Noivos fãs de Harry Potter criam cerimônia de casamento incrível (e detalhada) inspirada na saga

 
Casamentos temáticos não são novidades. Com uma rápida busca no Google, você encontrará festas inspiradas no rock, em pin-ups e até mesmo no mundo do circo. Mas duvido que você irá encontrar um casamento tão incrível quanto o deste casal britânico. 

Cassie e Lewis Byrom simplesmente mitaram ao transformarem um hotel antigo em Manchester, Inglaterra, em um verdadeiro Castelo de Hogwarts! A noiva conta que o casal sempre foi muito fã dos livros e filmes do bruxinho, e quando Lewis resolveu fazer o pedido, escolheu um lugar pra lá de especial, o Beco Diagonal da Universal Studios, na Flórida.

“Então fez sentido organizar um casamento inspirado neste universo e tirar dos filmes muito da inspiração para o nosso dia especial.“, disse Cassie.

Os noivos levaram um ano inteiro para preparar o casamento, que foi pensado nos mínimos detalhes para receber os 130 convidados. Desde até mesmo antes da festa, quando eles receberam em casa um convite com a varinha do bruxo, por exemplo.

No lugar do buquê de flores, a noiva usou um feito com as páginas dos livros e, as alianças, que continham a inscrição “Always” (a resposta que o Professor Snape deu para Dumbledore quando ele pergunta se o docente ainda amava Lílian Potter), foram guardadas dentro de um exemplar de Harry Potter e o Enigma do Príncipe. Já no topo do bolo, ao invés do tradicional casal, as figuras de Lord Voldemort e Bellatrix Lestrange feitos de Lego. Pura inspiração! 

Confira abaixo as fotos e fique morrendo de vontade de fazer ou, pelo menos, ser convidado para uma festa dessas:

original-4020-1462374478-22 

lewis-and-cassie-258-1024x684 

harry-potter-themed-wedding-cassie-lewis-byrom-54 

harry-potter-themed-wedding-cassie-lewis-byrom-53 

lewis-and-cassie-268-1024x684 

lewis-and-cassie-23-1024x684 

harry-potter-themed-wedding-cassie-lewis-byrom-56 

lewis-and-cassie-101-1024x684 

lewis-and-cassie-208-1024x684 

lewis-and-cassie-58-1024x684 

lewis-and-cassie-7-1024x684 

lewis-and-cassie-556-1024x684 

lewis-and-cassie-435-1024x684 

lewis-and-cassie-780-1024x684 

lewis-and-cassie-781-1024x684 

lewis-and-cassie-827-1024x684 

original-10507-1462376625-16 

original-12501-1462376443-5 

original-14252-1462376610-3 

original-9800-1462376356-3 

original-26354-1462376033-11 

original-31842-1462375948-3 

harry-potter-themed-wedding-cassie-lewis-byrom-41 

original-7222-1462375778-3 

harry-potter-themed-wedding-cassie-lewis-byrom-27 

harry-potter-themed-wedding-cassie-lewis-byrom-40 

lewis-and-cassie-623-1024x684 

lewis-and-cassie-667-1024x684 

lewis-and-cassie-91-1024x684 

harry-potter-themed-wedding-cassie-lewis-byrom-45 

harry-potter-themed-wedding-cassie-lewis-byrom-38 

harry-potter-themed-wedding-cassie-lewis-byrom-42 

lewis-and-cassie-988-1024x684 

harry-potter-themed-wedding-cassie-lewis-byrom-36

Fotos © Kelly Clarke

20 passeios incríveis e nada óbvios na Chapada Diamantina

https://i2.wp.com/files.ibicoara-chapada-diamantina.com/200000709-7411b750ba/DSCF0072.JPG

A Chapada Diamantina possui um território imenso e seus atrativos naturais vão muito além daqueles estampados nos cartões-postais.

 

Confere só as dicas:

1. Mar de Espanha e Cachoeira da Sibéria, em Mucugê

O acesso se dá de carro ou bicicleta até as margens do Mar de Espanha que, apesar do nome, é um lago. Chegando lá, é só seguir por uma trilha até a impressionante Cachoeira da Sibéria.

https://i1.wp.com/www.4x4digital.com.br/wp-content/uploads/2015/09/S6003924.jpg

2. Cachoeira do Cardoso, em Mucugê

Apesar de pequena, a queda d’água é uma delícia para quem pretende descansar em meio a uma paisagem como essa.

https://vivimetaliun.files.wordpress.com/2016/06/80ba7-dsc02529.jpg

3. Cachoeira do Ramalho, em Andaraí

São 90 metros de queda livre que deixam qualquer um de boca aberta!

https://vivimetaliun.files.wordpress.com/2016/06/e334c-cachoeira2bdo2bramalho2b2528122529.jpg

4. Cachoeiras das Três Barras, dos Cristais e Bequinho, em Andaraí

Sim, a cidade é cheia de cachoeiras lindas. Para chegar até a primeira delas, você terá que realizar uma trilha de cerca de 1h30 de caminhada – com mais 20 minutos você chegada à Cachoeira dos Cristais, que tem impressionantes 110 metros de altura (foto abaixo).

https://vivimetaliun.files.wordpress.com/2016/06/28781-cachoeira2bcristais.jpg

5. Cachoeira da Califórnia, em Igatu

Com 10 metros de queda d’água, é o lugar perfeito para um banho de rio. Não deixe de reparar no arenito rosa ao longo do leito.

https://vivimetaliun.files.wordpress.com/2016/06/bc234-igatudez09248.jpg

https://vivimetaliun.files.wordpress.com/2016/06/6498a-chapada2b243.jpg

6. Gruta da Fumaça, em Iraquara

Bom lugar para visitar com idosos ou crianças por ser uma caverna pequena e que não exige tanto esforço físico.

https://lh3.googleusercontent.com/-9luTmQHYDik/UZBMqQwtWtI/AAAAAAAAEvE/GbGvAEf8dEw/s2048/06%252520Iraquara%252520-%252520Gruta%252520da%252520Fuma%2525C3%2525A7a.JPG

7. Cachoeiras de Conceição dos Gatos, em Palmeiras

As Cachoeiras de Baixo, de Cima e o Poço das Cobras são as atrações do local. A primeira delas pode ser acessada após cerca de 1 hora de caminhada leve, enquanto as outras se encontram logo à frente.

https://i1.wp.com/commondatastorage.googleapis.com/static.panoramio.com/photos/original/48463766.jpg

https://vivimetaliun.files.wordpress.com/2016/06/7b76e-689263_104_800x533.jpg

8. Pinturas Rupestres da Serra Negra, em Palmeiras

O passeio para ver as pinturas rupestres sai de Palmeiras às 9h e termina às 12h. Tudo acontece ao longo de 10 km de estrada de chão em direção ao Povoado da Serra Negra.

9. Cachoeira Encantada, em Itaetê

Uma queda d’água de 230 metros de altura surpreende quem chega a essa cachoeira, que pode ser vista tanto por cima quanto por baixo. O local também é lar de macacos e uma exuberante vida silvestre.

https://i2.wp.com/files.ibicoara-chapada-diamantina.com/200025615-4af3b4bed7/DSC01962.JPG

10. Cachoeira da Invernada, em Itaetê

Com pinturas rupestres ao longo da trilha de acesso, esta queda d’água de 60 metros de altura é de encher os olhos.

https://itararetrilhatrekking.files.wordpress.com/2011/08/debaixo-da-cachoeira-da-invernada-2.jpg

11. Cachoeira da Roncadeira, em Itaetê

Impossível não se apaixonar por essa cachoeira com imponentes 80 metros de altura.

https://blog.ink361.com/wp-content/uploads/2015/09/3c-aventurismus.jpg

Foto © Tom Alves

12. Cachoeira do Herculano, em Itaetê

Depois dessa, já não resta dúvidas de que Itaetê é um paraíso das cachoeiras na Chapada Diamantina.

https://vivimetaliun.files.wordpress.com/2016/06/46f8d-wanderluster.jpg

13. Cachoeira do Bom Jardim, em Itaetê

Uma trilha de fácil acesso com duração aproximada de 1h30 leva você a essa cachoeira de quase 80 metros.

https://i.ytimg.com/vi/YNTT68AE5TU/maxresdefault.jpg

14. Gruta dos Brejões, em Morro do Chapéu

A gruta possui a segunda maior boca de caverna do Brasil – são mais de 10 metros de altura e 8 km de extensão. Além disso, é um sítio arqueológico e paleontológico importante. Para chegar lá, só com um automóvel 4×4 e acompanhado de um guia local.

https://vivimetaliun.files.wordpress.com/2016/06/ae967-gruta-dos-brejoes-morro-do-chapeu-ba.jpg

15. Pico do Barbado, entre Rio do Pires e Abaíra

Com mais de 2 mil metros de altitude, este é o pico mais alto do Nordeste, além de ser lar de uma área de proteção ambiental.

https://vivimetaliun.files.wordpress.com/2016/06/62015-picodobarbado2.jpg

16. Cachoeira do Jiló e Poço Preto, em Rio de Contas

A Cachoeira do Jiló é pequeninha, mas nem por isso menos interessante. No caminho, os visitantes ainda passam pelo Poço Preto.

https://i0.wp.com/estradasetrilhas.com.br/sites/trilhas/listas/fotos/157/01.jpg

17. Cachoeiras do Fundão e 21, em Lençóis

Uma das trilhas mais selvagens e também uma das menos visitadas na Chapada, ela fica no fim de um cânion. A sua principal atração é a Cachoeira do Fundão, com cerca de 150 metros. No local, também é possível visitar a Cachoeira do 21, o Córrego Branco, o Córrego Verde e a Cachoeira da Fumaça.

https://asescolhasdesimone.files.wordpress.com/2015/04/f9a26-dscn1289.jpg

18. Gruta da Paixão, em Andaraí

Quem administra o local é João Paixão – por isso o nome da gruta. Ele também é um dos guias que leva os visitantes a conhecer melhor a caverna.

https://i1.wp.com/static.panoramio.com/photos/large/93386144.jpg

19. Cachoeira da Rosinha, em Andaraí

Para chegar a ela, deve-se sair do centro de Andaraí e andar cerca de 7 quilômetros em direção a Mucugê. O carro fica no estacionamento, enquanto você curte a caminhada até a cachoeira pelo leito do Rio Piabas – e ainda aproveita para visualizar os cânions do Vale do Pati durante o percurso.

https://i1.wp.com/chapadapasseios.com.br/wp-content/uploads/2016/02/chachoeira-da-rosinha-01.jpg

20. Cachoeira do rio Mandassaia, em Lençóis

O passeio só pode ser feito na época de chuvas, pois o rio seca quando as chuvas não são frequentes. Em forma de ferradura, a cachoeira permite banho em vários locais e promete deixar qualquer um louco por um mergulho!

https://i1.wp.com/www.zentur.tur.br/images/zentur/galerias_pacotes/Zen_Aventura/Cachoeira%20do%20Mandassaia.JPG

Fotos © Google imagens

Essa vila não tem ruas e parece saída de um conto de fadas

O pequeno vilarejo de Giethoorn, na Holanda, é famoso por uma peculiaridade: a cidade não tem ônibus, metrô ou carros, pois ela não tem ruas! A cidadezinha pacata é conhecida como “Pequena Veneza”, justamente por funcionar como uma ilha cercada de água por todos os lados. E além disso, ela é linda!

Durante anos os habitantes encontraram neste lugar muitos depósitos de turfa (de origem vegetal, restos de matéria orgânica em deposição que pode virar carvão) no solo. Satisfeitos com sua descoberta, os colonos cavaram ainda mais nas áreas que mais lhes convinham, formando buracos e, consequentemente, deixados no solo como valas. Com o passar do tempo, esses buracos foram se transformado em lagos, e depois para a cadeia de canais que vemos hoje, que ajudaram a tornar a vila uma grande atração turística.

Ande de barco e deixe que a atmosfera calma deste lugar te guie por essas fotografias.

Giethoorn1

Foto © insureandgo.com

Giethoorn2

Foto © owegoo.com

Giethoorn3

Foto: anônimo

Giethoorn4

Foto © Dino Cutic

Giethoorn5

Foto © owegoo.com

Giethoorn6

Foto © NLHank

Giethoorn7

Foto © Magda Djm

Giethoorn8

Foto © worldfortravel.com

Giethoorn9

Foto © brainparking.com

Giethoorn10

Foto © worldfortravel.com

A improvável amizade entre uma iguana e um filhote de gato

Sabe aquele amigo que, antes de conhecer, você achava que jamais iria gostar, de tão diferentes que vocês pareciam ser? Pois esse deve ter sido o mesmo pensamento da gata Baby ao conhecer o novo integrante da casa, a iguana Charles.

Quando Cheyenne levou Charles para casa, ela não tinha muita certeza se a reação da sua gata de 4 anos seria muito amigável, já que os gatinhos têm fama de não serem muito receptivos a novos animais. Mas Cheyenne teve uma enorme surpresa ao colocar a iguana no chão.

Charles, que era pequena o suficiente para que Baby a devorasse, caminhou até a gata que, surpreendentemente, acariciou o bichinho cheio de escamas, e então algo inacreditável aconteceu: a iguana e o felino peludo se tornaram melhores amigos!

bearded-dragon-cat-friendship-sleep-together-charles-baby-30

bearded-dragon-cat-friendship-sleep-together-charles-baby-31

bearded-dragon-cat-friendship-sleep-together-charles-baby-1

iguacat2

A improvável dupla passa os dias junta, brincando, dormindo abraçadas e, até mesmo, passeando juntas. Cheyenne, que ficou surpresa com a amizade de seus animais de estimação, resolveu documentá-la para que o mundo todo pudesse ver. Sorte nossa, que agora podemos ter muitos ataques de fofura com essa amizade inesperada!

Todas as imagens © Caters News Agency