20 fotos inacreditáveis que provam que ângulo é tudo

Hoje em dia, imagens retocadas no Photoshop são tão constantes que é difícil saber no que acreditar.Mas não é necessário nenhum assistente de edição para mexer com as nossas percepções da realidade. Tudo que você precisa é de uma câmera, pessoas dispostas e um olhar bom para ângulos divertidos.
As imagens abaixo, compiladas pelo site The Bored Panda, reúnem esses três ingredientes simples, combinados corretamente para criar um resultado final tão incompreensível quanto qualquer coisa feita com a ajuda de um computador e um software.
Confira:
angulo perspectiva forcada (1) 
angulo perspectiva forcada (2) 
angulo perspectiva forcada (3) 
angulo perspectiva forcada (4) 
angulo perspectiva forcada (5) 
angulo perspectiva forcada (6) 
angulo perspectiva forcada (7) 
angulo perspectiva forcada (8) 
angulo perspectiva forcada (9) 
angulo perspectiva forcada (10) 
angulo perspectiva forcada (11) 
angulo perspectiva forcada (12) 
angulo perspectiva forcada (13) 
angulo perspectiva forcada (14) 
angulo perspectiva forcada (15) 
angulo perspectiva forcada (16) 
angulo perspectiva forcada (17) 
angulo perspectiva forcada (18) 
angulo perspectiva forcada (19) 
angulo perspectiva forcada (20) 

Veja algumas campanhas em que a beleza real deu um banho nos padrões artificiais

Você já deve ter ouvido falar que para ter um corpo para ir à praia só é preciso ter um corpo… e ir à praia! Até porque a gente tá em 2016, né? Ninguém tá indo pra praia para desfilar o corpito. Fora que o mundo inteiro está cansando dessa ideia de que existe um padrão de beleza ideal e que todos deveríamos segui-lo como se não houvesse amanhã.
A coisa tá tão séria que mesmo as agências de publicidade (as mesmas que contribuíram para que a gente engolisse essa história de que bom mesmo é mulher magra) começaram a se dar conta de que a beleza de verdade está na diferença. Pode ser até naquela sua celulite que você O-D-E-I-A!
Uma marca que apostou no conceito da beleza real é a Swinsuits For All, uma fabricante de roupas de banho que, diferentemente das outras do gênero, decidiu mostrar mulheres divando na praia com estrias, celulite e uma barriguinha parecida com a sua. É, gente, sem nada de Photoshop!
Olha que mara o vídeo da campanha (em inglês), que ganhou o nome de Beach Body. Not Sorry (algo como “Corpo de praia. Sem desculpas”) e já tem mais de 2 milhões de visualizações:
real3

No Brasil

A marca de lingerie brasileira Tulli.me também apostou na diversidade dos corpos femininos para mostrar que toda mulher pode ser linda – e muito sexy! Em sua página no Facebook, a empresa posta fotos de mulheres de todas as idades, cores e tipos de corpos: jovens, senhoras, gordinhas, magrelas… Tem de tudo por lá e todas estão simplesmente arrasando com a lingerie da marca.
Junto com as imagens, a marca lançou um manifesto a favor da beleza feminina natural com a hashtag #CorpoMeu. “Queremos que toda mulher, independente de idade, tipo físico, etnia, histórias ou marcas da vida, possa se amar e se sentir bem consigo mesma“, diz o documento.
As fotos também são ótimas. Olha que belezura:
real7
Fotos: Tulli.me

Artista desenha caricaturas de animais de acordo com as descrições de seus donos

animal1

Quem convive com animais muitas vezes nem repara que fala deles como se fossem pequenos humanos – e é exatamente isso que eles parecem. Para brincar com essa ideia, uma ilustradora resolveu desenhar caricaturas de cães e gatos baseadas nas descrições que seus donos faziam deles.

A responsável pela façanha é a ilustradora Chris Beetow, que vive na cidade de Vernon, nos Estados Unidos. Para cada trabalho, ela pede que os donos dos bichanos enviem fotografias dos animais, além de uma descrição de como eles são. A ideia é simples: capturar mais do que apenas a aparência, mas também a personalidade do bichinho.

O resultado é hilariante. Espia só:

animal1

Baby Man – vive em Cali, mas sua alma é do Bronx

animal2

Crux – sempre causando problemas

animal3

Sammi – obcecado por comida e sempre sujinho

animal4

Mr. Puddy – sofisticado e sempre com fome

animal5

King – o mais extravagante de todos os gatos

animal6

Linus – pegador de gravetos profissional

animal7

Tony é o Sr. Cool e Torque está sempre com fome

animal8

Polly – ama brincar na neve

animal9

Gunner – um cãozinho que adora cavar

animal10

Bellah – a sorrateira

animal11

Smithers – tentando mudar de vida

animal12

Winston – sempre tramando algo

animal13

Oliver – o gato mais preguiçoso do mundo

animal14

Pinky – não gosta de ninguém

animal15

Henry – falha em todas as dietas

Todas as fotos © Chris Beetow

Amigos rodam a Índia com apenas 100 rúpias (menos de 6 reais) no bolso e provam que dá pra viajar sem dinheiro

 https://i1.wp.com/nomadesdigitais.com/wp-content/uploads/2016/03/anuj-ishant8.jpg
Você já deve ter se deparado várias vezes com aquela velha desculpa: “queria viajar, mas estou sem grana”. Calma lá porque nem tudo está perdido diante deste cenário! Prova disso são os amigos Anuj Khurana e Ishant Kumar Singh Jadaun que conseguiram fazer suas vontades serem maiores do que o bolso, rodando a Índia com apenas 100 rúpias (cerca de R$ 5,45).
A jornada começou em Gurgaon, uma das maiores cidades do país, onde seguiram para Jaipur a bordo de motocicletas. Quando a gasolina acabou, a solução foi usar as próprias pernas mesmo. Entre caronas e comboios, conseguiram se manter, dormindo na estrada, invadindo casamentos para comer e, às vezes, conseguiam se manter em pé com apenas uma refeição.
Ao longo do caminho, contaram com a generosidade das pessoas, que lhes ofereceram comida, uma cama para dormir e esta certamente é a maior recompensa da viagem, as amizades que fizeram. Eles ainda passaram por Mumbai, Pune, Goa e Bangalore, onde chegaram a passar 25 dias agitados porque após divulgarem suas aventuras nas redes sociais, pipocaram mais de 300 convites de pessoas querendo conhecê-los, e eles chegaram até a participar de um seminário numa escola.O trecho mais difícil, porém, foi a viagem de cinco dias até Ahmedabad, com estradas ruins e imprevistos ao longo do caminho. Depois de tantas experiências, podemos concluir que, realmente, tem coisas que o dinheiro não compra.
anuj-ishant8
Todas as fotos: reprodução

Projeto usa ideias criativas para ajudar a limpar as ruas de Londres

Bitucas de cigarro e chicletes mascados tomam conta das calçadas de Londres. Em uma tentativa de conscientizar as pessoas para cortarem esse péssimo hábito e manterem a cidade limpa, o pessoal do Hubbub, organização inglesa que promove o cuidado ao meio ambiente, decidiu apostar na criatividade para chamar a atenção dos porcalhões, na ação #neatstreets(“Ruas Limpas”, em tradução livre).

Instalado em uma grade, um painel amarelo pergunta “Quem é o melhor jogador do mundo?”e dá as opções: Messi ou Ronaldo. Para votar nessa polêmica questão, os transeuntes são convidados a depositarem na “urna” as bitucas de cigarro – pela foto, Ronaldo tem uma ampla vantagem.

Em outro painel, desta vez azul, é colocada uma questão: “Quanto custa para remover os chicletes da rua todos os anos?”. Para terem acesso à resposta, nada menos que 56 milhões de libras, as pessoas são convidadas a grudarem seus chicletes nos pontos indicados.

Se jogar chicletes e bitucas no lixo não funciona por educação, que seja por diversão! O que você achou das ideias da ação?

neatlondon

Quem vai ganhar o torneio de cricket? Inglaterra ou Austrália?

neatlondon3

Fotos © Hubbub

neatlondon4

Foto © Sarah E Clarke

Quanto custa para remover os chicletes das ruas todos os anos? 56 milhões de libras

neatlondon5

Foto © Design Week

Seis toneladas de chicletes são deixadas em Londres West End todos os anos. É o mesmo peso que 8 cabines de telefones públicos

neatlondon6

Foto © Catherina Jones

Um chicletes custa 3 centavos para ser comprado, mas 1,50 para ser limpo. Custaria 700 libras para limpar todos os chicletes grudados neste painel.

neatlondon7

Foto © Jeannine Saba

A montanha na Noruega que abriga mais de 850 mil sementes pra usar em caso de desastre global

https://i0.wp.com/nomadesdigitais.com/wp-content/uploads/2016/03/noruega16.jpg

Esqueça os filmes de ficção que você já viu porque agora eles já estão mais próximos da realidade do que você imagina! Diferentes tipos de semente já estão sendo armazenadas caso o pior aconteça. E você aí achando que a gente estava te assustando à toa…

Elas vêm de todas as partes: EUA, Coréia, Israel, Alemanha… Os cientistas explicam que o mundo está passando por transformações das quais nunca passou antes. Ou seja, eles não estão confortáveis com as situações que podem começar e armazenar uma pequena garantia para a nossa sobrevivência parece uma ideia um tanto quanto palpável.

São mais de 850 mil amostras a fim de preservar uma pequena parte da biodiversidade do nosso planeta. O galpão foi estratégicamente construído para ser um forte indestrutível. Em um dos picos mais altos de um arquipélago na Noruega, ele fica tão isolado para não correr o risco de mais calotas derreterem e o prédio ser inundado. E além de tudo ficou lindo!

O projeto foi financiado pelo governo norueguês e pela fundação Bill & Melinda Gates. Apesar da ideia parecer ótima, há controversas. Alguns criticam o financiamento privado de bens naturais enquanto o dinheiro poderia ser investido em atitudes de escala global que diminuam o impacto do aquecimento global no meio ambiente. Ou até como forma de ajuda para pequenos agricultores, neste caso.

E você, o que achou desta iniciativa?

 

noruega

noruega2

noruega3

noruega4

noruega5

noruega6

noruega7
noruega9

 

noruega10

noruega11

noruega12

noruega13

noruega14

noruega15

noruega16

Todas as fotos: Divulgação

A história do cachorro com 2 narizes que ninguém queria e que foi salvo de uma morte certa

Muitos cachorrinhos que têm uma aparência diferente da média são deixados em abrigos a vida inteira, pois ninguém quer adotá-los. Podem ser cães cegos, doentes ou sem uma das patas, mas isso também estava ocorrendo com este simpático cãozinho que nasceu com dois narizes.

Toby foi encontrado por um grupo de resgate nas ruas de Fresno, na Califórnia, EUA, e levado para um abrigo. Porém, independente da quantidade de pessoas que passasse por lá, ninguém queria adotá-lo graças a sua aparência um pouco diferente. Dessa forma, decidiram que iriam sacrificá-lo, um destino frequente em abrigos no país com animais que não são adotados.

Quando seu tempo estava chegando ao fim, Todd Ray, produtor do Venice Beach Freakshow, passou por Toby e decidiu adotá-lo. Ao Bored Panda, Todd contou que não pretendia adotar um animal, mas que aquele era o cachorro mais fofo e legal que ele já havia visto. Hoje, o cãozinho de dois anos aproveita a vida ao lado do produtor e adora brincar de pegar e se aconchegar no sofá, além de ser muito saudável.

As fotos dele são o máximo:

dog2

dog1

dog3

dog4

dog5

dog6

Fotos via

toby7

Foto via

No vídeo abaixo dá para ver ele brincando, olha só: