Casal que espera um filho é aconselhado a ter menos cachorros e responde com um álbum que é puro amor

Quando Sanjana Madappa e Aditya Raheja, de Bangalore, na Índia, descobriram que estavam esperando um filho e contaram a novidade aos amigos e familiares, a primeira frase que ouviram logo após os parabéns foi: “Vocês irão se livrar dos seus cachorros, certo?”.

Até mesmo o médico do casal falou que o ideal para o bebê seria ser criado longe dos animais de estimação da família, que não são poucos, já que Sanjana trabalha numa ONG de defesa pelos animais e volte meia adota um deles.

pregnant-couple-dogs-photoshoot-3

Como era de se esperar, o casal ficou extremamente surpreso com a reação das pessoas, já que seus cachorros são de porte grande, mas nem um pouco violentos. E então para dar uma resposta à todos que recomendaram que a família abrisse mão dos animais, eles tiveram uma ideia incrível.

pregnant-couple-dogs-photoshoot-5

Resolveram fazer aquele ensaio fotográfico que os casais costumam fazer quando estão esperando um filho de uma maneira bastante peculiar. Convidaram todos os pets da casa para participar da sessão com eles. O resultado são estas fotos lindas que confere abaixo:

pregnant-couple-dogs-photoshoot-6

pregnant-couple-dogs-photoshoot-7

pregnant-couple-dogs-photoshoot-10

pregnant-couple-dogs-photoshoot-18

pregnant-couple-dogs-photoshoot-19

pregnant-couple-dogs-photoshoot-4

pregnant-couple-dogs-photoshoot-20

pregnant-couple-dogs-photoshoot-23

Todas as fotos © Reprodução Facebook

Anúncios

Essas fotos maravilhosas provam que pilotar aviões é das melhores profissões do mundo

Que tal olhar através dos olhos de um piloto para todos os estágios de um voo? Desde a sua decolagem, até alcançar a altura das nuvens, avistando cidades ou paisagens que parecem microscópicas quanto estamos há quilômetros do chão? Como montanhas cobertas de neve, rios, campos verdejantes ou a imensidão do mar…

Percorrer os ares observando a mudança de luz conforme as horas passam, ver o sol nascer e se pôr. E na hora da aterrissagem, observar as luzes e construções de cidades que se aproximam a cada segundo.

Conheça aqui essas e outras visões privilegiadas que só os pilotos podem apreciar com tanta frequência!

Avião13

Avião12

Avião10

Avião6

Avião5

Avião4

Avião3

Avião2

Avião1

Avião 9

Avião7

Todas as fotos © LOT Polish Airlines

Misteriosas criaturas dos sonhos são materializadas em esculturas pelo artista Scott Radke

Nossa imaginação não tem limites – seja para sonhar o belo, seja para criar o assustador. Nosso inconsciente aceita tudo que é capaz de criar, e na maior parte das vezes, a imaginação mistura as duas forças: o belo e o assustador, o medo e a coragem em uma mesma criação, em muitos casos sob o espelho mimético da forma humana. O que o artista americano Scott Radke faz é justamente tornar físico e material esses seres que sua imaginação cria.

Scott1

São figuras oníricas, entre o sonho e o pesadelo, que Scott materializa e fotografa em ambientes naturais, como seres fora do tempo, encarnados em espaços que também sugerem o sonho.

Scott10

Ele prefere manter o discurso, os sentidos e as camadas subcutâneas de seu trabalho tão simples quanto possível, deixando que o trabalho fale por ele mesmo. Criar é seu propósito maior e, ao longo desse processo, o artista aproveita para lidar diretamente com os símbolos de seus sonhos, convidando o espectador a fazer o mesmo.

Scott9

Scott8

Scott7

Scott6

Scott5

Scott4

Scott3

Scott2

© fotos: Scott Radke

Como a invenção dessa menina de 15 anos pode mudar a forma como usamos os oceanos

 

Doze dólares. É disso que uma estudante de 15 anos precisa para criar um mecanismo que transforma o movimento das ondas do mar em energia suficiente para mover um dessalinizador, que torna potável a água salgada.

A norte-americana Hannah Herbst provavelmente é a cientista mirim com maior potencial no país. Afinal, ela foi vencedora de um concurso de inovação que reuniu jovens de todos os estados norte-americanos. Não é a toa que seu projeto foi o escolhido: além de usar recursos mínimos, é um sistema funcional e sustentável.

Usando uma impressora 3D, ela conseguiu criar um propulsor, que conectado a um gerador hidroelétrico converte a energia do movimento em eletricidade. Embora o sistema não seja poderoso o suficiente para abastecer uma casa, por exemplo, ele dá conta de uma máquina simples, como um dessalinizador.

A ideia surgiu quando Hannah se correspondia por cartas com uma menina de 9 anos moradora da Etiópia. Ao saber que por lá água potável e energia não são recursos amplamente disponíveis, a estudante norte-americana logo começou a pesquisar formas de facilitar o acesso a isso, usando meios sustentáveis.

cientista-mirim

cientista-mirim2

cientista-mirim3

Fotos © Discovery Education 3M Young Scientist Challenge

[Via Fast.Co]