Esta sorveteria reaproveita ingredientes que iriam para o lixo para criar novos sabores

Você comeria um sorvete feito com comida que iria para o lixo? Se a ideia parece inusitada, então você precisa conhecer esta sorveteria de Portland, nos Estados Unidos, que criou sabores de sorvete usando ingredientes que seriam descartados.

A Salt & Straw já trabalhava com fornecedores locais como uma forma de fortalecer a economia da região. Porém, seus proprietários Kim e Tyler Malek contaram em uma entrevista ao Fast Company que estavam desapontados por saber que cerca de 40% de toda a comida nos Estados Unidos vai parar no lixo. Foi assim que eles buscaram uma maneira criativa (e deliciosa!) de alertar sobre o problema: criando sabores de sorvete com restos de alimentos.

salt2

A mudança no cardápio não é algo novo na Salt & Straw. A sorveteria muda seus sabores a cada quatro semanas, sempre com cardápios temáticos. Um dos temas foram sabores fermentados (que incluíam mel fermentado e molho de peixe) e em junho deste ano, a temática será voltada para alimentos que seriam desperdiçados.

A estimativa é que a edição de sabores especiais vá fazer com que duas toneladas de comida deixem de ir para o lixo. Embora o impacto ainda seja pequeno diante de um problema tão grande, os proprietários da sorveteria estimam que o principal benefício será a conscientização gerada pelo projeto, que mostra que o desperdício pode – e deve – ser evitado.

salt3

Para aumentar o alcance, a sorveteria irá trabalhar em parceria com instituições que recolhem e redistribuem alimentos que seriam descartados. É também uma forma de chamar a atenção para o trabalho destas instituições e fazer com que os clientes da sorveteria passem a conhecer estas iniciativas e, quem sabe, a apoiá-las.

salt4

Todas as fotos: Reprodução Facebook fonte

5 lugares que você precisa visitar na Califórnia

Situada na costa oeste da América e lar de oito cidades populares dos Estados Unidos, a Califórnia é um Estado de geografia diversa, com inúmeros lugares incríveis para serem explorados. Conheça aqui cinco deles:

Yosemite National Park

Yosemite

Um dos parques mais visitados do país tem atrações impressionantes como o Glacier Point e as Cataratas de Yosemite.  O lugar é um prato cheio para atividades ao ar livre como escalada, passeios de bike e rafting. Para uma experiência única, faça o passeio de bike na lua cheia.

Lago Tahoe

Lake Tahoe

Situado entre as montanhas de Serra Nevada, na região do Lago Tahoe você pode fazer trilhas, praticar escalada ou relaxar observando o cenário de cima, num passeio de teleférico em Heavenly. 

Golden Gate Bridge

Golden Gate

A Golden Bridge conecta São Francisco aos condados do norte da Califórnia, e é um impressionante feito da engenharia. Possui torres de 227 metros e um estilo art deco que a torna um hotspot turístico único. Você pode não só ir até lá para fotografar, mas também percorrê-la de bicicleta, ou a pé.

La Jolla

La Jolla

A costa de La Jolla é longa e variada, e dispõe de inúmeros cartões postais. Você pode desfrutá-la a bordo de um caiaque, num stand up paddle  ou munido de snorkel e nadadeiras. A região também dispõe de vários campos de golfe e inúmeros cafés para sentar e ver a tarde passar.

Ilha de Catalina

catalina-island-1587271_1920

A Ilha de Catalina dispõe de inúmeras atividades em cenários de tirar o fôlego.  Dá para conferir os naufrágios ao redor da ilha num passeio de barco com fundo de vidro ou praticar mergulho em suas águas cristalinas. Para atividades indoor, visite o museu Ilha Catalina, que conta a história da região.

Fotos: Pixabay, Wiki Commons fonte

Essas fotos lembram como voar na década de 1950 era muito mais glamouroso

Hoje em dia, percorrer quilômetros nos ares em aviões tornou-se tão comum que é fácil esquecer o quão legal é voar.

Na década de 50, pelo contrário, tudo era novo e excitante. Naquela era, aeromoças serviam refeições em pratos de porcelana. Comia-se com talheres de prata, os passageiros podiam esticar as pernas em salões dentro das aeronaves e contavam com assentos que se convertiam em camas.

Veja aqui uma série de fotos reunida pelo site This Is Insider, que mostra como era voar há 60 anos:

Foto 2

Foto 3

Foto 4

Foto 5

Foto 6

Foto 7

Foto 8

Foto 9

Foto 10

Foto 11

Todas as fotos: Reprodução fonte

Menina exige que o tema de sua festa de aniversário seja ‘cocô’; e o resultado é estranhamente bom

Volta e meia a internet se encanta com festinhas infantis que em sua temática, a pedidos da própria criança, foge do óbvio (como super heróis, personagens célebres ou outros derivados da cultura pop infantil) e traz como tema algo surpreendente e engraçado. Nenhuma, no entanto, parece capaz de superar a temática exigida de forma irredutível pela pequena Audrey. Por meses, quando sua mãe lhe perguntava qual o tema ela queria para sua festa de aniversário de 3 anos, a menina respondia, sem titubear: cocô.

Audrey4

E não qualquer cocô, mas sim, os sorridentes emojis de cocô. Certos de que Audrey não abriria mão de homenagear o cocô em seu aniversário, os pais decidiram enfim por ceder ao desejo da pequena e decorar sua comemoração toda com emojis de cocô.

Audrey1

Balões, bolo, biscoitos e até fantasias abrilhantaram a festa, devidamente inspirados no tema. A inspiração deixou ao menos os ingredientes das comidas de fora da homenagem.

Audrey3

A felicidade de Audrey fica evidente nas fotos, e, em verdade, seu exótico tema é digno de deixar qualquer mamãe e papai orgulhosos – afinal, personalidade, humor e inteligência não faltam no espírito da garota. A festa foi, portanto, um cocô – necessariamente no melhor do sentidos.

Audrey2

Audrey6

Audrey5

© fotos: reprodução: fonte

Tente não se apaixonar pelas imagens do concurso de fotografia de viagem da National Geographic

04

Todos os anos, a National Geographic dá aos fotógrafos a oportunidade de compartilhar seu talento e mostrarem a todos um pedaço do mundo em que vivemos. Eles são encorajados a apresentar seu trabalho nas seguintes categorias – natureza, cidades e pessoas. As primeiras inscrições na categoria natureza mostram imagens impressionantes que já estão sendo submetidas por fotógrafos ao redor do mundo.

Com uma pequena taxa de inscrição, os fotógrafos podem quantas imagens quiserem, contanto que tenham sido tiradas em no máximo dois anos. São três prêmios em dinheiro e um grande prêmio de 10 dias de viagem para o Arquipélago de Galápagos com a National Geographic Expedições.

As primeiras fotografias, selecionadas pelos editores da National Geographic, já demonstram muitas maravilhas pelo mundo e fornecerão muita inspiração para viajar.

Fotógrafos têm até 30 de junho de 2017 para participar.

Confira algumas das imagens inscritas no concurso 2017:

National-Geographic-Photographer-Year-Nature-Photography-Contest-7
Jigokudani Monkey Park, Nagano, Japão – Hidetoshi Ogata

02
New Hampshire – Manish Mamtani

03
Nao Akimoto

04
Lago Yogo, Nagahama, Japão – Takahiro Bessho

05
Hiroki Inoue

06
Hiroki Inoue

07
Parque Nacional do Vale da Morte, Califórnia, Estados Unidos – Stas Bartnikas

08
Lago Randijaur, Jokkmokk, Suécia –  Adam Cunningham-White

09
Monte Fuji, Japão – Takashi   fonte via