10 passageiros que se tornaram pilotos em pleno voo


Ter medo de voar não é algo muito racional quando olhamos para as estatísticas, levando-se em conta que o avião é um dos modos de transporte mais seguros do mundo – muito mais garantido que, por exemplo, andar de carro.
Mas as dez histórias abaixo não vão ajudar ninguém a abandonar essa fobia. Isso porque, quando raros problemas de fato surgem, os passageiros podem ser forçados a bancar pilotos para tentar salvar suas próprias vidas e de seus colegas de viagem.

10. Homem de 70 anos legalmente cego consegue pousar avião

passageiros e pilotos 10 

Em novembro de 1986, Charles Law, 70 anos, entrou em um avião como passageiro, ao lado de seu amigo Harry “Buck” Stiteler, 80 anos, que estava pilotando o veículo. A aeronave decolou do aeroporto Cable Airport, na Califórnia, com uma parada no Corona Municipal Airport, seguida por outra parada no aeroporto Rialto Airport.
Depois do almoço, a dupla começou seu voo de volta para Upland. Tudo corria bem até o aviao iniciar sua abordagem em Cable Airport. Foi quando Stiteler perdeu a consciência. Law percebeu que algo estava acontecendo, apesar de ser legalmente cego. Tocando o amigo, viu que ele estava frio e indiferente.
Law costumava pilotar aviões semelhantes antes de perder a maior parte de sua vista. Apesar da idade e da condição limitada, Law entrou em ação e de alguma forma conseguiu “sentir” o caminho até o aeroporto, pousando o avião intacto. Ele e seu amigo foram levados às pressas para o hospital, mas só Law sobreviveu. Stiteler foi declarado morto pouco depois de chegar à emergência.

9. Empresário precisa assumir o controle de um avião depois da morte do piloto

passageiros e pilotos 9 

Em fevereiro de 2000, o empresário Victor Consunji estava em um avião Cessna a caminho de Manila, nas Filipinas, quando o piloto perdeu a consciência e morreu depois de sofrer um ataque cardíaco. Consunji, que nunca tinha pilotado uma aeronave de qualquer tipo antes, foi forçado a assumir o controle a fim de que ele e os outros dois passageiros a bordo não morressem.
Ele enviou uma transmissão de sua situação, que atraiu a atenção de um piloto da companhia Asian Spirit. O piloto instruiu Consunji a operar os controles do avião e ler os indicadores de velocidade e altitude, alertando para que o empresário não deixasse o Cessna cair abaixo de 160 quilômetros por hora.
Consunji conseguiu pousar a aeronave com segurança na água próxima a uma praia nas Filipinas. Ele e seus companheiros de viagem tiveram apenas ferimentos leves.

8. Ator famoso precisa tomar controle de avião para salvar sua família

passageiros e pilotos 8 

Em março de 2001, o ator Rowan Atkinson, famoso por interpretar Mr. Bean, teve que aprender a voar a força. Ele e sua família eram passageiros de um avião fretado Cessna 202, prestes a chegar no Aeroporto de Nairóbi, quando o piloto desmaiou.
Enquanto a esposa de Atkinson, Sunetra, e seus dois filhos, Ben, de oito anos, e Lilly, de seis, tentavam acordar o homem, Mr. Bean tomou o controle do avião. Eventualmente, o piloto voltou à consciência e retomou o controle da aeronave, pousando com segurança no aeroporto.

7. Dois homens pousam avião quase despedaçando-o, quando piloto tem ataque cardíaco

passageiros e pilotos 7 

Em maio de 2005, o piloto Douglas R. Reichardt, 49 anos, e seus passageiros, Gerry Garapich e Bob Powelson, estavam voando de North Las Vegas para San Diego. Perto de Boulder City, em Nevada, Reichardt começou a se sentir mal, e eles decidiram voltar. Conforme Reichardt aproximou-se novam ente do aeroporto em North Las Vegas, teve um ataque cardíaco e perdeu a consciência.
Garapich e Powelson entraram em ação, tentando pousar o avião. Garapich tinha pilotado um planador há 25 anos. Tirando isso, nenhum dos dois homens tinha qualquer experiência.Eles circularam o aeroporto três vezes para tentar descobrir o que fazer. Em seguida, desceram. A queda foi dura. Pedaços da aeronave podiam ser vistos espalhados pelo chão. Ambos os passageiros sobreviveram, apesar de terem ficado feridos. Garapich trincou duas vértebras e Powelson precisou dar 17 pontos acima de seus olhos.Os três homens foram levados para Centro Médico da Universidade de Las Vegas, onde Reichardt morreu.

6. Farmacêutico precisa pilotar avião complexo depois de piloto falecer em pleno ar

passageiros e pilotos 6 

Em abril de 2009, o farmacêutico Doug White, 56 anos, sua esposa Terry e suas duas filhas adolescentes estavam a bordo de um avião turboélice King Air fretado, voltando do funeral de seu irmão. A caminho de sua casa em Orlando, o piloto perdeu a consciência. Numa comunicação de rádio, White disse a controladores de tráfego aéreo que tinha visto os olhos do piloto rolarem para trás e que acreditava que ele estava morto.
White estava certo: o piloto tinha morrido em pleno voo. Com sua vida e de sua família em jogo, White precisava pilotar a aeronave, com a ajuda da instrutora de voo Lisa Grimm. White havia completado algumas aulas de instrução de voo no passado, mas tinha voado apenas um Cessna, um avião menor e muito menos sofisticado (por exemplo, possuía apenas um motor, ao contrário do King Air).
Mesmo com suas filhas em pânico, rezando e vomitando, White se mostrou à altura do desafio. Com a ajuda de Grimm e outros controladores de tráfego aéreo no aeroporto internacional de Fort Myers, para o qual seu avião seria desviado, o farmacêutico conseguiu pousar a aeronave com segurança. Kari Sorenson, instrutora de pilotos, também ajudou White durante toda a situação e ficou espantada com a velocidade com que ele aprendeu a controlar o King Air.
Após a aterragem, ele e sua família receberam a maior honra da Associação de Controladores de Tráfego Aéreo Nacional em uma cerimônia em Orlando, onde se encontraram com o pessoal que auxiliou a família durante a situação tensa. Neste momento, souberam que tinham uma chance de apenas 5% de sobreviver ao calvário.

5. Mulher quase precisa liberar paraquedas de avião quando seu marido piloto desmaia sobre montanhas

passageiros e pilotos 5 

Em maio de 2011, uma mulher não identificada teve uma experiência aterrorizante. Seu marido, o piloto, começou a ter dificuldades em respirar e perdeu o controle de seu avião, descrito como um Cirrus monomotor de quatro lugares. O incidente não poderia ter acontecido em um momento pior. Os últimos controladores de tráfego aéreo ouviram que o avião estava indo em direção às Montanhas Rochosas, nos EUA. Eles perderam contato com a aeronave enquanto ela mergulhava em direção aos picos de San Juan.
Treze minutos se passaram. Finalmente, o contato por rádio foi restabelecido, ao que a voz da mulher informou que ela estava tentando acordar seu marido e não tinha ideia de como pilotar o avião.
Felizmente, um voo da Great Lakes Airlines estava nas proximidades. Estabelecendo contato por rádio com a mulher, o piloto desse voo tentou instruí-la a respeito de como pousar. Ela não conseguiu controlar a aeronave, de forma que desligou o motor e estava se preparando para libertar o paraquedas do avião. Foi quando seu marido, que havia ficado inconsciente por quase 40 minutos, acordou e assumiu o controle do avião a tempo de salvar a vida de ambos.

4. Passageiro pousa com dificuldade após três tentativas depois de colapso do piloto

SONY DSC 

Em outubro de 2013, o piloto de um Cessna 172 entrou em colapso próximo ao Sandtoft Airfield, na Inglaterra, e mais tarde morreu. O passageiro John Wildey estava a 40 quilômetros da pista de pouso quando o piloto entregou o controle do avião para ele.
Wildey não teve sucesso em sua primeira tentativa de chegar ao chão. Nem na segunda. Ou na terceira. Finalmente, em sua quarta abordagem, ele foi capaz de pousar, apesar de uma testemunha, Stuart Sykes, caracterizar a aterragem como mais do que apenas um pouco irregular, com faíscas saindo da hélice.
Wildey, incapaz de frear, saiu da pista em direção a uma parede. Felizmente, conseguiu parar o avião antes de colidir com ela. Ron Murray, um instrutor de voo, descreveu o desembarque como “muito bom” considerando que, sem luzes, o passageiro estava absolutamente voando às cegas.

3. Jovem que mal sabia dirigir um avião precisa tomar o controle quando piloto desmaia

passageiros e pilotos 3 

Troy Jenkins tinha apenas 19 anos em janeiro de 2014, quando teve que controlar um avião depois que o piloto do Cessna Piper PA-28-180 no qual estava a bordo, Derek Neville, 61 anos, perdeu a consciência nos céus da Austrália, pouco depois da decolagem.
Jenkins conseguiu manter o avião no ar enquanto fazia uma chamada de socorro por rádio. O piloto Paul Reynolds, que estava voando nas proximidades, instruiu o adolescente a manter altitude. Jenkins tinha feito uma ou duas lições de voo com Neville, mas não sabia pousar.
Felizmente, Neville acordou e retomou o controle da aeronave.

2. Mulher pousa sobre uma plantação de laranjas depois que seu marido morre em pleno ar

passageiros e pilotos 2 

Em 2015, uma mulher estava voltando para casa com o marido, que estava pilotando um avião. O voo saiu de Trebujena em direção Coria del Rio, uma pequena cidade perto de Sevilha, na Espanha. Perto de seu destino final, o marido perdeu consciência.
A mulher não identificada não tinha experiência de voo. Apesar disso, ela continuou voando durante 90 minutos, incapaz de ver o chão, porque o avião estava acima das nuvens. Para piorar a situação, ela não sabia nem ler uma bússola.
Controladores de tráfego aéreo enviaram um helicóptero para ajudar a guiá-la, e ela fez um pouso seguro. No entanto, errou a pista por 3 km e desembarcou em um laranjal. Apesar do medo e de queimaduras e ferimentos, a mulher se salvou. Seu marido não teve a mesma sorte, e foi declarado morto.

1. Passageiros de balão se ferem, mas conseguem pousar depois que piloto cai da cesta

passageiros e pilotos 1
 
Não são apenas passageiros de avião que precisam se tornar pilotos em pleno ar. Pelo menos um incidente envolvendo passageiros de balão de ar quente aconteceu em setembro de 1996, perto de uma estrada em Phoenix, nos EUA.
Depois de um passeio turístico, o piloto tentou pousar o seu balão e atingiu uma parede de concreto. O choque o fez voar para fora da cesta. Após o impacto, o balão saiu do controle. Encalhado no alto, os passageiros tiveram que se virar para não morrer.
O balão vagou pela paisagem desértica enquanto os passageiros o manobravam o melhor que podiam. Tendo passado perto de linhas de energia de alta tensão e rodovias movimentadas, todos a bordo ficaram feridos, mas sobreviveram. [Listverse]

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s