Artista ilustra de forma perfeita as lutas interiores de pessoas que vivem com ansiedade

Que a ansiedade é o mal do século 21, ninguém duvida. Pesquisas estimam que 8 em cada 10 pessoas já sofreram com sintomas de ansiedade em algum momento da vida. Para alguns, eles não passam de um friozinho na barriga mas, para outros, os sintomas são terrivelmente difíceis de controlar, passíveis muitas vezes de longos tratamentos para ajudar a aliviar o distúrbio.

E Pranita Kocharekar, uma designer indiana de 24 anos, criou a série “Is that you”, onde busca ajudar na conscientização deste transtorno, utilizando ilustrações sinceras e bem-humoradas que captam diferentes situações de ansiedade, baseadas na sua própria experiência e de alguns amigos. “Depois de falar com alguns amigos, percebi que há muitas pessoas que sofrem de ansiedade, seja ela de menor ou maior intensidade”, contou Kocharekar.

https-%2F%2Fblueprint-api-production.s3.amazonaws.com%2Fuploads%2Fcard%2Fimage%2F136678%2Fpranita_4

Não te ligam no horário combinado e você já começa a suar.
A ligação estava marcada para às 4 da tarde…

https-%2F%2Fblueprint-api-production.s3.amazonaws.com%2Fuploads%2Fcard%2Fimage%2F136672%2Fpranita_5

Vídeo games ativam todos os seus botões de estresse.

https-%2F%2Fblueprint-api-production.s3.amazonaws.com%2Fuploads%2Fcard%2Fimage%2F136667%2Fpranita_3

Você não consegue ler o jornal porque…
Quatro mortos, roubo e assassinato…
“Por quê?”

https-%2F%2Fblueprint-api-production.s3.amazonaws.com%2Fuploads%2Fcard%2Fimage%2F136680%2Fpranita_1

Você tem medos irracionais.

https-%2F%2Fblueprint-api-production.s3.amazonaws.com%2Fuploads%2Fcard%2Fimage%2F136686%2Fpranita_7

Quando seu chefe te chama na sala dele… o trajeto é um suplício:“Será que eu fiz alguma coisa errada? Tá tudo bem? E se eu for demitida?”

A designer conta também que optou por utilizar o bom humor na série, para não correr o risco de deixar um ansioso mais ansioso ainda. “Usando uma abordagem séria poderia fazer uma pessoa já ansiosa sentir ainda mais ansiedade”, disse. “Eu queria manter a série o mais leve possível.”

13559082_916968631783307_2870545782583134536_o

Você subconscientemente se preocupa com o fato de não ter nada com o que se preocupar.

“Eu percebi que não estou preocupado.”

13558651_916968288450008_7056812539979033430_o

Você está permanentemente paranóica e muito cautelosa.
“E se minha blusa queimar?”

13528461_916968415116662_6394611506830214599_o

Quando você ouve um barulho à noite, você já começa a imaginar cenas de alguém sendo esfaqueado até a morte.

13528433_916968135116690_6109614564642212023_o

Vida.jpeg

Excesso de trabalho -> Cansada e odeia a vida -> Faz uma pausa -> Pânico

13522999_916968695116634_7759554133850481697_o

Você pensa muito sobre qualquer coisa:

“Oh, pobre formiguinha…”
“Que vida…”
“Tão injusta…”

Pranita se preocupou em deixar claro que a série é focada nas emoções que os ansiosos sentem, e não nos sintomas da ansiedade, além de destacar a importância de consultar um médico para orientação e tratamento.

Seu objetivo com tudo isso? Ela espera que suas ilustrações contribuam para que as pessoas compreendam e aceitem a ansiedade.A ideia era que as pessoas saibam que eles não estão sozinhas, e que a ansiedade tem tratamento”, finalizou.

13522966_916968541783316_8653987599890846736_o

Na hora de meditar:
“Sinto cheiro de pizza! Pílulas para comprar. Alguma coisa passou no meu pé. Meu cabelo tá com frizz. Inspira. Suspira Eu fechei a torneira? Tá todo mundo tão calmo! Que horas são? Isso não está funcionando! RESPIRA!”

13522797_916968381783332_4124459669264531275_o

Você trancou a porta do apartamento?

13522704_916968718449965_6370213311760663445_o

Você procura seu celular antes de entrar no táxi, enquanto está no táxi e depois de sair do táxi – duas vezes.
“Cadê meu celular?”
5 minutos depois: “Ele ainda está aqui?”
“Eu deixei meu telefone lá?”

13517458_916968518449985_6315443005350953522_o

Você é extremamente indecisa:
– Oi!
– Olá!
– Como você está?

– Não sei.

13522697_916968258450011_3623218260433039720_o

Quando você está mal e pergunta ao Dr. Internet o que fazer:
“Você obviamente está morrendo”, Internet.

Todas as imagens © Pranita Kocharekar

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s