Série tocante mostra como uma mãe chimpazé compensou a perda de seus filhotes

 

Mais do que uma simples construção cultural, a maternidade parece ser de grande importância para muitas espécies de primatas. É o caso da gorila Koko, que adotou dois gatinhos em seu 44º aniversário, e também da chimpanzé Foxie, que, após 12 anos sendo usada em testes de laboratório, hoje cuida de bonecos infantis como se fossem suas próprias crias.

A realidade e o passado do animal é triste – enquanto vivia em laboratórios, Foxie foi usada inicialmente para testes para a vacina da hepatite e, algum tempo depois, acabou sendo usada para dar à luz a novos chimpanzés, que também seriam testados em pesquisas. Durante esse tempo, ela teve quatro filhotes, todos retirados dela muito cedo.

Desde 2008, a primata vive em uma reserva conhecida como Chimpanzee Sanctuary Northwest. Na época, os responsáveis informaram que ela não se daria bem após tanto tempo confinada aos laboratórios – e isso até foi verdade no primeiro momento, quando Foxie não queria saber dos brinquedos oferecidos a ela. Mas não demorou muito para que ela adotasse o seu primeiro boneco e o tratasse como um verdadeiro filhote.

Às vezes ela carrega os bonecos nas costas como uma mamãe chimpanzé faz com a cria“, contou Diana Goodrich, que trabalha no espaço, ao The Dodo.

chimp7

Hoje, ela já possui diversos bonecos e dedica a eles um amor sem igual, o que indica que ela teria sido uma ótima mãe, se pudesse criar seus próprios filhotes. Dá só uma olhada em quanto amor:

chimp1

chimp2

chimp3

chimp4

chimp5

chimp6

chimp8

Todas as fotos: Reprodução

 

Esta fazenda na Virgínia precisa de voluntários para cuidar de bebês cabra super fofos

Se você está cansado do seu turno diário das 9h às 18h num escritório fechado, este post pode mudar a sua vida. A fazenda  Caromont Farm, em Esmont, na Virgínia, está precisando da ajuda de voluntários para cuidar de bebês cabra super fofos durante a temporada de inverno. Ao todo, haverá cerca de 90 cabrinhas novas esperando por amor e cuidados.

Com turnos de quatro horas entre os dias 7 de fevereiro e 13 de março de 2016, o “emprego dos sonhos” na fazenda que produz queijo e leite de cabra pode dar uma verdadeira reviravolta na rotina de qualquer um. Esta é a primeira vez que a propriedade busca por pessoas para manter os filhotes aquecidos, já que vão nascer muitos deles nos próximos dias.

O intuito é também mostrar e promover como os alimentos deles são produzidos, além de envolver mais a comunidade na produção. “Estamos praticamente no meio do nada. Acho que esta é uma boa experiência para todos”, contou a gerente Izzy Zechini. Difícil não se envolver no meio de tanta fofura.

caromont-farm

Todas as fotos: divulgação/Caromont Farm