Mamífero venenoso pode ter vivido com os dinossauros

 
Uma criatura do tamanho de um grande musaranho pode ter vivido na época em que o asteroide que matou os dinossauros atingiu a Terra milhões de anos atrás – e sobrevivido à catástrofe.
Os cientistas descobriram que o Hispaniolan solenodon, um mamífero venenoso que vive na República Dominicana e no Haiti, se diferenciou de todos os outros mamíferos 78 milhões de anos atrás, muito antes dos maiores dinossauros da Terra morrerem, de acordo com uma nova pesquisa publicada na revista Mitochondrial DNA.
https://i1.wp.com/www.bath.ac.uk/news/system/wp-content/uploads/2009/03/gregory-guida-1a.jpg
“É impressionante que eles tenham sobrevivido todo esse tempo”, diz Adam Brandt, pesquisador de pós-doutorado na Universidade de Illinois, nos EUA. “Eles sobreviveram ao asteroide, depois sobreviveram à colonização humana e aos ratos e camundongos que os seres humanos trouxeram consigo, que acabaram com os parentes mais próximos deste mamífero”.
Pesquisadores da Universidade de Illinois e da Universidade de Porto Rico fizeram a descoberta após a sequenciação com sucesso do DNA mitocondrial do animal, completando uma parte que faltava na árvore da vida.
O DNA mitocondrial é importante porque é passado das mães para seus bebês sem alterações. Ele cria uma árvore genética que ajuda os cientistas a rastrear as origens das criaturas.
https://i2.wp.com/www.puntacana.org/images/punta_cana_survivors_photo.jpg
Não foi fácil obter esta informação. Uma vez que solenodons são animais em perigo de extinção, os cientistas tiveram de colaborar com investigadores internacionais para rastrear as criaturas e testar seu DNA.

Os resultados correlacionam-se com algumas teorias sobre como este roedor avermelhado acabou chamando a ilha de Hispaniola, a cerca de 1.400 quilômetros da Flórida, de casa. Alguns geólogos acreditam que a ilha era parte do México, mas 75 milhões de anos atrás ela começou a se afastar da Península de Yucatán.
“Não está muito claro se eles chegaram na ilha quando as Índias Ocidentais foram ao encontro do México 75 milhões de anos atrás, ou se eles flutuaram sobre troncos ou qualquer outra coisa”, diz o pesquisador principal do estudo, Alfred Roca, professor de ciências animais e membro do Instituto de Biologia Genômica Carl R. Woese.

Embora seus antepassados ​​tenham desaparecido há muito tempo, os solenodons estão transportando uma linhagem pré-histórica. Porém, eles podem não ter muito tempo. Eles evoluíram em um ecossistema por muito tempo ausente de predadores, e agora enfrentam ameaças de animais domésticos, pessoas e perda de habitat. [CNN]

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s