Objetos, comidinhas e até animais que trazem uma galáxia em si

Nesta semana, a Nasa anunciou a descoberta de sete novos planetas com tamanhos similares ao da Terra. Acredita-se que pelo menos um deles tenha condições habitáveis, com temperatura ideal e água em forma líquida.

Em 2018, o telescópio James Webb será lançado ao espaço, trazendo mais informações para os terráqueos. Enquanto isso não acontece, fizemos uma seleção com diversos produtos inspirados no cosmos, que vão desde objetos como canecas e anéis, passando por bolos e cupcakes, até cabelos coloridos e lagostas, que vão fazer você viajar através das galáxias. Vem ver:

1. Cupcakes

galaxy-cake-wedding-space-cupcakes-skozorbit-2

2. Macarons

galaxy-cakes-space-sweets-nebula-cosmos-universe-6-5727519f3eb2d__700-1

3. Anéis

01ff780c4cd9950f804bead438yp-smeshannaya-tehnika-the-ring-is-20-5-gone-with-the-sea-58ad959713058__880

4. Cabelos coloridos

galaxy-space-hair-trend-style-111__700

5. Lagostas

new-crayfish-species-discovered-cherax-pulcher-christian-lukhaup-indonesia-4

new-crayfish-species-discovered-cherax-pulcher-christian-lukhaup-indonesia-1

6. Pirulitos

galaxy-cakes-space-sweets-nebula-cosmos-universe-1-5727518d901a1__700-1

7. Bolos

galaxy-cake-wedding-space-cupcakes-skozorbit-1

space-planet-birthday-cake-1

8. Cookies

galaxy-cake-wedding-space-cupcakes-skozorbit-4

9. Donuts

galaxy-575c37b16093c__880

10. Roupa de cama

galaxy-bedding-jail-betray-cbedroom-8

11. Ovos de Páscoa

how-to-make-galaxy-easter-eggs-dreamalittlebigger-5

12. Canecas

galaxy-ceramics-sublime-pottery-studio-36-58a585b1658d8__700

Imagens © Reprodução

Os melhores lugares do Brasil para praticar montanhismo

O montanhismo é a mistura perfeita das duas atividades que mais fazem bem para o corpo e para a mente: a prática de esporte e o contato com a natureza. O Brasil é repleto de lugares incríveis para esta atividade e abaixo você pode conferir quais são eles.

Visual das Águas – Bragança Paulista, SP

01

A região de Bragança Paulista é outra ótima opção para quem curte esportes de aventura. O conjunto conhecido como Visual das Águas, por exemplo, é ideal para quem quer dar os primeiros passos no montanhismo, com direito a uma bela visita da represa da cidade. Os amantes da adrenalina também podem conferir outros dois maciços rochosos na região: a Pedra Maria Antônia e a Pedra do Santuário, esta com altura média de 50 metros salpicados por granito e cristais, locais perfeitos para escalada com diferentes graus de dificuldade.

Pico da Neblina, Santa Isabel do Rio Negro, AM

02

Localizado no norte do Estado do Amazonas, na Serra do Imeri, o Pico da Neblina é o ponto mais alto do Brasil com 2995,30 metros de altitude, destino preferido dos montanhistas. O trajeto é tarefa árdua para os desbravadores, que costumam levar 10 dias, tendo o calor, a umidade e o cansaço como os piores adversários, mas, no final, o espetáculo da natureza e o senso de vitória superam tudo!

Embora o maciço do Pico da Neblina esteja situado na fronteira com a Venezuela e a maior parte da área do maciço esteja nesse país, o cume principal está inteiramente dentro do território brasileiro.

Pedra Grande, Atibaia, SP

03

Pedra Grande é perfeita para os praticantes de paraglider e asa delta. O local também é ideal para a prática de trekking. O destaque é a trilha que sai do Vale do Flamboyant. O trajeto tem três quilômetros, com desnível, trecho recomendado para iniciantes em montanhismo. Pode-se avistar do cume da pedra, o município e as montanhas da região.

Pico de São Domingos, Serra da Mantiqueira, MG

04

O Pico de São Domingos, na Serra da Mantiqueira, divisa entre Córrego do Bom Jesus, Gonçalves, Camanducaia e Paraisópolis, em Minas Gerais, está a 2.100 metros de altitude do nível do mar. Lá do alto tem-se uma visão de 360º das paisagens de Gonçalves, da Pedra Bonita (que é o pico mais alto da região, com 2075 m), da região de Campos do Jordão, da Pedra do Baú, da região de São Bento de Sapucaí e Paraisópolis, da cidade de Cambuí, de Córrego do Bom Jesus e Monte Verde (distrito de Camanducaia), além de toda a região da Fernão Dias.

Pico do Cristal, Serra do Caparaó, MG

07

O Pico do Cristal é o sétimo mais alto do país, na Serra do Caparaó, também em Minas Gerais, com 2.769 metros, e é considerada uma montanha de forma perfeita. No local, cristais de quartzo afloram na superfície, provocando um fenômeno natural de rara beleza à luz da lua. A montanha fica na mesma porção do Pico Calçado e do Pico da Bandeira, porém o seu acesso é mais técnico, além de exigir boa dose de resistência e ousadia. O local reserva surpresas aos novatos, o que requer a presença de um guia. Uma vez vencida a subida, revela-se diante dos olhos todo o esplendor de Minas Gerais.

Todas as imagens: Reprodução

As incríveis casas flutuantes do Lago Bokodi, na Hungria

Na aldeia de Bokod, a cerca de 80 quilômetros a oeste de Budapeste, Hungria, está o lago Bokodi. O lago artificial foi criado em 1961 pela Companhia Térmica de Oroszlány inundando um trecho de baixa altitude próximo à usina.

A usina extraía água fria do lago para operar suas caldeiras e devolvia água quente. A reciclagem da água impedia que o lago congelasse mesmo nas baixas temperaturas do inverno.

Zoltán Valkó - Panoramio
Zoltán Valkó/Panoramio

Ao longo dos anos, o lago tornou-se um local popular para a pesca e uma série de pequenas casas foram erguidas pelos moradores locais, com passarelas de madeira que conduzem às construções. Além dos residentes poucos conheciam esse lugar pitoresco até que uma foto do lago e suas casas flutuantes apareceram como fundo do site de pesquisas Bing, em novembro de 2013.

Enquanto a fama do Lago Bokodi se espalhava pela internet, turistas e fotógrafos começaram a lotar esta remota aldeia.

Sugár Nagy - Panoramio
Sugár Nagy/Panoramio

Parte da atração do Lago Bokodi, além de seu belo cenário, era a sua água nunca congelante que oferecia oportunidades de pesca continuada durante todo o ano. No entanto, em 2015, a usina fechou as portas, o que significa que o lago já não é aquecido no inverno. Espera-se que este fato não afete negativamente as oportunidades de turismo do local.

Balázs Hornyák - Panoramio
Balázs Hornyák – Panoramio

Esta incrível casa flutuante permite que você tenha um teto enquanto navega e viaja o mundo

O que seria melhor do que poder viajar levando a sua casa junto? Nada, oras. O pessoal da Friday, grupo da Universidade de Coimbra, em Portugal, criou uma casa flutuante que, além de abrigar confortavelmente os moradores, ainda dá maior mobilidade para eles, fazendo do oceano a estrada principal de suas jornadas.

O projeto “Floatwing” tem design modular, fazendo com que todos os componentes da casa se encaixem em contêineres convencionais e sejam despachados a qualquer momento para onde quer que a pessoa queira. A estrutura de seis metros de largura e comprimentos que variam de 10 a 18 metros, comporta até três quartos e dois banheiros.

A casa móvel chega a uma velocidade de três nós a partir de dois motores de pequeno porte e também é movida a bateria que chega a durar até sete dias. Há ainda um terraço onde dá para relaxar, tomar sol e reunir os amigos. Além disso, a proximidade com o mar traz inúmeras possibilidades de diversão e locomoção.

casaflutuante11

casaflutuante4

casaflutuante3

casaflutuante2

casaflutuante

casaflutuante13

casaflutuante6

casaflutuante7

casaflutuante8

casaflutuante9

casaflutuante12

casaflutuante10

casaflutuante14

Todas as fotos © José Campos

Descubra quais as praias ‘bandeira azul’ do Brasil e entenda o que isso significa

No Brasil existem praias que possuem o certificado ‘Bandeira Azul’, mas você faz ideia do que isso significa? O Programa Bandeira Azul é um símbolo de qualidade ambiental atribuído anualmente às praias e portos de recreio e marinas que se candidatam e que cumpram um conjunto de critérios.

Os Critérios do Programa Bandeira Azul estão divididos em quatro grupos: Informação e Educação Ambiental, Qualidade da Água, Gestão Ambiental e Equipamentos e Segurança e Serviços.

O Programa Bandeira Azul é uma iniciativa da FEE (Foundation for Environmental Education – Fundação para Educação Ambiental) que conta hoje om apoio de diversas instituições internacionais. No Brasil é operado pelo Instituto Ambientes em Rede, com sede em Florianópolis, SC.

O Programa teve início em 1987 na Europa (no Brasil à partir de 2004) e é aberto a praias marítimas, fluviais e lacustres, além de marinas. É necessário a participação dos municípios e envolvimento de instituições locais que representam os vários segmentos da Sociedade Civil (moradores, iniciativa privada, empreendedores, comunidades tradicionais e grupos atuantes, ONGs e demais associações) e que podem colaborar na implantação e efetivação do Programa.

O Programa Bandeira Azul tem como objetivo elevar o grau de conscientização dos cidadãos e dos tomadores de decisão para a necessidade de se proteger o ambiente marinho e costeiro e incentivar a realização de ações que conduzam à resolução dos conflitos existentes.

Confira as praias brasileiras que possuem o certificado Bandeira Azul:

Praia do Tombo – Guarujá, SP

01-tombo

A Praia do Tombo, é chamada assim por ter ondas fortes e mar agitado provocando uma espécie de tombo no mar e é conhecida internacionalmente por sediar os mais importantes campeonatos de surf.

Prainha – Rio de Janeiro, RJ

Outra praia adorada pelos surfistas, a Prainha chama a atenção pelas boas ondas e pela beleza natural protegida por morros cobertos pela Mata Atlântica. São apenas 150 metros de uma estreita faixa de areia. O local possui um manancial de água doce e está localizada em área da Proteção Ambiental.

Praia de Palmas – Governador Celso Ramos, SC

02palmas

Com águas mornas e cristalinas, a praia de Palmas é a maior praia de Governador Celso Ramos em infraestrutura e extensão – são quase três quilômetros de extensão. Por este motivo também é a mais frequentada por turistas. Na alta temporada a praia de Palmas recebe mais 10 mil pessoas por dia.

Praia Grande – Governador Celso Ramos, SC

Oferece ótimas condições para a prática de surf, desde que o vento seja do quadrante leste. Na beira da praia Grande há um posto salva-vidas e diversas casas para veraneio. O balneário é bastante movimentado durante a temporada.

Lagoa do Peri – Florianópolis, SC

O Parque Municipal da Lagoa do Peri situa-se ao sul da Ilha de Santa Catarina, junto às praias da Armação do Pântano do Sul e Morro das Pedras, distante 24 km do Centro de Florianópolis. A Lagoa do Peri é abastecida por um conjunto de mananciais hídricos que nascem nas encostas do Sul da Ilha. Toda a região está preservada como patrimônio natural pelo decreto municipal nº 1.828. Menos explorada que a Lagoa da Conceição, na Lagoa do Peri ainda se pode encontrar Mata Atlântica Primária

Praia de Ponta de Nossa Senhora do Guadalupe, Ilha dos Frades – Salvador, BA

Ilha-dos-Frades-1

É uma praia localizada na parte norte da ilha dos Frades, entre o Morro de Nossa Senhora de Guadalupe e o Outeiro dos Carneiros. É uma das praias mais procuradas da Ilha dos Frades, por causa de suas águas calmas, mornas e cristalinas, ótimas para o banho, a pesca e mergulho.

Todas as imagens: Reprodução

Chinchilas com bumbuns extremamente redondos parecem falsas

 

As fotos abaixo não foram modificadas no Photoshop. Essas chinchilas realmente têm bumbuns perfeitamente redondos!Elas podem parecer muito fofas para ser de verdade, mas são o resultado alcançado por um reprodutor chamado Cameron, que vive em Milton Keynes, Buckinghamshire, no Reino Unido.

Cameron se especializa principalmente na criação de chinchilas Violeta que, como característica particular, têm estas extremidades super redondinhas.

Sei o que você está pensando: será que alguma crueldade foi usada para chegar a esse padrão? Cameron garante que não. Seus animais não estão recebendo alimentos demais ou sendo escovados todos os dias para parecer redondos. Essa é a aparência natural de sua pele.

No site de Cameron, muitos afirmam que essas coisinhas adoráveis são muito bem cuidadas, têm vários brinquedos, se divertem todos os dias e são tão felizes quanto qualquer chinchila.

Se você gostou das imagens, pode seguir Cameron no Instagram para ver mais fotos dessas fofíssimas criaturas.

[BoredPanda]

Três crianças adoráveis continuam recriando cenas de filmes nomeados aos Óscares da melhor forma

A fotógrafa Maggie Storino, de Chicago, Estados Unidos, é mãe dos pequenos Sloan, Sadie e Sophia, de 1, 4 e 6 anos, respectivamente. Juntos, eles alimentam o blog Don’t Call Me Oscar, onde reproduzem cenas famosas de filmes que são indicados ao Oscar.

No ano passado, eles fizeram esse ensaio fofíssimo, com imagens de filmes como A Grande Aposta, Mad Max e O Regresso. Esta semana, às vésperas da premiação da Academia, que acontece no próximo domingo dia 26, a família Storino voltou a atacar.

Para 2017, Maggie e seus adoráveis filhos recriaram cenas de filmes como La La Land, Estrelas Além do Tempo, Lion e muito mais. O resultado é, além de fofíssimo, muito caprichado, com acessórios e figurinos bastante semelhantes aos das cenas originais. Confira:

La La Land

static1.squarespace

static1.squarespace-1

Estrelas Além do Tempo

static1.squarespace-4

static1.squarespace-5

Moonlight

static1.squarespace-6

static1.squarespace-7

Lion

static1.squarespace-13

static1.squarespace-14

A Chegada

static1.squarespace-15

static1.squarespace-16

Um Limite Entre Nós

static1.squarespace-2

static1.squarespace-3

Manchester à Beira-Mar

MXSFilm

static1.squarespace-10

Até o Último Homem

static1.squarespace-8

static1.squarespace-9

A Qualquer Custo

static1.squarespace-11

static1.squarespace-12

Todas as imagens © Reprodução

Artista usa técnica incrível para criar obras de arte que parecem sair do papel

 

O artista alemão Stefan Pabst começou a desenhar ao cinco anos e, desde aí, nunca mais parou. Seus traços transcenderam numa medida que parecem sair da superfície de onde são criados.

Usando técnicas  3D e o efeito de perspectiva chamado anamorfose, Stefan surpreende com seus desenhos hiperrealistas. Ele conta que “para a grande arte, você tem que ver as coisas como se você estivesse vendo pela primeira vez, com a mente aberta e completa como a de uma criança. Isso é o que eu tento fazer com meus desenhos em 3D. A técnica é complicada; você tem que ter muita imaginação. Mas ela é bem recebida pelos espectadores, e, às vezes, eu mesmo me surpreendo com o resultado!”.

Stefan tem um canal no YouTube onde mostra o seu processo de criação. Abaixo você assiste a uma compilação destes vídeos, além de uma seleção de imagens, como a foto de seu filho que ganhou um par de olhos extras para o Halloween.

3d6

3d10

3d9

3d1

3d2

3d3

3d4

3d5

3d7

3d8

Todas as imagens via Stefan Pabst

Homem recebe transplante facial em cirurgia inovadora e histórica de 56 horas

A ideia de que, por pior que seja uma circunstância, todos na vida merecem e podem receber uma segunda chance ganha uma perspectiva impressionante quando olhamos a história do americano Andy Sandness. Aos 31 anos, Andy acaba de passar por uma cirurgia que durou 56 horas e exigiu uma equipe de 60 pessoas para realizar um incrivelmente bem sucedido transplante facial.

Andy1

10 anos atrás, porém, Andy tentou tirar a própria vida. Apesar de ter sobrevivido, o gesto destruiu seu rosto, deixando-o praticamente sem nariz, boca e mandíbula aos 21 anos. Na época, em 2006, Andy passou por 8 cirurgias reparatórias, que o salvaram mas pouco puderam fazer sobre sua boca e mandíbula.

Andy6

Andy recebeu uma prótese de nariz, mas tinha de se alimentar em pequenos pedaços, os quais precisavam ser chupados para que ele pudesse se alimentar.

Andy7

Em 2012, no entanto, a clínica onde era paciente sondou seu interesse em participar de um novo procedimento, justamente de transplante facial. “Quando você tem a aparência que eu tinha e vivia como eu vivia, você se agarra ao menor sinal de esperança. E essa era a cirurgia que me faria voltar a ser normal”, ele disse.

Foram necessários três anos de treinos e preparações e mais um tempo de espera até encontrar um doador. Em junho de 2016 Andy recebeu a notícia de que a cirurgia enfim seria realizada.

Andy8

Por três semanas após a longa cirurgia, Andy foi proibido de se olhar no espelho. Em dezembro ele voltou à clínica para um último pequeno procedimento, e enfim sua vida começou a retomar a normalidade.

Andy3

Andy4

Para muito além da aparência, hoje Andy pode sentir cheiros, respirar normalmente, mastigar e se alimentar de todo tipo de comida.

Andy5

Sua maior alegria, segundo ele, é para a maioria de nós algo mundano e desapercebido: voltar a ser anônimo, e poder frequentar qualquer lugar sem que os olhares alheios o lembrem o tempo todo da tragédia que atravessou.

Andy2

© fotos: divulgação

Imagens de quando a segregação racial era legal nos EUA lembram a importância de combater o racismo

Para colocar em perspectiva o racismo no mundo, é importante olhar para trás e perceber há quão pouco tempo a segregação racial era legal, legitima e posta em prática em diversos países – como, por exemplo, nos Estados Unidos. Mesmo passados cem anos do fim da Guerra Civil americana, em 1865, e da abolição da escravidão, nos anos 1960 – ou seja, ontem – o país ainda separava negros de brancos em praticamente toda e qualquer instância social.

Integrantes do grupo racista Ku Klux Klan reúnem-se ao redor de uma cruz em chamas no estado da Geórgia, em 1962

Integrantes do grupo racista Ku Klux Klan reúnem-se ao redor de uma cruz em chamas no estado da Geórgia, em 1962

A própria Suprema Corte dos EUA determinou, no final do século XIX e até meados dos anos 1960, que se as raças permanecessem “separadas, mas iguais”, a segregação racial não seria considerada violação da constituição americana. Somente após muita luta – e muitas prisões, agressões e mortes – através do movimento pelos direitos civis que, em 1964 a Lei dos Direitos Civis e, no ano seguinte, a Lei dos Direitos de Voto garantiram a igualdade racial nos Estados Unidos – ao menos, na letra fria da lei.

Opositores da lei dos direitos civis "enforcam" boneco representando Martin Luther King no Alabama, em 1963

Opositores da lei dos direitos civis “enforcam” boneco representando Martin Luther King no Alabama, em 1963

Basta uma rápida (e dolorosa) olhada pelas fotos reunidas pelo Buzzfeed para se ter certeza da profunda repercussão que tais assombrosos hábitos ainda possuem ainda hoje. Para pensar no cenário do Brasil em comparação ao horroroso passado americano, basta se lembrar que, enquanto os números da escravidão nos EUA variam entre 400.000 e 500.000 pessoas traficadas para o país, por aqui o número de pessoas trazidas à força da África para trabalhar foi de mais de 5 milhões. O resto é história – a mais terrível, assustadora, ameaçadora e ainda presente história.

Membros do Partido Nazista Americano intimidando a convivência entre brancos e negros no estado da Virginia, em 1960

Membros do Partido Nazista Americano intimidando a convivência entre brancos e negros no estado da Virginia, em 1960

Protesto contra a integração racial em uma escola no Alabama, em 1963

Protesto contra a integração racial em uma escola no Alabama, em 1963

Ataque contra um carro com passageiros negros em um protesto contra a integração racial em 1956

Ataque contra um carro com passageiros negros em um protesto contra a integração racial em 1956

Ativistas com cartazes escritos: “Eu sou um homem" são impedidos de protestar no Tennessee, em 1968

Ativistas com cartazes escritos: “Eu sou um homem” são impedidos de protestar no Tennessee, em 1968

Homem com bandeira dos Confederados observa manifestantes no Alabama, em 1964. O cartaz diz: “Mais de 300 mil negros têm seu voto negado em Alabama”

Homem com bandeira dos Confederados observa manifestantes no Alabama, em 1964. O cartaz diz: “Mais de 300 mil negros têm seu voto negado em Alabama”

Inspeção em igreja explodida em bairro negro

Inspeção em igreja explodida em bairro negro

Escola dinamitada em Nashville, em 1957, após pela primeira vez admitir um aluno negro - uma criança de 6 anos

Escola dinamitada em Nashville, em 1957, após pela primeira vez admitir um aluno negro – uma criança de 6 anos

Protesto contra integração nas escolas em 1960. O cartaz à direita diz: “Tudo que eu quero ganhar neste Natal é uma escola branca e limpa”.

Protesto contra integração nas escolas em 1960. O cartaz à direita diz: “Tudo que eu quero ganhar neste Natal é uma escola branca e limpa”.

Martin Luther King Jr. sendo preso por se aproximar de um tribunal onde um racista estava sendo julgado, em 1958. Depois dessa foto, o reverendo foi espancado pelos policiais.

Martin Luther King Jr. sendo preso por se aproximar de um tribunal onde um racista estava sendo julgado, em 1958. Depois dessa foto, o reverendo foi espancado pelos policiais.

Policial aposentado espanca um estudante negro que estava somente esperando para ser atendido em uma lanchonete, enquanto as pessoas incentivam e observam ao redor

Policial aposentado espanca um estudante negro que estava somente esperando para ser atendido em uma lanchonete, enquanto as pessoas incentivam e observam ao redor

Protesto por conta da mudança de uma família negra para o bairro majoritariamente branco, na Pensilvânia, em 1963

Protesto por conta da mudança de uma família negra para o bairro majoritariamente branco, na Pensilvânia, em 1963

Criança fantasiada de Ku Klux Klan em uma manifestação racista em 1956. Na porta do carro está escrito "Brancos do Sul são os melhores amigos dos negros, mas integração não"

Criança fantasiada de Ku Klux Klan em uma manifestação racista em 1956. Na porta do carro está escrito “Brancos do Sul são os melhores amigos dos negros, mas integração não”

Jovem em um carro coberto por mensagens racistas no Texas em 1956

Jovem em um carro coberto por mensagens racistas no Texas em 1956

Buddy Trammell (“Nós, estudantes da escolha Clinton, não queremos negros em nossa escola”) , Max Stiles (“Não iremos para a escola com negros”) e Tommy Sanders “(Greve contra a integração na Clinton”) protestam contra a integração de sua escola no Tennessee, em 1956

Buddy Trammell (“Nós, estudantes da escolha Clinton, não queremos negros em nossa escola”) , Max Stiles (“Não iremos para a escola com negros”) e Tommy Sanders “(Greve contra a integração na Clinton”) protestam contra a integração de sua escola no Tennessee, em 1956

Uma "sala de espera para negros" em Oklahoma, em 1955

Uma “sala de espera para negros” em Oklahoma, em 1955

Placa em Detroit, em 1942: "Queremos moradores brancos em nossa comunidade branca"

Placa em Detroit, em 1942: “Queremos moradores brancos em nossa comunidade branca”

População negra restrita ao fundo dos ônibus na Carolina do Sul, em 1956

População negra restrita ao fundo dos ônibus na Carolina do Sul, em 1956

Bebedouros "somente para pessoas de cor"

Bebedouros “somente para pessoas de cor”

A grande Rosa Parks sendo presa no Alabama, em 1956, poucos meses após ter se recusado a ceder seu lugar em um ônibus para um passageiro branco - gesto que levou ao boicote dos ônibus pela população negra e tornou-se um marco na luta pelos direitos civis

A grande Rosa Parks sendo presa no Alabama, em 1956, poucos meses após ter se recusado a ceder seu lugar em um ônibus para um passageiro branco – gesto que levou ao boicote dos ônibus pela população negra e tornou-se um marco na luta pelos direitos civis

Uma sala de aula segregada na Geórgia, em 1941

Uma sala de aula segregada na Geórgia, em 1941

Carro com bandeira dos confederados e um cartaz que diz: "Salvem nossas crianças da praga negra" - em Nashville, 1956

Carro com bandeira dos confederados e um cartaz que diz: “Salvem nossas crianças da praga negra” – em Nashville, 1956

Homem bate em um boneco enforcado em protesto contra a integração racial no Arkansas, em 1957

Homem bate em um boneco enforcado em protesto contra a integração racial no Arkansas, em 1957

Estudante reage no Arkansas, em 1958, depois de ouvir que ele e sua irmã teriam de deixar a calçada para os jovens brancos passarem

Estudante reage no Arkansas, em 1958, depois de ouvir que ele e sua irmã teriam de deixar a calçada para os jovens brancos passarem

© fotos: Buzzfeed

Ele retratou norte-coreanos sorrindo para romper mitos e preconceitos

Uma das lendas que povoa o imaginário a respeito da Coréia do Norte diz ser quase impossível encontrar um norte-coreano sorrindo. Isolado em um dos países mais fechados do mundo, a seriedade desse povo refletiria a dureza da vida com a liberdade cerceada sob um governo de natureza autoritária. E tudo isso procede – menos a parte em que o povo norte-coreano não sabe sorrir.

CoreiaN1

Depois de seis viagens ao país, o fotógrafo francês Eric Lafforgue resolveu prover que, apesar da dureza das circunstâncias políticas da Coréia do Norte, seu povo sabe desfrutar dos momentos de felicidade, e sorrir.

CoreiaN2

Registrar a alegria dos norte-coreanos não foi fácil, tendo de lidar todo o tempo com a desconfiança dos guias e guardas a cada fotografia tirada por Eric. Ainda assim o ensaio abaixo mostra que em sua volta o fotógrafo trouxe uma mala cheia de sorrisos.

CoreiaN13

CoreiaN12

CoreiaN11

CoreiaN10

CoreiaN9

CoreiaN8

CoreiaN7

CoreiaN6

CoreiaN5

CoreiaN4

CoreiaN3

© fotos: Eric Lafforgue