Partilhe as suas fotos mais espetaculares do céu noturno em todo o mundo

Claro céu noturno está cheio de magia e a sensação de que um monte de coisas por descobrir misteriosas acontecendo em cima. Não nenhum tal sentimento no mundo como assistir céu claro na noite quente de verão. Lembrame a grandeza e a incrível beleza do nosso planeta maravilhosa!.Eu amo essas fotos espetaculares do céu noturno em todo o mundo, então eu convido você a compartilhar com todos os seus leitores. 😀
 

#1 Lost In The Dark (Lake Dumbleyung, Western Australia)

Lost In The Dark (Lake Dumbleyung, Western Australia)

#2 Radio Mast Milkyway (southern Finland)

Radio Mast Milkyway (southern Finland)

#3 Southern Milky Way (Patagonia, Argentina)

Southern Milky Way (Patagonia, Argentina)

#4 Thunderstorm Near Broken Bow, Nebraska, Usa

Thunderstorm Near Broken Bow, Nebraska, Usa

#5 When Worlds Collide (Washington, USA)

When Worlds Collide (Washington, USA)

#6 Galactic Dance (Mount Cook, New Zealand)

Galactic Dance (Mount Cook, New Zealand)

#7 The Eye Of The Universe (180 Degree Panorama Over Australia)

The Eye Of The Universe (180 Degree Panorama Over Australia)

#8 Perseid Meteor Shower Over Denver, Colorado

Perseid Meteor Shower Over Denver, Colorado

#9 Northern Lights, Iceland

Northern Lights, Iceland

#10 A Dreamscape From Rila Mountain, Bulgaria

A Dreamscape From Rila Mountain, Bulgaria

#11 Arctic Sky In Lofoten, Norway

Arctic Sky In Lofoten, Norway

#12 Aurora Over The Callanish Standing Stones, Isle Of Lewis

Aurora Over The Callanish Standing Stones, Isle Of Lewis

#13 Galactic Panorama Taken In The Middle Of A Desert In Arizona

Galactic Panorama Taken In The Middle Of A Desert In Arizona

#14 Ancient

Ancient

#15 Surreal Night At Easter Island

Surreal Night At Easter Island

#16 Aurora Borealis

Aurora Borealis

#17 Starry Night Sky

Starry Night Sky

#18 VLA And Milky Way (New Mexico, USA)

VLA And Milky Way (New Mexico, USA)

#19 Milky Way Galaxy Hanging Cver The Devil’s Tower In Wyoming (western Usa)

Milky Way Galaxy Hanging Cver The Devil’s Tower In Wyoming (western Usa)

#20 Area 51 Stargazer

Area 51 Stargazer

#21 The Time Machine

The Time Machine

 

#22 The Search For Extraterrestrial Life Continues.

The Search For Extraterrestrial Life Continues.

#23 The Way To The Universe

The Way To The Universe

#24 Red Square In Moscow, Russia

Red Square In Moscow, Russia

#25 Castle Spandau

Castle Spandau

Pessoas solteiras recriam fotos clássicas de casamento e o resultado é hilário

Já reparou como as fotografias de casamento parecem ser sempre iguais? Geralmente, os ensaios são realizados em cenários bucólicos em que os noivos tentam parecer o mais naturais possíveis em poses nada convencionais. Agora, se essas fotos já parecem meio bizarras por si só, imagina o que acontece quando elas são recriadas por pessoas solteiras!

Foi o que aconteceu neste ensaio fotográfico, que convidou alguns solteiros a recriar essas fotografias bobas que todo casamento tem. Sim, nós estamos falando de fotos como estas daqui:

Foto © Katrina Elena Photography

casamento2

Foto © Green Wedding Shoes

O ensaio divertido foi clicado pelas lentes da fotógrafa profissional Courtney Lindberg, especializada em fotos de casamentos, e tudo foi gravado pelo Buzzfeed Yellow em um vídeo que promete melhorar o seu dia. Afinal, mesmo quem não tem um par pode ter ótimas fotos de casamento (e elas ficam ótimas no Tinder!).

wedphoto1

wedphoto2

wedphoto3

wedphoto4

wedphoto5

O vídeo é em inglês, mas as imagens são autoexplicativas. Dá o play:

Foto destaque: Reprodução Youtube

As penas neste fóssil de 130 milhões de anos ainda contêm vestígios de cor

penas-cores-fossil-2

Um fóssil bem preservado encontrado na China ainda contém os compostos biológicos originais que deram ao pássaro de 130 milhões de anos sua cor.A descoberta estende o período em que os cientistas pensaram que essas substâncias podiam ser conservadas.

 

A pesquisa foi realizada por especialistas da Universidade Estadual da Carolina do Norte, nos EIA, e da Academia Chinesa de Ciências e da Universidade de Linyi, na China.

https://i0.wp.com/www.heritagedaily.com/wp-content/uploads/2016/11/pal1.png

Melanosoma

Os pesquisadores mostraram evidências de preservação original de queratina e melanosoma nos restos fossilizados do Eoconfuciusornis, uma espécie parecida com o corvo que viveu na China cerca de 130 milhões de anos atrás.Esse é o mais antigo fóssil já descoberto que contém vestígios destas moléculas.

https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/6/68/Eoconfuciusornis_BW.jpg

Paleontologistas já haviam encontrado vestígios de organelas contendo melanosoma em penas fossilizadas antes. O problema é que não tinham certeza se os melanosomas, e suas cores associadas, vinham na verdade da criatura preservada, ou de micróbios que “atacaram” essas penas durante sua decomposição e fossilização.Mais evidências eram necessárias para separar as duas possibilidades.

Queratina

Essa evidência agora chegou na forma de queratina, uma proteína fibrosa que protege certas células de danos.

“Se esses pequenos corpos são melanosomas, eles devem ser incorporados em uma matriz queratinosa, uma vez que as penas contêm beta-queratina”, observou Mary Schweitzer, bióloga da Universidade Estadual da Carolina do Norte e coautora do estudo, em um comunicado. “Se não pudéssemos encontrar a queratina, então essas estruturas poderiam ser facilmente micróbios, ou uma mistura de micróbios e melanosomas”.

Usando microscópios eletrônicos, juntamente com uma técnica para criar um mapa de alta resolução dos elementos dentro das penas, os pesquisadores foram capazes de mostrar que os traços químicos de melanosomas e queratina no fóssil eram realmente derivados das penas originais.Como conclusão, o sombreado marrom escuro visto neste fóssil é provavelmente indicativo da aparência e cor do pássaro quando ainda estava vivo.

Evolução

Os pesquisadores dizem que sua nova técnica tem o potencial de ajudar os cientistas a compreender, a nível molecular, como e por que as penas evoluíram nestes pássaros primitivos.A presença de melanosomas e queratina nesse fóssil sugere que outros poderiam revelar segredos semelhantes.

Praticamente todos os dinossauros tinham penas (tenha o Jurassic Park admitido isso ou não), de maneira que é concebível que a nova técnica seja usada para determinar os esquemas de cores de certos dinossauros. Isso, é claro, se os paleontólogos encontrarem um fóssil tão bem preservado como este último. [Gizmodo]

10 hostels brasileiros onde você pode trabalhar em troca de hospedagem grátis

Quem disse que é preciso gastar fortunas pagando por hospedagem enquanto você viaja? A gente não concorda nada com isso e sabe que algumas vezes uma pequena economia pode significar muitos dias a mais na estrada.
Por isso mesmo, estamos sempre de olho em oportunidades como a que é oferecida pelo site World Packers, em que é possível trocar algumas horas de trabalho por hospedagem grátis. E estes 10 hostels no Brasil estão de portas abertas para os viajantes que toparem dar uma mãozinha nas tarefas diárias.

1. Bamboo Groove Hostel – Ubatuba (SP)

Uma experiência ideal para quem quer passar adiante suas habilidades com esportes como surfe ou yoga para outras pessoas. É o que este hostel em Ubatuba oferece. Em troca, os viajantes ganham hospedagem em quarto compartilhado e a oportunidade de ficar cara a cara com as lindas paisagens desta praia.
hostel1

2. Pousada Jardim da Marambaia – Barra de Guaratiba (RJ)

Neste hostel no Rio de Janeiro, os viajantes terão nada menos do que cinco dias de folga por semana. Nos outros dias, deverão trabalhar seis horas em tarefas que envolvem artes, desenvolvimento web ou música. Em troca, eles recebem acomodação com café da manhã incluído e a oportunidade de conhecer esse lindo lugar!
hostel2

3. Haleakala Hostel – Praia do Rosa (SC)

Trabalhar em uma das praias mais bonitas do Brasil com a limpeza dos quartos e áreas comuns deste hostel é uma possibilidade tentadora. Trabalhando 30 horas semanais, você ganha acomodação, café da manhã e também pode lavar suas roupas gratuitamente no hostel.
hostel3

4. Breda Hostel Paraty – Paraty (RJ)

Se você sabe tirar boas fotografias, pode ser que isso renda algumas noites neste hostel, em Paraty. Trabalhando cinco horas por dia, quatro dias por semana, você ganha acomodação em um quarto compartilhado e ainda pode aproveitar o café da manhã no local.
hostel4

5. Knock Knock Hostel – Curitiba (PR)

Neste hostel de Curitiba você pode dar uma mãozinha na recepção, ajudar a trocar a roupa de cama e a servir refeições e, de quebra, ganha hospedagem grátis em um quarto compartilhado e também o café da manhã oferecido pelo hostel.
hostel5

6. Abacate&Music BioHostel – Imbituba (SC)

Quem topar ajudar com alguns reparos ou com a pintura deste hostel em Imbituba não ganha apenas hospedagem grátis, mas também café da manhã e almoço. E, se o trabalho deixar suas roupas muito sujas, não é motivo para se preocupar: o uso da lavadora de roupas também é liberado!
hostel6

7. Tribo Hostel – Ubatuba (SP)

Tem habilidades manuais? Então você pode ajudar com alguns reparos ou com a pintura do Tribo Hostel, em Ubatuba. Em compensação, se o seu talento for voltado para reunir os amigos, você também poderá trabalhar como promotor de eventos por lá! Nos dois casos, os viajantes ganham hospedagem em quarto compartilhado e café da manhã, além de dois dias de folga por semana.
hostel7

8. Rock! and Hostel – Belo Horizonte (MG)

Quem estiver disposto a trabalhar no turno da noite ou realizar tarefas de limpeza e recepção será muito bem-vindo no Rock! and Hostel. Quem encara o trabalho por lá pode tirar quatro dias de folga por semana e ainda ganha café da manhã e uma cama para dormir em quarto compartilhado. Nada mal, né?
hostel8

9. Jeri Hostel Arte – Jericoacoara (CE)

Na belíssima praia de Jericoacora, praticamente qualquer ajuda é válida. Trabalhando na cozinha, na limpeza ou na recepção, os viajantes podem desfrutar de quatro dias de folga por semana para curtir a viagem, além de uma cama em quarto compartilhado e um café da manhã com tapioca e ovos para começar bem o dia.
hostel9

10. Abaquar Hostel – Velha Boipeba (BA)

Neste hostel no interior da Bahia, precisa-se de bartenders, pessoas capazes de ajudar na cozinha, e gente para lidar com a limpeza e a recepção. Em troca das tarefas, você recebe uma cama em dormitório e também café da manhã grátis.
hostel10
Todas as fotos: World Packers/Reprodução

Pessoas seguram cartazes com as frases que ouvem por serem descendentes de asiáticos

O preconceito racial é um problema urgente e global e, ainda que tenha contra as populações negras sua maior incidência, outros grupos sofrem desse mesmo mal. Um grupo de americanos de origem asiática, estudantes da Universidade de Bowdoin, no estado do Maine, decidiu iniciar um debate sobre o preconceito que sofrem, por conta de suas origens asiáticas expressas fenotipicamente em seus rostos, através de cartazes com as frases que, mesmo em 2016, ainda escutam por aí.


“Por favor, não ria do meu nome”

As fotos viralizaram e, em parceria com a associação de estudantes de Bowdoin e a associação de estudantes asiáticos, se transformou em uma exposição. Sob o hashtag #IssoÉ2016 – que levanta o espanto de tais frases ainda serem repetidas mesmo hoje em dia – o trabalho reúne estudantes de origens chinesa, do sul da Índia, paquistanesa e vietnamita, entre outras.

“Seus olhos são grandes para uma asiática”

“Eu não sou do Oriente Médio”

“[ouvida de um professor de literatura] Aposto que ninguém na sua família fala bem inglês”

“Eu falo ‘Alô’ e não ‘Arô’”


“Não, eu não falo ‘asiático’”

A ideia é mostrar que cada experiência, cada aparência, cada história é individual e diferente – mas que o preconceito, que está mais presente e próximo do que costumamos pensar, sempre fere.

“Eu não sairia com um homem asiático”

“[para o porteiro] Não, eu não estou aqui para fazer uma entrega. Isso é meu almoço”

“‘- Como vai a China?’
Como eu vou saber? Eu sou americana de origem coreana, e nunca estive lá”

“Sua barba lhe dá uma aparência arriscada”

“É verdade que os pais chineses matam o segundo filho?”

“Você é uma pessoa ‘de cor’? Nunca se sabe com asiáticos…”

© fotos: divulgação