Que tal ser pago para morar em uma das ilhas mais paradisíacas e isoladas do mundo?

Não, você não está “lendo coisas”. Uma ilha está procurando um funcionário para morar e trabalhar lá. Eles oferecem o dinheiro da passagem e a acomodação. Ou seja, é praticamente 100% de lucro! Mas tem um detalhe: você será ilhado com apenas 300 pessoas.

Nem a menor cidade do Brasil tem essa população. Serra da Saudade (MG), que leva o posto da menos populosa do país, possui 817 habitantes de acordo com o IBGE. Tristan da Cunha é o nome da ilha de domínio britânico que não tem a metade disso. Sim, esta é a ilha mais isolada DO MUNDO!

https://i1.wp.com/nomadesdigitais.com/wp-content/uploads/2016/02/cunha1.jpg

Via The Plaid Zebra

A 2400 km da África do Sul e a 3200 km da América do Sul, a ilha tem apenas 11 km de largura e 98 km². Mas tudo isso tem um outro lado: o lugar é maravilhoso e a natureza ganha vida, espaço e toma conta da beleza.

https://i1.wp.com/nomadesdigitais.com/wp-content/uploads/2016/02/cunha11.jpg

Google Maps

https://i1.wp.com/nomadesdigitais.com/wp-content/uploads/2016/02/cunha8.jpg

©Kent Kobersteen

São milhões de aves nativas, pinguins, bois e ovelhas. Paisagens de tirar o fôlego e até um vulcão inativo Queen Mary’s Peak, que com 2062 m de altitude é perfeito para escaladas. Ou seja, já dá para imaginar o lugar, né? Agora vamos ao trabalho.

https://i0.wp.com/nomadesdigitais.com/wp-content/uploads/2016/02/cunha4.jpg

©Tui de Roy

https://i1.wp.com/nomadesdigitais.com/wp-content/uploads/2016/02/cunha5.jpg

©Rob Tully

Esta é uma vaga perfeita para aqueles que curtem o silêncio e são apaixonados pela companhia da natureza. Eles precisam de um consultor agrícola. De acordo com o Tree Hugger os requisitos para a vaga incluem conhecimentos sobre medicamento para gado, cultivo de legumes, estufa, ou seja, tudo ligado à subsistência. Dá para imaginar a vibe, né?

https://i1.wp.com/nomadesdigitais.com/wp-content/uploads/2016/02/cunha6.jpg

©Kent Kobersteen

Mas Tristan da Cunha também tem sua economia. A maior parte da renda da ilha vem do cultivo e exportação de lagostas assim como selos e moedas exclusivos para colecionadores. Fofo demais!

https://i0.wp.com/nomadesdigitais.com/wp-content/uploads/2016/02/cunha2.jpg

©Kent Kobersteen

E se você já está se imaginando lá, não fique achando que vai conseguir voltar para passar o Natal em casa. O caminho é longo! A ilha só fica disponível para entrada e saída apenas 60 dias ao ano. E para chegar lá ou você viaja de barco durante seis dias da África do Sul ou pega um de cruzeiro mensal que faz a conexão com a América. É mole?

https://i1.wp.com/nomadesdigitais.com/wp-content/uploads/2016/02/cunha7.jpg

©Mark Hannaford

Mas calma, não se assuste com o marasmo. A cidade tem um minúsculo centro turístico com café, pub, “balada” e até piscininha. E aí, você encararia?

https://i0.wp.com/nomadesdigitais.com/wp-content/uploads/2016/02/cunha3.jpg

©Viddar Bakken

https://i2.wp.com/nomadesdigitais.com/wp-content/uploads/2016/02/cunha9.jpg

https://i1.wp.com/nomadesdigitais.com/wp-content/uploads/2016/02/cunha10.jpg

Via The Plaid Zebra

7 comentários

  1. Pena que já fechou a seleção, se não eu ia, não, pera…tem internet?

    Venha ouvir nosso Cast especial:
    Um pequeno especial sobre Manfried Sant’Anna, ou Dedé Santana, se preferir (sim, o dos Trapalhões!). Ele, que está em nossa cidade, gravou algumas cenas com o Diego, e algumas histórias sobre a carreira e sobre essa gravação histórica, você encontra aqui, no Drops #17!
    http://www.ofilmante.com.br/2016/02/14/drops-do-ofilmante-17/

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s