CONHEÇA A VILA INDÍGENA ISOLADA NO MEIO DO GRAND CANYON

Em meio a quilômetros e mais quilômetros desertos, o Grand Canyon, no estado norte-americano do Arizona, continua tendo pontos desconhecidos e misteriosos. É o caso da aldeia indígena Supai, bem ao centro do cânion Havasu, também conhecido como Cataractu, que fica na reserva Havasupai Nation. A tribo tem vivido no Grand Canyon por pelo menos 800 anos, sendo talvez a mais isolada dos Estados Unidos.

O nome Havasupai significa “pessoas das águas verdes-azuladas“, águas estas que correm num desfiladeiro e chegam até uma impressionante cachoeira, próxima a tribo, atraindo milhares de visitantes anualmente. As águas fluem não só na terra, mas através de cada membro desta comunidade, que a considera sagrada. Após a tomada de território por europeus, mineradores e fazendeiros, hoje o grupo indígena conta com apenas 600 pessoas, o que o torna o menor de todos os demais grupos dos EUA.

Vivendo de artesanato e agricultura, a tribo tem como principal fonte de renda o turismo. Eles são os responsáveis pela administração do local, que conta com alojamento para turistas, um restaurante, um mercado, uma escola, uma igreja cristã, um posto de correios e um centro turístico em sua infraestrutura. Mesmo estando a apenas 13 quilômetros da rodovia mais próxima, os carros não conseguem alcançá-la e quem faz a entrega de correspondência são as mulas. O acesso é feito somente de helicóptero, escalada ou até mesmo através de uma mula, que passe pela trilha estreita.

O espaço onde está o Havasu é considerado frágil e sujeito à inundações, além de ter algumas áreas em restauração por conta do terreno frágil. Mas as fotos mostram que o esforço pode valer a pena, afinal, não é todos os dias que descobrimos encantos naturais e culturais como este.

supai10

supai4

supai

supai8

SupaiEUA1Foto © Frank Kehren

SupaiEUA2Foto © JeremyStapleton

SupaiEUA3Foto © Frank Kehren

supai5

supai3

supai2

supai6

supai7

supai9

havasupai

SuapiEUA4Foto © toddwiggins

SupaiEUA5Foto © henrikj

Fotos: 1. via Vicki & Chuck Rogers; 9. via Auphu; 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 10 via wikicommons;

7 comentários

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s