Ele deixou o emprego pra cair na estrada com seu husky e contar tudo em imagens

Depois de largar seu emprego, Henrik Vikse resolveu que queria ser próprio chefe e tomar as rédeas de sua vida. Foi aí que abriu sua empresa e com isso conquistou a flexibilidade que gostaria, havendo tempo para viajar ao lado de seu husky siberiano Akiak, um cão bastante fotogênico.

Assim, a dupla aventureira seguiu seus sonhos pelas montanhas, registrando fotos incríveis ao longo do caminho, o que justifica a fama no Instagram, que tem mais de 6 mil seguidores. Vivendo na Noruega, Vikse e Akiak estão sempre prontos para colocar o pé na estrada e seguir rumo aos belos parques nacionais do país.

Observar as estrelas, ver a aurora boreal chegando, avistar a cidade do topo, acampar, rolar na neve e conhecer outros cachorros são apenas algumas das atividades feitas durante a viagem. Se a vida for todo dia assim, é provável que esse Husky queira viver eternamente.

Akiak

Akiak13

Akiak3

Akiak8

Akiak13

Akiak12

Akiak11

Akiak10

Akiak9

Akiak7

Akiak6

Akiak5

Akiak4

Akiak2

Akiak14

Todas as fotos © Henrik Vikse

Anúncios

NASA paga 70 mil para quem fumar maconha e relaxar por 2 meses

E você aí no sofá fazendo isso de graça… Bora monetizar essa situação! Imagina só: passar 70 dias fumando do bom e ainda receber uma bolada por isso? Agora porque a NASA quer fazer isso já são outros quinhentos. Vem ver que a gente te conta rapidão um pouquinho mais sobre esse emprego dos sonhos.

São tipo R$ 1000 por dia de um salário de US$ 18 mil por cerca de 2 meses. O princípio básico é fumar um e relaxar. Mas não pense que é só ficar de boa – é quase. O voluntário deverá fazer outras tarefas, bem como ler uma série de livros, usar o bate-papo do Skype e jogar videogame. Nada muito diferente de um sonho ou do que fazem muitas pessoas. rs.

nasa-maconha1 

Segundo a NASA, (Administração Nacional da Aeronáutica e Espaço dos EUA) o objetivo dessa experiência é encontrar formas de preservar a saúde dos astronautas que passam longos períodos em viagens espaciais. Ou seja, pesquisas e desenvolvimento de tecnologias já estão usando a maconha como parte de programas de exploração espacial. E além do barato deste título, essa notícia é sim muito importante provando que o uso da cannabis vai muito além da simples e pura recreação.

Cientistas afiram que o repouso é uma ótima maneira de simular a gravidade zero, que neste caso é o mesmo que ficar deitado após fumar a danada. Assim será possível compreender como as condições fisiológicas das pessoas inseridas no espaço afetarão o processo das missões.

Os responsáveis pela “missão cannabis” também querem compreender como a maconha pode influenciar o organismo. Sendo assim ninguém menos que a NASA para analisar seus efeitos com mais facilidade. Apenas demais!

nasa-maconha2
Todas as imagens: Giphy

Esqueça o óbvio: o melhor jeito de conhecer os Lençóis é ficando em Atins

Lençóis Maranhenses: quem já foi ama, e quem ainda não foi com certeza tem (ou deve botar) esse destino na wish list. E para quem quiser fugir um pouco da atração principal e descolar um lugarzinho mais roots, Atins é um vilarejo que fica nos próprios lençóis. Um retiro no meio do paraíso!

Sem sinal de celular nem de internet. A sua única obrigação aqui é descansar e desconectar. A vila sossegada e praiana é coberta de areia fofa e com pouquíssimos pontos de energia elétrica. O necessário para ligar o ventilador, porque chuveiro quente mesmo não vai fazer falta nesse calorão!

Screen-Shot-2016-06-23-at-18.54.08

@Luisfontouraa via Trip Advisor, junho 2016

Atins fica pertinho da entrada do Parque dos Lençóis. Ou seja, se você ficar por ali não vai precisar de agência nem de guia para aproveitar a região. É só ir a pé entre lagoas e um cenário de tirar o fôlego!

Além da atração principal, você também pode comer um camarão grelhado, fazer trilhas, kite surfing, ver uma revoada de pássaros sob o pôr-do-sol, nadar no Igarapé (braço do rio que se junta com o mar) e, claro, lagartear na praia!

Screen-Shot-2016-06-23-at-18.56.06

Screen-Shot-2016-06-23-at-18.55.14

@Juninho84 via Trip Advisor, maio 2016

E se você é humanas, roots mesmo, vai gostar deste passeio aqui. É a travessia entre Atins e Santo Amaro: uma caminhada de três dias. É, e também tem que ter pique! O primeiro dia são 30 km de caminhada pelas dunas e solão na cuca. Calcula-se umas 10h andando. No dia seguinte a coisa é mais leve, 9 km e você está dispensado para aproveitar. No terceiro e último dia são mais 14 km até Betânia e de lá você pega o transporte até Santo Amaro.

311982_9474f44eb5b3484d877756252a255537

Via Pousada Sol do Atins

Todas as paradas têm lugar para dormir e comer. E na brincadeira toda, você gasta uma média de R$ 300 se for em grupo. Lembrando que é importante fazer este passeio com o guia que cobra uma média de R$ 150 por dia que pode ser dividido pelo grupo.

Esqueça a preguiça, prepare seu corpo e sua mente para uma experiência que, além de maravilhosa, deve se no mínimo inesquecível. Imagina a vista? As fotos? E as lembranças que você vai guardar para sempre dessa aventura? Coloque somente o necessário na mala e não deixe de incluir Atins no roteiro da sua vigem ao Maranhão. 

atins-avenida-principal-20

bar-atins-o-que-fazer-maranhao

atins-roteiro-nordeste-turismo-maranhao

Fotos via Muita Viagem

pousada-rancho-do-buna-dunas-algodao-1

pousada-rancho-do-buna-atins-ondas-de-areia-lagoa-08

Foto destaque e últimas via Racho do Buna

Os pais estão horrorizados porque seu filho não para de crescer. Quando ele faz 15 anos, eles querem pôr um ponto final nisso.

Jacob Miller, de 15 anos, está em um hospital de Cincinnati (EUA). O adolescente precisa urgentemente de uma cirurgia. Com esta intervenção cirúrgica, os médicos têm como objetivo solucionar o seu problema físico, que acompanha o jovem desde o nascimento: obesidade mórbida. Ele tem apenas 15 anos mas pesa absurdos 320 kg.

Youtube/Cincinnati Children’s Hospital Medical Center

Mesmo tendo sido um bebê prematuro, Jacob pesava 5,5 kg quando nasceu. Aos 12 meses, ele pesava 23,5 kg, e, como se já não fosse suficiente, a cada anos, ele continua a ganhar 45 kg adicionais, em média. Quando ele fez 15 anos, tinha inacreditáveis 320 kg e 1,95 m de altura.

Facebook/Jacob Miller

Seus pais se preocupam com a saúde do filho, e com razão. Tamanho excesso de peso causa uma grande sobrecarga em seus órgãos internos. A lista de complicações médicas que ele tem é infinita: problemas respiratórios e cardiovasculares, gordura no fígado, pernas inchadas e diabetes. A obesidade de Jacob está aos poucos começando a matá-lo. Os Millers estão procurando desesperadamente por uma resposta para os problemas do filho.

Youtube/Cincinnati Children’s Hospital Medical Center

A obesidade de Jacob não é resultado de falta de auto-controle. Os médicos atribuem o seu excesso de peso a uma desordem hormonal congênita, mas encontrar o tratamento adequado para isso pode levar até 15 anos. No Centro Médico do Hospital Infantil de Cincinnati, eles recomendam que Jacob passe por uma cirurgia bariátrica, ou seja, uma redução de estômago. Após a operação, Jacob terá que fazer sua parte e passar por uma dieta restrita para perder peso. Antes da intervenção cirúrgica, ele já havia conseguido perder 35 kg. A operação de Jacob foi em 15 de julho de 2013.

Youtube/Cincinnati Children’s Hospital Medical Center

Depois de três horas e meia, Jacob sobrevive à cirurgia. Os cirurgiões reduziram o estômago dele ao tamanho de um ovo para limitar a ingestão de caloria. Claro, ele tem que mudar a alimentação completamente e começar a fazer exercício para perder peso. O caminho de Jacob é longo e árduo, mas ele recebe ajuda de nutricionistas, fisioterapeutas, assim como da família e dos amigos.

Youtube/Cincinnati Children’s Hospital Medical Center

Três meses depois da operação, Jacob volta à escola, onde seus colegas de classe ficam sem palavras com a sua transformação. Em um período tão curto, ele conseguiu perder 68 kg! Todo mundo está orgulhoso dele e ele ficou emocionado que seus amigos tenham ficado ao seu lado, como ele diz “nos bons e maus momentos”. Abaixo você vê as fotos antes (esquerda) e um ano depois da operação (direita).

Youtube/Cincinnati Children’s Hospital Medical Center

Dá pra perceber que Jacob é engraçado e muito querido pelos seus colegas. Não é de se surpreender que, por trás do seu grande exterior, esteja um jovem legal, inteligente, esperto e cativante. Em um baile da escola, Jacob toma coragem para chamar uma menina para dançar com ele pela primeira vez em sua vida, algo inimaginável há um ano. Sua parceira de dança sabe que o determinado Jacob é uma excelente companhia e aceita o convite com prazer.

Aqui você pode ver a transformação de Jacob (em inglês):

Apesar dos avanços médicos, ainda não há tratamentos para a obesidade anormal. Mas Jacob está abrindo caminhos com a sua transformação. Quem sabe como ele vai estar quando fizer 18 anos? Vamos cruzar os dedos para que, apesar de qualquer contratempo ou dificuldade, ele persevere e não deixe nada abatê-lo. Continue assim, Jacob!

Projeto fotográfico revela que as ‘bruxas modernas’ são na verdade mulheres de poder

https://scontent-gru2-1.xx.fbcdn.net/v/t1.0-9/13510956_1737569649852789_5858757254165507731_n.jpg?oh=2b84c597a7315221d164071679a0f5e6&oe=57C15929

Você certamente já ouviu aquela frase: “Yo no creo en brujas, pero que las hay, las hay“. E a verdade é que ela não poderia ser mais explicativa deste projeto, criado pela fotógrafa polonesa Katarzyna Majak. Criada em um ambiente católico, ela sempre achou que as bruxas tinham mais relação com os contos de fadas do que com a vida real, até que decidiu registrar mulheres poderosas espiritualmente para uma série de imagens, e conheceu o verdadeiro significado da palavra bruxa.

As mulheres retratadas por ela são curandeiras, bruxas, líderes espirituais ou apenas pessoas cheias de poder e coragem, que ousaram se afastar do arquétipo tradicional de mulher e mãe polonesa, que prefere cuidar da família a investir em sua liberdade e crescimento pessoais.

Assim surgia a série Mulheres de Poder, que registra 29 retratos e entrevistas destas mulheres que optaram por seguir seus próprios caminhos. As fotografias são todas capturadas em frente a um fundo neutro para que a personalidade e o estilo de cada uma destas mulheres poderosas se destaque.

Depois de olhar essas imagens, você nunca mais vai pensar em bruxas como antes. Vem ver:

bruxa1

bruxa2

bruxa3

bruxa4

bruxa5

bruxa6

bruxa7

bruxa8

bruxa9

bruxa10

Todas as fotos © Katarzyna Majak