Fotógrafo cria série inspiradora para mudar a forma como olhamos para os estranhos

https://scontent-gru2-1.xx.fbcdn.net/v/t1.0-9/13782136_1752971714979249_2833820013140986966_n.jpg?oh=13dad09092a5b4966b847c27f741842c&oe=582D33A0

Sem nomes, profissões, religiões, piadas, lições de vida, histórias pregressas ou morais da história; nada além de um rosto humano, iluminando-se com um sorriso em uma foto. Essa é a premissa do trabalho So I Asked The To Smile (“Eu então pedi para eles sorrirem”), do fotógrafo australiano Jay Wenstein.

 Jay3

Jay vive na Índia desde criança, e a maior parte das fotos foi tirada justamente nas ruas do país. Tudo começou quando um estranho reagiu com desconforto à tentativa de Jay de registrar a espontaneidade de um instante súbito. Jay porém hesitou, e a espontaneidade se tornou tensão, e a foto se perdeu.

 Instantes depois, porém, o homem em questão pediu para ser fotografado. Jay se postou e, na hora em que disse “sorria!”, aquele rosto desconhecido se iluminou – e assim nasceu esse trabalho: documentar o efeito do sorriso no rosto de um estranho.

Jay1

O procedimento passou a ser um só: selecionar pessoas pelas ruas, e pedir a elas uma fotografia séria, e outra sorrindo. Assim, duas imagens ilustram perfeitamente como basta um sorriso para transformar a maneira com que olhamos um desconhecido.

Jay11

Jay10

Jay9

Jay12

Jay7

Jay8

Jay5

Jay6

Jay2

Jay4

Todas as fotos © Jay Wenstein

5 comentários

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s