Fotógrafo gay revisita seus traumas de uma infância em que se viu obrigado a ‘ser macho’

Ninguém disse que a adolescência seria fácil. Mesmo assim, ela pode ser ainda mais difícil para aqueles jovens que não se sentem representados pelo ambiente ao seu redor. Foi o caso do fotógrafo americano Ryan James Caruthers.

Ryan cresceu em uma cidade pequena dos Estados Unidos, onde todos os outros adolescentes encontravam no esporte uma maneira de passar o tempo e se afirmar em grupo. Porém, ele não se sentia inclinado para fazer as mesmas atividades que os seus colegas homens. Duas coisas contribuíam para o problema: o fato de ser gay e ainda estar se acostumando com a própria sexualidade e também o seu corpo fino e delicado, que estava longe de ser considerado atlético.

foto6 

Sua falta de interesse pelos esportes, que eram considerados praticamente uma prova de masculinidade, fez com que ele sempre se sentisse um estranho durante a adolescência. Ryan contou ao Huffington Post que morria de medo de tirar a roupa no vestiário, por exemplo.

A série fotográfica intitulada Tryouts (“Experiências”, em tradução livre) retrata estes lugares de sua infância em que ele se coloca no lugar de um adolescente que se envolve em diversas atividades esportivas, mas nunca parece estar à vontade nelas. O resultado é quase um exorcismo de suas experiências na adolescência.

Vem ver:

foto1 

foto2 

foto3 

foto4 

foto5 

foto7 

foto8 

foto9 

foto10 

foto11 

Todas as fotos © Ryan James Caruthers

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s