Crochê e burca se transformam em manifestações artísticas na noite paulistana

Num crescimento constante, os trabalhos manuais que eram feitos pelas avós ganham força e novas propostas através das mãos dos mais jovens. Em São Paulo, o crochê e a costura de burcas são transformados em manifestações artísticas interessantes e poderosas. Como? Vem comigo que eu te conto!

Não é nada comum ver skatistas vestindo burca, a não ser que você esteja no Oriente Médio ou num lugar tão plural como a Pauliceia Desvairada. A artista plástica Aline Tima passa suas madrugadas costurando as peças que escondem corpo e rosto.

Com o intuito de chocar esteticamente, ela veste os skatistas com as polêmicas vestimentas, que acabam levantando questões como identidade e superexposição, afinal, quem é que gosta de ser identificado o tempo todo? A burca também pode libertar se a gente ressignificar.

aline tima2

skate com burca

Quem também usa os trabalhos manuais é o artista plástico Leandro Dário, que na calada da noite espalha suas caveiras de crochê por espaços públicos da cidade, como Largo da Batata, a Avenida Paulista e o Minhocão. O bordado e o tricô também são parte de seu universo.

leandro dario

leandro dario2

Com uma sólida carreira no circuito de arte contemporânea tradicional, se entrega a arte urbana nas altas horas para alcançar a atenção de outras tantas pessoas que circulam pelos espaços durante o dia. Monumentos, postes e árvores são palco para as intervenções.

croche na rua3

croche na rua2

croche na rua

leandro dario3

skate com burca5

skate com burca4

skate com burca3

skate com burca2

Skate-Burca-Aline-Tima

aline tima

Se você ficou a fim de conhecer mais sobre os trampos da Aline e do Leandro, fique de olho na série “Madrugada Desperada” . Dirigida por Tom Stringhini e produzida pela Conspiração Filmes, a série de oito episódios exibida no canal Urban Feed é comandada por Fernanda Young, que acompanha e conversa com artistas transgressores durante a madrugada paulistana. Espia só o que tem no trailer e mergulhe nesta saga criativa:

Aventureiros da noite, tomem nota: a cerveja Desperados montou a Galeria Desperada, série de 7 festas na laje da Galeria Ouro fino, espaço que ficou sem uso durante oito anos e que agora foi reativado. Com cenografia do Estúdio Xingu e música do projeto Jambox, você não vai querer ficar de fora dessas madrugadas que vão de 7 de maio à 25 de junho.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s