Reservatório de água subterrâneo é transformado em galeria de arte em Copenhague

O que antes abastecia a população de Copenhague com até 16 milhões de litros de água agora é uma incrível galeria de arte. O antigo reservatório subterrâneo no Monte Frederiksberg, dentro do parque Søndermarken, se transformou em Cisternerne, um espaço cultural diferente e criativo de todos os outros que você já viu.
Em meados dos anos 1800, a cidade sofreu com danos causados à água, que ficou fortemente poluída. Durante a verticalização, abastecer os andares superiores se tornou uma tarefa quase impossível. O estopim veio em 1853 quando houve uma epidemia de cólera que afetou mais de 4.700 moradores e então decidiram que uma nova cisterna resolveria o problema e traria água potável de volta.
Foi então que o Monte Frederiksberg  se transformou em reservatório, que funcionou de 1859 a 1933, porém só foi drenado após 1981. Com o passar dos anos, a cidade ganhou status e qualidade de vida, chegando a ser considerada Capital Cultural Europeia. Assim, a galeria Max Seidenfaden junto com a Prefeitura de Frederiksberg transformaram a área de 4.320 m² em espaço expositivo.

Cisternerne
Foto via
Cisternerne2
Foto © Ib Rasmussen
Cisternerne3
Foto © discosour
Cisternerne4
Foto: divulgação
Cisternerne5
Foto © Airbnb
Cisternerne9 

Cisternerne8
Fotos © politiken
Cisternerne7
Foto © Rand Lemley
Cisternerne10
Foto © Strom festival

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s