Irmãs Bawar posam novamente para as lentes do fotógrafo Vinícius Terranova e o resultado é lacrador

Vinicius_Terranova_d7

Após ver as irmãs Bawar em um vídeo que o coletivo Mooc fez em parceria com a Nike, o fotógrafo Vinícius Terranova ficou completamente encantado por elas. Lara e Mara são gêmeas, negras e albinas. Já Sheila não nasceu com a mesma condição das irmãs mais novas, mas nem por isso é menos bela.

“Elas são naturalmente unidas e conscientes do valor de sua representatividade, possuem uma poética poderosa em si, que inspira muitos artistas. Além de celebrar a diversidade elas transmitem sua harmonia, combatendo o bullying e o preconceito muito unidas”.

Vinicius_Terranova_d4

Ainda em 2016 o fotógrafo chamou as irmãs para participarem do seu projeto Flores Raras, onde procura retratar a diversidade e beleza, além das suas inúmeras possibilidades dentro do mundo da moda e da arte.

“Flores Raras começou com o desejo de trazer para o campo da arte e da moda questões relevantes sobre a nossa diversidade e parâmetros de belezas, além de ter o intuito de criar imagens simbólicas com uma leitura de moda e arte documental”, explicou.

Vinicius_Terranova_d2

Este ano, as irmãs, que são brasileiras mas filhas de pais guiné-bissauense, voltaram a posar para as lentes do fotógrafo. Segundo Vinícius, as três são verdadeiras artistas, ficando completamente à vontade na frente das câmeras.

“Elas nasceram pra isso, se sentem muito à vontade, são realmente artistas. Não é nenhum esforço para elas, pois adoram fotografar e são mais do que modelos, já que também cantam, dançam, criam, atuam e se entregam mesmo! São antenadas e se preocupam com seu público, buscando o diálogo e todo conhecimento relevante a sua causa”, completou o fotógrafo.

O resultado é nada menos que incrível, confira:

Vinicius_Terranova_d7

Vinicius_Terranova_d5

Vinicius_Terranova_d3

Vinicius_Terranova_d6

Vinicius_Terranova_d11

Vinicius_Terranova_d9

Vinicius_Terranova_d10

Vinicius_Terranova_d8

Vinicius_Terranova_d1

Todas as fotos © Vinícius Terranova fonte

Homem celebra os 50 anos de um jeito especial: com um incrível álbum inspirado em Game of Thrones

Quando o aniversário de 50 anos do belga Wim estava se aproximando, ele e a família decidiram celebrar de um jeito bem diferente. Sua filha, Saida, convidou dois amigos, uma fotógrafa e uma maquiadora, para acompanha-los em uma viagem até a Inglaterra para viver uma aventura ao estilo Game of Thrones.

Foi assim que Wim se tornou Goron, o senhorio de Cornualha, considerada uma das seis nações celtas. Na história criada pela família, ele precisa lutar pelo Rei Mordred contra as forças malignas que ameaçam o reino. Após as batalhas, ele volta como herói, mas a condição não agrada ao rei.

Assim, Mordred manda Gwenora, uma bruxa azul, para seduzi-lo e leva-lo ao lado negro e se opor ao próprio povo. É aí que Goron precisa encontrar a força para enfrenta a bruxa na batalha final, encenada pela família e fotografada brilhantemente por Laura Bierens.

ProjectTilkin03-5909e5cf92eb1__880

ProjectTilkin25-5909e5f3ce79a__880

ProjectTilkin20-5909e5eac45be__880

ProjectTilkin22-5909e5ef71e11__880

ProjectTilkin52-5909e5c030fb2__880

My-dads-way-of-dealing-with-his-midlife-crisis-a-Game-of-Thrones-inspired-photoshoot-590adfb232f80__880

ProjectTilkin01-5909e5cc87099__880

ProjectTilkin11-5909e5db71f59__880

ProjectTilkin10-5909e5d8145c4__880

ProjectTilkin09-5909e5d4f067f__880

ProjectTilkin06-5909e5d287c9d__880

ProjectTilkin18-5909e5e6206d0__880

ProjectTilkin19-5909e5e8914c8__880

ProjectTilkin31-5909e59f3bf45__880

ProjectTilkin16-5909e5e3d63f4__880

ProjectTilkin12-5909e5deb7604__880

ProjectTilkin35-5909e5a6dd772__880

ProjectTilkin37-5909e5a90a1c2__880

ProjectTilkin38-5909e5ab8cf83__880

ProjectTilkin41-5909e5b223cb2__880

ProjectTilkin45-5909e5b80ee17__880

ProjectTilkin34-5909e5a4802a6__880

ProjectTilkin51-5909e5bdbb6b3__880

ProjectTilkin14-5909e5e189044__880

Todas as fotos © Laura Bierens fonte

Tente não se apaixonar por essas tatuagens criativas inspiradas em grandes obras de arte

Decidir o que tatuar é sempre um dilema; não é pouco, afinal, eleger uma imagem para te acompanhar em sua pele pelo resto da vida. O talento do tatuador é determinante, mas a própria imagem a ser tatuada será também definitiva. Mas e se o autor do desenho for um grande artista, do calibre de um Picasso, ou de uma Frida Kahlo? Que tal ter um Van Gogh para te acompanhar em sua pele pra sempre?

Pegando carona numa compilação realizada pelo Buzzfeed, separamos aqui alguns exemplos de como uma tatuagem pode ir muito além de clichês do gênero ou de desenhos genéricos e realmente carregar a mais fina arte no corpo. Como tatuagem costuma ser uma compulsão, a melhor sugestão pode ser transformar sua pele em um museu – em que o curador é você.

TArt12

René Magritte

TArt16

Sandro Botticelli

TArt15

Vincent Van Gogh

TArt14

Hokusai

TArt6

Frida Kahlo

TArt9

Andy Warhol

TArt4

Salvador Dalí

TArt2

Jean-Michel Basquiat

TArt1

Pablo Picasso

TArt3

Vincent Van Gogh

TArt5

Gustav Klimt

TArt7

Michelangelo

TArt8

Roy Lichtenstein

TArt10

Wassily Kandinsky

TArt11

Edgar Degas

TArt13

Michelangelo

© fotos: reprodução fonte

Casal passa 25 anos transformando um pedaço de terra árido em um paraíso de biodiversidade

Anil e Pamela Malhotra se conheceram nos anos 60 em Nova Jersey, nos Estados Unidos. Pouco tempo depois, já estavam casados e foram passar a lua-de-mel no Havaí. Apaixonados pela vida selvagem, os dois se encantaram com a natureza da região e decidiram comprar terras para viver por lá. A vida deles começaria a mudar em 1986, quando precisaram visitar a Índia para o funeral do pai de Anil.

Uma vez no país, o casal se surpreendeu com a quantidade de poluição e desmatamento. Segundo o Oddity Central, ninguém parecia se preocupar com os rios e florestas da região. Foi então que Pamela e Anil decidiram que poderiam fazer a sua parte para mudar o ecossistema local. Com a ideia em mente, eles venderam sua propriedade no Havaí e se mudaram para a Índia para procurar terras para comprar.

india1

A princípio, a jornada do casal não foi fácil. Eles não encontraram nenhuma propriedade à venda no norte da Índia, porém chegaram ao local ideal no sul do país: uma fazenda abandonada de 55 acres em Karnataka. Os dois compraram a propriedade em 1991 e vem trabalhando desde então para transformá-la em um verdadeiro paraíso da biodiversidade.

india2

Fotos: Reprodução Youtube

Nestes 25 anos de dedicação, o espaço mudou completamente. Com o trabalho de reflorestamento realizados por eles, foi preciso apenas plantar algumas árvores nativas para que a natureza começasse a fazer a sua parte. A grama não demorou a começar a crescer, as árvores foram se espalhando e em poucos anos animais e pássaros passaram a fazer parte da paisagem local.

india3

Foto: SAI Sanctuary

Apesar de seus esforços para melhorar a biodiversidade da região, as propriedades vizinhas continuavam usando grandes quantidades de pesticidas e não tinham o mesmo cuidado que eles prezavam. Assim, os dois começaram a comprar todas as terras próximas que estivessem à venda e transformaram a pequena fazenda em um santuário de vida selvagem com mais de 300 acres, o Save Animals Initiative (SAI) Sanctuary.

india4

A área serve de lar para centenas de árvores e plantas, bem como mais de 300 espécies de pássaros. No solo também caminham dezenas de animais raros, incluindo tigres-de-bengala e elefantes asiáticos, além de algumas espécies de macacos, cobras e veados. A experiência mostra como a dedicação de apenas um casal foi capaz de mudar a cara de toda uma região.

O vídeo abaixo (em inglês) conta mais sobre essa incrível história:

india5

Todas as imagens: Reprodução YouTube fonte