Após seu pai se recusar a levá-la ao altar, seu chefe não permitiu que a homofobia falasse mais alto

Em Taiwan, o casamento homoafetivo não é permitido por lei. Mesmo assim, um casal de mulheres decidiu fazer uma celebração simbólica de sua união, que já dura 11 anos. Quando o pai de uma das noivas se recusou a entrar no altar ao lado dela, foi a vez de seu chefe tomar o lugar e transformar a cerimônia.

Jennifer, que trabalha no HSBC, diz que tentou inclusive namorar homens para agradar o seu pai e chegou a pensar em criar um casamento falso para deixá-lo feliz. No entanto, o amor por Sam falou mais alto e as duas celebraram sua união no início deste ano.

amor2

Como o pai de Jennifer se recusava a aceitar o relacionamento entre elas, foi seu chefe quem caminhou junto a ela ao altar. John Li é CEO do HSBC e se prontificou a acompanhar a noiva em seu grande dia.

Em um vídeo criado pela empresa para o canal HSBC Now, que conta histórias dos funcionários do banco, Jennifer fala que tinha muito medo de ser rejeitada pelos clientes por conta de seu relacionamento – e o vídeo abaixo indica que ela não precisará mais se preocupar com isso. ♥

Dá o play:

JenLGBT

amor1

amor3

JenLGBT2

Todas as imagens: Reprodução YouTube

Anúncios

1 comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s