Zubaida sofreu queimaduras que mudariam sua vida para sempre

A pequena Zubaida Hasan vivia com a família em uma vila pequena e remota no Afeganistão. Em 2001, quando ela tinha apenas 9 anos, Zubaida sofreu queimaduras que mudariam sua vida para sempre. As labaredas queimaram a maior parte do seu rosto e peito.

Seu estado era grave. A parte inferior de seu rosto literalmente derreteu e se colou ao seu peito. Os pais dela a levaram a todos os hospitais locais, mas os médicos diziam que não podiam fazer nada por ela. Então, em 2002, um ano após o acidente, o pai da menina decidiu levá-la até à Base Militar dos Estados Unidos da América.

Os soldados se compadeceram de Zubaida e sua família. A garota sofria com muitas dores e estava impossibilitada de comer ou dormir, já que seus olhos e boca não podiam se fechar completamente. A base entrou em contato com um renomado cirurgião plástico de Los Angeles, Peter Grossman. Ele era especialista em vítimas de queimaduras, e mesmo assim, reconheceu que Zubaida era um caso muito grave.

A menina voou com o pai até Los Angeles para encontrar Grossman e sua equipe. O médico imediatamente soube que tinha que fazer algo para ajudar aquela criança. Ele estimou que o tratamento dela levaria três anos para terminar e que ela iria precisar passar por muitas cirurgias.

Grossman e a equipe usaram vários enxertos de pele das costas dela durante os procedimentos.

O cirurgião mostrou sua habilidade a cada operação. Aos poucos, as cicatrizes se transformaram no rosto da garotinha.

Durante a série de cirurgias, Grossman ficou muito apegado à menina. Quando o pai de Zubaida voltou para o Afeganistão, o médico e sua esposa decidiram ficar com ela enquanto ela estava em tratamento. Os dois não tinham filhos, então a presença de Zubaida levou bom humor e energia para suas vidas.

Zubaida tem uma natureza leve e alegre e é uma talentosa dançarina. Ela aprendeu inglês em 12 semanas na escola e se cercou de amigos. Ela logo começou a chamar os Grossmans de papai e mamãe. A menina comemorou seu 11.º aniversário e 10.º cirurgia simultaneamente. Após apenas um ano o tratamento dela estava quase no fim, assim como sua temporada vivendo com a família Grossman.

Dizer adeus foi difícil para todos eles, mas eles sabiam que ela tinha que voltar para casa. O Dr. Grossman voou com Zubaida para o Afeganistão para devolvê-la aos seus pais. Os Hasans não podiam acreditar quando viram a filha novamente. Eles ficaram sem palavras.

O Dr. Grossman nunca esquecerá de sua paciente ou sua “filha de consideração”. “Se eu souber que você se casou aos 13 anos” ele brincou, “eu vou te dar um chute no traseiro.” Zubaida riu. Ela e sua família serão sempre gratas ao médico, seu anjo vindo da América.

O que o Dr. Grossman fez é muito admirável. Ele claramente vai além do que a sua profissão exige. Ele vê seus pacientes não como problemas a serem consertados, mas como seres humanos. Um verdadeiro herói!











 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s