As 10 praias mais perigosas e assustadoras do planeta

 

Com certeza você adora ir a uma praia no verão… É um lugar para relaxar, pois geralmente é tranquilo e calmo (na maior parte das vezes!). Você olha ao seu redor e curte a Mãe Natureza em todo seu esplendor, e de fato, é um dos principais destinos de férias em todo o mundo. Ir à praia serve sempre como momentos para esquecer os problemas que nos cercam, sentindo o granulado da areia sob os dedos dos pés…

 

E se estiver realmente quente, é só andar alguns metros e cair no mar para se refrescar. No entanto, há algumas praias espalhadas pelo mundo que não são tão simples e agradáveis como imaginamos. Na verdade, elas são consideradas as praias mais perigosas do mundo… e perigoso, nesse caso, não significa que elas tenham ondas maiores que o normal.

1. Kilauea – Havaí

O Havaí é um destino turístico popular por suas praias incríveis, ondas grandes e clima perfeito para se bronzear, porém, também tem seus perigos. Há vários vulcões ao redor do Havaí e o Kilauea continua sendo o mais ativo de todos. A areia da praia de Kilauea é negra em função da cinza vulcânica e, embora seja um lugar fantástico para se visitar, ainda há o risco do vulcão entrar em erupção. Especialmente sabendo que ele está ativo desde 1983, você deve pensar duas vezes antes de ir para este destino.

 

2. Praia Zipolite – México

O México é o lar de praia de Cancún, eleita uma das mais bonitas do mundo, mas é também o lar de uma das praias mais mortais. O próprio nome da praia já traduz seu perigo – “praia dos mortos” – o que é algo que já de cara faz você repensar o seu desejo de ir visitá-la. Mesmo assim, ela recebe anualmente muitos turistas. Oficialmente chamada Praia Zipolite, ela parece um paraíso e pode criar uma falsa sensação de segurança, porém um mergulho em seu mar azul exuberante poderia acabar por ser a última coisa que você faça. Suas ondas enormes dão origem a correntes perigosas, e, embora o número tenha diminuído, muitas pessoas morrem neste lugar, apesar da equipe de resgate que tem.

3. Ilha Fraser – Austrália

Infelizmente, a Ilha Fraser é um paraíso cuja entrada é proibida para todas as pessoas, porque as suas águas são o lar de diversas espécies de água-viva e tubarões perigosos. Além disso, algo que a torna ainda mais complicada é que a ilha é o lar de algumas das aranhas e crocodilos mais mortais do mundo. Vale a pena o risco e ir para este pedaço de paraíso? Pense nisso várias vezes antes de comprar o seu bilhete…

 

4. Gansbaai – Sudáfrica

A praia de Gansbaai tem tantos tubarões brancos em suas águas, que se tornou uma atração turística para os amantes da aventura. Atualmente, você pode até mesmo contratar alguns passeios onde você pode alimentar estes poderosos animais e tomar um banho com eles. Claro, você submergirá dentro de uma gaiola a prova de tubarões só para ter certeza de que você não vire sua comida.

5. Volusia County – Florida

Em 2013, a Florida ficou bastante tempo nas manchetes por ter tido o maior número de ataques de tubarão de sua história. Na época, houve mais avistamentos de tubarões na costa do condado de Volusia do que em toda a região sul-africana, que é notória como habitat destes animais. Embora a maioria dos ataques de tubarões na Flórida não tenham sido fatais, isso nos tira um pouco o desejo de nadar ali. No entanto, os tubarões não são a única ameaça, pois a Flórida também tem a maior taxa de mortes por raios em toda a América do Norte. Na verdade, você não fica seguro lá, nem na água, nem na areia…

 

6. Praia de Chowpatty – Índia

A praia de Chowpatty é, senão a mais famosa, uma das mais importantes em todo o país. No entanto, é também uma das mais poluídas do mundo. A cada ano, centenas de moradores de Mumbai comemoram o festival hindu de Ganesha Chaturthi na praia e é tradição que todos os ídolos de Lord Ganapati se lavem no mar. As águas e a praia são tão repugnantes que as chances de se pegar alguma coisa lá são muito altas…

7. Atol de Bikini – Ilhas Marshall

O Atol de Bikini tem um muita vida marinha, tornando-o um destino ideal para o mergulho. Ele também foi declarado Patrimônio da Humanidade pela Unesco. No entanto, apesar de sua beleza, ele não é livre de perigos. Suas águas são infestadas de tubarões e, de 1946 a 1958, foi um campo de testes para armas nucleares. Cerca de 20 bombas nucleares foram lançadas sobre a ilha, infectando a área inteira com alta radiação. Há muito tempo o governo declarou a área como segura, mas você tem certeza que quer visitá-la?

 

8. Schitovaya Bukhta – Rússia

Schitovaya Bukhta é conhecida por ser um dos mais famosos destinos de surf em todo o mundo, mas, infelizmente, também há numerosas instalações militares localizadas ali. Devido a isso, os surfistas precisam solicitar uma autorização para cavalgar as ondas e, por outro lado, uma dessas bases é lar de antigos submarinos nucleares que têm vazamentos radioativos.

 

9. Ilha Heard – Antártida

As ilhas Heard e McDonald são um grupo de ilhas desabitadas que levam os nomes dos exploradores que as descobriram, ao desembarcarem nelas em 1855. A ilha Heard tem um vulcão que mede 2.745 metros de altura, o Mawson, e embora ele esteja há muito tempo ocioso, há alguns perigos. Não há atividades turísticas reconhecidas ali, mas aventureiros extremos se atrevem a surfar suas ondas. No entanto, embora a ilha pertença à Austrália, as temperaturas são extremamente frias e alguns sofrem de hipotermia.

 

10. Ilha Sentinela do Norte – Ilhas Andaman

Considerado o lugar mais difícil para se visitar, esta ilha é parte das ilhas Andaman e Nicobar, na Baía de Oceano Bengala, entre Myanmar e Indonésia. É o lar de uma tribo muito perigosa, os Sentineleses. Eles são tão hostis ao contato externo que a ilha recebeu o prêmio de ilha de mais difícil acesso no mundo. Acredita-se que os Sentineleses sejam descendentes diretos dos primeiros seres humanos que surgiram na África. Eles vivem na ilha há mais de 60.000 anos, e sua população exata é desconhecida, variando entre 40 e 500. Não importa se você chegar na ilha de propósito ou por acidente, os moradores cumprimentam todos da mesma forma, com lanças e flechas. Como se isso não bastasse, a ilha é cercada por grandes extensões de recifes de coral, tornando o acesso ainda mais difícil.

Fonte: Starstock / dailynewsdig
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s