Exposição World Press Photo destaca os melhores cliques da imprensa ao redor do mundo

A exposição World Press Photo, o concurso de fotojornalismo que destaca os melhores cliques da imprensa ao redor do mundo, fica em cartaz na CAIXA Cultural Rio de Janeiro, de 18 de maio a 19 de junho. A mostra reúne 164 imagens sobre temas variados – como política, economia, esportes, cultura e meio ambiente.

A imagem de um homem passando um bebê através de uma cerca na fronteira entre a Sérvia e a Hungria, do australiano Warren Richardson, foi a grande vencedora do World Press Photo 2016 e é o grande destaque da exposição. “Desde o início, nós olhamos para esta fotografia e soubemos que era importante. Tem muito poder na sua simplicidade, pelo simbolismo do arame farpado, e dá uma noção visual do que está acontecendo com os refugiados”, explica Francis Kohn, presidente do júri e diretor de fotografia da Agence France-Presse.

O Brasil está representado por Mauricio Lima que venceu a categoria Notícias (Fotografia única), com a imagem de um adolescente de 16 anos, militante do Estado Islâmico, ferido na guerra da Síria, e ficou em segundo lugar na categoria Cotidiano (Fotografia única), com a foto de um grupo de crianças da tribo Mundurucu brincando no Rio Tapajós, no Pará, feita para uma reportagem sobre a construção de uma hidrelétrica na região que pretende alagar grande parte das terras da tribo.

O Complexo do Alemão, no Rio de Janeiro, também aparce. O fotógrafo Sebastián Liste ficou com o terceiro lugar na categoria Cotidiano (Portfólio) com imagens de um grupo de amigos que vivem na favela e se juntaram para formar o Coletivo Papo Reto. Eles usam as mídias sociais para comunicar histórias da comunidade que são ignoradas pela mídia tradicional.

Fotógrafos de National Geographic levaram todos os prêmios da categoria Natureza (Portfólio) e estão entre os destaques da mostra. Tim Laman ficou em primeiro pelo seu trabalho de documentação de orangotangos selvagens e as ameaças enfrentadas pela espécie. Brent Stirton, com fotos para a reportagem Guerra do Marfim, e Christian Ziegler, pelas imagens para a matéria Camaleões sob pressão ficaram na segunda e terceira colocações, respectivamente. Outro fotógrafo de NG, David Guttenfelder, também foi premiado. Ele ficou com a terceira colocação na categoria Projetos de longa duração por suas imagens que retratam a vida na Coreia do Norte.

“Há anos a World Press Photo vem abordando a questão dos refugiados de conflitos no Oriente Médio e África. Não fosse pelas fotografias, talvez não soubéssemos a real gravidade do que está acontecendo. É uma das maiores crises humanitárias da História. Espero que a exposição ajude as pessoas a se sensibilizar e refletir sobre o assunto”, enfatiza Rafael Ferraz, organizador da exposição e sócio da Capadócia Produtora Cultural, responsável há nove anos por trazer a mostra ao Brasil.

                 World Press Photo 2016               Esperança para uma nova vida – Foto vencedora do World Press Photo 2016.Um homem passa um bebê através da cerca na fronteira entre a Sérvia e a Hungria:Foto: Warren Richardson

                 World Press Photo 2016               Vida dura para os orangotangos – Foto do portfólio vencedor da Categoria Natureza (Portfólio) do World Press Photo 2016.Incêndios, comércio ilegal de animais e perda de habitat devido ao desmatamento são ameaças aos orangotangos. Muitos órfãos acabam em centros de reabilitação:Foto: Tim Laman

                 World Press Photo 2016

Guerra do marfim – Foto do portfólio da reportagem de National Geographic que ficou em segundo lugar na Categoria Natureza (Portfólio) do World Press Photo 2016.A série retrata os grupos armados que lucram com o comércio ilegal de marfime as pessoas que lutam contra eles:Foto: Brent Stirton

                 World Press Photo 2016

Camaleões sob pressão – Foto do portfólio da reportagem de National Geographic que ficou em terceiro lugar na Categoria Natureza (Portfólio) do World Press Photo 2016Madagascar detém mais de metade das espécies de camaleão do mundo.No entanto, como resultado do desmatamento causando perda de habitat, 50 por cento das espécies está ameaçada:Foto: Christian Ziegler

                 World Press Photo 2016

Membro do Estado IslÂmico tratado em hospital curdo – Foto do brasileiro Mauricio Lima, vencedora da Categoria Notícias (Fotografia única) do World Press Photo 2016.Um médico esfrega pomada sobre as queimaduras de Jacob, um membro do Estado Islâmico de 16 anos, em um complexo hospitalar na periferia de Hasakah, Síria. Atrás dos dois, um cartaz de Abdullah Ocalan, líder preso do Curdistão Partido dos Trabalhadores:Foto: Mauricio Lima

                 World Press Photo 2016

Favelas do Brasil – Foto do portfólio que ficou em terceiro lugar na Categoria Cotidiano (Portfólio) do World Press Photo 2016.O líder do Papo Reto, coletivo de comunicação independente composto por jovens moradores dos Complexos do Alemão e Penha, recebe uma imagem de um motorista de táxi de 22 anos morto a tiros por um policial:Foto: Sebastián Liste/Noor

                 World Press Photo 2016

Favelas do Brasil – Foto do portfólio que ficou em terceiro lugar na Categoria Cotidiano (Portfólio) do World Press Photo 2016.Membros do Coletivo Papo Reto tiram fotos e fazem vídeos do carro tanque de patrulhamento do Batalhão de Operações Policiais Especiais (BOPE) nas ruas da Vila Aliança depois de um motorista de táxi der baleado pela polícia:Foto: Sebastián Liste/Noor

                 World Press Photo 2016

Favelas do Brasil – Foto do portfólio que ficou em terceiro lugar na Categoria Cotidiano (Portfólio) do World Press Photo 2016.Policiais patrulham as ruas da Vila Aliança,  no Rio de Janeiro, depois de um motorista de táxi ser baleado pela polícia:Foto: Sebastián Liste/Noor

                 31

Favelas do Brasil – Foto do portfólio que ficou em terceiro lugar na Categoria de Cotidiano (Portfólio) do World Press Photo 2016.Um grupo de amigos do Complexo do Alemão, uma favela no Rio de Janeiro, formou o coletivo Papo Reto, que usa as mídias sociais para comunicarhistórias da comunidade que são ignoradas pela mídia tradicional:Foto: Sebastián Liste/Noor

                 World Press Photo 2016

Talibés, escravos modernos – Vencedor da Categoria Temas Contemporâneos (portfólio) do World Press Photo 2016Abdoulaye, de 15 anos, é um talibé preso em uma sala com barras de segurança para impedi-lo de fugir:Foto: Mário Cruz

                 World Press Photo 2016

O vício de carvão da China – Vencedor da Categoria de Cotidiano (Fotografia única) do World Press Photo 2016.Homens chineses puxar um triciclo em um bairro ao lado de uma termelétrica a carvão em Shanxi, na China. Uma história de forte dependência da queima de carvão para obtenção de energia transformou a China na fonte de quase um terço do dióxido de carbono (CO2) do mundo, o gás é amplamente citado por cientistas e ambientalistas como a principal causa do aquecimento global:Foto: Kevin Frayer/Getty Images

                 World Press Photo 2016

Tribo Munduruku da Amazônia – A foto do brasileiro Mauricio Lima ficou em segundo lugar na Categoria Quotidiano (Fotografia única) do World Press Photo 2016.Crianças Munduruku brincam no rio Tapajós na área indígena deSaware Muybu, Itaituba, Brasil. Os homens da tribo, que durante séculos santificaram o Tapajós, lutam pela sobrevivência. O governo do Brasil planeja inundar grande parte do seu terreno para construir uma barragem hidroeléctrica como parte de uma estratégia energética mais ampla em toda a Folresta Amazônica:Foto: Mauricio Lima/Al Jazeera America

                 World Press Photo 2016

Crise de Refugiados na Europa – Foto do portfólio vencedor da Categoria Notícias (Portfólio) do World Press Photo 2016.Refugiados chegam de barco perto da aldeia de Skala em Lesbos, Grécia:Foto: Sergey Ponomarev/The New York Times

                 World Press Photo 2016

Neblina na China – Vencedor da Categoria Temas Contemporâneos (Fotografia única) do World Press Photo 2016.Uma cidade no norte da China envolta em neblina:Foto: Zhang Lei/Tianjin Daily

 

                 World Press Photo 2016

Foto vencedora da Categoria de Cotidiano (Portfólio) do World Press Photo 2016.Equipes de pesquisa do Chile, China e Rússia buscam exploraroportunidades comerciais que surgirão após os tratados que protegem o continentepara fins científicos expirarem:Foto: Daniel Berehulak/The New York Times

                 World Press Photo 2016

Agressão sexual nas Forças Armadas dos EUA – Foto do portfólio vencedor da Categoria Projectos de longa duração do World Press Photo 2016.A série retrata mulheres que foram estupradas ou abusadas sexualmente enquanto serviam as Forças Armadas dos EUA:Foto: Mary F. Calver

                 World Press Photo 2016

Resultado de ataques aéreos na Síria – Foto do portfólio vencedor da Categoria Notícias de Última Hora (Portfólio) do World Press Photo 2016.Douma, uma cidade controlada pelos rebeldes em um subúrbio de Damasco, capital da Síria, tem sido alvo de  bombardeios aéreos:Foto: Sameer Al-Doumy/Agence France-Presse

                 World Press Photo 2016

Tempestade em BondiBeach – Foto vencedora da Categoria Natureza (Fotografia única) do World Press Photo 2016.Uma enorme nuvem paira sobre Bondi Beach, Sydney, Austrália, enquanto uma banhista lê despreocupada, alheia à tempestade:Foto: Rohan Kelly/Daily Telegraph

                 World Press Photo 2016

Esperando para se registrar – Foto vencedora da Categoria Pessoas (Fotografia única) do World Press Photo 2016.Uma criança é coberta com uma capa de chuva enquanto espera na fila para se registrar em um acampamento de refugiados em Preševo, Sérvia:Foto: Matic Zorman

                 World Press Photo 2016

Exposição – Foto do portfólio vencedor da Categoria Pessoas (Portfólio) do World Press Photo 2016.O pior acidente nuclear do mundo aconteceu em 26 de Abril de 1986 na Usina nuclear Chernobyl. 5 meses após o desastre, uma menina nasceu em Kiev a 100 km ao sul de Chernobyl. O vento carregava uma grande quantidade de elementos radioativos, e a menina se tornou uma das vítimas da tragédia. Esta série de imagens representam os últimos 30 anos da vida daquela menina invisível:Foto: Kazuma Obara

                 World Press Photo 2016

Campeonato Mundial FIS – Foto vencedora da Categoria Esporte (Fotografia única) do World Press Photo 2016.Ondrej Banco da República Checa cai durante a corrida downhill durante o Campeonato Mundial FIS em Beaver Creek, Colorado, EUA:Foto: Christian Walgram/GEPA pictures

                 World Press Photo 2016

Hockey em Vetluga – Foto do portfólio vencedor da Categoria Esporte (Portfólio) do World Press Photo 2016.Evgeny Solovyov, treinador do time de hockey HC Vetluga prepara o estádio para a partida em Vetluga, Rússia:

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s