/nomadesdigitais.com/wp-content/uploads/2016/01/atlas19.jpg

Peru

https://i0.wp.com/nomadesdigitais.com/wp-content/uploads/2016/01/atlas20.jpg

Finlândia

Todas as fotos © Mihaela Noroc

Obras de arte em fachadas de prédios alertam para o perigo de extinção de 314 espécies de aves

Os projetos de arte urbana que têm invadido as cidades não servem só para colorir, mas também como uma arma de protesto e alerta. É o caso do Audonon Mural Project, projeto que usa o graffiti para expor em fachadas de edifícios espécies de pássaros em risco de extinção.

Em virtude das mudanças climáticas, muitas aves estão com seus dias contados, já que são afetadas diretamente pelo aquecimento global. Uma colaboração entre a ONG de preservação natural National Audubon Society e a Gitler &__ Gallery fez brotar incríveis murais na área histórica de Manhattan, em Nova York (EUA).

A iniciativa surgiu após o lançamento do relatório Birds and Climate Change Report, que cataloga 314 espécies que estão ameaçadas. O projeto segue em expansão, recrutando patrocinadores, artistas e comerciantes na região para que abracem a ideia.

Vale a pena ver:

AudononProject9

AudononProject12

AudononProject11

AudononProject10

AudononProject8

AudononProject7

AudononProject6

AudononProject5

AudononProject4

AudononProject3

AudononProject2

Todas as fotos © Mike Fernandez/Audubon

Série fotográfica mostra como as pessoas vivem de forma diferente em apartamentos iguais

Alguma vez você já se perguntou quem mora no apartamento ao lado e como a personalidade de uma pessoa muda a ocupação desse espaço? Uma mesma sala, com as mesmas 4 paredes, pode parecer muita coisa diferente, dependendo de quem a ocupa. É a singularidade do ser humano que está retratada de forma incrível nesse ensaio.

O fotógrafo romeno Bogdan Gîrbovan encontrou uma maneira criativa de responder estas dúvidas documentando as diferenças entre os apartamentos de um mesmo prédio em um belíssimo ensaio fotográfico. Localizados em Bucareste, capital da Romênia, os apartamentos foram retratados andar por andar, uma vez que mostram pessoas, móveis e decorações singulares.

Confira abaixo o resultado dessa busca antropológica dentro desses pequenos e antigos aptos soviéticos:

10º andar

apartamento1

9º andar

apartamento2

8º andar

apartamento3

7º andar

apartamento4

6º andar

apartamento5

5º andar

apartamento6

4º andar

apartamento7

3º andar

apartamento8

2º andar

apartamento9

1º andar

apartamento10

Todas as fotos © Bogdan Gîrbovan

Favela em Campo Grande cria horta comunitária para garantir alimentos frescos

 
Com o intuito de empoderar a comunidade e garantir alimentação saudável para todos, o engenheiro agrônomo Carlos Salles decidiu ajudar a criar uma horta comunitária na favela Cidade de Deus, próxima ao lixão da cidade de Campo Grande (MS). Além do cultivo, o projeto prevê a distribuição de cestas básicas com produtos frescos e cafés da manhã feitos com o auxilio de diversos voluntários. 


A horta foi criada em setembro de 2015, graças aos voluntários e moradores que se mobilizaram. Alguns ajudaram com doações e outros com o próprio trabalho, plantando as mudas. Logo de cara, 800 mudas de alface, beterraba, couve, mandioca e outras hortaliças já foram plantadas. 

Para Salles, não há nada que impeça as pessoas de consumirem alimentos frescos. A ideia da horta comunitária é que todos possam usufruir da colheita, além de aprender como cuidar do plantio e cultivo. A iniciativa pode representar um grande aprendizado para adultos e crianças, além de fortalecer os laços da comunidade e garantir sua independência e autonomia. 

“Através do esforço coletivo podemos avançar na eliminação do individualismo e formar uma sociedade mais altruísta e positiva, visto que, onde implantamos hortas a energia dos ambientes se transformou”, explicou Salles à repórter Thaís Teisen, do CicloVivo.

hortac

Todas as imagens © Carlos Salles (Arquivo Pessoal) via CicloVivo