Viaje com as 10 paisagens naturais mais belas do mundo de acordo com o Lonely Planet

Vistas deslumbrante e emoções indescritíveis diante de tanta beleza natural que você vê a seguir. Confira dez paisagens alucinantes listadas por um dos maiores guias de viagem do mundo e se inspire para uma próxima aventura em um dos lugares mais incríveis e belos do mundo.

Parque Nacional de Yellowstone, Wyoming, USA

GettyImages-547085687_medium

©Marie-Louise Mandl/Getty Images via Lonely Planet

O Parque Nacional de Yellowstone tem uma vista surpreendente: que vai a partir das quedas d’água do Grand Canyon para o “Old Faithful”, um géiser (nascente termal que entra em erupção periodicamente, lançando uma coluna de água quente e vapor para o ar) localizado no próprio Parque. Mas seria difícil superar as cores deslumbrantes do Grand Prismatic Spring, a maior fonte de água quente nos EUA (foto). Lindo!

Aurora Boreal, Kiruna, Suécia

aurora-tree-shadow_2427859a-large

©Miles Morgan via Telegraph

Este é sem dúvida o espetáculo surreal mais cobiçados da natureza. A paisagem hipnotizante aparece quando as partículas carregadas, que vêm do Sol a 1,4 milhões Km/h, atingem o campo magnético da Terra nos pólos do planeta. E assim o efeito dessas cortinas de luz é agravado pelas tempestades solares conhecidas como Aurora Boreal. Os melhores momentos para caçá-las são entre novembro e março, no norte da Escandinávia, Alasca, Canadá e até mesmo Escócia.

Plateau de Valensole, Provença, França

15147964957_6269abf94c_b

©stibou5 via Visualhunt

Paris pode ser florida, mas nenhum outro lugar da França é mais romântico do que os campos de lavanda de Provence. Roxos e cheio de vida eles ficam deslumbrantes do verão europeu. Além de exalar um cheio delicioso de lavanda no ar.

Gêiser de Strokkur, Islândia

8389039577_10ed6db6f4_b

©Erik-Jan Vens via VisualHunt

Localizada entre duas placar tectônicas, esta fonte na Islândia é uma das regiões mais geologicamente ativas do mundo. Imprevisível, ela entra em erupção a cada 8 minutos com um jato de água que passa 40 metros de altura. Um prato cheio para viajantes em busca de aventura!

E só para complementar nossa explicação dada acima sobre a palavra “gêiser”, ela vem da própria Islândia, de “geysa”, que significa “jorrar”, “esguichar”.

A Onda dos Coyote Buttes, Arizona-Utah, USA

11345938234_ee63630808_b

©EternallyCreative.com via Visualhunt

Essa maravilha feita de arenito na fronteira Arizona-Utah é uma vista cobiçada, não só pela sua forma notável, mas também pela linda caminhada até chegar lá. As ondas aqui nascem pela fixação de sedimentos sob mares junto do desgaste das rochas por causas naturais como o vento. É impressionante!

Cachoeira do Nideck, Alsace, França

GettyImages-144472511_full

©Philippe Sainte-Laudy Photography/Getty Images via Lonely Planet

Localizada no meio de uma floresta, debaixo de um castelo em ruínas essa vista é como um take de cinema. Tão encantadora que já entrou até no conto de fadas dos Irmãos Grimm, que em suas histórias dizem que este local é habitado por gigantes! E durante o inverno ela parece ainda mais mágica, quando as quedas d’água congelam formando verdadeiras esculturas.

Vulcão Nabiyotum, Quênia

GettyImages-149268264_full

©Nigel Pavitt/Getty Images via Lonely Planet

De forma inusitada, este vulcão nasce como um cratera no norte do Quênia, mas especificamente ao lado do lago Turkana, o mais alcalino do mundo. A região é conhecida como o Rift Valley, que abriga muitas outras crateras, bem como vulcões ativos. Sendo assim, esta é uma região remota e de difícil exploração. Mas a recompensa de chegar ate lá é inenarrável. Além da experiência geológica, o lugar é habitado por mais de 150 espécies de pássaros, bem como girafas, zebras e búfalos.

Parque Nacional de Plitvice Lakes, Croácia

plitvice-lakes-national-park-croatia-nature-lake

Via Visual Hunt

Patrimônio Mundial da Unesco, o parque é composto de lagos interligados e em cascata, cavernas e florestas. Os viajantes podem explorar esta paraíso aquático através de uma série de trilhas que ficam ao redor desses lagos que são ricos em minerais. As passarelas podem ficar lotadas no verão, mas vale a pena encarar as filar para ver o arco-íris brilhando nem um cenário repleto de cachoeiras e borboletas que pairam em torno das piscinas de água-marinha.

Queda d’água no glacial de Mýrdalsjökull, Islândia

GettyImages-127825161_super

©Photoconcepts/Thorsten Henn/Getty Images via Lonely Planet

Além das cores dançantes do céu, a Islândia tem uma série de cachoeiras impressionantes como esta. Em Mýrdalsjökull, geleira no sul do país, há algo de especial: o gelo cobre um vulcão ativo que quando entra em erupção provoca uma cascata poderosa.

Campos de arroz de Yuanyuang, Yúnnán, China

12815918504_f209dd888a_b

©opalpeterliu via Visual Hunt 

A cidade de Yúnnán está localizada no sudoeste da China, uma região repleta de paisagens incríveis, incluindo florestas tropicais e montanhas com topos cobertos de neve. Surreal, parece mentira que um lugar deste possa existir. Ainda mais quando se vê que é fértil com uma das maiores plantações de arroz do mundo.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s