Artista sai pelas ruas espalhando divertidas miniaturas de personagens animados famosos

O artista francĂȘs Oakoak continua espalhando pelas ruas parisienses sua incrĂ­vel street art. Seus desenhos sĂŁo coloridos, lĂșdicos, inteligentes e despertam um sorriso por quem passa pelos locais onde eles se encontram. O francĂȘs realiza suas obras nos muros, no chĂŁo e aproveita as imperfeiçÔes dos lugares, fazendo-as interagir com sua arte. O trabalho, alĂ©m de genial, permite dar uma nova vida aos lugares cinzas da cidade.

Recentemente, Oakoak criou novas peças com a temåtica Os Simpsons na cidade de Saint Etienne, na França. Um dos desenhos mostra Homer Simpson dormindo e babando com uma pilha de doces nas mãos e em sua barriga. Um outro retrata o barman Moe dentro de um balcão e Sideshow Bob atrås das grades, é claro! Suas obras serviram como uma forma de homenagear Sam Simon, o criador da famosa série, que faleceu em 8 de março de 2015, depois de enfrentar cùncer de cólon (Simon decidiu doar sua fortuna pra caridade.

Com Simpsons ou sem eles, vale a pena conferir essas divertidas miniaturas que andam espalhando sorrisos por aĂ­:

simpsom 01

simp 02

simp 03

simpsom no muro

simp desenho 05

simp desenho 06

simp desenho 07

simp desenho 08

simp desenho 09

simp desenho 10

simp desenho 11

desenhos 01

desenhos 02

desenhos 03

simp 04

desenho 05

desenho 06

desenho 07

desenho 08

desenho 09

Todas as imagens © Oakoak

FamĂ­lia adota gatinha e cria ĂĄlbum fotogrĂĄfico encantador para celebrar sua chegada

O que acontece quando uma fotĂłgrafa adota uma gatinha? Uma sessĂŁo de fotos cheia de fofura, Ă© Ăłbvio! Pelo menos foi assim que a fotĂłgrafa Cassie Borcherding, de Missouri, nos Estados Unidos, celebrou a chegada do novo membro da famĂ­lia, a gatinha Elsa.

O animal foi encontrado na garagem da casa em que Cassie vive com o marido e seus quatro filhos. A princípio, eles não pensaram em adotå-la, até que Emma, sua filha de 4 anos, insistiu para que mantivessem o animal. Após tentar localizar possíveis donos, a família chegou à conclusão de que a gatinha estava realmente abandonada e decidiu adotå-la.

Como Cassie Ă© uma fotĂłgrafa profissional e costuma fazer ĂĄlbuns de bebĂȘs, sua filha pediu que o felino tambĂ©m ganhasse a sua prĂłpria sessĂŁo de fotos – o que foi prontamente atendido. ApĂłs compartilhar as imagens no Facebook, fotografias contaram com mais de 9 mil compartilhamentos.

O lado triste da história é que a gatinha desapareceu após a sessão de fotos
 Através da rede social, a família garante que ainda estå em busca do animal.

elsa1 

elsa2 

elsa3 

elsa4 

elsa5 

elsa6 

Todas as fotos © Storybook Moments

Ela documenta o dia a dia de sua mĂŁe com vĂ­deos e relatos poderosos pra mostrar como Ă© a vida com esquizofrenia

Muitas pessoas ainda tĂȘm dificuldade de entender quem convive com algum problema mental, como a esquizofrenia. E nĂŁo existe ninguĂ©m melhor para falar sobre a doença do que alguĂ©m que convive com ela desde que nasceu. É o caso de Emily Robinson, cuja mĂŁe Cindy foi diagnosticada com esquizofrenia quando tinha 20 e poucos anos.

Para conscientizar o mundo sobre a doença e mostrar como Ă© a realidade de quem convive com ela, Emily criou a pĂĄgina no Facebook You Are In This World, onde compartilha mais sobre a vida de sua mĂŁe com o distĂșrbio. Na pĂĄgina sĂŁo mostradas fotos, vĂ­deos e relatos de experiĂȘncias vividas em famĂ­lia para que qualquer um possa entender como Ă© a vida ao lado de quem sofre com esquizofrenia.

A pĂĄgina foi criada em abril deste ano e jĂĄ reĂșne mais de 15 mil curtidas atravĂ©s da rede social.

esq2

esq3

“Ela nĂŁo iria propositadamente atirar a foto minha e de minha filha no cartĂŁo de Natal no lixo. Eu sei que ela nĂŁo iria. Eu nĂŁo estou autorizada a sentir pena de mim. Eu posso parar por um momento e imaginar o que ela pode sentir de me ver limpando o lixo que ela fez dos meus presentes. Vergonha. Ela sentiria tanta vergonha. De repente, eu sou grata por ser a Ășnica a limpĂĄ-lo, e nĂŁo ela. Mais tarde, quando ela se sentir melhor e puder ver da maneira que faço, seria terrĂ­vel demais testemunhar o que ela fez quando nĂŁo estava em si”.

esq4

“NĂłs conversamos por uns bons 15 minutos. Ela ainda estĂĄ muito frustrada e agitada (ela nĂŁo pode fumar hå duas semanas), mas ela tambĂ©m riu. Lembrei-lhe que seus pulmĂ”es estĂŁo provavelmente fazendo uma dança feliz, e ela começou a rir e concordou”. 

esq5

“A minha mãe tinha esses anjos de plástico em sua mesa que ela tinha tirado do lixo na igreja. Ela me contou como todos eles tinham algo quebrado e ela tinha colado de volta as peças que ela pîde salvar. O primeiro não tinha asas. O segundo tinha asas que ela colou de volta, mas não tinha trombeta. O terceiro tinha asas e uma trombeta. ‘Os outros podem aspirar a mais, eu acho’, disse ela. E riu”.

esq6

Ontem ela me ligou do hospital.
“Olá, Emily? Eu só queria dizer: Eu realmente sinto muito por ter dito todas aquelas coisas horríveis. Eu realmente só quero um cigarro.”
“EstĂĄ tudo bem, mĂŁe. Eu te amo. Eu sei que vocĂȘ quer um cigarro. Eu sei que vocĂȘ me ama tambĂ©m.”
“É incondicional. Assim como vocĂȘ disse. NĂłs nos amamos incondicionalmente.”

esq7

esq8

Minha mĂŁe foi mandada para casa do hospital psiquiĂĄtrico. Como Ă© comum em casos de doença mental, “ir para casa” nĂŁo significa “estar bem”. Tem sido uma batalha difĂ­cil para o meu irmĂŁo para que ela se situe novamente, e ele tem pesadelos logĂ­sticos tentando fazer sua medicação ser organizada e administrada, etc ..

esq10

Nós conversamos um pouco e ela disse: ‘Eu não estou me sentindo muito bem, acho que preciso dizer boa noite.’
Perguntei: ‘O que estĂĄ acontecendo? VocĂȘ estĂĄ se sentindo um pouco doidinha?’
‘Sim, acho que sim’, disse ela, em seguida, acrescentou: ‘Às vezes vocĂȘ se sente como uma louca, Ă s vezes nĂŁo!’ e riu.

Todas as fotos: Reprodução Facebook

Este elefante de pelĂșcia estĂĄ ‘dando a volta ao mundo’ por um Ăłtimo motivo

https://fbcdn-sphotos-c-a.akamaihd.net/hphotos-ak-xaf1/v/t1.0-9/13590468_1743019375974483_1663208570594763484_n.jpg?oh=224ad8b3a5befca684d4d1f0a6a4e1df&oe=58028903&__gda__=1479926196_c7c0909e638379e93be9d8d0444caa02

O que vocĂȘ faz quando seu filho nĂŁo para de chorar porque perdeu o seu brinquedo favorito? Compra outro? Nada disso! Um pai inventou uma histĂłria de que seu ursinho de pelĂșcia estava viajando o mundo! Olha sĂł que utilidade incrĂ­vel para a criatividade!

Um garotinho recentemente teve o coração partido ao perder seu brinquedo favorito: um elefantinho de brinquedo. E foi aí que seus pais tiveram uma ideia brilhante: eles contaram que o elefante simplesmente decidiu embarcar em uma aventura pelo mundo.

Depois que a imagem do brinquedo foi postada no site da Reddit, os exército da internet passou a desenvolver cenårios para lå de incríveis para o brinquedo perdido. Veja as imagens abaixo e eleja o seu Photoshop preferido!

4

5

1

2

3

lost-toy-travel-world-photoshop-battle-4-577a2d7c6407c__700

lost-toy-travel-world-photoshop-battle-5-577a2d7eb75bc__700

lost-toy-travel-world-photoshop-battle-6-577a2d8192492__700

lost-toy-travel-world-photoshop-battle-9-577a2d88c38d7__700

lost-toy-travel-world-photoshop-battle-13-577a2d92c5907__700

lost-toy-travel-world-photoshop-battle-14-577a2d94c3213__700

lost-toy-travel-world-photoshop-battle-24-577a2dabae458__700

lost-toy-travel-world-photoshop-battle-25-577a2dadbfb83__700

lost-toy-travel-world-photoshop-battle-26-577a2dafc1430__700

Todas as imagens: Reprodução Reddit

FOTO DO DIA

https://s-media-cache-ak0.pinimg.com/564x/83/dd/1f/83dd1ffc0dc7231187e91ce92cead85a.jpg

Amar ao prĂłximo Ă© fazer a alegria de alguĂ©m, por mais insignificante que ela possa parecer.É ter olhos de ver a necessidade embutida nos olhos tristes.É ter ouvidos de ouvir os soluços afogados na garganta e os pedidos jamais expressos.Amar ao prĂłximo Ă© simplesmente ter a capacidade de olhar um pouco alĂ©m de si mesmo.

Como uma dupla polonesa estĂĄ transformando prĂ©dios sem graça em incrĂ­veis murais de arte

Sainer e Betz, a dupla de artistas poloneses conhecida como Etam Cru, transformam simples paredes de concreto em arte ao redor da Europa. Os desenhos impressionam pelas suas cores fortes, tamanhos, temas surreais, enfatizando o sarcasmo e o humor. A arte revitaliza os espaços pĂșblicos e dĂĄ vida aos lugares abandonados e cinzas das cidades.

Os artistas representam objetos reais e figuras humanas ligados Ă  fantasia e misticismo. A riqueza dos detalhes e a grande escala dos desenhos impressionam os que andam pelas ruas e exigem muito tempo de trabalho, inclusive andaimes e elevadores para serem concluĂ­das.

Os meninos sĂŁo um sinal da aceitação da street art pela sociedade e, alĂ©m de serem reconhecidos como artistas de alto potencial, recebem assistĂȘncia do governo polonĂȘs e outros incentivos.

Confira abaixo o incrĂ­vel mundo das cores dessa dupla de grafiteiros:

mural 03

mural 05

mural 06

mural 12

mural 07

mural 10

mural 11

mural 15

mural 13

mural 14

mural 09

mural 02

grafite

grafite 01

Todas as fotos © Etam Cru

Parque de diversĂŁo para cachorros tem praia, piscina de bolinhas e pula pula

 
Quem ama cachorros vai amar essa novidade do Shopping Villa-Lobos, em São Paulo: agora os pets serão super bem-vindos ao espaço para brincar no Pet&Play, uma espécie de parque de diversÔes canino. O playground serå inaugurado no dia 16 de junho e ficarå em funcionamento até 10 de julho.

A årea serå montada em um espaço de 500 metros quadrados no estacionamento aberto do shopping e conterå diversas atraçÔes pensadas especialmente para os cães, como uma piscina de bolinhas, um pula-pula, uma årea de agility (corrida de obståculos) e uma sala de bolinhas em que o brinquedo cai de um compartimento para os dogs brincarem. A entrada no espaço custa R$ 15 e då direito a aproveitar as quatro atraçÔes.

cao1 

Outra opção serĂĄ levar os cĂŁes para o “espaço praia”, que terĂĄ 25 mÂČ com areia, alĂ©m de uma piscina para os bichanos se divertirem na ĂĄgua – os menores ganham boias para evitar qualquer risco de afogamento. Ao final da brincadeira, os mascotes podem tomar um banho, com um investimento a partir de R$ 45.

Aos finais de semana, o espaço recebe ainda uma feira de adoção, em que mais de 80 animais das ONGs Clube dos Vira-Latas e Aliança Internacional do Animal estarão buscando um novo lar. Outras atraçÔes incluem a possibilidade de ter uma foto com seu cãozinho feita pela fotógrafa Ana Paula Amaral, além de espaços para festas, apresentaçÔes de adestramento, petiscos caninos, palestras e até mesmo obras de arte temåticas.

cao2 

Fotos: Reprodução. Foto via

‘Montadas para o Bem’: drag queens se unem para ajudar moradores de rua em BrasĂ­lia

Em tempos onde muito se fala e pouco se faz, mostrar iniciativas como essa då uma bela lição a todas as pessoas que infelizmente são cobertas de preconceitos e ignorùncia a respeito do universo LGBT.

Em BrasĂ­lia, um grupo de drag queens criou o projeto “Montadas para o Bem“, que inclui integrantes como Carrie Myers, Pikineia Minaj, Mary Gambiarra, Laurie Bluee e Poppy Moore, que sempre animam o final de semana na balada Victoria Haus, e desta vez se juntaram para promover, alĂ©m de sorrisos, ajuda ao prĂłximo.

No final do mĂȘs de junho, elas foram atĂ© a RodoviĂĄria do Plano Piloto para doar agasalhos aos moradores de rua que passam a noite por ali, e conseguiram arrecadar mais de mil peças em menos de trĂȘs semanas.

Wellison Sobrinho, JĂșnior Reis, Carrie Myers, PikinĂ©ia Minaj, Mary Gambiarra, Laurie Bluee, Poppy Moore e Lelber Barboza
Wellison Sobrinho, JĂșnior Reis, Carrie Myers, PikinĂ©ia Minaj, Mary Gambiarra, Laurie Bluee, Poppy Moore e Lelber Barboza. Foto © Leonardo Arruda/Metropoles

“Pouco tempo atrás, nós perdemos um amigo, que trabalhava com a gente no backstage da boate. Isso fez com que nós pensássemos mais na ajuda ao próximo”, conta a artista Laurie Blue em conversa com o Portal da Band.

“AlĂ©m de ajudarmos, tambĂ©m estamos mostrando que a drag queen estĂĄ alĂ©m dos palcos. Ela pode estar no palco brilhando, fazendo show e divertindo plateias, mas tambĂ©m pode estar na rua mostrando que Ă© um ser humano, e que isso independe de sexualidade ou de qualquer outra coisa”, acrescenta.


Foto © Leonardo Arruda/Metropoles

 

Durante algumas horas elas fizeram as entregas e, ao contrårio do que muita gente possa pensar, as meninas foram muito bem recebidas e não sofreram nenhum tipo de preconceito. O que receberam foram muitos abraços de agradecimentos e elogios pela atitude.

Em depoimento ao site Metropoles, Mary Gambiarra diz que a drag tem um poder maravilhoso que faz com que, onde quer que chegue, seja sempre bem recebida. AtĂ© porque as pessoas gostam e se divertem muito com elas. Por isso pensaram que poderiam usar o talento tambĂ©m para algo relacionado a solidariedade. “O Brasil precisa de amor e nĂłs tanto gostamos de oferecer e receber amor“.

montadas para o bem

13466351_992446070872178_8884399302758403705_n

13320779_979310405519078_2744995900368562214_o

13342980_978579138925538_5161044017329282448_n

E elas nĂŁo vĂŁo parar por aqui, pois haverĂĄ mais uma entrega de cobertores, mantas e sapatos, e em agosto o grupo começa a receber doaçÔes de alimentos, cuja previsĂŁo de entrega Ă© para o mĂȘs de setembro.

Fotos: Reprodução Facebook / via / via

VĂ­deo tocante mostra a menina de 5 anos que guia seu pai com deficiĂȘncia visual para o trabalho todos os dias

Aqui a gente gosta mesmo é de inspiração, para trazer para o seu dia e para a sua vida ainda mais valor (S2). Essa é uma daquelas muitas histórias que a gente mostra e que nos fazem refletir sobre o que estamos reclamando e o que estamos aplaudindo em nosso dia a dia. Vem ver só que lição de vida!

Esta garotinha filipina de apenas de 5 anos de idade foi gravada levando seu pai com deficiĂȘncia visual para escola e o vĂ­deo tornou-se viral. Seu pai, Nelson Pepe, tambĂ©m conhecido como “Dodong”, trabalha em uma fazenda de coco nas Filipinas e ganha cerca de US$ 9 por dia. Mas nada disso Ă© motivo para chorar. Jenny, sua pequena filha, o ajuda a caminhar para o trabalho todos os dias o guiando com uma vara. Sempre com um sorriso no rosto!

13537645_1790503624503315_6071838613179762281_n

O vídeo foi gravado por uma moradora local, Rhuby Capunes Pabillon. Foi publicado em sua pågina no Facebook no dia 10 de junho e desde então jå coleciona mais de 2,5 milhÔes de visualizaçÔes. Då uma olhada:

E foi diante de tanta visibilidade que uma instituição de caridade entrou em contato com a famĂ­lia para oferecer assistĂȘncia.

A ABS-CBN Foundation visitou a famĂ­lia e levou Nelson para um hospital na cidade de Manila, onde ele foi diagnosticado com um descolamento da retina e com retinite pigmentosa, um conjunto de  doenças hereditĂĄrias, que causam a degeneração da retina, regiĂŁo do fundo do olho humano responsĂĄvel pela captura de imagens. Agora ele serĂĄ submetido a uma “formação de subsistĂȘncia” e Jenny em breve serĂĄ transferida para um “ambiente seguro”.

13524313_1790519007835110_13222059307387225_n

13495005_1790503627836648_1202154250445983558_n

13509116_1790503631169981_4935514646684880140_n

13592183_1793424650877879_8524911622043137873_n

Todas as fotos: Reprodução Facebook

Pai e filha fazem sucesso no Instagram ao exaltar a beleza de seus cabelos – e penteados – afro

Os pais são os principais responsåveis por ajudar qualquer criança a moldar sua personalidade e conquistar sua autoestima. Alguns se saem bem nessa tarefa, mas são raros os que chegam ao nível que chegou o artista Benny Harlem, de Nova York.

Benny se destaca pelo seu estilo e uma cabeleira de dar inveja a qualquer um. Através do Instagram, ele compartilha fotos suas com sua filha Jaxyn de apenas 6 anos, que estå seguindo à risca o exemplo e esbanjando criatividade nos penteados.

O destaque fica para o incrível cabelo afro exibido com muito orgulho por pai e filha! Os looks dos dois são seguidos de perto por mais de 120 mil pessoas através da rede social e mostram a inspiradora relação entre Benny e Jaxyn.

Espia sĂł:

benny1

benny2

benny3

benny4

benny5

benny6

benny7

benny8

benny9

Todas as fotos: Reprodução Instagram