10 passageiros que se tornaram pilotos em pleno voo


Ter medo de voar não é algo muito racional quando olhamos para as estatísticas, levando-se em conta que o avião é um dos modos de transporte mais seguros do mundo – muito mais garantido que, por exemplo, andar de carro.
Mas as dez histórias abaixo não vão ajudar ninguém a abandonar essa fobia. Isso porque, quando raros problemas de fato surgem, os passageiros podem ser forçados a bancar pilotos para tentar salvar suas próprias vidas e de seus colegas de viagem.

10. Homem de 70 anos legalmente cego consegue pousar avião

passageiros e pilotos 10 

Em novembro de 1986, Charles Law, 70 anos, entrou em um avião como passageiro, ao lado de seu amigo Harry “Buck” Stiteler, 80 anos, que estava pilotando o veículo. A aeronave decolou do aeroporto Cable Airport, na Califórnia, com uma parada no Corona Municipal Airport, seguida por outra parada no aeroporto Rialto Airport.
Depois do almoço, a dupla começou seu voo de volta para Upland. Tudo corria bem até o aviao iniciar sua abordagem em Cable Airport. Foi quando Stiteler perdeu a consciência. Law percebeu que algo estava acontecendo, apesar de ser legalmente cego. Tocando o amigo, viu que ele estava frio e indiferente.
Law costumava pilotar aviões semelhantes antes de perder a maior parte de sua vista. Apesar da idade e da condição limitada, Law entrou em ação e de alguma forma conseguiu “sentir” o caminho até o aeroporto, pousando o avião intacto. Ele e seu amigo foram levados às pressas para o hospital, mas só Law sobreviveu. Stiteler foi declarado morto pouco depois de chegar à emergência.

9. Empresário precisa assumir o controle de um avião depois da morte do piloto

passageiros e pilotos 9 

Em fevereiro de 2000, o empresário Victor Consunji estava em um avião Cessna a caminho de Manila, nas Filipinas, quando o piloto perdeu a consciência e morreu depois de sofrer um ataque cardíaco. Consunji, que nunca tinha pilotado uma aeronave de qualquer tipo antes, foi forçado a assumir o controle a fim de que ele e os outros dois passageiros a bordo não morressem.
Ele enviou uma transmissão de sua situação, que atraiu a atenção de um piloto da companhia Asian Spirit. O piloto instruiu Consunji a operar os controles do avião e ler os indicadores de velocidade e altitude, alertando para que o empresário não deixasse o Cessna cair abaixo de 160 quilômetros por hora.
Consunji conseguiu pousar a aeronave com segurança na água próxima a uma praia nas Filipinas. Ele e seus companheiros de viagem tiveram apenas ferimentos leves.

8. Ator famoso precisa tomar controle de avião para salvar sua família

passageiros e pilotos 8 

Em março de 2001, o ator Rowan Atkinson, famoso por interpretar Mr. Bean, teve que aprender a voar a força. Ele e sua família eram passageiros de um avião fretado Cessna 202, prestes a chegar no Aeroporto de Nairóbi, quando o piloto desmaiou.
Enquanto a esposa de Atkinson, Sunetra, e seus dois filhos, Ben, de oito anos, e Lilly, de seis, tentavam acordar o homem, Mr. Bean tomou o controle do avião. Eventualmente, o piloto voltou à consciência e retomou o controle da aeronave, pousando com segurança no aeroporto.

7. Dois homens pousam avião quase despedaçando-o, quando piloto tem ataque cardíaco

passageiros e pilotos 7 

Em maio de 2005, o piloto Douglas R. Reichardt, 49 anos, e seus passageiros, Gerry Garapich e Bob Powelson, estavam voando de North Las Vegas para San Diego. Perto de Boulder City, em Nevada, Reichardt começou a se sentir mal, e eles decidiram voltar. Conforme Reichardt aproximou-se novam ente do aeroporto em North Las Vegas, teve um ataque cardíaco e perdeu a consciência.
Garapich e Powelson entraram em ação, tentando pousar o avião. Garapich tinha pilotado um planador há 25 anos. Tirando isso, nenhum dos dois homens tinha qualquer experiência.Eles circularam o aeroporto três vezes para tentar descobrir o que fazer. Em seguida, desceram. A queda foi dura. Pedaços da aeronave podiam ser vistos espalhados pelo chão. Ambos os passageiros sobreviveram, apesar de terem ficado feridos. Garapich trincou duas vértebras e Powelson precisou dar 17 pontos acima de seus olhos.Os três homens foram levados para Centro Médico da Universidade de Las Vegas, onde Reichardt morreu.

6. Farmacêutico precisa pilotar avião complexo depois de piloto falecer em pleno ar

passageiros e pilotos 6 

Em abril de 2009, o farmacêutico Doug White, 56 anos, sua esposa Terry e suas duas filhas adolescentes estavam a bordo de um avião turboélice King Air fretado, voltando do funeral de seu irmão. A caminho de sua casa em Orlando, o piloto perdeu a consciência. Numa comunicação de rádio, White disse a controladores de tráfego aéreo que tinha visto os olhos do piloto rolarem para trás e que acreditava que ele estava morto.
White estava certo: o piloto tinha morrido em pleno voo. Com sua vida e de sua família em jogo, White precisava pilotar a aeronave, com a ajuda da instrutora de voo Lisa Grimm. White havia completado algumas aulas de instrução de voo no passado, mas tinha voado apenas um Cessna, um avião menor e muito menos sofisticado (por exemplo, possuía apenas um motor, ao contrário do King Air).
Mesmo com suas filhas em pânico, rezando e vomitando, White se mostrou à altura do desafio. Com a ajuda de Grimm e outros controladores de tráfego aéreo no aeroporto internacional de Fort Myers, para o qual seu avião seria desviado, o farmacêutico conseguiu pousar a aeronave com segurança. Kari Sorenson, instrutora de pilotos, também ajudou White durante toda a situação e ficou espantada com a velocidade com que ele aprendeu a controlar o King Air.
Após a aterragem, ele e sua família receberam a maior honra da Associação de Controladores de Tráfego Aéreo Nacional em uma cerimônia em Orlando, onde se encontraram com o pessoal que auxiliou a família durante a situação tensa. Neste momento, souberam que tinham uma chance de apenas 5% de sobreviver ao calvário.

5. Mulher quase precisa liberar paraquedas de avião quando seu marido piloto desmaia sobre montanhas

passageiros e pilotos 5 

Em maio de 2011, uma mulher não identificada teve uma experiência aterrorizante. Seu marido, o piloto, começou a ter dificuldades em respirar e perdeu o controle de seu avião, descrito como um Cirrus monomotor de quatro lugares. O incidente não poderia ter acontecido em um momento pior. Os últimos controladores de tráfego aéreo ouviram que o avião estava indo em direção às Montanhas Rochosas, nos EUA. Eles perderam contato com a aeronave enquanto ela mergulhava em direção aos picos de San Juan.
Treze minutos se passaram. Finalmente, o contato por rádio foi restabelecido, ao que a voz da mulher informou que ela estava tentando acordar seu marido e não tinha ideia de como pilotar o avião.
Felizmente, um voo da Great Lakes Airlines estava nas proximidades. Estabelecendo contato por rádio com a mulher, o piloto desse voo tentou instruí-la a respeito de como pousar. Ela não conseguiu controlar a aeronave, de forma que desligou o motor e estava se preparando para libertar o paraquedas do avião. Foi quando seu marido, que havia ficado inconsciente por quase 40 minutos, acordou e assumiu o controle do avião a tempo de salvar a vida de ambos.

4. Passageiro pousa com dificuldade após três tentativas depois de colapso do piloto

SONY DSC 

Em outubro de 2013, o piloto de um Cessna 172 entrou em colapso próximo ao Sandtoft Airfield, na Inglaterra, e mais tarde morreu. O passageiro John Wildey estava a 40 quilômetros da pista de pouso quando o piloto entregou o controle do avião para ele.
Wildey não teve sucesso em sua primeira tentativa de chegar ao chão. Nem na segunda. Ou na terceira. Finalmente, em sua quarta abordagem, ele foi capaz de pousar, apesar de uma testemunha, Stuart Sykes, caracterizar a aterragem como mais do que apenas um pouco irregular, com faíscas saindo da hélice.
Wildey, incapaz de frear, saiu da pista em direção a uma parede. Felizmente, conseguiu parar o avião antes de colidir com ela. Ron Murray, um instrutor de voo, descreveu o desembarque como “muito bom” considerando que, sem luzes, o passageiro estava absolutamente voando às cegas.

3. Jovem que mal sabia dirigir um avião precisa tomar o controle quando piloto desmaia

passageiros e pilotos 3 

Troy Jenkins tinha apenas 19 anos em janeiro de 2014, quando teve que controlar um avião depois que o piloto do Cessna Piper PA-28-180 no qual estava a bordo, Derek Neville, 61 anos, perdeu a consciência nos céus da Austrália, pouco depois da decolagem.
Jenkins conseguiu manter o avião no ar enquanto fazia uma chamada de socorro por rádio. O piloto Paul Reynolds, que estava voando nas proximidades, instruiu o adolescente a manter altitude. Jenkins tinha feito uma ou duas lições de voo com Neville, mas não sabia pousar.
Felizmente, Neville acordou e retomou o controle da aeronave.

2. Mulher pousa sobre uma plantação de laranjas depois que seu marido morre em pleno ar

passageiros e pilotos 2 

Em 2015, uma mulher estava voltando para casa com o marido, que estava pilotando um avião. O voo saiu de Trebujena em direção Coria del Rio, uma pequena cidade perto de Sevilha, na Espanha. Perto de seu destino final, o marido perdeu consciência.
A mulher não identificada não tinha experiência de voo. Apesar disso, ela continuou voando durante 90 minutos, incapaz de ver o chão, porque o avião estava acima das nuvens. Para piorar a situação, ela não sabia nem ler uma bússola.
Controladores de tráfego aéreo enviaram um helicóptero para ajudar a guiá-la, e ela fez um pouso seguro. No entanto, errou a pista por 3 km e desembarcou em um laranjal. Apesar do medo e de queimaduras e ferimentos, a mulher se salvou. Seu marido não teve a mesma sorte, e foi declarado morto.

1. Passageiros de balão se ferem, mas conseguem pousar depois que piloto cai da cesta

passageiros e pilotos 1
 
Não são apenas passageiros de avião que precisam se tornar pilotos em pleno ar. Pelo menos um incidente envolvendo passageiros de balão de ar quente aconteceu em setembro de 1996, perto de uma estrada em Phoenix, nos EUA.
Depois de um passeio turístico, o piloto tentou pousar o seu balão e atingiu uma parede de concreto. O choque o fez voar para fora da cesta. Após o impacto, o balão saiu do controle. Encalhado no alto, os passageiros tiveram que se virar para não morrer.
O balão vagou pela paisagem desértica enquanto os passageiros o manobravam o melhor que podiam. Tendo passado perto de linhas de energia de alta tensão e rodovias movimentadas, todos a bordo ficaram feridos, mas sobreviveram. [Listverse]
Anúncios

Tumbas misteriosas são descobertas no Egito

A estátua de Osíris na tumba de Tebas, atual Luxor

A estátua de Osíris na tumba de Tebas, atual Luxor

Trabalhando na necrópole de Tebas, um vasto conglomerado de túmulos antigos e templos mortuários na antiga cidade de Tebas, atual Luxor, no Egito, arqueólogos descobriram uma tumba antiga, na margem oeste do Nilo, feita à semelhança do túmulo mítico de Osíris.

Além disso, o túmulo de uma rainha egípcia previamente desconhecida foi encontrado em uma pirâmide na necrópole do Cairo.

 

Rainha quem?

Túmulo encontrado da até então desconhecida Rainha Khentakawess III

Túmulo encontrado da até então desconhecida Rainha Khentakawess III

Uma equipe de arqueólogos do Instituto Tcheco de Egiptologia descobriu o túmulo de uma rainha egípcia previamente desconhecida, que eles agora acreditam ser a esposa do faraó Neferefre, que governou há 4.500 anos.

O túmulo foi descoberto em Abu Sir, que é uma vasta necrópole construída nas proximidades da capital egípcia do Cairo. Lá, há várias pirâmides dedicadas a faraós da Quinta Dinastia do Império Antigo (2494 a 2345 aC), incluindo Neferefre.

O ministro das antiguidades egípcias, Mamdouh al-Damaty, disse que o nome da rainha foi identificado como Khentakawess III graças a inscrições nas paredes de sua tumba.

“Esta descoberta vai lançar luz sobre certos aspectos desconhecidos da Quinta Dinastia, que junto com a Quarta Dinastia, testemunhou a construção das primeiras pirâmides”, disse al-Damaty.

Além de identificá-la como “esposa do rei”, a inscrição também indicava que a rainha era “mãe do rei”, provavelmente referindo-se ao faraó Menkauhor Kaiu, o sétimo governante da Quinta Dinastia, que administrou a região cerca de 2422 a 2414 aC.

 

A parte alta da tumba consiste de um “mastaba”, uma estrutura retangular de teto plano com os lados construídos em tijolo ou pedra, e uma capela, que originalmente tinha um par de portas falsas na parede oeste. A parte subterrânea da tumba consiste de uma câmara funerária.

O túmulo continha duas dezenas de utensílios feitos de calcário e cobre

O túmulo continha duas dezenas de utensílios feitos de calcário e cobre

Osíris

Outro túmulo misterioso foi encontrado em Abydos, uma das cidades mais antigas do Egito, na necrópole de Sheikh Abd el-Qurna, que contém a maior concentração de túmulos privados no complexo de Tebas.

Este é o lugar onde todos os sacerdotes e a nobreza egípcia foram enterrados durante o Império Novo, um período da história que durou do século 16 aC até o século 11 aC, governado pelas dinastias 18ª, 19ª e 20ª do Egito.

Parte do túmulo foi descoberto por Philippe Virey em 1887, mas nunca foi descrita. Assim, uma equipe de arqueólogos espanhóis e italianos liderados por María Álvarez Milagros Sosa do Projeto Min se propuseram a escavar suas múltiplas câmaras e poços este ano.

Tumba misteriosa de Tebas

Tumba misteriosa de Tebas

Eles relataram que a tumba foi modelada de acordo com o enorme túmulo de Osíris, um componente importante da antiga lenda egípcia.
Os arqueólogos acreditam que remonta a 25ª dinastia do Egito (760-656 aC) ou a 26ª (672-525 aC), com base em uma comparação com tumbas similares que contêm elementos parecidos. O exemplo mais famoso é o túmulo de Osíris, chamado de Osireon, embutido no complexo funeral de Seti I.

Osíris é o antigo deus egípcio dos mortos, da vida após a morte e do submundo. É descrito geralmente com uma pele brilhante verde-esmeralda, barba de um faraó, coroa adornada por duas penas de avestruz e pernas enfaixadas como uma múmia.

O simbolismo de Osíris é muito evidente na tumba, uma vez que todos os elementos que lembram o túmulo mítico estão presentes, como uma grande escada de 3,5 metros de comprimento levando para o Inferno, uma estátua de Osíris na parte mais alta, simbolizando seu isolamento; um corredor vazio que simboliza o canal de água e uma câmara abaixo da estátua, identificando o falecido com Osíris. [via, via]

A vila eco-friendly do Panamá que está sendo construída com garrafas plásticas


Que as garrafas plásticas parecem se multiplicar com uma frequência quase inimaginável pelo mundo é fácil de perceber. Difícil mesmo é encontrar uma solução para o problema. Uma vila eco-friendly construída inteiramente com garrafas plásticas pode ser o início dessa mudança.

A comunidade existe e fica em Isla Colón, no Panamá. Com 83 acres, ela está sendo construída usando garrafas descartadas e deverá contar com cerca de 120 casas de diferentes tamanhos. Por trás da iniciativa está Robert Bezeau, que se mudou do Canadá para a região há muitos anos com a intenção de criar projetos sustentáveis. Depois de estabelecer um programa de reciclagem em 2012, Robert havia juntado uma quantidade enorme de garrafas plásticas e começou a pensar em como utilizá-las.

 casa1

Pouco tempo depois, veio a ideia de construir casas com o material. Mesmo tendo apenas uma ideia básica de como realizar a construção, o projeto contou com a colaboração de arquitetos ao redor do país para seu aprimoramento. Hoje, as paredes da casa são feitas com as garrafas e depois cobertas com concreto, conferindo mais resistência e uma aparência mais agradável.

Quem passa pelas residências sequer pode imaginar que elas são feitas de materiais reciclados. O projeto começou com a construção de uma casa protótipo no final de 2015, com dois quartos. Agora, a segunda residência já começou a ser construída e deverá ser maior do que a anterior. Ao todo, espera-se oferecer três diferentes modelos de casa, além de outros desenhados sob medida. Os preços devem variar entre U$ 149 mil e U$ 300 mil.

casa2 

Além disso, a comunidade deverá contar com mini parques, jardins e áreas ecológicas. Mesmo estando longe, qualquer pessoa pode contribuir com o projeto, realizando uma doação através da plataforma de financiamento coletivo GoFundMe.

casa3 

casa4 

casa5 

casa6 

casa7 

casa8

Todas as fotos: Reprodução

Foto rara: peixe fica preso dentro de uma água-viva

Elas foram feitas pelo australiano Tim Samuel, um entusiasta do oceano, na praia em Byron Bay, na Austrália.Samuel ficou extremamente surpreso quando se deparou com o peixe dentro em uma água-viva. As imagens foram divulgadas na sua conta do Instagram em dezembro passado.O australiano disse à CNN que seguiu a dupla por cerca de 20 a 30 minutos e, apesar das dificuldades para fazer boas imagens, foi capaz de registrar o momento.

“O peixe parecia estar lutando um pouco. Tentava nadar em linha reta, mas a água-viva o tirava do curso, enviando-o em pequenos círculos”, contou ao portal. “Foi uma decisão difícil, eu definitivamente pensei em libertá-lo, mas no final decidi deixar a natureza seguir seu curso”.

Samuel afirmou estar em contato com biólogos marinhos através da publicação Australian Geographic, que disseram nunca ter visto nada parecido.A publicação citou Ian Tibbetts, biólogo marinho do Centro de Ciência Marinha da Universidade de Queensland, que sugere o peixe pode ser um jovem xaréu, conhecido por usar os ferrões de águas-vivas como proteção. “É difícil dizer se foi um desastre, ou se o peixe está feliz por estar lá”, teria dito Tibbetts.

peixe e agua viva 2

peixe e agua viva 2

peixe e agua viva 3

peixe e agua viva

[BoredPanda, CNN]

Cemitérios-floresta trocam lápides por árvores em áreas protegidas

A frieza e dureza dos cemitérios tradicionais cada vez mais vendo substituída por maneiras mais amorosas, significativas e ainda ecologicamente corretas de se despedir e cuidar da memória daqueles que amamos e que se foram. A empresa Better Place Forests oferece é a primeira empresa de cremação ecológica, que substitui as lápides por majestosas árvores, substituindo o cemitério por uma vistosa e bela floresta.

CEMITÉRIO3

A empresa atua nas florestas da costa norte da California, onde é possível adquirir um pedaço de terra para que uma pessoa ou toda uma família possa ter suas cinzas enterradas sob uma árvore, e ainda protegendo e mantendo a floresta propriamente. Assim, a própria árvore se torna um altar em tributo ao ente querido que se foi. O local adquirido é completamente privado, e pode ser visitado quando a família quiser.

CEMITÉRIO3

Com a super população que hoje habita o mundo – e que tende a crescer cada vez mais – encontrar meios alternativos de lidar com os mortos parece urgente e inevitável.

CEMITÉRIO1

Diante disso, nada parece mais bonito do que homenagear os que amamos com árvores, como um símbolo claro e profundo da própria vida.

© fotos: divulgação

12 contas de Instagram incríveis que retratam o que é viver em SP

O que acontece diariamente num lugar com 11.967.825 de pessoas, 8 milhões de veículos em circulação, 21 mil condomínios e 6 mil edifícios comerciais? São infinitas as possibilidades numa cidade tão gigantesca como São Paulo e, se você quer saber realmente como é viver nestas terras caóticas, precisa conhecer algumas contas no Instagram que retratam parte dessa realidade.

Não sei vocês, mas eu poderia passar dias da minha vida presa no universo mágico que é o Instagram. Essa é uma ferramenta e tanto para conhecer coisas diferentes, ter contato com outras culturas e desbravar novos horizontes. Além disso, é uma inspiração e tanto passar alguns minutinhos olhando fotos que contam histórias.

E não, não estou falando de selfies e sim de projetos fotográficos que agregam algum tipo de conhecimento ou aprendizado; que nos levam a caminhos desconhecidos. Mesmo se você já vive em SP, garanto que consegue ampliar seu olhar sobre a metrópole com a ajuda destes perfis:

1. Super São Paulo

Este é um Instagram para amantes da fotografia e do movimento das grandes cidades como SP. Com belas fotos escolhidas a dedo, o perfil inclui retratos do cotidiano em meio ao caos paulistano.

supersaopaulo

2. São Paulo Antiga

Um dos melhores perfis sobre a cidade, é carregado de história e inclui boas informações sobre o patrimônio arquitetônico e cultural de São Paulo em imagens atuais que relembram outras épocas. É uma delícia viajar no tempo entre as fotografias, ao mesmo tempo que também gera um certo lamento pelo abandono de muitos lugares fascinantes.

Alô, Prefeitura! Vamos revitalizar a cidade?

saopauloantiga

3. São Paulo Encantada

O perfil comandado por duas garotas tem boas fotos acompanhadas de dicas pela cidade, com indicação de restaurantes e cafés. Segundo elas, a conta capta lugares queridos e momentos adoráveis pela capital.

saopauloencantada

4. Instamooca

O bairro da Mooca é um dos mais tradicionais da cidade. Assim sendo, um passeio pela região revela o quanto ali parece ter parado no tempo. O olhar apurado de Jacqueline Brizida revela o lado arquitetônico e outros detalhes apaixonantes deste reduto super paulistano.

instamooca

5. São Paulo Originals

Dos mesmos criadores do NewYork_Originals, o perfil reúne dicas, fatos e curiosidades da metrópole. Além de fotos próprias, também republicam imagens e textos enviadas pelos usuários por meio da hashtag #saopaulo_originals.   

saopaulooriginals

6. Olhares de Sampa

Mais um perfil para quem curte fotografar os mais diversos ângulos da cidade. O Olhares de Sampa reúne pequenos fragmentos do dia a dia em fotos enviadas pelos usuários do Instagram.

olharesdesampa

7. Tá Escrito em Sampa

Quem adora parar para observar as inúmeras frases pelos muros, postes e até mesmo o chão paulistano, precisa conhecer este perfil. Lambe-lambe, pichação e outras manifestações escritas se reúnem no Tá Escrito em Sampa. Inspiração para qualquer aspirante a poeta.

taescritoemsampa

8. SP City

Quem quer estar por dentro do que acontece pela capital pode recorrer ao SP City. O perfil reúne dicas culturais e gastronômicas enviadas pelos usuários do Instagram. Tem bastante coisa legal que você pode descobrir por lá.

saopaulocity

9. Sampa Graffiti

A arte urbana é parte importante da cidade e tem conquistado cada vez mais admiradores. O Sampa Graffiti é uma galeria colaborativa que reúne uma porção de fotos dos murais coloridos espalhados por São Paulo. Você pode enviar sua foto pela hashtag #sampagraffiti.

sampagraffiti

10. São Paulo de Ontem

Mais um perfil para quem quer voltar no tempo, porém, com imagens históricas encontradas na internet. É interessante olhar como eram as principais vias da cidade, como as pessoas se vestiam e como tudo mudou tanto.

saopaulodeontem

11. Galeria Cotidiana

Curte fotografia P&B? Então não deixe de fuçar neste perfil, que reúne imagens em preto e branco sob o olhar de Dândara Bettini. Tem fotos coloridas também, que mostram alguns detalhes paulistanos, muitas vezes nem notados pelas pessoas.

galeriacotidiana

12. Do Alto

Se você quer ver a cidade de uma perspectiva realmente diferente, vale a pena checar os cliques feitos pela galera Do Alto. Como o nome já diz, o perfil reúne fotografias aéreas feitas em São Paulo e demais destinos brasileiros.

do-alto

Todas as fotos: Reprodução