10 animais antigos tão terríveis quanto os dinossauros

Dinossauros predadores como o tiranossauro tendem a monopolizar as atenções no quesito “monstros pré-históricos”.No entanto, muitos outros caçadores terríveis percorreram a Terra antes, depois e durante o seu reinado, de primos répteis a enormes anfíbios. Confira alguns deles:

10. Crassigyrinus

animais-predadores-dinossauros-10
Apesar de ser um dos menores animais nesta lista, o Crassigyrinus é formidável. Vindo do período carbonífero, mais de 300 milhões de anos atrás, com cerca de dois metros de comprimento, este predador quase parecia um cruzamento entre uma salamandra e uma moreia, com um corpo longo sinuoso, quatro pernas atrofiadas e uma cabeça enorme, cheia de dentes longos e afiados.

Devido aos seus grandes olhos salientes, acredita-se que o Crassigyrinus era um animal noturno, ou que habitava águas escuras e turvas. Como um crocodilo, sua estrutura óssea sugere uma grande dose de força muscular voltada para um incrível poder de mordida. Suas grandes mandíbulas eram capazes de abrir 60 graus.

9. Smok

animais-predadores-dinossauros-9
Polonês para “dragão”, Smok foi um gênero de predadores bípedes escamosos que viveram ao lado de dinossauros durante o período Triássico. O maior deles foi Smok Wawelski, ou Dragão de Wawel, com até seis metros de comprimento.

Embora seu esqueleto pareça notavelmente com o de dinossauros predadores mais famosos, esta criatura é considerada um arcossauro, um grupo de répteis. Isso efetivamente faz do Smok um jacaré de duas pernas adaptado mais para corrida de velocidade do que natação.

8. Aegisuchus

animais-predadores-dinossauros-8
Do grego “crocodilo escudo”, este réptil do final do Cretáceo tinha um conjunto de mandíbulas altamente incomum, extremamente amplo e achatado, quase como o bico de um ornitorrinco. Além disso, seus olhos minúsculos eram provavelmente fracos.

É possível que este animal dependia em grande parte de uma estratégia de emboscada para caçar, simplesmente esperando com suas mandíbulas abertas até uma presa ser pega entre seus dentes.

7. Inostrancevia

animais-predadores-dinossauros-7
Habitando a Terra 260 a 250 milhões de anos atrás, Inostrancevia era um gênero de animais semelhantes a répteis, parentes dos primeiros mamíferos. Acredita-se que eles possuíam tanto escamas quanto pelos eriçados.

O maior desses animais tinha mais de três metros de comprimento, com dentes protuberantes de 15 centímetros. Eles eram musculosos e pesados, capazes de derrotar presas muito maiores do que eles próprios e morder através das peles blindadas e grossas de herbívoros escamosos.

6. Koolasuchus

animais-predadores-dinossauros-6
Imagine uma salamandra viscosa de mais de cinco metros de comprimento, com uma boca grande o suficiente para engolir um adulto médio.

Se esse animal antigo se comportava de forma parecida com as pequenas salamandras modernas, então tentava comer absolutamente qualquer criatura menor que passava na frente dele. Isso incluiria muitos dos pequenos dinossauros que habitavam a Austrália durante o início do Cretáceo, tornando Koolasuchus o mais recente dos anfíbios gigantes no registro fóssil.

5. Mastodonssauro

animais-predadores-dinossauros-5
Outro anfíbio tipo salamandra do período Triássico, o mastodonssauro parecia um jacaré sem escamas, com um crânio alongado ostentando muitos dentes afiados e um par de presas do tamanho de facas na mandíbula inferior.

Seus minúsculos membros eram provavelmente inúteis em terra, já que muitos espécimes fósseis parecem ter morrido quando seus habitats pantanosos secaram. Em condições mais ideais, o animal teria flutuado, predado peixes, anfíbios menores e qualquer animal que chegasse perto o suficiente da água.

Com seis metros de comprimento e mandíbulas de um metro, apenas os dinossauros muito maiores de seu tempo teriam sido muito grandes para o apetite deste animal.

4. Batrachotomus

animais-predadores-dinossauros-4
Mesmo sendo grande e respeitável, o mastodonssauro parece ter sido uma presa frequente de outra besta do pântano do Triássico, o Batrachotomus.

Um arcossauro de seis metros, este animal era muito mais parecido com um crocodilo do que o Smok, mantinha-se em quatro pernas poderosamente musculosas e teria sido capaz de correr em alta velocidade.

3. Prionossuco

animais-predadores-dinossauros-3
O último dos animais da ordem Temnospondyli desta lista é o maior deles. Esta salamandra gigante teria, pelo menos, dez metros, conforme sugere um fóssil fragmentado encontrado.

O animal viveu durante o período Permiano, 270 milhões de anos atrás, e seu crânio tem um formato parecido a de um arcossauro não relacionado, o gavial, sugerindo que os dois compartilhavam um estilo de vida similar.

Isso teria feito do prionossuco um comedor de peixe com uma mordida rápida, mas relativamente fraca, ideal para emboscar presas no leito de um rio barrento.

2. Saurosuchus

animais-predadores-dinossauros-2
Com um nome que significa “lagarto crocodilo”, o Saurosuchus foi um caçador de quatro patas do Triássico, com provavelmente dez metros de comprimento, significativamente maior do que até mesmo o Smok.

Apesar do nome, ele não é agrupado com os crocodilos diretamente. Na verdade, tem sido difícil classificá-lo e ele é atualmente considerado um membro do grupo réptil Loricata, possivelmente ancestral aos arcossauros e uma série de outros grupos.

A estrutura de suas pernas sugere um estilo de vida relativamente lento. O animal só era provavelmente capaz de rajadas curtas e rápidas. Como um dos maiores predadores do Triássico na América do Norte, no entanto, teria havido muito poucos animais que o Saurosuchus não estava disposto a atacar se tivesse a oportunidade.

1. Rhomaleosaurus

animais-predadores-dinossauros-1
Habitando os oceanos do Jurássico até 183 milhões de anos atrás, o Rhomaleosaurus, ou “lagarto forte”, foi uma espécie de plesiossauro (uma ordem de répteis), criaturas que a maioria de nós conhece por seus longos pescoços.

O Rhomaleosaurus era mais conhecido por sua força bruta do que por seus rápidos ataques, como seus primos delgados, que podem até mesmo ter sido presas comuns para o animal. Enquanto outros plesiossauros caçavam peixes menores, o Rhomaleosaurus teria caçado criaturas mais perto de seu próprio tamanho ou mastigado amonites de cascas duras. [Listverse]

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s