21 fotos de olhos que dizem mais do que palavras

Na primeira fração de segundo que observamos alguém, muitas vezes buscamos seus olhos, em uma tentativa de descobrir quem são e quais são suas intenções. Os olhos podem comunicar verdades sobre um indivíduo e sua alma que não têm como ser traduzidas em palavras.As imagens históricas abaixo são um grande exemplo disso, de como os olhos podem dizer mais do que qualquer livro. As fotos retratam as pessoas no seu melhor e no seu pior, demonstrando emoções como alegria, ódio, medo e coragem. Confira:

1. Loucura

1
 
Essa foto mostra um soldado em uma trincheira durante a Batalha de Courcelette em meados de setembro de 1916. Seus olhos retratam um trauma comum de soldados na Primeira Guerra Mundial, um choque descrito como uma reação à intensidade do bombardeio e do combate que produz um desamparo, que por sua vez pode surgir como pânico, fuga, incapacidade de raciocinar, dormir, andar ou falar.

2. Derrota

2
 
Soldado do Exército Vermelho marcha um soldado alemão ao cativeiro após a Batalha de Stalingrado. Os alemães foram presos e rapidamente ficaram sem combustível e suprimentos médicos. Milhares começaram a morrer de congelamento, desnutrição e outras doenças. Essa batalha está entre as mais sangrentas da história, com as estimativas mais altas de baixas sendo de quase dois milhões.

3. Medo

3
 
Um soldado alemão de 15 anos, Hans-Georg Henke, chora após ser capturado pelo exército dos EUA na Alemanha, em 3 de abril de 1945. Ele era um membro da Luftwaffe, o esquadrão antiaéreo, ao qual se juntou para se sustentar depois que seu pai morreu em 1938 e sua mãe em 1944.

4. Fadiga

4
 
O olhar de cansaço de um prisioneiro de guerra americano depois de sua libertação do campo de prisioneiros alemão pelas forças aliadas. A imagem foi feita em Limburg, Alemanha, em 1945.

5. Coragem

5
 
A imagem mostra Bibi Aisha, 18 anos. Em uma prática conhecida como baad, o pai de Aisha a prometeu para um membro do Taliban quando ela tinha 12 anos, como compensação por um assassinato que uma pessoa de sua família tinha cometido. Ela se casou aos 14 anos e foi submetida a abusos constantes. Aos 18 fugiu do abuso, mas foi pega pela polícia, presa e voltou para a sua família. Seu pai a devolveu para seus sogros. Para se vingar de sua atitude, o sogro, o marido e três outros membros da família levaram Aisha para as montanhas, cortaram seu nariz e suas orelhas, e a deixaram para morrer. Bibi foi posteriormente resgatada por trabalhadores humanitários e militares dos EUA. Seu rosto mutilado saiu na capa da revista Time e provocou controvérsia sobre a ameaça que paira sobre toda mulher afegã.

6. Engano

6
A foto mostra Yukio Araki, 17 anos, segurando um filhote de cachorro com outros quatro jovens (com mais de 18 anos de idade) e com mais membros da força aérea japonesa ao seu redor. O cinegrafista  do Asahi Shimbun tirou essa foto no dia antes de sua partida para a sua missão Kamikaze em Okinawa. Yukio Araki morreu em um ataque suicida a navios americanos perto de Okinawa, em 27 de maio de 1945. Quase todos os pilotos Kamikazes do exército durante a campanha de Okinawa tinham entre 17 e 22 anos.

7. Inveja

7
Sophia Loren e Jayne Mansfield em uma festa da 20th Century Fox, em 12 de abril de 1957, em homenagem a Sophia Loren.

8. Inocência

8
 
Esse retrato se chama “O Menino dos Olhos de Safira”, e foi feito pela fotógrafa Vanessa Bristow. Ela foi inundada de acusações de Photoshop, mas postou várias fotos do menino que mostram que as imagens na verdade não foram alteradas. Os olhos azuis e a pele escura provavelmente se explicam pela presença de doenças como albinismo ocular ou uveíte juvenil. Ambas as condições tornam o pigmento da íris menos denso.

9. Aceitação

9
 
Imagem do álbum pessoal de um soldado Einsatzgruppen, que leva a descrição “Último Judeu de Vinnitsa” na parte de trás. Ela mostra um membro da Einsatzgruppe D prestes a atirar em um homem judeu ajoelhado diante de uma vala comum em Vinnitsa, na Ucrânia, em 1941. Todos 28.000 judeus de Vinnitsa e seus arredores foram massacrados na época.

10. Alívio

10
 
Cirurgião cardíaco finalmente descansa depois de 23 horas de operação de transplante de coração, feita com sucesso. Sua assistente está dormindo no canto.

11. Desespero

11
 
Mulher deitada na calçada no gueto de Varsóvia, morrendo de fome. Essa imagem foi feita por um soldado alemão chamado Heinz Joest, na Polônia, em 1941.

12. Espanto

12
 
O momento exato em que Harold Whittles, nascido surdo, ouve pela primeira vez depois de receber um aparelho auditivo.

13. Pânico

13
 
O desastre de Hillsborough de 1989 foi um incidente que ocorreu durante a partida de semifinal da Copa da Inglaterra entre Liverpool e Nottingham em 15 de abril 1989, no Estádio de Hillsborough, em Sheffield, Inglaterra. A queda resultou na morte de 96 pessoas e no ferimento de 766 outras. O incidente pode ter sido causado principalmente pela polícia. Ele continua a ser o pior desastre relacionado com estádios de futebol na história britânica, e um dos piores do mundo.

14. Inocência perdida

14
 
A foto mostra Ahmed, com oito anos de idade, filho de um combatente rebelde sírio, fumando e montando guarda com uma AK-47 em uma barricada em Aleppo. Ele é um dos lutadores mais jovens da guerra civil da Síria, e algo em sua expressão parece sugerir horrores que nenhuma criança de sua idade deveria ter que testemunhar.

15. Ódio

15
 
Joseph Goebbels sorriu para o fotógrafo até saber que ele era judeu – bem o momento em que Alfred Eisenstaedt capturou esta foto. De repente, “ele olhou para mim com olhos de ódio e esperou que eu descorasse”, lembra o profissional.

16. Cautela

16
 
Sharbat Gula ficou órfã durante o bombardeio do Afeganistão pela União Soviética e foi enviada para o campo de refugiados Nasir Bagh, no Paquistão, em 1984. Sua aldeia foi atacada por helicópteros soviéticos no início de 1980, ataque que matou seus pais, de forma que ela, seus irmãos e a avó caminharam sobre as montanhas até o campo de refugiados no país vizinho.

17. Vergonha

17
 
Uma mulher francesa tem a cabeça raspada por civis como uma penalidade por ter se relacionado com tropas alemãs. A fotografia foi tirada imediatamente após o fim da Segunda Guerra Mundial.

18. Sofrimento

18
 
Nguyen Thi Ly, 9 anos, sofre de “deficiência do agente laranja”. Durante a Guerra do Vietnã, o exército dos EUA pulverizou cerca de 12 milhões de litros do herbicida “agente laranja” no Vietnã. Este desfolhante foi usado para destruir imediatamente as culturas, a vegetação e a floresta densa que fornecia comida e cobertura para as forças do país. Pelo menos 4,5 milhões de vietnamitas e 2,5 milhões de veteranos americanos podem ter sido expostos ao pesticida. Embora a pulverização tenha terminado há 30 anos, o agente laranja continua causando estragos em três gerações de vítimas.

19. Paz

19
 
O soldado na foto é desconhecido, mas está com uniforme da 173ª Brigada Aerotransportada, batalhão de defesa que ficava no sul do Vietnã, em Vinh Phuc. A foto é de 18 de junho de 1965. No seu capacete, lê-se a mensagem “Guerra é Inferno”.

20. Temor

20
 
Imagem que mostra a expressão de crianças assistindo um dragão sendo morto em um show de marionetes, em Paris, em 1963. Foto de Alfred Eisenstaedt.

21. Alegria

21
 
Essa imagem de 1945 descreve uma mulher no momento de sua libertação, tão magra que quase não podemos vê-la, mas com o rosto brilhando e vivo, como se ela nunca tivesse sido presa.

Bônus: Indiferença

fotobr9
Geísa Gonçalves é mantida na mira de Sandro Barbosa do Nascimento, sequestrador do ônibus 174, no Rio de Janeiro. Ao descer do ônibus, um policial do BOPE tentou atirar em Sandro com uma submetralhadora, errou e acabou acertando a refém de raspão. Geísa ainda levou outros três tiros nas costas, disparados por Sandro. No final, o sequestrador também morreu. [BoredPanda, iG]

Conheça a inspiradora linha de bonecas negras e cabelos crespos que já é sucesso mundial

 
Infelizmente, uma triste realidade é saber que a maioria das bonecas à venda nas prateleiras das lojas de brinquedo são brancas, magras e loiras. Ou seja, retratam um perfil completamente distorcido de um “padrão”. Pensando nisso – e para quebrar de vez todo esse preconceito – surge uma linha só de bonecas negras.

As bonecas da Malaville são negras, de olhos castanhos, cabelo crespo e simplesmente deslumbrantes! Cheias de estilo e atitude, elas vestem roupas coloridas inspiradas em estampas africanas. Foquei na textura do cabelo natural e no tom de pele. Escolhi fibras de cabelo crespo até cabelos cacheados mais soltos”, contou a modelo, dona da marca, Mala Bryan ao site Mic.

barbienegra5

A modelo conta também que sempre foi apaixonada por bonecas, mas que teve muita dificuldade em encontrar algum brinquedo que a representasse. Depois de ter uma carreira consolidada no mundo da moda, ela investiu no projeto e assim nasceram Maisha, Mala, Malina e Mhina.

barbienegra11

As bonecas Malaville já estão à venda e custam US$ 20 cada e estão disponíveis no site oficial. Go girls!

barbienegra1

Todas as imagens: Divulgação

Estação japonesa de trem se mantém aberta para amparar uma única passageira

 
Há três anos, a estação de trem de Kami-Shirataki, localizada na Ilha de Hokkaido, ao norte do Japão, estava prestes a encerrar suas operações, devido à sua localização remota e por conta de um terminal de trens de carga que seria instalado no local. Mas algo, ou melhor, alguém, fez a companhia Japan Railway mudar de ideia.

O que mudou o rumo dos trilhos foi saber que uma garota chamada Kana embarcava na estação todos os dias para ir à escola. Devido a este fato, foi decidido que a estação permaneceria aberta para que ela continuasse a frequentar as aulas e concluísse o Ensino Médio, e somente depois disso seria fechada. Os trens que passam pela estação seguem o calendário escolar e param apenas duas vezes ao dia ali, para levar Kana e trazê-la de volta da escola.

estação1

A formatura da garota está prevista para março deste ano e a estação será desativada no dia 26 deste mês. Kana declarou: “Eu me sinto triste em pensar que ela vai desaparecer. Agora eu estou cheia de gratidão”.

Assista a esta reportagem sobre a história de Kana e acredite: não é ficção!

estação7

Todas as imagens © CCTV

Pais vestem garota de 5 anos com roupas de heroínas para ensinar história e aumentar sua auto-estima

Para viver o dia a dia com mais foco e garra, nós adultos nos inspiramos o tempo todo em heróis– sejam eles do cinema, da história ou do presente. Por que não fazer o mesmo com as crianças? O fotógrafo norte-americano Marc Bushelle e sua esposa decidiram criar uma divertida série fotográfica com sua filha Lily, de 5 anos.

Ao vesti-la como diversas heroínas do passado, a garota aprende sobre História e aumenta sua autoestima. “Eu queria que Lily conseguisse se identificar com elas e criar um senso de valor próprio. Eu queria que ela se visse como uma heroína“, afirmou Bushelle. Veja algumas das fotos:

Mae Jemison – A primeira norte-americana negra a entrar na NASA

crianca-heroina

Madre Teresa de Calcutá

crianca-heroina2

Malala – menina que foi vítima do Taliban após defender a educação para garotas no Paquistão

crianca-heroina3

Grace Jones – cantora e modelo

crianca-heroina4

Almirante Michelle J. Howard – a primeira mulher a receber o título de almirante com quatro estrelas na marinha dos EUA

crianca-heroina5

Toni Morrison – a primeira mulher negra a ganhar um Nobel em Literatura

crianca-heroina6

Misty Copeland – umas das primeiras bailarinas negras a serem destacadas

crianca-heroina7

Nina Simone – cantora e compositora

crianca-heroina8

Shirley Chisholm – a primeira mulher negra a ser eleita no Congresso norte-americano

crianca-heroina9

Queen Latifah – música que se destacou na cena do hip hop

crianca-heroina10

Bessie Coleman – a primeira mulher negra a pilotar um avião nos EUA

crianca-heroina11

Josephine Backer – atriz

crianca-heroina12

Todas as fotos © Marc Bushelle

Como crianças reagem ao ver adultos deixando cair suas carteiras

O que você faz quando vê alguém deixar cair dinheiro ou a própria carteira na rua? Muita gente pode até não tocar no dinheiro, mas dá para imaginar que a maioria pelo menos pensa no assunto. Mas… o que será que um grupo de crianças faz quando isso acontece?

É sobre isso que fala o vídeo abaixo, feito pela Japanese Red Cross Society como parte da campanha Cross Now!, que tem como objetivo aumentar a consciência sobre nossas interações com as outras pessoas. Nas cenas abaixo, um desconhecido deixa sua carteira cairacidentalmente ao lado das crianças – e a reação delas pode restaurar sua fé na humanidade.

red1

red2

red3

red4

red5

red6

Todas as imagens: Reprodução YouTube 

Programa dá dicas de lugares onde é possível tirar férias como voluntário

Um dos momentos mais aguardados do ano é aquele em que chegam as férias, onde todo mundo tira uns dias para descansar e conhecer novos lugares. Mas o período também pode servir para um outro tipo de trabalho: o voluntário. Praticar o bem durante o período ocioso pode ser um tanto quanto sabático e gratificante, e pensando nisso, a Volunteer Vacations organiza e promove a pessoas dos mais variados perfis uma experiência de curto prazo em uma organização de ajuda humanitária.

A empresa é especializada em oportunidades voluntárias dentro e fora do Brasil, em países como Costa Rica, Estados Unidos, França, Índia, Tailândia, África do Sul e Afeganistão, através de parcerias com algumas das ONGs mais relevantes do mundo, combinando diversão e ajuda. É possível dar um mergulho numa praia paradisíaca e no dia seguinte colaborar com um projeto agrícola no coração africano, por exemplo, tudo de acordo com os gostos e aptidões do viajante.

O período de uma short-term volunteering não passa de um mês, o que parece curto, mas traz uma recompensa inesquecível e de valor humanitário, sem deixar de curtir momentos que umas férias convencionais proporcionam. A ideia tem ganhado força e um novo termo, chamado de “Volunturism”, unindo exatamente o lado relaxante do tempo afastado do trabalho com o intuito de praticar o bem ao próximo.

A consultoria feita pela VV varia entre 350 e 3.400 dólares, dependendo do país, experiência e tempo do voluntariado. O custo com as passagens, seguro viagem e gastos pessoais são por conta do viajante.

vv

VV-1

vv2

vv3

vv4

vv5

vv6

vv7

vv8

vv9

Todas as fotos: Reprodução