5 destinos imperdíveis onde é possível gastar menos de US$ 30 por dia

Viajar é preciso. E talvez essa seja uma verdade tão universal porque sempre que viajamos, entendemos de fato como somos pequenos diante da imensidão do mundo. Viajar nos ensina sobre a vida muito mais do que escolas, faculdades, MBAs, dentre outros, além de exercer um papel fundamental na nossa sanidade (e felicidade), considerando que vivemos em uma realidade cuja rotina nos massacra.

No entanto, um dos grandes mitos sobre viagens, tem sido quebrado nos últimos tempos. Muita gente acredita que para viajar é preciso ter muito dinheiro sobrando, mas não é bem assim. O mundo está cheio de lugares fantásticos, para todos os gostos e bolsos. Talvez você tenha que esperar um pouco ou intensificar as economias para fazer aquela viagem sonhada para Londres ou Paris, mas não se desanime – há muito mais para ver do que as cidades que constam em todos os guias turísticos, e a boa notícia é que seu bolso irá agradecer bastante.

Por isso, na hora de planejar a sua próxima viagem, uma dica bacana é pensar em roteiros alternativos, e em locais cuja moeda seja mais barata do que a nossa. Seu dinheiro pode não valer muito na Noruega, mas você vai definitivamente se sentir mais rico em países como Tailândia, Honduras, ou Índia.

Para provar esse ponto, trouxemos hoje uma lista com 5 dicas de destinos imperdíveis, e bem baratos. Nesses lugares, é possível cobrir as despesas básicas do seu dia gastando em média 30 dólares, ou algo como 70 reais. Isso significa que se fizer escolhas mais inteligentes, vai poder viajar muito mais, ou quem sabe até, se tornar um Nômade Digital, passando a vida migrando de cidade para cidade, sempre priorizando aquelas cuja moeda compensa para a gente.

Confira a lista e já vá pensando na sua próxima aventura:

1. Tailândia

Não é propriamente um segredo que a Tailândia é um país maravilhoso e com muitos locais por visitar. Ainda assim, o elevado número de turistas não fez os preços aumentar muito (viu, Brasil?).

Evite algumas ilhas mais luxuosas e viva abaixo dos 30 dólares, usando guesthouses em vez de hotéis, comida local, nas ruas, ao invés de restaurantes e prefira os transportes públicos. Outra dica para evitar – as bebidas, normalmente são mais caras do que a comida.

As vistas e experiências, com certeza valem cada centavo.

Tailândia1

Foto via

Tailândia2

Foto © fra.ps

2. Bali

Bali consegue ser ainda mais barato que a Tailândia e mesmo no sul, a zona mais turística da ilha, é possível ter uma refeição abaixo dos quatro dólares, qualquer coisa como oito reais (repetindo, isto é preço de turista). Se estiver disposto a correr a ilha e suas incríveis paisagens, é possível esbarrar em verdadeiros achados.

Bali1

Foto © Simon_sees

Bali2

Foto © Jeda Villa Bali

3. Grécia

Há muitas razões pra visitar a Grécia, mas se está procurando qualquer coisa barata na Europa, este país tem provavelmente a melhor relação qualidade/preço. Já era um dos mais baratos daquela região da Europa, agora, depois da bancarrota, ficou ainda mais fácil viajar por lá.

Grécia1

Grécia2

Fotos via

4. Países da América Central

Aqui o leque de opções é maior: não só um país, mas vários. Retiremos Belize, Costa Rica e Panamá, um pouco mais caros, e aproveitemos El Salvador, Honduras, Nicarágua ou Guatemala, pra encontrar hotéis a cerca de 10 dólares a noite, com refeições a três e cervejas a menos de um dólar! Fica até difícil gastar mais de 30 por dia.

AmericaCentral2

AmericaCentral1

Fotos via

5. Budapeste

Mais um destino europeu, desta vez apenas a cidade. Bem mais acessível que outras capitais vizinhas, como Praga ou Viena, em Budapeste, Hungria, você consegue almoçar ou jantar por dois dólares, nos mercados de rua ou nas lojas de kebabs que fazem vibrar a cidade. Para os quartos, oito dólares (18 reais) deve ser suficiente.

Budapeste1

Foto © Mauro Moroni

Budapeste2

Foto © allfreephotos

Anúncios

2 comentários

  1. Pingback: 5 destinos imperdíveis onde é possível gastar menos de US$ 30 por dia – A luz de bons preceitos humanos, refletirá um estado de equilíbrio harmônico com tudo que vemos e com o que não vemos .Apenas sentimos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s