Professor ensina alunos a fazer casas de cachorro para ajudar abrigos

É comum em escolas americanas que alunos possam frequentar aulas de marcenaria e construção no ensino médio. Na maior parte dos casos, os alunos aprendem a mexer com instrumentos e materiais, construindo objetos com utilidades restritas, como caixas de madeira e adornos para decoração caseira. Um professor de construção, no entanto, resolveu oferecer um outro sentido para o curso, e aproveitar a produção nas aulas para ajudar abrigos de animais locais.

Barry3

Assim, o professor Barry Stewart transformou suas aulas em pequenas fábricas de casas de cachorro e gatos. A ideia surgiu há 14 anos, e hoje se transformou em um programa, intitulado Casas para Cachorros, que auxilia o Centro de Controle de Animais de Forsyth, na Carolina do Norte. Através do Centro, as casas construídas por seus alunos são doadas a donos de animais de baixa renda, oferecendo um abrigo seguro e bonito para os cães e gatos.

Barry1

Através do programa, os alunos não só ajudam os animais, como aprendem preceitos básicos da construção. E algumas boas ideias já surgiram das jovens mãos, como inclinar levemente a entrada das casas de cachorro para protege-los da chuva e do vento, e fazer o teto das casas de gatos removível, a fim de facilitar a limpeza da casa e o manuseio do animal.

Barry5

Hoje o professor vive na Flórida, onde também mantém o programa com instituições locais, que já ofereceu mais de 600 casas de cachorro 110 casas de gato. Levar alunos e aulas a questionarem e até solucionarem problemas e carências da vida “real” é o que de melhor pode se esperar de um professor – e eis um excelente exemplo.

Barry4

fotos © divulgação

Anúncios

Hotel com diversas obras de Banksy e com a ‘pior vista do mundo’ é inaugurado na Cisjordânia

O “The Walled Off Hotel” abriu as portas na manhã desta sexta-feira para a imprensa. Localizado em Belém, na Cisjordânia, o local está repleto de obras do artista de rua Banksy e conta com 9 quartos, todos com a “pior vista do mundo”.

Palestinians Banksy

Palestinians Banksy

Localizado bem em frente ao famoso muro construído por Israel para impedir a entrada de “””terroristas””” palestinos na cidade, um dos maiores destaques do local vai para o quarto número 3, que possui um quadro onde um israelense e um palestino duelam em uma briga de almofadas

1024

Palestinians Banksy

Essa não é a primeira vez que o artista se envolve com a causa palestina. Há mais de uma década Banksy vem criando obras no local, já tendo pintado diversos murais nas ruas de Gaza e também no muro com mais de 700 km de extensão que separa Israel da Palestina.

Palestinians Banksy

Palestinians Banksy

Palestinians Banksy

A previsão de inauguração do The Walled Off foi em 11 de março e, apesar do site oficial ainda não ter sido lançado, a equipe do artista garante que o hotel não será somente uma obra de arte, mas que estará aberto para receber hóspedes de verdade, ajudando assim a movimentar o turismo local.

Palestinians Banksy

Palestinians Banksy

Imagens © Emma Graham-Harrison//AP Photo

Artista visita o Museu do Louvre pela primeira vez e explica obras de arte de forma divertida

Você manja de história da arte? Sabe reconhecer obras e artistas facilmente? Bem, o Mr. Angry conta que “finalmente visitou” o Museu do Louvre, em Paris, e conheceu de perto algumas pinturas clássicas. Só que ele se esqueceu de anotar seus nomes, e, como nós também não sabemos tudo, vamos mostrar a versão dele para o nome destas.

Vale a pena ver:

“Não me toque porque eu sou fabuloso”

louvre1

“Mãe, por que c* eu estou segurando isso aqui?”

louvre2

“Puxe meu dedo”

louvre3

“Tanto faz”

louvre5

“MÃE!! Estou tentando trabalhar aqui!!”

louvre6

“Por que ela não cala a boca logo?”

louvre7

“Por favor Deus, faça a segunda-feira passar logo”

louvre8

“Alguém pode fazer ele parar de tocar?”

louvre9

“Quer cheirar meu sovaco, bro?”

louvre12

“O dia após uma rave com MDMA [um tipo de droga]”

louvre13

“MMM, sim, me conte mais”

louvre14

“Vadia, não me toque”

louvre15

Todas as imagens © Mr. Angry

Acredite: este site está buscando pessoas para avaliar mansões pelo mundo durante 3 meses

Viajar se hospedando em casas de luxo e ainda receber um salário mensal de 10 mil dólares. Se isso parece mais um sonho impossível do que outra coisa, você precisa saber que este emprego está disponível na vida real.

03-6

Screen_Shot_2014-08-12_at_8.50.54_AM

O Thirdhome, um site onde proprietários de casas de luxo cadastram suas mansões e podem escolher outras propriedades para se hospedar, está à procura de alguém para ter o emprego dos sonhos: testar casas maravilhosas em alguns dos lugares mais incríveis do mundo como Indonésia, França, Califórnia, Caribe e Havaí.

04

Para se candidatar é preciso enviar um vídeo de um minuto explicando porque você é a melhor escolha para o trabalho para o e-mail bestjobontheplanet@thirdhome.com até o dia 30 de março. O candidato vencedor deverá compartilhar suas viagens através de textos, fotos e vídeos pelas redes sociais.

BALCONY_night_Z

A viagem deve durar 3 meses e passar por 12 das mais luxuosas mansões do site. Além do salário, todas as despesas de viagem estão incluídas e ainda é permitido levar um acompanhante (eles têm que pagar as passagens, mas ainda assim vale, não?).

IMG_8223

28

Segundo a descrição da vaga, anunciada como “o melhor trabalho do mundo”, o candidato ideal deve apreciar uma vida de luxo, ter experiência com viagens, escrever bem, fazer bom uso das redes sociais, ser bom na frente das câmeras e articulado. Também é preciso ter o passaporte em dia, carteira de motorista internacional, disponibilidade para viajar por três meses e ter mais que 18 anos.

Mais informações na fanpage oficial do Thirdhome.

Imagens: Divulgação