Mãe presenteia filha com gatinha preta e cria um ensaio que é um presente para todos nós

Acostumada a fotografar recém-nascidos, a fotógrafa Kitty Lee encontrou um novo desafio quando adotou a gatinha preta Luna para sua filha Amelie, de cinco anos. Para não deixar o momento passar sem registros, ela criou um inspirador ensaio fotográfico com o animal.

gato2

Ela é um pouco mais velha do que a maioria dos recém-nascidos que eu fotografo (tem 9 semanas), mas é definitivamente a menor deles!“, escreveu a fotógrafa ao compartilhar as imagens através do Facebook. A resposta foi massiva e a publicação recebeu quase 60 mil compartilhamentos. Nos comentários, muitas pessoas aproveitaram para divulgar fotos dos seus próprios animais de estimação – a maioria deles gatinhos pretos como Luna.

gato3

Luna já está com 10 meses e foi adotada de uma pessoa cujo gato teve cria acidentalmente. Segundo a fotógrafa, Amelie e Luna são inseparáveis. “Elas dormem juntas, brincam juntas, comem juntas. Melhores amigas! Luna dorme cerca de 20 horas por dia e, como eu frequentemente faço fotos de recém-nascidos, achamos que seria fofo tirar algumas fotos dela e que nossos amigos iriam gostar. Nós não tínhamos ideia de as imagens que iriam se espalhar assim!“, contou ela ao Hypeness.

gato4

O sucesso fez com que Kitty buscasse uma maneira de ajudar ainda mais animais a encontrar um lar. Para isso, a fotógrafa juntou as fotografias que fez de Luna para criar um calendário inspirador que cobre os meses de junho de 2017 a maio de 2018. Todos os lucros das vendas serão revertidos para o abrigo de animais Save-A-Stray, em Michigan, nos Estados Unidos. Os calendários podem ser adquiridos por US$ 20 (cerca de R$ 63), clicando aqui.

gato8

Ao todo, já foram vendidos cerca de 100 calendários e a fotógrafa espera vender ainda mais para arrecadar dinheiro para a instituição. “O resultado foi bastante positivo. Quer dizer, quem não ama uma foto fofa de um gato?“, brinca Kitty.

gato7

gato6

gato5

Todas as fotos © Kitty Lee Photography fonte

O parque temático dos Flintstones é uma verdadeira – e bonita – viagem no tempo

Perto do Grand Canyon, no Arizona, Estados Unidos, existe um parque totalmente dedicado ao universo dos Flintstones, desenho lançado nos anos 60 e que fez o maior sucesso no mundo inteiro, tendo sido assistido por mais de 300 milhões de pessoas em 80 países diferentes.

O parque, batizado de The Flintstones Bedrock City, foi construído na década de 70 pelo casal Speckels, que chegou a criar cinco filhos no local. Quando o patriarca da família morreu, Linda Speckels continuou cuidando do estabelecimento com a ajuda das filhas, até colocar o parque à venda, em 2015.

WZLsiQal

Q7U01F4l

eWrcUNXl

A propriedade tem ao total 30 acres, e conta com um vulcão falso, um escorregador de brontossauro e um boneco em tamanho humano de Fred Flintstone. Além dos brinquedos, é possível encontrar no parque uma loja de presentes, um restaurante, um local para acampamento de trailers e uma loja de conveniência.

Se você está com alguma viagem programada para a região, essa é uma parada obrigatória para você incluir no seu roteiro! As entradas custam 5 dólares, e o horário de funcionamento varia conforme a época do ano.

ZBmcNsJl

R20wlVcl

cover-bedrock-1493387911388

nd7c4Aql

GHDbEjHl

IpyZt0sl

Todas as fotos © Sandra Jungling fonte

10 ruas pelo mundo com uma coisa em comum: são tão bonitas que nem parecem reais

Algumas ruas proporcionam aos visitantes lembretes incríveis de como seus bairros foram construídos nos séculos passados. Ruas, no entanto, não precisam oferecer uma lição de história ou serem completamente diferentes para serem encantadoras.

Alguns são notáveis por suas características naturais deslumbrantes, como o túnel de flor de cerejeiras em Bonn, na Alemanha, que faz uma linda aparição em algumas semanas a cada primavera. Abaixo você confere algumas das ruas mais bonitas do mundo.

01 – As casas multicoloridas que cercam o bairro La Boca de Buenos Aires, Argentina, ainda refletem grande parte de sua história do final do século XIX. Quando os imigrantes europeus chegaram da cidade italiana de Gênova, muitos deles tornaram-se trabalhadores portuários, que, com pouca ou nenhuma renda disponível, construíram suas casas com pedaços finos de chapa ondulada das docas, revestidas com tinta restante. Quando uma cor inevitavelmente acabava, eles simplesmente usavam outra. E assim nasceu um bairro colorido. Hoje, Caminito é uma das ruas mais emblemáticas do bairro.

01

02 – A Lombard Street, em São Francisco, tornou-se um dos locais mais visitados da cidade. Os turistas muitas vezes se reúnem para assistir como os motoristas fazem o seu caminho através de suas curvas. Concluída em 1922, a rua foi projetada para que os carros tivessem acesso a uma colina bastante íngreme. Os motoristas são aconselhados a circular a 8 km por hora.

02

03 – As ruas de Chefchaouen, uma pequena cidade no noroeste de Marrocos, são famosas por suas diferentes tonalidades de azul. Fundada em 1471, a cidade foi usada uma vez como uma fortaleza para exilados da Espanha. Ao longo dos séculos, muitos judeus mudaram-se para Chefchaouen, trazendo com eles a antiga crença de usar corante azul iria lembrar as pessoas do poder de Deus. Para a experiência mais vívida, os visitantes devem passear em ruas como Al Hassan Onsar, Rue Outiwi e as escadas apertadas que levam para cima e para baixo Rue Bin Souaki.

03

04 – Localizada em Andaluzia, Espanha, Jerez de la Frontera é uma cidade conhecida por seu vinho requintado. Por lá, uma rua no centro histórico é sombreada por folhas de uva de vinhas cultivadas ao longo das paredes circundantes.

04

05 – Pertencente ao patrimônio mundial da UNESCO, a cidade de Lijiang, na China, tem mil anos de idade e é famosa por seus canais e passagens ordenados. Caminhe ao longo da rua Qiyi Chongron Alley ou rua Wuyi Wenzhi Alley para algumas das vistas mais espetaculares.

05

06 – Entre duas e três semanas a cada primavera, cerejeiras revestem um túnel na avenida Cherry Blossom em Bonn, na Alemanha, atraindo turistas e tornando um lugar em um verdadeiro conto de fadas.

06

07 – Bregagh Road em Ballymoney, Irlanda do Norte, é uma rua que possui uma série de vidoeiros alinhados que foram plantados no século 18. Apelidado de Dark Hedges, a estrada aparece no seriado da HBO, Game of Thrones.

07

08 – A Champs-Élysées, em Paris, poderia muito bem ser a rua mais famosa do mundo. Árvores belamente podadas na avenida de quase 2 km de comprimento, que se estende da Place de la Concorde até o Arco do Triunfo.

08

09 – Forrado com barcos e bicicletas, muitos canais de Amsterdã atraíram turistas através dos tempos. Mas o Brouwersgracht, localizado a pouco mais de meia milha a noroeste da estação ferroviária central, poderia ser o mais pitoresco da capital holandesa.

09

10 – O projeto Umbrella Sky de Águeda, Portugal, teve início em 2011 como parte do Festival de Arte de Ágitagueda. A cada verão, quando as temperaturas sobem, um punhado de ruas estreitas de Águeda apresentam toldos de guarda-chuvas coloridos que fornecem sombra aos pedestres.

010

Todas as fotos: Reprodução fonte

A impressionante cidade futurística e ecológica que está sendo construída no meio do deserto árabe

As autoridades de Abu Dabhi tinham grandes planos para a cidade de Masdar. Quando começaram a desenvolvê-la, em 2008, o plano é que fosse a cidade mais sustentável do mundo, com nenhuma emissão de carbono, nenhuma geração de resíduos e nenhum carro. Mas sua conclusão, prevista para este ano, foi adiada para 2030 e algumas promessas foram quebradas.

C6

Mais do que isso, Masdar parece um tanto abandonada nas lentes do fotógrafo Etienne Malapert. De acordo com o The Guardian, ela não está livre de emissões de carbono, conforme era prometido – apenas metade de sua energia é renovável. Ela também foi projetada para ser livre de carros, com ônibus elétricos que transportariam seus passageiros. Mas `a medida que empresas desenvolvem carros elétricos sem motorista, essa parte do plano tornou-se um tanto obsoleta e provavelmente será alterada.

C1

Cerca de 300 pessoas vivem atualmente em Masdar. Malapert a visitou no ano passado e fotografou construções, pessoas, ruas e praças. Dá só uma olhada nas fotos da cidade que ele apelidou de “fantasma”:

C4

C5

C2

C3

C8

C7

Todas as fotos: Reprodução fonte