Amor ao quadrado: série de fotos mostra mães ajudando suas filhas a dar à luz

Dizem que avó é mãe duas vezes. E esta série de fotos da Associação Internacional de Fotógrafos Profissionais de Partos, que retrata mães ajudando suas filhas dar à luz, está aí para provar isso. As imagens documentam cada passo do processo, desde o parto até o pós-parto. Elas transbordam amor e companheirismo, retratando mães segurando as mãos das filhas, acalmando, consolando e limpando suor e lágrimas como se não existisse mais ninguém ao redor. São momentos extremamente sensíveis, carregados de carinho e emoção.

Confira as imagens abaixo (e não esqueça do lencinho):

1
Foto © Vivien Stembridge
2
Foto ©  Monet Nicole
3
Foto ©  Lobke Koppens Geboortefotografie
4
Foto ©  Jo Price Photography
5
Foto ©  Marcy Harris Photos
6
Foto ©  Little Wonders Photography
7
Foto ©  Lori Martinez Photography
8
Foto ©  Fermont Fotografie
9
Foto ©  Vanessa Huey
10
Foto ©  Samantha Noel Photography
11
Foto ©  Meghan Hale Photography
12
Foto ©  Little Wonders Photography
13
Foto ©  Nicci Brooks Photography
14
Foto ©  An Van Eycken
15
Foto ©  Ashley Heppermann Photography

Comedouros comunitários para animais são distribuídos nas ruas de Jericoacoara

A praia de Jericoacoara, no estado do Ceará, é um verdadeiro paraíso na terra. Faixas de areia intermináveis, banhadas de mar azul e transparente, eleita como uma das dez praias mais bonitas do mundo. Por isso, Jericoacoara se tornou destino turístico muito visitado no Brasil. Mas nem tudo é paradisíaco por lá: um grave problema que assola a vila de Jericoacoara é a grande quantidade de animais abandonados.

JERI2

Os gatos e cães que vivem na vila sofrem principalmente de fome e sede. Por isso, foi criada a associação Jeri sobre Patas, responsável por campanhas de castração para controlar a reprodução desses animais, e principalmente por iniciativas para mantê-los alimentados.

JERI3

Por isso a associação espalhou comedouros comunitários pelas ruas da vila. São potes especialmente preparados, oferecendo ração e água para esses cães e gatos. Iniciada em janeiro, a iniciativa já colocou alimento em 11 pontos da vila, mas sua manutenção não é barata.

JERI5

Por isso, a Jeri sobre Patas pede doações, sejam elas financeiras ou de ração propriamente.

JERI4

Para saber mais ou doar, acesse a página da associação no Facebook e entre em contato. Nossos amigos de quatro patas agradecem, e assim ajudamos a manter esse paraíso na terra de fato para todos, inclusive os animais.

JERI1

© fotos: divulgação

Casal brasiliense quer combater tabu ao clicar mulheres amamentando em lugares públicos

Os fotógrafos Irmina Walczak e Sávio Freire querem ajudar o mundo a ser um lugar melhor para mães amamentarem seus filhos onde elas quiserem. Nutrir um bebê em ambientes públicos ainda é motivo de constrangimento para muita gente. Através do projeto Mamaço no Espaço, o casal quer incentivar a naturalização do ato de amamentar em lugares públicos.

Realizado através da fotografia, o projeto que retrata as mães amamentando seus filhos em lugares públicos surgiu na Semana Mundial da Amamentação, em agosto deste ano. O casal brasiliense vivia a experiência do nascimento de seu segundo filho e tiveram a ideia de fazer um convite através do Facebook para as mães e receberam mais de cem e-mails em resposta.

Inicialmente o Mamaço no Espaço pensava em ser um projeto de uma semana. O interesse coletivo se estendeu e hoje ele possui uma conta no Instagram para divulgar a ideia, narrar os relatos e entrar em contato com as mães. 15 delas já participaram dos cliques.

Irmina conta que o objetivo do projeto é alcançar aqueles que ainda têm algum preconceito ou acham estranho o ato de amamentar em público, dado este triste fato, eles querem fazer uma espécie de intervenção permanente, fixando, por exemplo, as fotografias nos locais onde foram tiradas: “Fazer um mapa mamaço de Brasília”.

Segundo a antropóloga e professora de Saúde Coletiva da Universidade de Brasília e apoiadora do projeto Rosa Carneiro, “Esse é um papel social das mulheres, mas as pessoas tendem a alocar isso [a amamentação] no âmbito do privado e do doméstico. Precisamos romper com esse pensamento porque estamos formando crianças que amanhã cuidarão do mundo”.

Mamaço7

Mamaço8

Mamaço2

Mamaço3

Mamaço5

Mamaço4

Mamaço6

Mamaço9

mamaço2

mamaço3

mamaço5

Mamaço1

mamaço10

Todas as fotos © @mamaco_no_espaco

Los Angeles quer taxar grandes fortunas e reverter renda para auxiliar e dar moradia a sem-tetos

Uma das cidades mais ricas do mundo, Los Angeles vive nesse momento uma crise de moradia sem precedentes. Segundo dados oficiais, o número de moradores de rua do maior condado dos Estados Unidos se aproxima dos 50 mil. Esse seria o maior problema de L.A. atualmente – de tal forma que, no final do ano passado, autoridades locais declararam estado de emergência por conta do aumento vertiginoso de acampamentos espalhados pelas ruas da cidade.

LAHOMELESS4

Uma proposta apresentada esta semana pelo conselho da cidade, porém, pode transformar essa realidade e a própria lógica com que normalmente os EUA enfrentam esse tipo de questão: a criação de um imposto para milionários, a ser revertido em serviços de inclusão e em moradia para os sem-teto. O conselho calcula que essa “taxa para milionários” pode gerar em torno de 250 milhões de dólares por ano, que seriam repassados para um fundo de assistência e construção de casas para essas pessoas.

US-SOCIETY-POVERTY-HOMELESS

A proposta precisa ainda passar por um longo e burocrático processo de votação, e enfrenta resistência de representantes dentro do conselho. Um dos membros acredita que a medida pode impactar sobre a oferta de empregos na cidade.

LAHOMELESS7

Ainda assim, essa é, com larga vantagem, a proposta com melhor recepção popular – em pesquisa, 76% da população aprovam a taxa. Pelo visto, até mesmo nos EUA a inacreditável concentração de riqueza nas mãos dos 1% mais ricos está cobrando sua conta.

LAHOMELESS6

Qualquer criança aprende que dividir é importante, ainda mais quando com isso vá se salvar vidas de quem nada tem, e não mudar em nada as vidas dos que já tem muito.

"À procura de bondade humana"

“À procura de bondade humana” (Richard Gere, quando viveu pessoa em situação de rua no cinema)

LAHOMELESS5

USA/

© fotos: divulgação

Série de fotos vintage mostra como eram glamourosas as refeições aéreas no passado

Talvez você se lembre que voar de avião era um privilégio para poucos em um passado não muito distante. As passagens aéreas eram oferecidas com preços nas alturas e até mesmo uma ida ao aeroporto deveria ser comemorada com roupas à altura.

Por sorte, as coisas não são mais assim e voar está cada vez mais acessível. Mesmo assim, há uma certa nostalgia ao olhar as fotos do serviço de bordo de antigamente, em que as refeições poderiam incluir lagostas e até caviar. As fotos abaixo são uma maneira de recordar esse passado cheio de estilo das companhias aéreas e foram divulgadas pela Scandinavian Airlines em comemoração ao seu 70º aniversário.

As imagens foram capturadas em voos da companhia entre os anos 1950 e 1980 e mostram refeições gourmet a milhares de metros de altura, servidas em pratos chineses com talheres de metal. As bebidas não ficavam atrás e eram servidas em copos de vidro, enquanto os passageiros da primeira classe ganhavam até café na cama.

Confere só:

voo1

voo2

voo3

voo4

voo5

voo6

voo7

voo8

voo9

voo10

voo11

voo12

voo13

voo14

voo15

voo16

voo17

voo18

voo19

voo20

Todas as fotos © SAS