Fotógrafo registra a beleza do abandono em imagens do Expresso Oriente

https://i2.wp.com/nomadesdigitais.com/wp-content/uploads/2016/08/expresso_oriente-1-683x1024.jpg

O Expresso Oriente, operado pela Compagnie Internationale des Wagons-Lits, operou entre 1883 e 2009, mas teve suas atividades encerradas por causa dos trens de alta velocidade e do barateamento de tarifas aéreas. Luxuoso, seu trecho mais famoso ia de Paris a Istambul.

Hoje sem utilidade, alguns dos trens usados no Expresso Oriente se transformaram em um hotel em Viena e outros tiveram um destino bem mais triste: o abandono. No entanto, mesmo em um cenário depreciado pelo tempo, os vagões que faziam o trajeto de sofisticadas viagens (quem não se lembra do clássico “Assassinato no Expresso Oriente” de Agatha Christie?) ainda remetem ao bucólico.

Conhecido apenas como Brian, um fotógrafo holandês especializado em cliques urbanos, conseguiu capturar um pedaço da história que está desaparecendo lentamente. Na Bélgica ele fotografou o que sobrou do trem que permanece intocado desde sua última viagem em dezembro de 2009.

“Quando entro em um local abandonado me sinto como se entrasse em uma máquina do tempo. Eu tento sentir as emoções do passado e é isso que quero mostrar em minhas imagens”, Brian escreve em seu site. “Quando as pessoas veem meu trabalho e levantam questões como ‘o que, porque e quando’ então sinto que consegui.”

Confira as imagens:

expresso_oriente (4)

expresso_oriente (5)

expresso_oriente (1)

expresso_oriente (2)

expresso_oriente (3)

 Todas as fotos © Precious Decay

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s