Conheça o Upfest, o maior festival europeu dedicado à arte urbana

Em julho deste ano, a cidade de Bristol, na Inglaterra, se transformou num enorme parque de diversões para aqueles com um spray em mãos. Isso porque rolou o Upfest, o maior festival europeu dedicado à arte urbana, reunindo 250 artistas vindos de 25 países para pintar mais de 2 mil m² de paredes em ações de live painting.  

Um grande boom de tinta foi lançado no distrito do Reino Unido, que ganhou muito mais cores a partir de trabalhos do francês Thierry Noir, o brasileiro LM7, a italiana Giusi Tomasello, o georgiano Dr.Love e muitos outros artistas criativos. Dizem que Bristol é ainda a cidade onde Banksy nasceu e deu início à sua arte.

Prédios, telas, muros, tapumes e até mesmo carros foram atacados com as tintas enquanto cerca de 25 mil pessoas circulavam para ver os grafiteiros pintando na área entre Bedminster e Southville. O evento ainda contou com apresentações musicais, oficinas para crianças, venda de quadros e gravuras. Desde o início do festival, em 2008, a organização arrecada fundos para a Nacoa, associação que dá assistência a crianças que tem pais envolvidos em alcoolismo.

Ainda não há informações sobre o festival de 2016, mas como acontece anualmente, é melhor já ir preparando o bolso para ir até Bristol e viver essa experiência. Enquanto isso não acontece, dá uma olhada nas imagens abaixo:

Upfest2

Upfest12_1

Upfest11

Upfest17

Upfest10

Upfest7_1

Upfest16

Upfest15

Upfest13_1

Upfest14

Upfest18

Upfest9

Upfest8

Upfest4

Upfest6

Upfest5

Todas as fotos © Upfest Bristol

Anúncios

Ocupação artística toma conta de casarão antigo do bairro Higienópolis em SP




Fazer uso de espaços que estão sem uso ou sem inquilinos vem ganhando cada vez mais força e adeptos. No bairro de Higienópolis, em São Paulo, um casarão de 1930 foi alvo de uma ocupação artística que deu origem a mostra Visite Decorado, nome ideal para ilustrar as intervenções feitas pelos cômodos, trazendo à tona novos artistas contemporâneos.

Entre os meses de maio e junho, um grupo de 25 artistas elaborou trabalhos em diversas modalidades como vídeo, escultura, fotografia, performance, pintura, desenho, gravura, objetos, instalação, projeção, performance instalativa, entre outros. 

A iniciativa é a terceira do tipo comandada pelo projeto IsCream, que ocupa lugares ociosos da cidade com instalações artísticas, colocando em pauta os processos criativos da arte contemporânea, fazendo uma ressignificação do espaço e mostrando o potencial de jovens artistas que ali encontram uma plataforma real para suas experimentações e inquietações.

Clara Gueller Benfatti

iscream 

Grande parte deles são alunos ou ex-alunos da Fundação Armando Alvares Penteado (FAAP), que estão em processo de criação e acompanhamento de produção, sob orientação do professor Marcos Moraes, curador e coordenador do curso de Artes Visuais da FAAP; dos artistas plásticos Georgia Kyriakakis e Luiz Roque; das curadoras e críticas de arte Ananda Carvalho e Ana Luisa Lima.

O projeto começou numa antiga fábrica de luvas, situada no bairro do Glicério, e a segunda, denominada InLar, aconteceu na antiga clínica Instituto da Laringe, na Vila Clementino, sendo demolida logo após a exposição. 

Cleo Döbberthin

visitedecorado9

Rafaela Foz

visitedecorado2

Gokula Stoffel

visitedecorado14

Camilla Bologna

visitedecorado8

Beatriz Chachamovits

visitedecorado7

Alexandre Batista

visitedecorado6

Camilla Bologna

visitedecorado4

Fernanda Galvao

visitedecorado3

Luiz Queiroz

visitedecorado

Rita Damasceno

visitedecorado10 

i see hearts2 

i see hearts

Beatriz Chachamovits

visitedecorado13 

visitedecorado12 

visitedecorado11

Todas as fotos: divulgação/IsCream

Conheça um dos arquipélagos mais incríveis do mundo

https://i0.wp.com/www.hypeness.com.br/wp-content/uploads/2016/08/HalongHype_interna.jpg

O Vietnã tem ganhado fama e se destacado como um destino turístico em potencial crescimento nos últimos tempos. E não é à toa – afinal, o país está repleto de belezas naturais, como é o caso do incrível arquipélago Ha Long Bay, considerado Patrimônio Mundial da UNESCO e que impressiona pelas águas esverdeadas de cor intensa, além da natureza ao redor.

Formado por 3 mil ilhas de diversos formatos e tamanhos, este paraíso vietnamita, próximo a capital Hanói tem diversas grutas e cavernas, como a Sung Sot Cave, Trinh Nu Cave e Dau Go Cave, para serem exploradas durante os passeios, além de plantações de arroz onde vivem as comunidades camponesas. Outra atração local são os passeios com o tradicional barco junk, marcados pelas velas inspiradas nas antigas embarcações chinesas.

O acesso é feito de barco, ônibus e carro, com duração de, em média, 4h30 até Halong City, a cidade que dá acesso às ilhas. A maior delas é a chamada Cat Ba Island, com 87 quilômetros quadrados. Com sua área coberta, em boa parte, pelo Parque Nacional, a região possui boa infraestrutura para turistas, com hospitais, bancos e supermercados. Vale aproveitar os meses de junho a setembro, quando o verão faz o arquipélago ficar ainda melhor.

Olha só:

halong

halong4

halong3

halong2

Fotos © Halong Travel

halong5

Foto © Halong Marathon

halong6

Foto © Halong Bay Cruises

halong7

Foto: via

halong8

halong9

Fotos: via

halong10

halongbay

halong14

halong13

halong12

halong11

Fotos via

15 construções ao redor do mundo que você não vai querer parar de olhar

https://vivimetaliun.files.wordpress.com/2016/09/ed8cf-emporia-shopping-05.jpg

Enquanto a maioria das construções do mundo têm design de “caixas gigantes com portas e janelas”, vários outros projetos trazem características insanas ou infantis, feitos para satisfazer algum sonho de criança, para chamar atenção como destino de férias ou para confundir ainda mais pacientes de um hospital psiquiátrico. Confira 15 delas:

15. Shopping Emporia, Suécia

https://i1.wp.com/images.adsttc.com/media/images/51b6/a875/b3fc/4b63/7600/00a2/large_jpg/2012_12_14_EMPORIA_FOTO_TORD-RIKARD_SODERSTROM_MGL0932.jpg

https://vivimetaliun.files.wordpress.com/2016/09/ed8cf-emporia-shopping-05.jpg

Este shopping gigantesco construído na cidade de Malmo, na Suécia, parece estar derretendo bem em seu centro. Seu design foi criado pelo arquiteto Gert Wingargh, com uma fachada que “desafia convenções estabelecidas por shopping centers”.

14. Marina Bay Sands, Singapura

https://i0.wp.com/www.marveltrip.com/packsysimg/2917Marina_Bay_Sands.jpg

https://i1.wp.com/sipping.coffee/wp-content/uploads/2014/10/2014-01-16-15.31.03-HDR.jpg

Este complexo de prédios em Singapura é um dos hotéis e cassinos mais caros do mundo. O Marina Bay Sands é composto por três torres que se conectam no topo pelo que parecer ser um longo navio.

Projetado pelo arquiteto israelense Moshe Safdie, ele conta com sete restaurantes e 2.561 quartos, e é famosos por ter uma das maiores piscinas infinitas do mundo, no topo das torres do hotel.

13. Casa maluca de Frohnleiten, Áustria

https://i2.wp.com/cdn.homesandhues.com/images/gallery/85/0/85/40_The-Mysterious-Lawn-Home-of-Frohnleiten-Austria_1-f.jpg

https://i0.wp.com/cdn.homesandhues.com/images/gallery/85/0/85/40_The-Mysterious-Lawn-Home-of-Frohnleiten-Austria_3-f.jpg
Quem nunca teve pesadelos com uma casa sem saída ou com escadas que não levam a lugar algum? Parece que este tipo de sonho torturante não intimida o dono desta casa em Frohnleiten, na Áustria.

A construção é feita de concreto, mas ao invés de usar tinta ou revestimento externo de pedra ou tijolos, conta com grama sintética cobrindo todas as paredes. Segundo os arquitetos responsáveis, a ideia era explorar a “conexão entre a natureza e a arquitetura”.

12. Tianzi Garden Hotel, na China

https://i0.wp.com/hypescience.com/wp-content/uploads/2016/08/arquitetura-estranha-4.1.jpg

https://mocochocodotcom.files.wordpress.com/2013/01/unusual_hotels_tianzi_hotel_hebei_province_china2.jpg
O Hotel Tianzi Garden, na cidade chinesa de Hebei, é uma grande homenagem aos deuses Fu, Lu e Shou. Uma curiosidade sobre a construção é que há suítes dentro dos objetos que os deuses seguram. O pêssego levado pelo deus da esquerda, por exemplo, abriga a “suíte pêssego”, uma das mais disputadas pelos hóspedes.

11. O templo da galinha, Indonésia

http://3.bp.blogspot.com/-bgPkuFP-5eY/VSMvef2jstI/AAAAAAAAICY/ddw8Qq3kWFI/s1600/IMG_3195%2B(masgregori.us).JPG

https://i2.wp.com/tango.image-static.hipwee.com/wp-content/uploads/2016/04/Gereja-Ayam.jpg

Conhecido localmente por “Gereja Ayam” ou “igreja da galinha”, este prédio foi projetado por Daniel Alamsjah. Sua intenção inicial era criar uma igreja com formato de pomba, conforme instruções de Deus.

Alamsjah e um grupo de voluntários trabalharam na construção por anos, até que o dinheiro acabou e eles foram obrigados a abandonar o projeto em 2000. Mesmo assim, devotos de várias religiões viajam até o prédio abandonado para rezar.

10. A ponte levadiça Slauerhoffbrug dos Países Baixos

https://i0.wp.com/www.bigell.de/Hausboot/Reiseberichte/Bilder/Frieslandgr0055.JPGhttps://pbs.twimg.com/media/CjcvEpWWsAAu6_G.jpg:large

A solução encontrada pelos Países Baixos para lidar com o trânsito pesado de embarcações no canal da cidade de Leeuwarden foi a ponte Slauerhoffbrug. Criada por Emile Asari, sua plataforma tem 15 metros quadrados e é elevada rapidamente, bloqueando a passagem de carros por pouco tempo

9. Shopping Krzywy Domek, da Polônia

https://i2.wp.com/constru360.com.br/wp-content/uploads/2015/06/contru360_3.jpg

https://i0.wp.com/www.volfarquitetura.com.br/wp-content/uploads/2013/10/Crooked-House_2.jpg

Outro shopping que foge do padrão é o Krzywy, na cidade de Sopot, na Polônia. Sua fachada mostra duas casas tradicionais esmagando um prédio moderno. As portas, janelas e telhados seguem o padrão das paredes e também são distorcidos.

Lá dentro há alguns restaurantes e uma estação de rádio. A tradução de seu nome é “Casa torta”.

8. O departamento de pesca da Índia

https://i1.wp.com/chirkup.me/images/uploaded/00/00/71/7142_original.jpg

https://i0.wp.com/hyperallergic.com/wp-content/uploads/2016/07/nationalfisheries.jpg

Todos os habitantes da cidade de Hyderabad, na Índia, sabem muito bem onde fica o prédio do departamento de pesca. Com formato de peixe gigante, fica difícil não notá-lo na paisagem.

Durante a noite, o prédio recebe iluminação azul, dando a impressão que está embaixo d’água. Só faltou mover o rabo e barbatanas.

7. Hotel Inntel de Amsterdam

https://i1.wp.com/c1038.r38.cf3.rackcdn.com/group1/building5037/media/ujot_zsitc75m3s5838e6.jpg

https://i2.wp.com/c1038.r38.cf3.rackcdn.com/group1/building5037/media/ktjw_i4qi5xw6a5gv1ro5.jpg

O hotel de quatro estrelas Inntel tentou reunir em um terreno de poucos metros quadrados um vilarejo holandês inteiro. Com dez andares, sua fachada parece conter vinte casas típicas da região empilhadas umas sobre as outras, como um grande quebra-cabeças.

6. Kunsthaus Graz, Áustria

https://i2.wp.com/s3.transloadit.com.s3.amazonaws.com/4b30ae61b7c84e42b6be045272ec3211/e8/573275ce768e7b6215128fc322dd8f/DSC_1272-e1345802293203.jpg

https://i0.wp.com/cdn4.vtourist.com/19/6710350-arial_view_of_the_Kunsthaus_from_Uhrturm_Graz.jpg

O museu de arte Kunsthaus, na Áustria, é lar de obras de arte tradicional à moderna. Seu apelido é “alien amigável”, e sua superfície é composta por 1.288 painéis solares que permitem que o museu gere 100% de sua energia elétrica.

5. O Prédio Lotus, da China

https://i.ytimg.com/vi/tWaYICODsWs/maxresdefault.jpg

https://i1.wp.com/amazingarchitecture.net/wp-content/uploads/2015/09/1179.jpg

O Prédio Lotus da cidade de Wujin, na China, é composto por três estruturas interligadas, apresentando três diferentes estágios da abertura da flor. Os visitantes chegam por um túnel submerso que conecta o prédio à rua. Mesmo a parte interna da construção se parece com uma flor.

Além disso, a construção é sustentável, minimizando os custos com aquecimento e energia. De noite, o prédio é iluminado com luzes que mudam de cor a cada 30 segundos, entre rosa, verde, roxo e azul.

4. Happy Rizzi House, Alemanha

https://i2.wp.com/blog.construtorapolski.com.br/wp-content/uploads/2014/10/colorido011.jpg

https://i0.wp.com/www.deine-eigenart.de/wp-content/uploads/2016/07/braunschweig2.jpg

Quem criou o projeto desses prédios foi o artista norte-americano James Rizzi, que tinha como missão deixar a paisagem do bairro de Brunswuick mais alegre. Ele cumpriu o desafio com muitas janelas com formatos divertidos, cores, corações, e desenhos de sorrisos. A construção começou em 2001 e levou dois anos para ser terminada.

3. Nave Enterprise, na China

https://i1.wp.com/imguol.com/c/noticias/2015/05/25/16mai2015---o-empresario-chines-liu-dejian-fundador-da-empresa-de-videogames-netdragon-e-fa-de-star-trek-levou-a-paixao-pela-franquia-de-ficcao-cientifica-ao-projeto-dos-novos-escritorios-de-sua-1432556994158_1920x1255.jpg

https://cdn1.vox-cdn.com/thumbor/z_WORw0WMWPKWej3g3YkzR7G660=/151x0:978x551/1280x854/cdn0.vox-cdn.com/uploads/chorus_image/image/46390552/netdragon_websoft.0.0.png
Milhões de pessoas já sonharam em viver na nave Enterprise, de Star Trek, mas apenas uma pessoa no mundo tem o dinheiro para tornar esse sonho realidade. Liu Dejian, um dos homens mais ricos da China, gastou US$100 milhões para construir a sede de sua empresa de desenvolvimento de games.

Com seis andares e largura de 260m, o prédio tem escala 1:3 em relação ao Enterprise de Star Trek. A empresa teria pedido autorização da CBS para copiar o design da nave, e a CBS teria autorizado, pensando que se tratava de uma piada.

2. Loja de departamentos Selfridge, em Birmingham

https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/1/14/Selfridges_BIrmingham.jpg

https://vivimetaliun.files.wordpress.com/2016/09/d1f7a-selfridges.jpg
Uma das principais atrações turísticas da cidade inglesa de Birmingham é a loja de departamentos Selfridge. Além de seu tamanho impressionante e dos produtos encontrados pelos clientes, a fachada do prédio também é uma atração por si só. A fachada de cabeça de robô faz enorme contraste com as construções medievais do bairro.

Exemplo icônico da arquitetura Blobitecure – aquela em que os prédios têm forma “orgânica ou arredondada” – , a loja tem sua fachada coberta por milhares de discos de alumínio.

1. Lou Ruvo Center for Brain Health, Las Vegas

https://i2.wp.com/c767204.r4.cf2.rackcdn.com/ee808ed1-36ce-404d-8673-78066c5de6ff.jpg

https://i2.wp.com/blog.davidgiralphoto.com/wp-content/uploads/2012/08/20120711-DSC_0833-copy.jpg
Em 2010, a cidade de Las Vegas pediu que o arquiteto Frank Gehry criasse um projeto para uma clínica de saúde mental. O resultado foi o Lou Ruvo Center for Brain Health, que provavelmente deixa seus pacientes ainda mais confusos e ansiosos ao verem a fachada que parece estar derretendo.

O objetivo de Gehry foi criar um prédio que se destacasse em meio às outras construções. [Cracked]

Série de fotos devastadora mostra vilarejos italianos antes e depois do terremoto

https://i0.wp.com/www.hypeness.com.br/wp-content/uploads/2016/08/Italia_interna.jpg

Um forte terremoto devastou algumas vilas e cidades nas montanhas da região central da Itália nessa quarta-feira. O número de mortos já chegou a 250, e contando. O tremor, de magnitude 6.2, foi seguido por outros abalos menores, na região a 100km ao noroeste de Roma. O impacto é impressionante.

 Itália8

As cidades mais afetadas foram Accumoli, Amatrice e os vilarejos de Pescara del Tronto e Arquata del Tronto. Segundo o prefeito de Amatrice, “metade do vilarejo desapareceu”. Em Accumoli, autoridades confirmam que o que ocorreu é uma tragédia. “As pessoas estão sob as ruínas”, disse o prefeito, que teme pelo futuro da cidade, baseado principalmente no turismo.

Italia1 Italia2

Em Pescara del Tronto, além dos mortos e feridas a estrada de acesso ao vilarejo está bloqueada, dificultando ainda mais as equipes de busca, resgate e os atendimentos. Em Arquata del Tronto, o prefeito foi taxativo: “Se não conseguirmos ajuda, será o fim de Arquata”. O cenário de fato é tão apocalíptico quanto é incerto o futuro da região.

Italia3 Italia4

Italia5 Italia6

Italia7 Italia8

Italia9 Italia10

Italia11 Italia12

Italia13 Italia14

 Itália7

Itália9

Itália1

Itália2

Itália3

Itália4

Itália10

Itália6

Itália5

Todas as fotos: Reprodução