Homem arrisca a vida pra salvar mil animais do festival de carne de cachorro que está acontecendo na China

Enquanto certas diferenças culturais podem ser exóticos e interessantes convites à novidade, outras se mantêm como nada além de cruéis tradições ancestrais que não precisavam mais existir.É o caso do festival de carne de cachorro de Yullin, na China, que anualmente mata em torno de 10 mil cachorros para servir sua carne aos visitantes. O festival acontece no início do solstício de verão, por uma crença de que a carne canina faria o corpo suportar melhor o calor. 
 CHING5 

No lugar de simplesmente se espantar com o horror de tal tradição, o ativista americano Marc Ching decidiu agir. Ele e sua namorada foram até a China e, fingindo serem negociadores de cachorro para o abate, compraram mais de 1000 cães e os enviaram para os EUA, para serem tratados e reabilitados.Ching dirige uma fundação de resgate e cuidado aos animais. Em alguns casos, porém, Ching garante ter conseguido simplesmente convencer os abatedouros a não cometerem tal chacina e, com incentivo financeiro, começarem um novo negócio. 
 CHING1 

Ainda que o festival não seja reconhecido oficialmente, a polícia local trabalha contra o esforço de ativistas e voluntários. Mas Marc não se abala; ele já atuou em outras cidades da China e do Camboja, e afirma que esse ano os trabalhos têm colhido resultados, com um festival diminuído, menos animais abatidos e um número menor de carne de cachorro sendo oferecida para consumo.

CHING6 

CHING_2 

Como todas as milhares de horríveis tradições das quais a humanidade já se livrou, esse hábito se mantém simplesmente por ser um hábito, como algo que não poderia se transformar. Anualmente mais de 10 milhões de cachorros são abatidos para consumo de carne na região. O trabalho de ativistas como Marc é o de justamente mostrar que as coisas podem e devem se transformar.

CHING4

© fotos: divulgação

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s