Fotográgo captura estes animais com câmera de filme japonês antigo do pai de 1960

  Giacomo Brunelli cresceu no interior da Itália, cercado por animais e quando ele descobriu a câmera do  pai em um armário (um japonês 35mm Miranda dos anos 60), logo ficou fascinado e decidi passar o tempo fotografando cães, gatos, cavalos e pássaros que viria através de caminhadas na natureza.
Os animais foi primeiro projeto e foi publicado dy Dewi Lewis em 2008. Ele usou a casa de banho como câmara escura para imprimir as imagens.
More info: Facebook

Luzes de LED colocadas em bondes transformam o Natal em Budapeste em pura magia

Na época de Natal, os bondes da cidade de Budapeste, na Hungria, são envoltos com 30 mil luzes de LED. Durante a noite estes veículos se transformam em fascinantes objetos brilhantes em movimento.

Esta tradição começou em 2009, quando a Companhia de Transportes de Budapeste passou a utilizar a magia das luzes como uma atração de fim de ano. Qualquer pessoa com um bilhete convencional de transporte público pode passear em um destes bondes.

Para os fotógrafos estes bondes são um espetáculo à parte, pois as imagens clicadas em longa exposição, capturam a qualidade etérea das luzes.

Veja:

budapest-christmas-tram-1

budapest-christmas-tram-2

budapest-christmas-tram-3

budapest-christmas-tram-4

budapest-christmas-tram-5

budapest-christmas-tram-6

budapest-christmas-tram-7

* Todas as fotos: Reprodução

Ela procurou explicar a ansiedade através de suas fotografias

https://scontent.fssa2-1.fna.fbcdn.net/v/t1.0-9/15134715_1811946679081752_6633741963431039772_n.jpg?oh=739504502e4800bc6c7c6084abddfcdf&oe=58BCC405

Às vezes o que os olhos não veem o coração sente violentamente, batendo rápido, encurtando nossa respiração e embaralhando nossos pensamentos. Tendo convivido com sua própria intensa ansiedade desde os 11 anos até os seus 20 e poucos anos de idade, a fotógrafa Steph Wilson resolveu tornar visível aquilo que, justamente por não poder ser visto com clareza como tantos outros sintomas, é tratado como uma questão menor ou desimportante.

Encarnar a ansiedade em imagens foi, portanto, a missão a que Steph se propôs nesse ensaio.

ansiedade9

As pessoas preocupam-se em soar excessivamente dramáticas ou carentes quando falam sobre isso, mas quanto mais normalizado e banal, menos as pessoas vão sofrer. É como qualquer tabu: quanto mais se falar, mais mundano se torna, e assim, por definição, deixa de ser tabu”, afirma a fotógrafa, que tratou o ensaio como uma catarse pessoal, assim como um meio de ajudar na relação de quem sofre de ansiedade com os sintomas muitas vezes abstratos dessa condição.

ansiedade11

Privação do sono, motivos para sair de casa (como passear com um cachorro), a relação com remédios, os ataques de pânico, o desejo de arranhar os próprios braços, claustrofobia, a sensação de viver pisando em ovos, de voltar a ser criança, de inabilidade para as coisas mais simples, tudo isso está retratado nas fotos de Steph.

ansiedade8

O ensaio revelou-se para ela, como um espelho – algo que a formou e a define e que, portanto, a trouxe até onde ela está e, ao mesmo tempo, algo que a assombra e que ela não deseja jamais reviver. “As fotos foram um pouco como um ‘obrigado’ e um ‘adeus’”.

ansiedade10

ansiedade7

ansiedade6

ansiedade5

ansiedade4

ansiedade3

ansiedade2

ansiedade1

Todas as fotos © Steph Wilson

Esse aeroporto foi considerado o melhor de todos diversas vezes e tem um mundo lá dentro

https://scontent.fssa2-1.fna.fbcdn.net/v/t1.0-9/15134563_1811939279082492_4961787742890317339_n.jpg?oh=0a563d74f560b2adca96c2de35c8fba2&oe=58B861DB

Se você estiver planejando voar para Singapura, pode ter certeza que os atrativos da viagem vão começar antes mesmo de sair do aeroporto com destino ao seu hotel. Tudo porque o Changi Airport Singapore, o aeroporto da cidade, tem sido considerado o melhor do mundo por diversos rankings desde 2006!

Mas o que faz deste um aeroporto tão especial? Em primeiro lugar, você não vai precisar se preocupar com o tempo gasto em uma longa conexão, pois o Changi oferece aos passageiros em trânsito não apenas um, mas dois tours grátis pela cidade. Para participar de algum deles, só é preciso comprovar que está em trânsito, ter permissão para sair do aeroporto e dispor de 5 h 30 a 6 horas por lá.

changi6

Mesmo assim, aqueles que preferirem passar o tempo dentro do próprio aeroporto também vão dispor de uma ótima variedade de atividades para toda a família. Talvez a mais interessante delas seja um cinema aberto 24 horas por dia nos terminais 2 e 3 do aeroporto, que oferece filmes totalmente gratuitos aos viajantes. Além disso, muitas obras artísticas estão espalhadas por diversas áreas do aeroporto (veja todas aqui).

changi7

changi2

Se o objetivo for relaxar, o aeroporto também conta com opções de spas nos terminais 1 e 2, além de um jardim com mais de 1000 borboletas. Além disso, famílias com crianças podem curtir o maior escorregador de Singapura em pleno aeroporto, com 12 metros de altura. Para ter acesso a brincadeira, é preciso apenas apresentar uma nota fiscal de US$ 10 gastos no aeroporto – o que não será tão difícil, considerando a quantidade enorme de lojas que existem por lá.

changi3

changi9

Fora todas essas atrações, o aeroporto ainda conta com 160 opções de restaurantes, bares e lanchonetes capazes de matar a fome de qualquer um, uma área de games (também grátis) no terminal 3 e muitos espaços voltados para as crianças. Por um custo extra, também é possível relaxar nas piscinas localizadas no terraço do aeroporto, enquanto observa os aviões partindo e chegando por lá!

changi1

changi10

changi8

changi5

changi4

Todas as fotos © Changi Airport

Tocante animação brasileira expõe os danos que o ser humano causa aos animais selvagens

Uma incrível animação criada para o Wildlife Conservation Film Festival, festival que visa alertar o público em geral sobre a importância da conservação da biodiversidade, tem dado o que falar.
Batizada de Dream (Sonho), o filme foi produzido pelo estúdio brasileiro Zombie, com criação da DDB NY, e levou 5 meses para ficar pronto, além de envolver 40 profissionais em torno do projeto.
zombie2 
zombie3
Ao longo dos 3 minutos, animais selvagens cantam a música I Dreamed a Dream, do musical Os Miseráveis, enquanto assistem diversos seres humanos acabando com a vida selvagem, em alguns casos até mesmo indiretamente, quando degradam o meio ambiente que, consequentemente, destrói o habitat dos animais.
zombie 
captura-de-tela-2016-10-19-as-12-39-22 
captura-de-tela-2016-10-19-as-12-39-02
Os artistas Natalie Bergman, Ryan Merchant, Keenan O’Meara e Tal Fisher Altman emprestam suas vozes aos animais, e a música emocionante cai como uma luva, parecendo ter sido escrita para a animação.

Todas as imagens © Reprodução Youtube