10 praças pelo mundo que merecem a sua visita

https://scontent.fssa2-2.fna.fbcdn.net/v/t1.0-9/14713572_1796212410655179_2730253302024389258_n.jpg?oh=6532ba99637cf8db0a28ff06c7ac6dce&oe=588AB702

Já parou para pensar quanta história há embutida nas praças existentes pelo mundo? Ponto de encontro de moradores e turistas, estes lugares são palco de acontecimentos importantes, manifestações públicas, apresentações artísticas, reuniões familiares, encontros entre apaixonados e muitas outras coisas.

Além disso, cada praça possui uma peculiaridade arquitetônica com mais uma carga histórica impossível de ser ignorada. Listamos abaixo 10 praças pelo mundo para colocar na lista de lugares para conhecer. Confira!

1. Praça da Concórdia – Paris, França

01-place-de-la-concorde-paris-photo

Localizada entre o Museu do Louvre e a chiquérrima rua Champs-Élysées, essa praça teve um importante papel na história da França: foi a sede da guilhotina durante a revolução francesa. Ali foram decapitados centenas de pessoas entre eles a rainha Maria Antonieta e o Rei Luis XVI. Tirando esse passado obscuro e sanguinário, o local é uma das praças mais bonitas de Paris. Um de seus destaques é o gigantesco obelisco que foi oferecido a Paris pelo vice-rei do Egipto, Méhémet Ali, em 1829. Este obelisco tem 23 séculos de história, mede 23 metros de altura, pesa 230 toneladas e provém do templo de Louxor. O monumento se encontra na Praça da Concórdia desde 1836.

2. Binnenhof – Haia, Holanda

02-binnenhof-46980

A praça situada em meio a um conjunto de prédios é o centro da vida política do país e ainda é a sede do parlamento holandês. Lá está situado o salão dos cavalheiros, o “Ridderzaal”, local onde acontece o “Prinsjesdag” (Dia do Príncipe), discurso de abertura anual do parlamento feito pelo rei. Esta cerimônia é bastante aguardada tanto por moradores quanto por turistas pela aura de contos de fadas que a envolve: a família real chega ao Binnenhof em uma carruagem dourada.

3. Washington Square Park – Nova York, Estados Unidos

03-mcp_0035-washington-square-park-m-p

A Washington Square Park é um dos mais agradáveis espaços ao ar livre da cidade. O lugar, que é muito frequentado por estudantes da Universidade de Nova York (localizada próxima), possui Wi-fi grátis e food trucks com diversas opções de comida por preços. Na praça, além de uma imponente fonte, existe um grande arco que homenageia George Washington, e que foi modelado tendo como inspiração o famoso Arco do Triunfo de Paris.

4. Praça Vermelha – Moscou, Rússia

04-images-of-red-square-moscow-russia-at-night-st-basils-cathedral

Durante a era da União Soviética esta praça sediava desfiles militares, hoje em dia o local se mantem como palco de manifestações populares da Rússia e é também um dos principais pontos turísticos da cidade e até mesmo do país. As muralhas do Krêmlin e a multicolorida catedral de São Basílio fazem desta praça um dos lugares mais icônicos do mundo.

5. Praça de São Pedro, Vaticano

05-st_peters_square_vatican_city_-_april_2007

É a porta de entrada no Vaticano e a área onde se situa a Basílica de São Pedro, o maior e mais importante edifício da religião cristã e local onde milhares de pessoas se juntam para ouvir e ver o Papa. O local possui dezenas de estátuas de santos e um obelisco egípcio que simboliza a dominância da igreja sobre o paganismo.

6. Praça das Armas, Cusco, Peru

06-plaza_de_armas_del_cuzco_1

Todas as ruas da cidade velha de Cusco vão dar nesta praça onde sobrevivem marcas deixadas pelo império inca há cerca de 500 anos. O lugar é o marco de todo o Centro Histórico e concentra as construções mais impactantes de Cusco tal como o templo de Machu Picchu e a imperdível Catedral de Cusco. No centro da praça há um jardim para passear e observar a vida ao redor. Conhecida entre os incas como lugar de encontro ( “Huacaypata”, no original inca), esta praça possui os principais serviços voltados para o visitante, como casas de câmbio, restaurantes diversos e agências de turismo.

7. Trafalgar Square, Londres, Inglaterra

07-trafalgar_square_london_2_-_jun_2009

É um ponto de parada obrigatório para quem visita Londres. O local situado no centro de da capital inglesa celebra a Batalha de Trafalgar (1805), uma vitória da Marinha Real Britânica nas Guerras Napoleónicas. Além de um marco importante da história, a Trafalgar Square sedia diversos eventos e serve como palco para os protestos realizados na cidade.

8. Plaza de Mayo – Buenos Aires, Argentina

08-plaza-de-mayo-3

Construída em 1810, a bela Plaza de Mayo é um dos pontos preferidos dos turistas que visitam Buenos Aires. O local situado entre a Casa Rosada (sede do governo argentino) e a prefeitura e a Catedral Metropolitana de Buenos Aires recebe semanalmente as Mães da Praça de Maio que protestam pela investigação do desaparecimento de seus filhos durante a época da ditadura e também solicitam outras necessidades sociais.

9. Praça da Paz Celestial (Tiananmen), Pequim, China

09-tiananmen-square-original-7247

É a grande praça no centro de Pequim e a terceira maior do mundo. Ampliada em 1949, a praça tem ao norte a Cidade Proibida, no centro contém o Monumento das Pessoas Heróis, de 38 metros, com inspiração do presidente Mao Zedong, onde está escrito que os heróis do povo são imortais. A leste e oeste foram construídos importantes edifícios de estilo soviético. A avenida, usada para desfiles do governo da China. Tendo a praça também o Mausoléu de Mao Zedong. A Praça da Paz Celestial ficou conhecida mundialmente por conta dos protestos de estudantes em 1989.

10. Praça dos Três Poderes, Brasília, Brasil

010-praca-dos-tres-poderes-brasilia-3

Praça dos Três Poderes, em Brasília, no Brasil, é um amplo espaço aberto entre os três edifícios monumentais que representam os três poderes da República: o Palácio do Planalto (Executivo), o Supremo Tribunal Federal (Judiciário) e o Congresso Nacional (Legislativo). A reúne diversas esculturas, como A Justiça (uma mulher com os olhos vendados), de Alfredo Ceschiatti, e Os Guerreiros (também conhecida como Os Candangos), de Bruno Giorgi. Como em quase todos os logradouros da cidade, a parte urbanística da praça foi idealizada por Lúcio Costa e as construções foram projetadas por Oscar Niemeyer.

Todas as fotos: Reprodução

2 comentários

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s